Você está na página 1de 4

Escola Estadual Joaquim Murtinho.

Aluno(a): Khedma Karim Oliveira Prado. N:15

Sala: 2 ano FM

1) Observar, identificar e relacionar as influências dos diferentes fatores locacionais na distribuição da indústria no
mundo.
Os fatores locacionais da indústria determinam ou interferem no processo de distribuição das fábricas pelo espaço
geográfico. Geralmente, a instalação de uma indústria em uma determinada localidade acarreta impactos como o
crescimento da urbanização, a migração da população em busca de trabalho, o crescimento dos serviços e do comércio
local, entre outros. No entanto, os fatores que condicionam a instalação de uma indústria não são aleatórios. Existem
vários interesses por partes dos empresários, que objetivam, principalmente, a obtenção de lucro e o maior corte possível
de gastos, levando em consideração a eficiência da produção e do transporte para a rápida obtenção das matérias-primas e
escoamento das mercadorias. Fatores locacionais das indústrias são:
Mão de obra barata e/ou qualificada: as indústrias, geralmente, procuram instalar-se em localidades que disponham de
uma mão de obra em grande quantidade e barata, mas também com as qualificações necessárias para garantir o bom
funcionamento da produção. Sendo assim, os gastos com salários e custos com trabalhadores serão menores e a obtenção
de lucro elevar-se-á.
Matérias-primas:é importante que as matérias-primas, na localidade de instalação das indústrias, estejam sempre
disponíveis pela proximidade de sua oferta ou pela facilidade de transporte.
Transportes: a região escolhida para a instalação de indústrias precisa apresentar um sistema articulado de transportes
que permita o rápido fluxo de mercadorias e materiais, em geral, das indústrias.
Disponibilidade energética: um dos principais elementos que determinam a distribuição das indústrias é a oferta
adequada de energia, pois áreas em que a oferta energética é limitada tendem a atrair menos investimentos privados em
razão do risco de perdas na produção em função de eventuais apagões.
Incentivos fiscais: os governos federais, estaduais ou municipais oferecem incentivos fiscais para as empresas traduzidos
em diminuição ou isenção de impostos, o que costuma atrair muitas indústrias.
Mercado consumidor: muitas empresas, a depender do produto comercializado ou fabricado, procuram áreas ou países
em que exista um amplo mercado consumidor facilmente disponível, o que gera mais lucro com a comercialização dos
produtos tanto no atacado quanto no varejo.
Rede de serviços e indústrias afins: alguns tipos de indústrias precisam sempre de manutenção ou renovação de seus
equipamentos, de modo que precisam ter em torno de si uma série de outras empresas que ofereçam os serviços de que
necessitam. Por esse motivo, muitas fábricas de um mesmo ramo instalam-se próximas entre si, mesmo sendo
concorrentes no mercado.
Ciência e Tecnologia: empresas de determinados setores – como o farmoquímico ou o automobilístico –, preferem
migrar para áreas que possuem universidades e centros de pesquisa que ofereçam perspectivas de evolução na produção,
tanto na oferta de trabalhadores qualificados quanto em melhorias nos conhecimentos e no processo de fabricação em si.
2) Reconhecer e situar, no tempo e no espaço, os diferentes processos históricos que contribuíram para a
organização do espaço industrial mundial.
Assim, a industrialização pode ser divida em três etapas:
A Primeira Revolução Industrial foi o modelo de indústria baseado em técnicas rudimentares, baseada na máquina a
vapor, utilizando o carvão como fonte de energia. Ela surge na Inglaterra no final do século XVIII e perdura até o final do
século XX. Além da máquina a vapor, a Indústria Têxtil também foi importante nesse período, consolidando a Inglaterra
como grande potência mundial.
A Segunda Revolução Industrial, ocorrida no começo do século XX até meados da década de 1970, foi caracterizada
principalmente pela mudança da fonte energética e pelo tipo de indústria. A máquina a vapor e o carvão deram lugar aos
automóveis e ao petróleo e seus derivados. Essa época industrial ficou conhecida pelo chamado modo de produção
fordista, que era um modelo de produção baseado na exploração de seus trabalhadores e produção de mercadorias em
larga escala. O filme Tempos Modernos, com Charles Chaplin, mostra uma bela sátira de como era a vida na fábrica no
período fordista. Em meio a essa Revolução é que os EUA tornaram-se a grande economia mundial.

