Versificação é a arte de fazer versos.

= cada linha do poema. ex: “Minha terra tem palmeiras
onde canta o sabiá As aves que aqui gorjeiam não gorjeiam como lá”
(Gonçalves Dias)

No poema acima há 4 linhas, ou seja, 4 versos.

–éa sucessão de sons fortes (sílabas tônicas) e sons fracos (sílabas átonas), repetidos com intervalos regulares ou variados.

Metrificação é o estudo da medida dos versos, é a contagem das sílabas poéticas ou sílabas dos versos. As sílabas dos versos são sonoras e sua contagem é feita de maneira auditiva.

– é a medida do verso.

muitas vezes o poeta reduz ou alonga as sílabas poéticas.Em função do ritmo. para se medir um verso e proceder à contagem das suas sílabas. é necessário: . Por isso.

> contar até a última sílaba tônica do verso > observar encontros vocálicos > observar quando houver cesura (pontuação forte) .

que é a continuação do sentido de um verso no verso seguinte.. ocorre o encadeamento ou cavalgamento ou enjambement. .quando o verso não finaliza juntamente com um seguimento sintático.

Fiquei > Como assombrado e sem voz!” (Teixeira de Pascoares) “De tudo ao meu amor serei atento > Antes. e com tal zelo e sempre e tanto.ex: “E entra a Saudade..” (Vinicius de Moraes) ....

– os versos são classificados de acordo com o número de sílabas poéticas que possuem. .

...exs: > monossílabo .. (Mário de Andrade) .quebra queima reina dança sangue gosma.

> dissílabo Te quero! Hoje! Sempre! E como nunca. Te quero. (Aluno Desconhecido) .

.> trissílabo..Te pego na cintura Te dou um beijo Sinto seu corpo inteiro Você se enche Assim me estremece Sinto seus seios Você sente meu meio.ALUB Asa Sul) .. hexassílabo .. tetrassílabo. (* . pentassílabo(redondilha menor).

octassílabo Amor. palavra linda Difícil de entender Tem sempre um novo caminho Para quem quiser compreender. (Delzeni) .> heptassílabo(redondilha maior).

..> eneassílabo .... Porque ela. O superará e o surpreenderá! Será Mulher!. (Douglas Rocha) A benevolência da amizade Que corrompe a alma dos desalmados Que destrói os risos da felicidade E os desejos dos desesperados. (Raphael) ..

eu nada temo. José de Santa Rita Durão) .> decassílabo Su. valentes. Senão é Deus que o lança. bravos companheiros! Tomai coragem! Que será no extremo? Embora sejam um raio verdadeiro. su. (Fr.

.. expressar o que bem entende Pare agora! Pare mesmo! Pois a vida.> endecassílabo. dodecassílabo.. (Anny) . que surge do nada e pensa que pode fazer.. acontecer. verso bárbaro .Você.

Elas podem ser classificadas quanto ao número de versos.– estrofes são agrupamentos de versos. .

exs: > monóstico Nunca pensei ter entre as coxas um deus. (Carlos Drummond de Andrade) .

> dístico ou parelha Se você imaginasse Como sofro de paixão! (Anny) .

Escarra nessa boca que te beija! (Augusto dos Anjos) .> terceto Se a alguém causa ainda pena a tua chaga. Apedreja essa mão vil que te afaga.

Entrar por fim no inferno! (Junqueira Freire) . E que pareço eterno. Quero de uma vez morrer pra sempre.> quadra ou quarteto Eu – que tenho arrostado imensas morte.

> quintilha Você pode me dizer que o mundo acabou que a vida se findou Mas pra mim o que restou é amar e sofrer (Anny) .

Onde a luz nunca falece. Lá saberás se te amei! (Gonçalves Dias) . Onde o prazer sempre cresce. aos meus olhos Do silêncio imponho a lei. Mas lá onde a dor se esquece.> sextilha Aos meus lábios.

> septilha Quando essa noite findará E o sol então rebrilhará Estou pensando em você Onde estará o meu amor? Será que vela como eu? Será que chama como eu? Será que pergunta por mim? ( Xico César) .

Eu quero ser sua canção Eu quero ser seu tom Me esfregar na sua boca Ser o seu batom O sabonete que te alisa Em baixo do chuveiro A toalha que deslisa No seu corpo inteiro (Martinho da Vila) > oitava .

> nona Drogas? Apenas os bons sentimentos Que. mesmo causando tormentos Às vezes nos trazendo alegria e dor Muitas vezes desespero e calor São sempre drogas desejadas E. ao menos uma vez na vida. alcançadas Nunca compradas Sempre conquistadas. (Daniel Araújo*) .

que fico então Pica-flor. e o mais vosso. claro fica.> décima Se Pica-flor me chamais. meteis a flor que guardais no passarinho melhor! se me dais esse favor. se no nome que me dais. (Gregório de Matos Guerra) . mas resta agora saber. Pica-flor aceito ser. sendo só de mim o Pica.

Estrofe/Poema Isométrico Amor é fogo que arde sem se ver É ferida que dói e não se sente É um contentamento descontente É dor que desatina sem doer (Luis de Camões) .

Estrofe/Poema Heterométrico A droga que uso é o meu mal Mas não é uma droga normal A droga que uso é uma doença quase A cada dia. aumenta uma fase Sofro e uso a minha paixão A droga da Ilusão (Daniel Araújo) .

