Você está na página 1de 1

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

DEPARTAMENTO DE PESSOAL

11.6.4.8.4. Vasos Sanitários

Os vasos sanitários podem ser sifonados ou do tipo bacia turca, com caixa de descarga

ou válvula automática externa de ferro fundido, material plástico ou fibrocimento, ligados

à

rede de esgotos ou à fossa séptica, com interposição de sifões hidráulicos.

O

local destinado ao vaso sanitário deve:

a)

ter área de 1 m 2 ;

b)

ser provido de porta independente com trinco interno e borda inferior de, no máximo, 0,15 m de altura;

c)

ter divisória com altura mínima de 2,10 m e seu bordo inferior não pode se situar a mais de 0,15 m acima do pavimento (na indústria da construção civil, a altura máxima pode ser de até 1,80 m);

d)

ser ventilado para o exterior; e

e)

ter recipiente com tampa, para depósito de papéis usados, sendo obrigatório o fornecimento de papel higiênico.

11.6.4.8.4.1.

11.6.4.8.4.2.

11.6.4.8.5. Mictórios

Isolamento Nas indústrias de gêneros alimentícios ou congêneres, o isolamento dos vasos sanitários deve ser o mais rigoroso possível, a fim de evitar poluição ou contaminação dos locais de trabalho.

Ausência de Esgoto Nas regiões não providas de serviço de esgoto, devem ser asseguradas aos empregados condições sanitárias que não afetem a saúde pública, observadas as exigências legais.

O mictório deve ser de porcelana vitrificada ou de outro material equivalente, liso e

impermeável, provido de aparelho de descarga provocada ou automática, de fácil escoamento e limpeza, podendo apresentar a conformação do tipo calha ou cuba.

No mictório do tipo calha, de uso coletivo, cada segmento, no mínimo de 0,60 m, corresponderá a um mictório do tipo cuba.

O mictório deve ficar a uma altura de 0,50 m do piso e estar ligado diretamente à rede de

esgoto ou à fossa séptica, com interposição de sifões hidráulicos.

11.6.4.8.6. Lavatórios Os lavatórios podem ser formados por calhas revestidas com materiais impermeáveis e laváveis, com torneiras de metal ou de plástico, tipo comum, espaçadas de 0,60 m, devendo haver disposição de uma torneira para cada grupo de 20 trabalhadores.

O lavatório deve ser provido de material para limpeza, enxugo ou secagem das mãos,

sendo proibido o uso de toalhas coletivas.

Os lavatórios devem:

a) ficar a uma altura de 0,90 m;

b) dispor de recipiente para coleta de papéis usados; e

c) ser ligados diretamente à rede de esgoto, quando houver.

11.6.4.8.6.1.

Atividades Insalubres Nas atividades ou operações insalubres, bem como nos trabalhos com exposição a substâncias tóxicas, irritantes, infectantes, alergizantes, poeiras ou substâncias que provoquem sujidade, será exigido no conjunto das instalações sanitárias um lavatório para cada 10 trabalhadores.

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei 2.586-RJ, de 3-7-96 (Informativo 36/96); Decreto-Lei 5.452, de 1-5-43 – Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – artigos 154 a 200 (DO-U de 9-8-43); Portaria 3 DNSST, de 1-7-92 (Informativo 29/92); Portaria 4 SSST, de 4-7-95 (Informativo 27/95); Portaria 6 SSST, de 14-8-95 (Informativos 37 e 33/95); Portaria 25 SSST, de 29-12-94 (Informativo 07/95); Portaria 35 SSMT, de 28-12-83 (Informativo 53/83); Portaria 3.214 MTb, de 8-6-78 – Normas Regulamentadoras de Segurança e Medicina do Trabalho (DO-U de 6-7-78); Portaria 3.751 MTPS, de 23-11-90 (Informativo 48/90).