Você está na página 1de 5

O português, assim como outras línguas neolatinas, apresenta acento gráfico. Sabemos que toda palavra da Língua portuguesa de duas ou mais sílabas possui uma sílaba tônica. Observe as sílabas tônicas das palavras arte, gentil, táxi e mocotó. Você constatou que a tonicidade recai sobre a sílaba inicial em arte, a final em gentil, a inicial em táxi e a final em mocotó.

Além disso, você notou que a sílaba tônica nem sempre recebe acento gráfico. Portanto, todas as palavras com duas ou mais sílabas terão acento tônico, mas nem sempre terão acento gráfico. A tonicidade está para a oralidade (fala) assim como o acento gráfico está para a escrita (grafia). É importante aprender as regras de acentuação pois, como vimos acima, independem da fonética.

Abaixo estão descritas as regras de acentuação gráfica de forma descomplicada. Trata- se de assunto relativamente simples, basta memorizar as regras. Entendemos que o conhecimento sobre separação de sílabas é pré-requisito para melhor assimilação desse tema.

A Reforma Ortográfica veio descomplicar e simplificar a língua portuguesa notadamente nesta parte de acentuação gráfica.

11 Acentuam-se as palavras monossílabas tônicasterminadas em a, e, o, seguidas ou não de s.

Ex: já, fé, pés, pó, só, ás.

22 Acentuam-se as palavras oxítonasterminadas em a, e, o, seguidas ou não de s , em, ens. Ex:cajá, café, jacaré, cipó, também, parabéns, metrô, inglês alguém, armazém, conténs, vinténs.

Não se acentuam: as oxítonas terminadas em i e u, e em consoantes nem os infinitivos em i, seguidos dos pronomes oblíquos lo, la, los, las

Ex: ali, caqui, rubi, bambu, rebu, urubu, sutil, clamor, fi-lo, puni-la, reduzi-los, feri-las.

33 Acentuam-se as palavras paroxítonasexceto aquelas terminadas em a, e, o, seguidas ou não de s, em, ens, bem como prefixos paroxítonos terminados em i ou r.

Ex: dândi, júri, órfã, César, mártir, revólver, álbum, bênção, bíceps, espelho, famosa, medo, ontem, socorro, polens, hifens, pires, tela, super-homem.

Atenção: Acentuam-se as paroxítonas terminados em ditongo oral seguido ou não de s.

Ex: jóquei, superfície, água, área, ingênuos.

44 Acentuam-se as palavras proparoxítonas sem exceção.

Ex: aniversário, ótimo, incômoda, podíamos, correspondência abóbora, bússola, cântaro, dúvida, líquido, mérito, nórdico, política, relâmpago, têmpora .

55 Acentuam-se os ditongos abertosei, oi, eu, seguidos ou não de s em palavras monossílabas e oxítonas.

Ex: carretéis, dói, herói, chapéu, anéis.

Atenção: Pela nova ortografia não se acentuam ditongos abertos ei, oi, eu, seguidos ou não de s em palavras paroxítonas.

Ex: ideia, plateia, assembleia.

66Não se acentua, pela nova ortografia, palavras paroxítonas com hiato oo seguidos ou não de s.

Ex: voos, enjoo, abençoo.

77 Também não se acentuam as palavras paroxítonas com hiato ee.

Ex: aí, balaústre, baú, egoísta, faísca, heroína, saída, saúde, viúvo, juízes, Piauí.

Ex: creem, leem, veem, deem. 88Acentuam-se sempre as palavras que contenham i , u: tônicas; formam hiatos;

formam sílabas sozinhas ou são seguidos de s; não seguidas de nh; não precedidas de ditongo em paroxítonas; nem repetidas.

Pela regra exposta acima, não se acentuam: rainha, xiita, ruim, juiz, fortuito, gratuito, feiura.

99Pela nova ortografia, não se acentua com acento agudo u tônico dos grupos

que, qui, gue, gui: argui, arguis, averigue, averigues, oblique, obliques, apazigues. 1010 Da mesma forma não se usa mais o trema:aguento, frequente, tranquilo, linguiça, aguentar, arguição, unguento, tranquilizante. Emprega-se o til para indicar a nasalização de vogais: afã, coração, devoções, maçã, relação etc.

1111 O acento diferencial foi excluído. Mantém-se apenas nestas quatro palavras, para distinguir uma da outra que se grafa de igual maneira:

pôde (verbo poder no tempo passado) / pode (verbo poder no tempo presente);

pôr ( verbo) / por (preposição);

vem ( verbo vir na 3ª pessoa do singular) / vêm ( verbo vir na 3ª pessoa do plural);

tem ( verbo ter na 3ª pessoa do singular) / têm ( verbo ter na 3ª pessoa do plural).

Regras de ACENTUAÇÃO GRÁFICA em Língua Portuguesa - Prosódia - Já obedecendo ao Novo Acordo Ortográfico.

