Você está na página 1de 18

1

MELHORIA EM ADMINISTRAÇÃO, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

Prof. Ms. Júlio Cézar Fernandes


Alexandre Toledo Vizotto
Rodrigo da Silva Souza

RESUMO
Elaborar um projeto de melhorias em segurança e saúde no trabalho para a empresa em pauta.
Verificar possíveis riscos existentes a saúde do trabalho, propor um auxílio orientativo, no sentido de
prevenir os riscos advindos no processo de trabalho, levando em conta que no intervir do proposto se
verificará o interesse direto nas melhorias de processos, a devida atenção no quesito segurança do
trabalho e a conscientização dos trabalhadores, entendendo que isso posto, deverá buscar a
satisfação dos colaboradores, em um sistema social que se adéque.

Palavras-chave: Projeto, Melhorias, Processos, Organização, Segurança, Saúde

ABSTRACT
Draw up a safety and health improvement project at work for the company in question. Check possible
risks to health from work, propose a guidance aid, in order to prevent risks arising in the work process,
taking into account that the intervention of the proposed will occur direct interest in process
improvement, due attention on security Question labor and workers' awareness, understanding that
this position should seek the satisfaction of employees in a social system that fits.

Keywords: Design, Improvement, Process, Organization, Safety, Health



Graduandos do Curso Administração do Instituto de Ensino Superior de Bauru - IESB ou Faculdade de Bauru - FABAU
2

1.0 INTRODUÇÃO

Levando em conta o ensejo ocorrido no âmago dos pretendentes da


realização do referido projeto, pareceu fazer sentido trabalhar levando em conta,
alguns aspectos já desenvolvido no que antes fora anteriormente pensado, e feito
De acordo com o pressuposto básico que se pretende levar a cabo, no
momento o que se tem em mente, é focar a temática apresentada de forma mais
específica, entendendo que, se faz uma proposta de melhoria, onde se releva a
saúde – como fator preponderante para o sucesso da organização.
Em continuidade também passa a se demonstrar que, dando a prosseguir no
aspecto de construção do conteúdo deseja -se esclarecer que de uma forma mais
ampliada, e também mais detalhada existe uma possibilidade bem precisa de que
haja uma delimitação temática, tendo a ver com questões ou fatores que passam
pelo viés do que se entende em uma relação existente entre software, hardware,
peopleware.
De tal sorte, que existindo uma inadequação do uso dos mesmos, pode
ocorrer possíveis desgastes sócio psico fisiologístico, de tal monta que venha a
interferir de forma significativa na saúde do trabalhador. Assim sendo, entende-se
que uma atitude administrativa em prol da saúde dos envolvidos, faça sentido.
Dessa forma, tem-se então a compreensão de que deve e precisa haver uma
ação efetiva, que se justifique, considerando que os aspectos trabalhistas
desenvolvidos no seio da organização tem em si mesmo o demostrar de situações
que, de uma certa forma constrange, e pontua de quase que assertivamente, no
sentido de expor os colaboradores de maneira direta a risco de saúde,
comprometendo o bem-estar físico dos mesmos.
Isso dá um forte ensejo em realizar um projeto de pesquisa que beneficiasse,
essa ideia de saúde. Por tal confirmação e determinação se tem em mente que se
faz sentido também estar a convir que, se faça um apontamento onde se tenha uma
objetivação tanto geral, bem como especifica.
3

1.1- Objetivo Geral


Elaborar um projeto de melhorias em segurança e saúde no trabalho para a
Empresa em Pauta.

1.2 - Objetivos Específicos


Verificar possíveis riscos existentes a saúde do trabalho,
Demonstrar como pode um auxílio orientativo, fazer a diferença no sentido de
prevenir os riscos advindos no processo de trabalho. Dessa forma então se pensou
em dar prosseguimento ao realizar o projeto, para que se possa ter uma
possibilidade do fechamento da ideia introdutória. Isso posto então se levará em
consideração do item introdução, um detalhamento que tenha a ver com,
averiguação hipotética, no que diz respeito às melhorias do processo concernente a
saúde do trabalhador. Assim se daria uma devida atenção no quesito segurança do
trabalho e a conscientização dos trabalhadores, entendendo que o quesito posto,
deverá ir de encontro com a busca da satisfação dos colaboradores, em um sistema
social que se mostre adequado e bem realizado. De tal sorte o processo de
construção do projeto, apresenta significações que parece fazer sentido para
aqueles que no mesmo estão a trabalhar, e assim se pensa em apontar que :- Será
de fato a Saúde do Trabalhador, algo significativo que se deva levar em conta?
4

2 REFERENCIAL TEÓRICO

Uma vez tendo sido expostos os aspectos próprios e introdutórios do que se


pretende realizar no projeto proposto, segue-se procurando um pouco mais
desenvolver as temáticas que se tem em mente discutir.

