Você está na página 1de 2

Regularizao do transporte executivo em Campinas

Cmara de Vereadores de Campinas (SP) analisa nesta segunda-feira (13), em 1


eleio, o projeto de arbtrio que aciona regras para servios de transporte
caracterstico de passageiros (transporte executivo) a partir de aplicativos. A
assero de autoria do Executivo, protocolada no dia 27 de outubro, tramita em
dieta de necessidade. Companhias exigiram acautelamento na eleio.

Se aprovada em 1 eleio, a assero voltar assembleia da Alcova na


prxima semana para anlise do apreo. Pelo projeto de arbtrio 336/2017, os
condutores de transporte executivo apenas podero trabalhar no municpio
depois de conseguirem aprovao emitida pela Empresa Municipal de Progresso
de Campinas (Emdec), que administrao a abertura. A aprovao ter utilidade
de 12 meses.
Outros atributos que o condutor executivo que realizar servio via aplicativo
possua Carteira Nacional de Aptido (CNH) na camada B, ou superior, com
correio de adotar exerccio remunerada, de acordo com acuidade do Sugesto
Nacional de Abertura (Contran). O interessado dever, tambm, entregar
adaptado contraproducente de crime acidental aos crimes de assassinato,
abafao, estupro e os praticados em oposio a mais baixos de 18 anos e
vulnerveis, alm de crimes de abertura.
Pela assero do Executivo, o condutor executivo precisa entregar similarmente
o arquivo de vinculao prestadora de servio, atestatrio de apartamento em
Campinas e adeso no Arquivo Municipal de Receitas Mobilirias.
Os motoristas de aplicativos no podero acabar em pontos de txi ou de
nibus, nem sequer pegar passageiros sem intermediao de aplicativo
Requisitos para carros De acordo com o Projeto de Arbtrio 336/2017, os
transportes executivos tero que adequar-se camada automvel e indivduo
fsico autorizado. Outro pedido que o veculo tenha no mximo oito anos e
seja licenciado em Campinas.
Os autorizados tero que preservar sem riscos de Responsabilidade Civil e sem
riscos para passageiros no valor de R$ 50 mil, para cada um. E as companhias
prestadoras de servios tero que pagar ao municpio 1% do valor das corridas -
as que no contem determinao prestador do servio de intermediao no
municpio tero de pagar 2,25%.
No projeto que ser deliberado pelos vereadores nesta segunda (13), consta,
tambm, que as companhias prestadoras de servio de transporte executivo via
aplicativo sero responsveis pela padronizao dos carros, porm com
anuncia da Emdec.