Você está na página 1de 2

governo

e sociedade
I N S T I T U T O P Ó L I S

IDÉIAS PARA A AÇÃO MUNICIPAL

N o 214 2004

USAR A INTERNET NO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO


O uso da internet, além de ampliar a participação, permite à prefeitura complementar as fontes de
informação utilizadas pela população para o controle social do governo.

H á cada vez mais prefeituras implemen-


tando discussões públicas do orçamen-
OP EM IPATINGA INTERATIVIDADE
E OP
O
to. Muitas delas, no entanto, têm dificuldade em
ampliar e diversificar o processo de Orçamento OP foi adotado como um instrumento

D
Participativo (OP), em que os cidadãos votam de democratização das decisões do go-
nas prioridades e alocações orçamentárias para verno municipal em 1989. Para a realização dos esde 2001, a Prefeitura de Ipatinga pas-
projetos locais (veja DICAS Nº 92). Por outro ciclos anuais de discussão e deliberação, a ci- sou a utilizar intensivamente a internet
lado, a modernização tecnológica, ampliando o dade foi dividida em nove regionais orçamen- no Orçamento Participativo. Durante quatro
acesso a recursos de informática, com o uso da tárias que recebem montantes diferenciados para meses ficam disponíveis computadores em 12
internet por exemplo, permite às prefeituras dis- suas prioridades. Estes montantes são defini- pontos da cidade. Além da prefeitura e do
ponibilizar informações administrativas cada vez dos a partir de indicadores que consideram cri- shopping center, os terminais públicos estão lo-
mais detalhadas, mas, em geral, esta disponibili- térios sociais, de cidadania ativa e de gestão. calizados nas escolas municipais para os cidadãos
zação de informações ocorre sem qualquer vín- A principal instância é o Conselho Munici- indicarem as prioridades para sua rua, bairro ou
culo com o processo de participação. pal do Orçamento, criado em 1990, compos- para toda a cidade. Monitores treinados acompa-
A Prefeitura Municipal de Ipatinga-MG (220 to por 126 integrantes, incluindo autorida- nham o processo para orientar sobre como utili-
mil hab.) começou a usar a internet na discus- des municipais, representantes de entidades zar o computador e o sítio durante o período de
são pública do Orçamento, o OP Interativo. da sociedade civil e conselheiros regionais indicação de prioridades do Orçamento Partici-
Dois fatores foram responsáveis por esta de- escolhidos por voto direto e cujas assem- pativo. Esta atividade é precedida por intensa di-
cisão: a necessidade de incorporar novos ato- bléias definem as propostas de prioridades vulgação, inclusive envolvendo a entrega de ma-
res no processo e a modernização administra- para cada região. No Congresso Municipal teriais impressos e orientação nas escolas.
tiva que ocorria na prefeitura. Jovens, pro- de Prioridades Orçamentárias - COMPOR, Além do mecanismo de indicação de prioridades
fissionais e o público em idade escolar, que evento que encerra o ciclo anual de discus- via internet, é possível acompanhar durante este
tinham acesso aos recursos de informática, sões, o Conselho Municipal aprova a lista período todas as propostas encaminhadas on line.
porém tempo escasso, foram os focos iniciais final de prioridades orçamentárias para toda As indicações feitas on line são reunidas àque-
para a criação de novos canais de participação a cidade. las propostas feitas de forma tradicional (leva-
e comunicação. Ao mesmo tempo, os técnicos As propostas aprovadas pelo COMPOR são das por escrito ao prédio da prefeitura) e o con-
percebiam que o sítio da prefeitura (http:// incorporadas à proposta de lei orçamentária junto é posto em discussão nas assembléias re-
compor.ipatinga.mg.gov.br/), criado em 1997, para o ano seguinte. Em 2003, o Orçamento gionais. Antes disso, a equipe da prefeitura ava-
precisava ser um ambiente mais dinâmico, não Participativo de Ipatinga dispôs de R$ 3,6 mi- lia a viabilidade técnica e financeira das propos-
apenas um canal informativo. Assim, a equipe lhões das receitas correntes para a definição de tas para fornecer mais elementos para a tomada
da Secretaria de Planejamento identificou as obras nos bairros e mais a totalidade das recei- de decisão coletiva.
fases do processo que poderiam ser incremen- tas de capital (aproximadamente R$ 12 milhões) A votação por meio da internet tem caráter apenas
tadas com recursos de interatividade e o siste- para o planejamento de obras de longo prazo, indicativo, uma vez que a definição ocorre nos
ma foi criado a partir destas necessidades. Ao discutidas no planejamento plurianual. O momentos presenciais: assembléias regionais e
longo do caminho, a população que historica- montante total destinado às aplicações de deci- congresso municipal do OP. Qualquer morador
mente participava das decisões políticas no são coletiva corresponde a 13,59% do orça- da cidade pode realizar indicações via internet,
município, e que não tinha acesso à internet, mento total da cidade para 2004. O acompa- basta que preencha um formulário on line de
foi integrada ao processo. Atualmente, por nhamento e a fiscalização desse processo é cadastro. O sistema desenvolvido procura não