2.1 – Aspectos do Ambiente de Trabalho.


Nos tempos atuais, o ambiente laboral é considerado uma extensão do lar
do trabalhador e, por tal razão ainda lhe é imperioso garantir um ambiente
externo saudável e em condições para a efetiva fruição de períodos de
descansos e de lazer, além de momentos de ginástica laboral nas próprias
empresas. (MINARDI, 2010)

Ao se tratar do que está se pretendendo, procurou-se levar em conta entre os


aspectos ímpares, o que se pode entender como sendo o ambiente de trabalho,
propriamente dito. Isto se compreende ou se verifica como sendo o expresso sob o
codinome de ambiente laboral. Sabe-se que o ambiente supracitado, traz de per si
uma condição ímpar, pois no mesmo o colaborador, pode estar executando seu
trabalho, como também desenvolvendo relações ímpares de aprendizado, e também
construções significativas sob a ótica das interpolações sociológicas.

2.2 Aspectos da administração no Trabalho


Já partindo do pressuposto é evidente que a administração dentro das
organizações possui um papel preponderante no auxílio a consecução dos objetivos
da empresa. Para TAVARES ( 2008 ) existem dois fatores principais que são; a
eficiência e a eficácia. A eficiência diz respeito aos meios, ou seja, aos métodos,
processos e normas instituídas pela mesma a eficácia diz respeito aos fins, ou seja,
aos resultados alcançados.
Pois de fato proporciona através de técnicas, ações efetivas, correções e das
ferramentas de gestão mais subsídio nas aplicações dos mesmos, com o
envolvimento de todos os setores e principalmente do corpo gerencial da empresa,
considerando que isso faça a diferença, e possa potencializar ainda mais qualidade
para a gestão organizacion
5

Entender a cultura organizacional da empresa é importante para o sucesso


da administração e qualquer processo em andamento, porque é uma maneira
exclusiva de ser a organização que reflete no comportamento e ações de todos os
indivíduos e grupos do ambiente de trabalho.

“A administração é uma ciência porque exige um conjunto


organizado de conhecimento; arte porque administrar é aplicar
um know-how para atingir um resultado desejado”
[TAVARES , 2008, p.15].

Segundo MAXIMIANO (2006), a administração é o processo de tomar


decisões sobre objetivos e utilização de recursos. o processo administrativo abrange
cinco tipos de funções: planejamento, organização, liderança, execução e
controle.Com todas essas qualidades que a administração proprociona vemos a
grande importância dentro das organizações.
Para CHIAVENATO ( 2003) a organização é um sistema idealizado pelo
homem e contem uma interação dinamica com seu ambiente, sejam fornecedores,
clientes, concorrentes, órgão governamentais, entidades sindicais e outros agentes
Vale destacar a enorme importância que a administração proporciona ao
programa de segurança em empresas: uma empresa de pequeno porte do ponto de
vista organizacional não é uma empresa de grande porte miniatura

“esse fato não pode ser esquecido quando formos organizar o setor de
saúde e segurança no trabalho em empresas pequenas.Outro fato
importante é que uma empresa pequena, de risco grande, necessita de
organização complexa,podendo constituir o mesmo programa de segurança

de uma empresa grande” (TAVARES, 2008, p.11)

2.3 Aspectos da saúde no trabalho

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde não apenas como a


ausência de doença, mas como a situação de perfeito bem-estar físico, mental e
6

social. Nas grandes, pequenas e microempresas tem algumas funções atreladas aos
cuidados da saúde do trabalhador como a higiene e segurança do trabalho cujo
objetivo é ;
“o seu objetivo reside na informação, no aconselhamento, na
motivação e na coordenação tendo para a hierarquia a direção
e execução das soluções que propõe” (TAVARES,2008, p.13)

Para tanto (TAVARES, 2008) define resumidamente os seguintes


cuidados relacionados ao trabalhador:
Quadro 01: Cuidados relacionados ao trabalhador

Identificação e controle periódicos dos riscos ocupacionais


Informação técnica de trabalhadores, quadros e empregadores, quer na fase
de projeto das instalações, quer durante a laboração da empresa;
Verificação e ensaios de materiais e sistemas de proteção existentes ou a
adquirir, designadamente equipamento e proteção individual;
Promoção da adaptação dos trabalhadores as diferentes tarefas e do trabalho
as suas características anatômicas e fisiológicas;
Estabelecimento de programas de prevenção e elaboração de propostas de
regulamentação interna; e fixação de objetivos de proteção e controle de
resultados.
Fonte : TAVARES (2008)

2.3 Aspectos do Risco a Saúde


Segundo a NORMA REGULAMENTADORA (NR)-9,consideram-se trabalhos
que geram riscos a saúde e riscos ambientais os agentes químicos, físicos,
biológicos, ergonômicos e os riscos de acidentes de trabalho. Eles são capazes de
causar danos à saúde e à integridade física do trabalhador em função de sua
natureza, concentração, intensidade, suscetibilidade e tempo de exposição.
Os riscos ambientais ou profissionais estão divididos em cinco grupos:
7

2.3.a - Riscos Físicos


Os riscos físicos são efeitos gerados por máquinas, equipamentos e
condições físicas, características do local de trabalho que podem causar prejuízos à
saúde do trabalhador (NORMA REGULAMENTADORA NR-9).

2.3.b - Riscos Químicos


Estes riscos são representados pelas substâncias químicas que se encontram
nas formas líquida, sólida e gasosa. Quando absorvidas pelo organismo, podem
produzir reações tóxicas e danos à saúde (NORMA REGULAMENTADORA NR-9).
Há três vias de penetração no organismo:
 Via respiratória: inalação pelas vias aéreas;
 Via cutânea: absorção pela pele;
 Via digestiva: ingestão.

2.3.c - Riscos Biológicos


Segundo a (NORMA REGULAMENTADORA NR-9) riscos biológicos são
aqueles causados por microrganismos como bactérias, fungos, vírus, bacilos e
outros. São capazes de desencadear doenças devido à contaminação e pela própria
natureza do trabalho.
O risco a saúde do trabalhador pode muitas vezes ser imperceptíveis porque
se tornou naquele momento devido as atividades cotidianas uma característica do
ambiente do trabalho. Somente é possível analisar estes agentes de risco
analisando todo o contexto das rotinas de trabalho

3 MATERIAL E MÉTODOS

3.1 Tipo de pesquisa


Utiliza-se como se pretende, um tipo de pesquisa que tem a ver com a
caracterização da maneira conforme se deseja processar e produzir o jeito pelo qual
se tem em mente, a realização da busca de dados, no qual se fundamente o insumo
teórico proposto.
8

Por isso, então pode-se estar a pensar, considerando o que pensa o autor
Malhotra,
[...] a pesquisa qualitativa – proporciona melhor visão do que se
compreende do contexto do problema, enquanto que a pesquisa quantitativa
– procura quantificar os dados e aplica alguma forma de análise estatística.

(MALHOTRA, 1999, p. 155, 158).

[...] o principal objetivo da pesquisa descritiva, é descrever alguma coisa


normalmente características ou funções de mercado. Ela é realizada pelas
seguintes razões:-
- descrever características relevantes,
- estimar porcentagem de unidades,
- determinar percepções características,
[...] (MALHOTRA, 1999, p. 108).

