Você está na página 1de 1

A Epopia de Gilgamesh. No incio do poema, o heri apresentado como o protetor de Uruk e construtor da magnfica muralha da cidade.

. Era, porm, um lder de personalidade arrogante e tirnica, que recrutava violentamente os jovens para o servio militar e violava as virgens. Para contrabalanar o rei, os deuses criam Enkidu, um homem selvagem que torna-se inseparvel amigo de Gilgamesh. Juntos os dois passam por vrias aventuras como a viagem Floresta dos Cedros, onde combatem e vencem o monstro Humbaba. Aps retornar a Uruk com a madeira da floresta e a cabea do monstro, a deusa do amor Ishtar tenta seduzir Gilgamesh. Este recusa-se, e Ishtar como vingana convence Anu o deus sumrio supremo - a enviar o Touro Celestial, que causa grande devastao. Gilgamesh e Enkidu matam o touro. Enkidu marcado pelos deuses para morrer, e adoece gravemente. Gilgamesh lamentase amargamente mas no pode ajud-lo. Aps a morte de Enkidu, Gilgamesh desesperase ao tomar conscincia de sua condio de mortal. Lana-se ento numa busca pela imortalidade. Nesta busca o heri encontra Utnapishtim, sobrevivente de um grande dilvio que acabou com toda a humanidade. Esta parte da histria, com grande semelhana ao dilvio narrado na Bblia, baseado no antigo pico acdio Atrahasis. Utnapishtim conta a Gilgamesh sobre uma planta que cresce sob o mar e que confere a imortalidade; com grande dificuldade o heri a consegue obter, mas, num momento de descuido, a planta roubada por uma serpente. Gilgamesh retorna a Uruk, encontrando as grandes muralhas construdas por ele, que seriam sua grande obra duradoura.