diferentemente das duas outras revoluções. por exemplo. Essas características fizeram com que fosse mais fácil instalar indústrias no Nordeste do que em outros lugares. variam com o passar do tempo. uma vez que eles formam profissionais especializados e garantem rápido aprimoramento das condições e estratégias de produção industrial. Cingapura e Coreia do Sul). têxtil. 5)Atualmente a implantação de atividade produtiva industrial não está diretamente ligada a proximidade dos fatores essenciais. Pode se comparar o que seria importante para uma industria de informática e outra do setor têxtil. é claro. tais como a robótica. . 6) Há diferenças entre as escolhas de localização da indústria.rede de comunicações. Hong Kong — anexado pela China em 1997-. bebidas. além de ter acontecido mais de cem anos depois da Revolução Industrial. inicia-se um novo processo de industrialização. 3) A determinação e a concentração espacial da indústria não ocorreu de forma homogênea sobre o território mundial. Essas indústrias abrigam a maior parte dos trabalhadores. a qualidade da mão de obra e as relações de trabalho. Esses dois blocos especiais de países.Talvez o exemplo mais claro desse fator seja a Zona Franca de Manaus.incentivos fiscais e disponibilidade de água. conhecidos como Novos Países Industrializados (NICs. setores que demandam mão-de-obra barata. Não duráveis (alimentos. Portanto. os estados unidos praticam uma política econômica externa protecionista. isto é. a industrialização não ocorreu de forma homogênea em todos os países subdesenvolvidos. sigla em inglês de New Sndustrializing Countries). O Nordeste é hoje. 4) Por que a industria é uma atividade concentrada? Quais eram os fatores responsáveis por essa concentração? Porque as condições necessárias para essa concentração. De acordo com a economista Lise Penna.As principais mudanças que ocorreram da primeira até a terceira revolução foram. Justifique Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). de vestuário e artefatos de tecidos. Os EUA tem grande poder de influência sobre o mercado financeiro mundial. pois o incremento tecnológico em seus produtos foi muito alto. bebidas e álcool etílico.As indústrias estão distribuídas de forma desigual no planeta. índia e África do Sul) e as plataformas de exportação (Taiwan. pois tendem a se concentrar nos lugares onde há fatores favoráveis à sua localização. seria a mudança de um modelo rígido para um flexível.são chamadas fatores locacionais. O primeiro deles se refere aos incentivos fiscais oferecidos por governos municipais interessados na criação de postos de trabalho e no desenvolvimento econômico trazidos por uma grande fábrica. foi totalmente sustentado pelo capital e pela tecnologia de países desenvolvidos.mercado consumidor. matérias-primas.etc).A Terceira Revolução Industrial ou Revolução Técnico-Científica-Informacional está em andamento desde os meados de 1970. prova disso é que muitas medidas adotadas pelo FMI são determinadas pelos EUA. dependendo do tipo de indústria. Genericamente. Foram implementados dois modelos econômicos: a industrialização substitutiva de importações (Brasil. entre outras.infra – estrutura de transporte. portanto. A produção destina-se a população em geral. México. ou em centros urbanos. o modelo de indústria. uma área na qual as indústrias são oferecidas total isenção das tarifas de importação. Além. Esse processo é chamado de industrialização tardia e dependente. são estes os principais fatores locacionais (não necessariamente nesta ordem de importância. interferindo no comércio. de uma exigência de mão de obra qualificada. a partir de suas necessidades. encontra-se nas cidades médias. entre outras. de produtos industrializados. Nessa Revolução há um predomínio de indústrias baseadas num alto nível tecnológico. A localização dos maiores fabricantes de eletrônicos no Brasil está relacionada com dois fatores principais. a biotecnologia. já que podem variar de um tipo de indústria para outro). e atinge um amplo mercado consumidor.mãode-obra. Argentina. Além disso. Basicamente. Levam se em conta outros fatores que resultando desenvolvimento tecnico cientifico e de ações geopolíticas. os locais onde se encontram muitas universidades e centros científicos e tecnológicos são considerados atraentes para empresas que necessitam desses serviços. dessa vez nos países subdesenvolvidos. A indústria automobilística não perdeu espaço.fontes de energia. um polo das indústrias têxteis e calçadistas. pois. a região do Nordeste atrai tantas indústrias porque “ao contrário de São Paulo a indústria nordestina se especializou em setores tradicionais: produtos alimentares. de baixa escolaridade e/ou que dependem de matérias-primas locais”. não se distribuem igualmente pelo planeta. Como esses fatores são definidos historicamente. Na informática. O país também aplica sansões econômicas e embargos comerciais com países que contrariam seus interesses políticos. Essa influência se manifesta por meio do grande poder político sobre os organismos financeiros internacionais. houve uma mudança no modo de produção: antes fordista agora toyotista. não permitindo a entrada de determinados produtos em seu mercado interno e estabelecendo barreiras alfandegárias no comércio com certos países. Graças a essa revolução. tecnologias da informação. a fim de impedir que setores de sua economia enfrentem a concorrência externa. Entretanto. o modo de produção.