. embora possa ocorrer também no meio do verso (rima interna).– é a identidade ou semelhança de sons que ocorre no fim dos veros.

As rimas classificam-se: 7.1. QUANTO ÀS COMBINAÇÕES .

(Ferreira Gullar) A A B B .Rimas emparelhadas Vagueio campos noturnos Muros soturnos paredes de solidão sufocam minha canção.

” (Camilo Pessanha) A B A B .Rimas alternadas ou cruzadas “Não sei se isto é amor. Se alguma dor me fere em busca de um abrigo E apesar disso crê! eu nunca pensei num lar Onde fosses feliz. e eu feliz contigo. Procuro o teu olhar.

” (Abel Silva) A B B A . intercaladas ou opostas “Uma cobra obra um ovo bem menor que o da ema mas cada um tem a gema que começa a ser de novo.Rimas interpoladas.

(Vinicius de Moraes) A B A C D C D .Rimas mistas Meninas de bicicleta que fagueiras pedalais quero ser vosso poeta! Ó transitórias estátuas Esfuziantes de azul Louras com peles mulatas Princesas de zona sul.

Rimas internas A droga que nos entristece e aborrece A droga que nos alegra e nos enerva Não. minha droga não é uma erva Paixão. sedução Sentimentos sem razão Males incuráveis! Males lastimáveis! Males adoráveis! Daniel Araújo . amor.

Rima encadeada Toma-me em teus braços quentes Tão envolventes e cheios de paixão Tesão. De agradar. de satisfazer! (Anny) . incapaz de controlar.

(Camões) A B A B A B C C . Castro libertador. minas encobertas. Até que. Sustenta Mascarenhas co’os barões Que tão ledos as mortes têm por certas. Trabucos feros. quer que fiquem Com fama eterna e a Deus se sacrifiquem. fazendo ofertas Das vidas de seus filhos. nas maiores opressões.Oitavas rimas Basiliscos medonhos e leões.

7. QUANTO À PROPORÇÃO DO ACENTO TÔNICO .2.

(Fernando Pessoa) .Rimas agudas ou masculinas – rimam-se palavras oxítonas ou monossílabos tônicos. Tinhas um pente espanhol No cabelo português Mas quando te olhava o sol. Eras só quem Deus te fez.

Por que me enterneces tanto Alegre e festivo bando Na minha rua passando A cantar.Rimas graves ou femininas – rimam-se palavras paroxítonas. (Carlos Queirós) . não sei que canto.

ver crianças pálidas! Pobres botões em flor! Pobres gentes crisálidas! (Guerra Junqueiro) .Rimas esdrúxulas – rimam-se palavras proparoxítonas. ó Deus. Ah! Quanto custo.

7. QUANTO À COINCIDÊNCIA DOS SONS .3.

Rima perfeita. como o destino! Cresci de mais para o meu berço. (José Régio) . soante ou consoante – há correspondência completa de sons Tinha um berço pequenino E uma criada velha com seu terço Cresci de mais.

Rimas imperfeita. torna-me humilde e torna-me orgulhoso. meu ódio majestoso meu ódio santo é puro e benfazejo unge-me a fronte com teu grande beijo. toante ou assonante – não há correspondência completa de sons Ó meu ódio. (Cruz e Sousa) .

4. QUANTO AO VALOR .7.

(Guilherme de Almeida) .Rimas pobres – rimam palavras da mesma classe Eu venho da minha terra. da casa branca de serra e do luar do sertão. venho da minha Maria cujo nome principia na palma da minha mão.

(Carlos Felipe Moisés) . Sei que amei sempre amei e vejo que de amar tenho hoje o coração endurecido.Rimas ricas – rimam palavras de classes gramaticais diferentes Não sei se amei o que era em mim desejo de me ver no outro refletido.

. Ó tu que espias urdidura Da minha teia.. atenta ao que o meu palpo fia. Eu que era branca e linda. (Manuel Bandeira) .Rimas raras – rimam palavras de muito poucas rimas possíveis. eis-me medonha e escura Inspiro horror.

em pirâmide elevada. Como lima. fruta de árvore pequena. (Frei José de Santa Rita Durão) .O uruçu. De que um extrato a diligência ordena Que a escalarta produz mais nacarada.

Que a alguns enfermos foi vital. (Frei José de Santa Rita Durão) . comendo-a.Rimas preciosas – rimam substantivo com verbo + pronome átono Dentro tem carne branca como a amêndoa.

Anda a espreitar meus olhos para roê-los E há de deixar apenas os cabelos. Na frialdade inorgânica da terra! (Augusto dos Anjos) .

– é um poema de forma fixa: dois quartetos e dois tercetos. tendo todos os versos decassílabos(soneto clássico) ou dodecassílabos. .

tudo passa Quando me dizem isso toda graça De uma boca divina cala em mim E olhos postos em ti. meu amor. princípio e fim Fanatismo . digo de rastros Podem voar mundos. enlouquecida Passo no mundo.(Florbela Espanca) Minh’alma de sonhar-te anda perdida Meus olhos andam cegos de te ver Não és sequer a razão do meu viver Posto que tu és já toda a minha vida Não vejo nada assim. morrer astros Que tu és como um deus. a ler No misterioso brilho do teu ser A mesma história tantas vezes lida Tudo no mundo é frágil.

(FTD) .com adaptações - .PASCHOALIN & SPADOTO. Gramática – Teoria e Exercícios.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful