Você está na página 1de 5

A PALAVRA DE DEUS

Pastor Alcenir Oliveira


15 de dezembro de 2008
Joshua: 1:1-18

1. Palavra, Segundo o dicionário, significa

Um som ou a combinação de sons, ou ainda sua representação escrita


ou impressa, que simboliza e comunica um sentido; uma afirmação ou
promessaç uma intenção juramentada; um commando ou direcionamento;
uma ordem.

E é isto tudo que Josué tem nesta passagem.

1.1. Um som ou uma combinaçcão de sons: Josué ouve a voz

O texto não deixa claro como o Senhor falou a Josué. Nós assumimos
que foi a voz audível de Deus. Josué devia estar num lugar de silêncio
e calma, apesar de ser um lugar desértico e um ambiente agressivo,
onde hoje é a Jordânia. Naquele momento certamente ele estava
refletindo sobre os últimos acontecimentos. Ent”ao, de repente, uma
ouve uma voz:

- Hey Josué, o que tá pegando meu …

Sem virar, ele responde: é cara, tô aqui pensando no que aconteceu e o


que teremos daqui pra frente. E, virando-se, pergunta e você, “que passa”
… Ele acha que é um dos seus oficiais do exército, aqueles homens de
sua maior confiança.

Ele é um líder muito flexível, usa a “política de portas abertas”.


Qualquer um pode vir a qualquer hora falar com ele, não precisa nem ser
chamado no interfone pela secretária. É assim que ele sabe de tudo que
está acontecendo, o que o povo está pensando e sentindo, qual a attitude
deles. Mas … oops! … não tem ninguém ali. É, acho que tenho
trabalhado demais e me estressei muito com os últimos acontecimentos.

De onde ele estava, lugar mais elevado, podia ver o povo naquela
manhã cuidando das ovelhas, cavaleiros correndo pelo campo, vacas
sendo ordenhadas; vê fumança saindo das casas, imagina que estão
fazendo aquelas comidas gostosas que só as mulheres hebréias sabem
fazer. Até começa a sentir um pouco de fome, mas está muito cedo para
se pensar em almoço. E ele ouve de novo.
- Josué, que está acontecendo. Você está preocupado com a morte de
Moisés. Ele se foi. Esqueça ele. Agora é você e o seu povo.

- Senhor, é o Senhor Jeová que está falando comigo … Ele percebe


que é Deus, e cai por terra de joelho …

- Sou eu mesmo. Relacha Josué. Eu só quero lever um papo com


você. Afinal quem mais eu tenho para comandar esse povo. É hora
de você tomar o commando e começar a agir.

- Oh, Senhor. É claro que estou preocupado. É muita


responsabilidade. Eu sei que o Senhor é um Deus de misericórdia e
que vai estar conosco. O Senhor sabe como esse é um povo difícil.
Eu fico preocupado sobre a reação deles, agora que as poderosas
mãos de Moisés se foram.

E o diálogo continua. E Deus então passa a ele as instruções da


palavra que lemos.

Vemos aqui que Josué tem “sons, significado, reafirmação ou


promessa, intenção juramentada, commando ou direcionamento, e
ordem”.

2. A palavra dirigida diretamente de Deus para alguém

Às vezes penso que nos dias de hoje se Deus falar em voz audível com
alguém, por mais crente que seja vai ficar arrepiado.

Esse tipo de comunicação é chamada de “Palavra de comunicação


pessoal direta de Deus”. São vistas em Gen 3:16-19 “E Deus ordenou ao
homem dizendo: você deve livremente comer de toda árvore do jardin;
mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não pode comer, porque
no dia em que comer morrerá”; Ex 10:1-3 – “E Deus falou todas essas
palavras dizendo – Eu sou o Senhor seu Deus, que vos tirou da terra do
Egito, fora da casa da servidão. Não terás outros dues diante de mim …”.
Só para dar alguns exemplos.

3. Seja forte e corajoso

3.1. Josué estava diante de um trabalho desafiador, perigoso e de


grande responsabilidade.

Deus deu a Josué a responsabilidade de dar um ultimo passo da


missão de 40 anos. Uma missão que Deus deu a Moisés. Agora ali ele
estava, Josué – filho de Nun, certamente nascido depois que sairam do
Egito – com a missão de conquistar a terra prometida.

Quantos de nós já esteve responsável por missões de tanta


responsabilidade. Alguém pode dizer: eu nunca estive. Quantos de nós
tem filhos, Deus deu-nos a missão de receber um filho, cuidar dele e
prepará-lo para a vida. Não sera isso uma missão de grande
responsabilidade.

3.2. Entrar em um país que você não conhece bem.

Não é uma tarefa fácil, temos que admitir. Um lugar que você não é
bemvindo. Cheio de guerreiros fortes e bem armados. Ainda muito
inseguro com relação a o que poderia ser o “elemento surpresa”,
situações inesperadas.