Dado isso então, deseja-se apontar que em face de essas caracterizações


opta-se por realizar nesse projeto proposto, uma pesquisa quantitativa descritiva,
assim então se entende que se levará a cabo um processo de busca de informes,
que se tem em mente, caracterizar os dados em um modelo científico pontual. Isso
posto também, pode se considerar uma ação atitudinal de uma pesquisa de campo

3.2 Forma de obtenção de dados


Isso posto, na formatação da pesquisa, se tem em mente fazer uso de um
ferramental de coleta de dados, que se faz conhecido, dado se sua concepção
pautada por uma forma estruturada, seguindo o modelo conhecido como escala de
LIKERT, e assim se fará um questionário que se dará por 5 questões, fechadas
expostas com as seguintes variações:-
discordo totalmente, discordo parcialmente. não sei, concordo totalmente,
concordo parcialmente
9

3.3 Tamanho do Campo da Amostra


Considera-se que por ser uma pesquisa quantitativa, deseja que a mesma se
componha por um número de respondentes ou participantes, mas não se tem uma
ideia adequada de tal quantificação mensurada.
Pensa-se em ter como respondente, pelo menos 20 pessoas, para
contextualizar o ferramental escolhido.

4 RESULTADOS E DISCUSSÕES

Gráfico: 01 – O ambiente de trabalho, é um lugar onde situações e circunstancias, podem ocorrer,


potencializando riscos diferenciais, que podem comprometer a saúde do trabalhador.

60% 55,00%
Discordo Totalmente
Discordo Parcialmente
50% Não sei
Concordo Parcialmente
Concordo Totalmente
40%

30% 25,00%

20%
10,00%
10% 5,00% 5,00%

0%
Discordo Parcialmente Concordo Parcialmente
Discordo Totalmente Não sei Concordo Totalmente

O Gráfico demonstra que se por um lado 55% dos respondentes discordam


totalmente, 25% dos mesmos não sabem, enquanto que entre concordo
parcialmente e totalmente se tem 15%..
10

Gráfico: 02 Faz-se necessário entender que a administração, é de fato uma ciência, e por assim

dizer, procura atingir resultados expressivos para manifestação do bem-estar da empresa .

35,00%
35% Discordo Totalmente
Discordo Parcialmente
30% 25,00% Não sei
Concordo Parcialmente
25% Concordo Totalmente

20% 15,00% 15,00%


15% 10,00%
10%

5%

0%
Discordo Parcialmente Concordo Parcialmente
Discordo Totalmente Não sei Concordo Totalmente

O Gráfico acima apresenta os dados configurados onde se vê que 25% discorda


totalmente, enquanto que 15% discorda parcialmente, 10% não sabe, enquanto que
entre concordo parcialmente e concordo totalmente se tem 50%.
11

Gráfico:03 – Tratar de Saúde na Organização, faz muito sentido – pois o bem tratar desse assunto
implica diretamente não só no bem-estar do colaborador, mas também no bom andamento de todo
processo organizacional.

60,00%
60% Discordo Totalmente
Discordo Parcialmente
50% Não sei
40,00% Concordo Parcialmente
Concordo Totalmente
40%

30%

20%

10%
0,00% 0,00% 0,00%
0%
Discordo Parcialmente Concordo Parcialmente
Discordo Totalmente Não sei Concordo Totalmente

O Gráfico acima demonstra que entre concordo parcialmente e concordo totalmente


se tem 100% de concordância.
12

Gráficos: 04 Quando se pensa em Saúde na organização, faz-se necessário pensar também em


riscos. Os quais podem ser de diferentes aspectos.

60% 55,00%
Discordo Totalmente
Discordo Parcialmente
50% Não sei
Concordo Parcialmente
40% Concordo Totalmente
30,00%
30%

20%
10,00%
10% 5,00%
0,00%
0%
Discordo Parcialmente Concordo Parcialmente
Discordo Totalmente Não sei Concordo Totalmente

O Gráfico acima demonstra que entre discordo totalmente e discordo parcialmente


se tem 15% e por outro lado concordo totalmente e discordo parcialmente se tem
85%.
13

Gráfico: 05 Pode-se por assim dizer considerar os Riscos, como sendo – Riscos Físicos, Riscos
Químicos, Riscos Biológicos, entre outros. E administrá-los é, de fato ponderar e considerá-los de
maneira adequada e pontual.