meio de componentes on line, acessíveis no função dos conselheiros e se dá por meio de colocar entraves burocráticos à participação, pre-
sítio do município, os cidadãos registram suas reuniões mensais do Conselho Municipal de servando aspectos de segurança. O e-mail é um
prioridades e acompanham o andamento das Orçamento e reuniões bimestrais dos Conse- dos itens obrigatórios para o cadastro que serve
obras públicas. lhos Regionais. como canal de comunicação entre o usuário e a
prefeitura. É por meio dele, por exemplo, que o samento e a informação sobre as obras pelo de- do programa na internet custou R$ 10 mil e o
cidadão que faz indicações é convidado a parti- partamento de orçamento, por exemplo). A maior custo anual de atualização é de R$ 2 mil.
cipar da assembléia de sua região. parte das informações já existia nos bancos de
Outra importante ferramenta on line colocada à dados da prefeitura, bastava apenas criar uma
disposição do cidadão de Ipatinga é a possibili- ferramenta para democratizá-las. DIFICULDADES
dade de tornar-se um “agente fiscalizador”: o
cidadão-usuário pode obter informações perio-
dicamente por meio de seleções personalizadas RECURSOS A experiência evidencia que há muito a avançar
no sítio, combinando uma ou mais categorias para atingir novos padrões de controle social.
entre nome da obra, bairro, região, tipo de obra, Tanto quanto em diversas experiências de OP
status e ano de aprovação. Para cada obra são O OP de Ipatinga é coordenado pela Secretaria sem internet, o teor das informações para fisca-
fornecidos também o valor, a localização, uma de Planejamento, com o apoio de outras secre- lização é bastante resumido, não havendo espa-
foto e sua posição no mapa. Antes da introdução tarias, como de Comunicação Social, Serviço ço para dados relevantes como custos unitários,
das novas ferramentas tecnológicas, este controle Municipal de Dados – responsável pelo su- comparação com custos e prazos de obras se-
era exercido somente por aqueles que participa- porte em informática - e Secretaria Municipal melhantes, fornecedores contratados ou expli-
vam das reuniões mensais e bimestrais de pres- de Administração – responsável pelo suporte cações sobre etapas e andamento das obras.
tação de contas. em infra-estrutura. Além disso, o escasso número de pontos de
A transmissão pela internet do COMPOR e a Cerca de 50 pessoas estão envolvidas no pro- acesso e a inexistência de computadores dispo-
realização de conversas on line com o prefeito cesso do OP: dois funcionários de coordena- níveis para a fase de fiscalização da execução
são aplicações que completam o conjunto de ins- ção, 17 estagiários que auxiliam nos pontos são as maiores dificuldades enfrentadas pelo
trumentos de participação on line. de acesso (apenas no período de indicação), 9 programa. A implantação de pontos de acesso
O sítio do OP Interativo é a presença na internet funcionários do Departamento de Orçamento disponíveis por todo o ano, integrados a um
do Orçamento Participativo de Ipatinga, forne- que auxiliam na organização de eventos, con- programa de inclusão digital, foi privilegiada no
cendo informações sobre o processo e auxilian- tato com conselheiros e monitoramento do sí- planejamento orçamentário para 2004, mas ain-
do em sua divulgação. São utilizadas tecnologi- tio, 5 funcionários da Secretaria Municipal de da não foi implementada.
as de bancos de dados e de internet bastante Administração, que trabalham com assesso- Ainda que o uso da internet em processos de Orça-
atualizadas e compatíveis com o mercado, o que ria de imprensa e fotografia, além de 15 fun- mento Participativo seja um avanço significativo,
lhe permite dispor de capacidade de crescimento cionários de diversas secretarias que auxiliam não pode substituir a participação presencial, uma
do número de usuários e de informações arma- na organização dos eventos e credenciamento vez que esta permite uma dinâmica diferenciada.
zenadas e torna possível oferecer recursos de dos participantes. Há uma diferença, do ponto de vista do conteúdo
acompanhamento da execução das obras defini- Todo o processo de Orçamento Participativo político do processo, entre fazer a indicação de
das no Orçamento Participativo, por meio de custa para a prefeitura cerca de R$ 212 mil/ano, uma obra através da internet, ou votar (em caráter
informações para fiscalização. correspondente a menos de 10% do total desti- indicativo) em uma delas como prioritária e partici-
O sistema foi desenvolvido por uma empresa nado ao Plano de Investimentos. Os recursos par de um debate sobre as prioridades regionais ou
privada de Ipatinga e a inclusão e a atualização são utilizados para pagamento de aluguel, ma- municipais, contrapondo argumentos, fazendo e
dos dados é realizada pelos técnicos da prefeitu- nutenção, microcomputadores, internet, pessoal recebendo questionamentos e estabelecendo ne-
ra (os mapas pelo departamento de geoproces- e publicidade, entre outros. O desenvolvimento gociações e compromissos políticos.