Nos nossos dias podemos falar de dois exemplos.

Primeiro, podemos considerer os imigrantes que entram


ilegalmente em outro país, como aqueles que investem esforços e
dinheiro para entrar nos EUA pela fronteira do México.

A maioria deles está fugindo da pobreza e em busca de


sobrevivência.

No país deles, a disposição para trabalhar duro e possuir


qualificação não é suficiente para arrajar trabalho porque não há
emprego para todos.

A maioria dos que empreendem tal tarefa é analfabeta ou semi-


analfabeta. Mas o pior é que não sabem o que os espera além da
fronteira.

Eu posso imaginar o nível de ansiedade, medo, incerteza, e


insegurança quando chegam à fronteira e estão prestes a atravessar
para o outro lado.

Depois vem um outro dilema. Quando tem sucesso na passagem,


eles se tornam estigmatizados, eles passam a ser conhecidos como
“ILLEGAL ALIEN”. Pessoas sem identidade.

Alien é uma palavra da qual tenho uma grande ojeriza, porque ela é
discriminadora, desmerecedora, desqualificadora, doentia.
Há coisa pior e mais desgastante do que não ter acesso a coisas
básicas como conta no banco, carteira de motorista, cartão de crédito,
direito de alugar uma moradia.

A Jordânia, que coincidentemente é o país dono das terras onde


Josué estava com o povo preparando-se para entrar em Canaan, hoje
Israel (Palestina), usa punir certos crimes cancelando a identidade do
criminoso e soltando ele na vida. Ele não consegue fazer nada na vida,
pois não tem identidade, é como um zumbi, um morto-vivo.

O Segundo exemplo sãos os soldados quando estavam a caminho


da invasão do Iraque. O estado emocional deles, o que passava pela
cabeça deles.

No caso dos “illegal aliens”, eles não têm certeza de ajuda ou


assistência nenhuma; estão indo por conta própria, sendo abusados,
apanhando, sendo explorados, sendo roubados e se exaurindo.

No caso do soldados, eles podiam se apoiar nos comandantes, que


estavam com garantia de uma grande instituição military chamada
Exército dos EUA os garantindo de que iriam cumprir as promessas
que foram feitas.

No texto que lemos vemos aqui Josué, só à frente de um povo


difícil, também desgastado por uma vida de 40 anos no deserto entre o
Sinai e a Palestina.

Mas uma coisa Josué tinha maior do que todos, a garantia da


Palavra de Deus falada diretamente a ele, dando a ele a certeza de que
ele seria vitorioso.

Que coisa maravilhosa é depender, depositar toda a confiança na


palavra de Deus.

Será somos dependentes da Palavra de Deus; será que confiamos


na Palavra de Deus como Josué.

Hoje em dia nós confiamos em muitas palavras de livros, de gurus,


de presidentes, de ídolos, de líderes humanos …

Josué estava com sua vida e suas ações alicerçadas na Palavra de Deus
….

Não é como a palavra do Presidente Bush quando disse que iria invader o
afeganistão e o Iraque, pegar o Binladen e depor o Sadam, e plantar a
democracia …
Não era como a palavra do Islamic Jirad prometendo 6 virgens para
casamento a quem se explode como bomba humana para matar judeus ou
americanos;

Não é como a palavra do Binladen que ordena a luta contra o “o grande


satan” em nome de Deus, a favor do islamismo.

Não é como a palavra da Microsoft que dita o que precisamos em termos


de comunicação ….

Não é como a palavra da bolsa de Nova York que em tempos normais


ditam as regras econômicas, embora hoje esteja desacredita no meio da
crise que assola o planeta.

Poderiamos citar muitas palavras de força pelo mundo a fora …

Não, não é. É a Palavra de Deus. “Seja forte e corajoso. Não fique


aterrorizado; não esteja desencorajado, porque o SENHOR teu Deus
estará com você onde quer que você vá” – Aleluia! – “eu darei a você
todo lugar em que pisar o seu pé, como prometi a Moisés. O seu território
se extenderá do deserto do Líbano, e do grande rio … até o grande mar …
Ninguém sera capaz de resistir contra você, por todos os dias da sua
vida”.

Que faremos nós irmãos quando temos tarefa tão importante


quanto a de Josué de testemunhar as boas novas que nos leverão a tomar
posse da terra prometida, que nos levarão a atravessar o jordão para a
canaan celestial.

Que faremos pois! Vamos confiar na Palavra de Deus, nas palavras


recomendadas a Josué. Tome a palavra, medite nela de dia e de noite, dela
não te desvies, nem para direita nem para a esquerda.

Assim, onde quer que formos, seremos bem-sucedidos e vitoriosos


como Josué. No fim então, atravessaremos o Jordão da eternidade e
vamos nos juntar ao Rein a terra prometida – a canaan celestial.

Interesses relacionados