Você está na página 1de 1

UFRJ - CCMN - Instituto de Matem

atica - Departamento de M
etodos Estatsticos
Prova de Segunda-Chamada de Estatstica Unificada
Turma: Engenharia/Engenharia Qumica Data: 12/07/2012

ao de fundo anti-corrosivo em chapas de aco de 1 m2 e feita mecanicamente e pode produzir defeitos (pequenas
1. A aplicac
bolhas na pintura), de acordo com uma vari
avel aleatoria que se comporta segundo uma distribuicao de Poisson de par
ametro
= 1 por m2 . Uma chapa e sorteada ao acaso para ser inspecionada. Pede-se a probabilidade de encontrarmos:
(a) de 2 a 4 defeitos;
(b) 2 defeitos, uma vez que sorteamos entre as chapas que ja tinham pelo menos 1 defeito.

2. Numa certa regi


ao, f
osseis de pequenos animais sao frequentemente encontrados. Um arqueologo estabeleceu o seguinte
modelo de probabilidade para o comprimento, em centmetros, desses fosseis:
1
x, 4 x < 8,
40


1 3


x+ , 8 x < 10,


f (x) = 20 5
1
, 10 x 11,





10

0, caso contrario.

Para um desses f
osseis, determine a probabilidade de seu comprimento ser:
(a) inferior a 6 cm;
(b) superior a 5 cm e inferior a 10, 5 cm.
(c) Encontre o valor esperado para o comprimento desses fosseis.
3. Sejam X e Y vari
aveis aleat
orias com func
ao de probabilidade conjunta dada pela tabela abaixo.

Y \X -2 -1 0 1 2
-2 k 3k 0,04 3k k
-1 3k k/2 0,04 k/2 3k
0 0,04 0,04 4k 0,04 0,04
1 3k k/2 0,04 k/2 3k
2 k 3k 0,04 3k k

(a) Obtenha o valor da constante k.


(b) Obtenha a covari
ancia entre X e Y . Estas variaveis aleatorias sao independentes? Justifique.

4. Quatro lotes escolhidos aleatoriamente foram tratados com varios nveis de fertilizantes (litros), resultando nas safras de
milho (quilogramas) apresentadas no quadro a seguir:

Fertilizante X 100 200 400 500


Safra Y 70 70 80 100

(a) Determine o coeficiente de correlac


ao de X e Y . O que podemos afirmar sobre a relacao entre as vari
aveis X e Y ?
(b) Estime os par
ametros da reta de regressao Y = a + bX. Interprete os coeficientes.

5. Determinado laborat orio de engenharia de uma universidade estuda a resistencia ao cisalhamento por ruptura de determinado
tipo de madeira. Para o estudo foi tomada uma amostra de 61 arvores. Cada arvore forneceu apenas uma tora que foi usada
como corpo de prova.
)2 = 1, 62 MPa2 , em que x1 , x2 , ..., x61 sao os valores obtidos
P
Os seguintes resultados foram obtidos x = 80, 1 MPa e (xi x
nos testes.
(a) Forneca um intervalo de confianca ao nvel de 99% para a media da resistencia ao cisalhamento por ruptura da madeira.
(b) Use o intervalo de confian ca obtido no item (a) para testar a hipotese, especificando o nvel de signific
ancia, de
que a media da resistencia ao cisalhamento por ruptura da madeira e de 80MPa.

Boa prova!