São justamente essas áreas que mais perdem investimentos atualmente com a guerra fiscal e a desconcentração industrial. no interior do Brasil e em áreas mais atrasadas do mundo. como São Paulo. vantagens e desvantagens na desconcentração industrial no Brasil. eleva-se a geração de empregos. com o barateamento dos bens de consumo duráveis e não-duráveis produzidos em grande escala. o que leva muitos analistas econômicos a chamar esse processo de desconcentração concentrada. O fenômeno industrial continua. sobretudo o Nordeste. há uma relativa distribuição da atividade industrial em curso. Minas Gerais e Paraná. que em sua maioria estão localizados em estados das regiões Sudeste e Sul. Mas é importante ressaltar que não ocorre apenas uma migração inter-regional de fábricas. São Paulo. Pouca atenção é dada ao problema da concentração da renda. O processo de desconcentração industrial no Brasil corresponde ao atual momento pelo qual a economia e a produção do espaço no país vêm passando. Não por acaso. perde-se muito emprego e geram-se muitas desvantagens econômicas nas áreas em que se registra a chamada “fuga de indústrias”.O segundo fator de maior relevância se refere à localização das grandes fábricas em relação a centros de distribuição e grandes mercados consumidores. Focaliza predominantemente as relações entre força de trabalho e mercado de trabalho. Por outro lado. Revolução Industrial não teria começado na Grã-Bretanha e se espalhado para o restante do mundo sem o desenvolvimento simultâneo de uma sociedade de consumo dinâmica. “é um dos maiores paradoxos da história moderna: que um sistema econômico projetado para oferecer escolha infinita ao indivíduo tenha terminado homogeneizando a humanidade”. Com isso. embora consuma algum tipo de produto industrializado. da distribuição por sexo e dos valores das populações migrantes é que poderemos saber qual o efeito da migração sobre o crescimento vegetativo das populações urbanas. segundo Ferguson. Só com um melhor conhecimento da composição etária. Afloramento da guerra fiscal. . A sustentabilidade da industrialização foi os trabalhadores se tornarem. de certa forma. mas globalizando-a com força maior a partir do Oriente (China). que gerou uma competição entre os estados brasileiros em busca da atração de indústrias.Historicamente – e ainda nos dias atuais – a região mais industrializada do Brasil é o Sudeste. serviços e comércios em áreas pouco desenvolvidas economicamente. haja vista que são poucas as áreas que perdem indústrias. além da região sul. A desconcentração industrial acontece do Sul e do Sudeste para as demais regiões. De um lado. Como isso acontece? Por que a indústria é uma atividade bastante concentrada 9) Como atividade industrial exerce uma forte atração demográfica. O aumento da disponibilidade de infraestruturas em transportes e redes em algumas áreas mais afastadas do país. foi a massificação da sociedade de consumo a partir do Ocidente (EUA). 10) O que tem levado ao processo desconcentração industrial. atuação sindical. cujo principal efeito é o notável crescimento das chamadas cidades médias. embora ainda esteja latente a herança estrutural e financeira do Brasil nas áreas litorâneas.Oferta de terrenos e construção de áreas industriais e tecnopolos em cidades localizadas em regiões antes não industrializadas. embora outros governos regionais do país sejam capazes de oferecer incentivos fiscais para empresas interessadas em estabelecer operações nas suas proximidades. esses são justamente os estados que abrigam algumas das maiores fábricas de eletrônicos do Brasil. já que a indústria. tendo apenas uma peça de vestimenta. regional e mundial. Assim. trânsito caótico. regional e mundial. que não faziam compras de roupas. Entre as principais causas da desconcentração industrial no Brasil. os assalariados acabaram comprando um guarda-roupa! Uma das maiores inovações recentes. mas também uma interiorização. aumento dos custos com mão de obra etc. 7) Relacione a industrialização com a sociedade de consumo. É preciso saber qual o efeito interativo resultante do estabelecimento dos migrantes em áreas de maior industrialização e de maior renda do que nas suas áreas de origem. além de se promover uma maior democratização em investimentos públicos.Muita gente. Ao contrário dos escravos e dos servos. Toda ela. apesar de restrita a poucos lugares do planeta. de maneira padronizada. com destaque para o eixo Rio. em que a localização concentrada das indústrias e investimentos vem gradativamente se revertendo. naturalmente. Existem. com destaque para os países do hemisfério norte. veste jeans. circunscrito a alguns lugares do planeta. estabelece uma teia de relações em âmbito local. é possível citar: A política governamental de interiorização do território a partir da segunda metade do século XX. com problemas relacionados com a excessiva poluição do ar. O resultado. nunca viu uma fábrica.Saturação das condições socioespaciais das áreas densamente industrializadas. nos séculos XX e XXI.A cidade permanece um dos principais focos para a instalação de fábricas de eletrônicos no Brasil.Aumento na disponibilidade de mão de obra qualificada e barata nas regiões interioranas. não basta afirmar-se que a super urbanização tem como principal componente a migração rural-urbana. também consumidores. ao longo do tempo. e as variáveis demográficas não são analisadas ao nível de profundidade necessário. camisetas e tênis baratos! 8) Explique como a industrialização estabeleceu relações em âmbito local.