RESULTADOS
A incorporação da internet plenárias regionais, com A existência de pontos de prefeitura aponta uma
permitiu o crescimento do aumento de participação acesso públicos, com apoio grande participação via
número de indicações de de setores médios e de in- de monitores, permite que internet também nos bair-
prioridades em 44,6% em divíduos não vinculados a a participação através da ros da periferia, dado que
2001 (primeiro ano do uso grupos organizados, o que internet não se restrinja à pode ser comprovado
da internet no OP), 166% também influenciou o tipo classe média que possui quando se observam os in-
em 2002 e 125% em 2003. A de disputa realizada. computador próprio. A dicadores de escolaridade
indicação de prioridades on dos participantes: 59%
line passou, em 2003, a ser Este texto é uma produção conjunta do Instituto Pólis, das pessoas que fizeram
o principal meio utilizado do Programa Gestão Pública e Cidadania da FGV e do sugestões por meio do sí-
pelos cidadãos: das mais Ash Institute of Democratic Governance and Innovation, tio em 2003 não concluíram
de 4 mil sugestões, 96% foi Harvard University. Baseia-se nos textos “Internet Use o ensino fundamental.
enviada via internet (em and Citizen Participation in Local Governement: As ferramentas disponi-
2002 estas corresponderam Ipatinga’s Interactive Participatory Budgeting”, bilizadas pela internet
a 70% do total de indica- disponível em: http://www.ashinstitute.harvard.edu e também têm aumentado
ções e 17% em 2001). “Orçamento Participativo Interativo - Ipatinga (MG)” a participação de jovens
Segundo a prefeitura, a in- in 20 Experiências de Gestão Pública e Cidadania – no processo do Orçamen-
corporação da indicação de Ciclo 2002, disponível em http://inovando.fgvsp.br to Participativo: em
prioridades por meio da 2003, 45% daqueles que
internet trouxe um aumen- sugeriram demandas via
to de cerca de 35% do nú- Autores: José Carlos Vaz, F Fer
ernanda
er Martinez
nanda Mar Carty
tinez e Winthrop Car ty,,
ty sítio tinha até 18 anos de
mero de participantes das baseado em relatório de visita de campo de Antonio Faria e Otavio idade.
Prado
Prado, realizada no âmbito do Programa Gestão Pública e Cidadania.
Instituto Pólis - Rua Araújo, 124 - Centro - São Paulo - SP - Brasil
CEP 01220-020 - Telefone: (011) 3258-6121 - Fax: (011) 3258-3260 -
http://www.polis.org.br - e-mail: dicas@polis.org.br

Interesses relacionados