<a href=Prosódia - Regras de acentuação gráfica das palavras - Acento gráfico. Regras de ACENTUAÇÃO GRÁFICA em Língua Portuguesa - Prosódia - Já obedecendo ao Novo Acordo Ortográfico. Inicialmente, devemos esclarecer que, para entender melhor o assunto exposto aqui, temos de saber o que é prosódia : é a parte da fonética que tem por finalidade a exata acentuação tônica das palavras. Você, porventura, sabe por que acentuamos graficamente algumas palavras e outras não? A resposta é muito simples: toda palavra de nossa língua tem sua sílaba tônica natural . A palavra casa, por exemplo, é paroxítona, pois a sílaba tônica dessa palavra é a penúltima, mesmo não sendo acentuada graficamente, é ca é a silaba pronunciada "com mais força" ao falarmos. Como essa é a prosódia natural da palavra casa, não há necessidade de acento gráfico. Quando, no entanto, há um desvio da prosódia natural - a palavra açúcar, por exemplo - , há necessidade do acento gráfico, pois houve um desvio da prosódia natural da palavra, que, em rigor, deveria ser açucar (oxítona). Como está oficialmente consagrada e dicionarizada a pronúncia açúcar (paroxítona), devemos, então, marcar o desvio da tonicidade, isto é, da prosódia natural da palavra com um acento gráfico . Com base nesse princípio, estabeleceram-se, então, as regras gerais de acentuação gráfica das palavras em Língua Portuguesa, que são as seguintes: 1) Acentuam-se todas as palavras monossílabas tônicas terminadas " id="pdf-obj-2-12" src="pdf-obj-2-12.jpg">

Inicialmente, devemos esclarecer que, para entender melhor o assunto exposto aqui, temos de saber o que é prosódia: é a parte da fonética que tem por finalidade a exata acentuação tônica das palavras.

Você, porventura, sabe por que acentuamos graficamente algumas palavras e outras não?

A resposta é muito simples: toda palavra de nossa língua tem sua sílaba tônica natural. A palavra casa, por exemplo, é paroxítona, pois a sílaba tônica dessa palavra é a penúltima, mesmo não sendo acentuada graficamente, é ca é a silaba pronunciada "com mais força" ao falarmos. Como essa é a prosódia natural da palavra casa, não há necessidade de acento gráfico.

Quando, no entanto, há um desvio da prosódia natural - a palavra açúcar, por exemplo - , há necessidade do acento gráfico, pois houve um desvio da prosódia natural da palavra, que, em rigor, deveria ser açucar (oxítona). Como está oficialmente consagrada e dicionarizada a pronúncia açúcar (paroxítona), devemos, então, marcar o desvio da tonicidade, isto é, da prosódia natural da palavra com um acento gráfico.

Com base nesse princípio, estabeleceram-se, então, as regras gerais de acentuação gráfica das palavras em Língua Portuguesa, que são as seguintes:

1) Acentuam-se todas as palavras monossílabas tônicas terminadas

em:

-a(s), -e(s), e -o(s).

Ex,: já, pá, pé, vê, vês. nó, só, etc.

Obs.: Não se acentuam as palavras monossílabas tônicas terminadas em i(s) e u(s), tais como em si,. ti, cru, etc.

2) Acentuam-se graficamente as palavras oxítonas terminadas em:

-a(s), -e(s), -o(s), -em e -ens.

Ex.: fubá, xarás, café, você, avó, avô, armazém, armazéns, parabéns, etc.

Obs.: Não se acentuam graficamente as palavras oxítonas terminadas em i(s) e u(s), como em caqui, aqui, tatu, cajus, Itu, etc. As formas verbais terminadas em -a, -e ou -o, sejam elas monossílabas tônicas ou oxítonas, seguidas de -la, -lo, -las e -los, são acentuadas normalmente: dá-la, fazê-lo, informá-los, etc.

3) Acentuam-se graficamente todas as palavras paroxítonas não terminadas em -a(s), -e(s), -o(s), -em, -ens e am.

Ex.: açúcar, fácil, líder, éden, órfã, ímã, júri, vírus, álbum, bíceps, látex, etc. Essa regra nos mostra que todas as palavras paroxítonas que não possuem as terminações mencionadas não recebem acento gráfico. Estão fora dessa regra, no entanto, os prefixos terminados em -r e -i: anti- heroi, semi-habilitado, hiper-rápido, super-heroi, etc.

4) Acentuam-se graficamente todas as palavras paroxítonas terminadas em ditongo, quando este é representado graficamente .. Ex.: água, óleo, família, notícia, carícia, cárie, história, série, matéria, etc.

ATENÇÃO; observe que estamos falando em ditongos representados graficamente, como em notícia, por exemplo. Estão de fora dessa regra, portanto, ditongos como jovem, falam, que só ocorrem na fala.

5) Acentuam-se graficamente todas as palavras proparoxítonas. Ex.: lâmpada, célula, cédula, rápido, gramática, pétalas, etc.

Obs.: Como foi dito, os ditongos crescentes, em final de sílabas, podem ser separados na divisão silábica: tanto pode ser his-tó-ria, como his-tó-ri- a;. sé-rie, como sé-ri-e. No primeiro caso (his-tó-ria), classificamos tais palavras como paroxítonas terminadas em ditongo crescente; no segundo caso (his-tó-ri-a), dizemos que são proparoxítonas relativas ou eventuais.

6) Acentuam-se graficamente as vogais i e u tônicas, quando aparecerem depois de outra vogal (formando hiato), sozinha em uma sílaba, acompanhada ou não de s. Ex.: saúde, saída, faísca, jaús, etc. Esta última regra possui uma única exceção: se a vogal i do hiato, isolada

na sílaba, vier seguida de nh, não deve receber acento gráfico. Isso quer dizer que palavras como rainha, bainha, campainha, moinho, etc. não recebem acento gráfico. Deve-se, ainda, esclarecer que a repetição também de tais vogais em uma palavra, formando hiato, dispensa o acento gráfico, como em xiita e juuna.

7) Os verbos ter e vir possuem as formas do plural da 3ª pessoa do presente do indicativo com acento gráfico, para diferençar das formas do singular. Ex.: Ele tem pouco dinheiro. Eles têm pouco dinheiro. Ela vem regularmente à minha loja. Elas vêm regulaemente à minha loja.

____________________________________________________ O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão ou contribua nos enviando atividades para serem compatilhadas com os colegas por aquis - As atividades podem ser enviadas para o e-mail simplesmenteportugues@gmail.com ;)