br/scielo.html http://alunosonline.br/scielo.alunosonline.br/maiores-fabricantes-de-eletronicos-no-brasil https://fernandonogueiracosta.com/?lite_url=http://www.scielo.com.br/2012/06/tipos-de-industrias.com.com.monografias.uol.uol.com.br/geografia/industrializacao-mundial.uol.blogspot.br/geografia/desconcentracao-industrial-no-brasil.google.wordpress.com.com.html?m=1 http://jpress.php?script%3Dsci_arttext %26pid%3DS0034-75901984000400019&ei=ZSOS52AX&lc=ptBR&s=1&m=448&host=www.com/trabalhos902/impacto-agricultura/impacto-agricultura2.br/geografia/fatores-locacionais-industria.uol.Referencias: http://alunosonline.uol.php?script=sci_arttext&pid=S0102-30982011000100005 http://mundoeducacao.com.br/2013/05/industrias-migram-diferentes-regioesbrasil/ http://m.blogspot.br/2010/12/resumo-de-recuperacao-de-geografiata.html http://geoconceicao.html http://www.com.blogspot.blogspot.br&ts=1473794346&sig=AKOVD65SoWV9Nf7 34ECvw-0Pb63G5Zg80g http://geoconceicao.jornalismojunior.htm https://techinbrazil.shtml http://danielrioscunha.scielo.html?m=1 http://googleweblight.br/2010/04/atividade-industrial-nomundo.brasilescola.br/2012/01/vestibular-2011-unioeste-o-fenomenoda.com.html http://m.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75901974000200008 http://br.html http://espacoeconomicotocolando.br/scielo.com.br/geografia/a-industrializacao-mundo.bol.br/geografia/fatores-locacionais-industria.scielo.htm http://www.com.com.com/2014/04/07/revolucao-industrial-esociedade-de-consumo-em-massa/ .