Você está na página 1de 1
‘0 meToD9 cienTiFco raro que ela apareca de modo to evidente. E se ha casos em que esti hha também casos em que esta camuflada no texto, confundida com ido, mesmo quando ape- szicos e formulé-la em -se um hébito, essa dificuldade desaparecera, Todo comeso apresen- »bstaculos inerentes a falta de pritica. Portanto, ndo se impaciente ¢ sta, Continue tentando. ‘Se sua unidade de leitura resumir-se a apenas um pardgrafo e vocé nado sguir encontrar a idéia principal, para © paragrafo scguinte e de ler também o pardgrafo anterior. Muitas vezes o autor, Hetivos ou estticos, nao faz a diviso dos parégrafos da m: indo uma idéia basica em cada pardgrafo. Dai a nece 405 pardgrafos vizinhos. De qualquer modo, no estudo eficienteé neces- jue cada unidade de leitura seja exaustivamente analisada para se passar caso contrario alguns dados essenciais poderdo ficar es- |, de unidade em unidade se procederé a andlise profunda de ° Mas como se faz essa andlise? im varias etapas. AntOnio Joaquim Severino classifica essas etapas em Wise textual, andlise temética e andlise interpretativa ($9: p. 19-26). 10s em que consistem essas etapas. Mas, antes, é bom determo-nos uublinhar, esquematizar ¢ resumir. xdo geral, procede erroneamente quem sublinha tudo que julga ser ‘0 logo na primeira leitura. Ora, no inicial com o texto heve ainda quais sao seus detalhes mais i |. Sendo assim, como sublinhar? De har corretamente s6 é factivel quando o estudante ja tem o objetivo hi estudo plenamente tragado €age segundo um plano prévio, no momen- (es de sublinhar & preciso, pois, ter um primeiro contato com a unidade ‘4 € questiond-la, procurando encontrar as respostas para as questdes las ao texto. Durante essa fase, ao invés de sublinhar indiscriminada- ‘oxstupo po Texto 87 preferivelassinalar na margem da pégina qualquer sinal convencio- *, X etc, Esses sinais chamardo a atengao para os termos ou con- éte., que deverdo ser pesquisados apés a letura incial. Natural- ais de um e6digo proprio, pessoal, que melhor se adapte & sua personalidade, Mas essa sinaizagdo & margem no constitu as sublinhas detinitiv apenas um apontamento provisorio. Somente na segunda leitura, quando o plano de agto jé estiver bem defi- nido, é que se pode realmente sublinhar, sempre visando a salientar a idéia 8, enim, os elementos basicos da que raramente tera de sublinhar rt, Quase sempre é uma palavra-chave que se apresenta como elemento essencial. ; "Aqui, a regra fundamental é: sublinhe apenas o que ¢ realmente impor- tante para o estudo que est realizando e somente depois de estar seguro dessa importéncia. Mas aja de modo a que, a0 reler 0 que fol sublinhado, possa ob- ter claramente o principal do que acabou de ler. ‘ ‘A nilo-observancia dessa orientagdo fara com que voce sublinhe indiseri- minadamente¢ isso prejudicard mais do que beneficiaré seu estudo, COMO ESQUEMATIZAR (© esquema a que referimos agui é a repr: leu, Esse tipo de anotacdo, geralmente tuma seqiéncia légica que ordene claram do texto e que, mediante divisodes e subd sim, 0 esquema destaca 0 propi fe permite ao estudante refl ainda a répida recordagao da (© esquema pode usar o método das cl exemplo: ‘Modelos imitados Aprendizagem por| observagdo ]Os efeitos da imitacao Extingio de comportamentos Fatores que afetam a imitagao i {clo aprendizagem escolar (Ou pode empregar a simples listagem hierarquizada por difereniciagao de espago e/ou subdivisao numérica, assim: APRENDIZAGEM POR OBSERVACAO 1. Modelos imitae 2. Os efeitos da