40,00%
40%
Discordo Totalmente
35% Discordo Parcialmente
30,00% Não sei
30% Concordo Parcialmente
Concordo Totalmente
25%

20%

15%
10,00% 10,00% 10,00%
10%

5%

0%
Discordo Parcialmente Concordo Parcialmente
Discordo Totalmente Não sei Concordo Totalmente

O Gráfico, a saber apresenta o exposto de maneira que se verifique que entre


concordo parcialmente e concordo totalmente se tem 70%, por outro lado discordo
totalmente, 10%, discordo parcialmente 10% e 10% não sabe.
14

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ao se pensar então a administraçao, e sendo discutido no projeto que se


realizou, as questão pertinetes de melhorias, segurança e saúde no trabalho, pode-
se então verificar que o que se tinha em mente, quando da realização do trabalho
proposto, foi pontualmente verificado e concluido.
Isso posto, a principio se tinha em mente levar em conta, como poder-se-ia
estar a considerar o aspecto da saúde na organização, sempre antevendo que ao
se executar o trabalho propiamente poderia acontecer situação adeversa, onde
tivesse a proeminencia de risco a saúde, de forma que se isso viesse a ocorrer
deveria estar então a ponderar os aspectos da segurança no trabalho no ambito
organizacional. Tais apontamentos, então se fizeram presentes na consecussão
executória do projeto ora concluido.
Assim sendo, uma das questões apresentadas se mostrou um tanto quanto
intrigante, não que outras não o tivessem também sido, mas ponderou-se por assim
dizer então nessa.
Ao se pesquisar o proposto, verificou-se que na questão sobre os possivéis
riscos a saúde, se tem uma pontuação no minimo interessante, onde se dá que
entre discordo totalmente e discordo parcialmente se tem 20%, enquanto que não
se sabe se tem 10%, e entre concordo totalmente e concordo parcialmente se tem
70%.. Isso dá a entender, que os riscos são de fato considerado e em especifico,se
vê nessa questão algo substancial que deve ser devidamente cuidado.
15

6 REFERÊNCIAS UTILIZADAS

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução á teoria geral da administração: uma visão


abrangente da moderna administração das organizações. Rio de Janeiro: Elsevier,
2003.

MALHOTRA, Naresh K.; Pesquisa de marketing: Uma orientação aplicada. 3. Ed.


Porto Alegre: Bookman, 2001.

MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração – Da Revolução


Urbana à Revolução Digital. Editora Atlas S.A. 6ª Edição, 2006.

MINARDI, Fábio Freitas. Meio Ambiente do Trabalho: Proteção Jurídica à saúde


mental. Curitiba: Juruá, 2010.

TAVARES, José da Cunha. Tópicos de administração aplicada a segurança do


trabalho.9. ed. São Paulo: SENAC, 2008.

NORMAS REGULAMENTADORAS. Disponivel em: <


www.blogsegurancadotrabalho.com.br/2013/06/o-que-é-ppra-nr-r.html > .Acesso em
14 de novembro de 2016
16

REFERÊNCIAS CONSULTADAS

GUIMARÃES, Lia Buarque Macedo. Macroergonomia: colocando conceitos em


prática. Porto Alegre: Feeng, 2010

SANTOS, Zelãene. Segurança no trabalho e meio ambiente; nr-9 riscos ambientais


(atual: programa de controle médico de saúde ambientais- PPRA)

SOARES, Larissa; BANDOS, Melissa. A microempresa analisada como um sistema


aberto: uma reflexão teórica. Revista Gestão e conhecimento Janeiro: Elsevier,2003

TAVARES, JOSÉ DA CUNHA. Noções de prevenção e controle de perdas em


segurança do trabalho, 5ª ed. São Paulo: SENAC, 2004.

TAVARES, JOSÉ DA CUNHA. Tópicos de administração aplicada à segurança do


trabalho, 4ª ed. São Paulo: SENAC, 2005.

NORMAS REGULAMENTADORAS NR-17. Disponivel em :


<http://www.ceset.com.br/br/dbf/ler/NR_17.pdf> Acesso em 22 de novembro de
2016.

NORMA REGULAMENTADORA 32- NR 32: Disponivel em :


<http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr32.htm> Acesso em 22 de
novembro de 2016.
17

ANEXO

QUESTIONÁRIO

1ª – O ambiente de trabalho, é um lugar onde situações e circunstancias,


podem ocorrer, potencializando riscos diferenciais, que podem comprometer a
saúde do trabalhador.
( ) - Discordo Totalmente,
( ) - Discordo Parcialmente
( ) - Não sei,
( ) - Concordo Totalmente,
( ) - Concordo Parcialmente,

2ª – Faz-se necessário entender que a administração, é de fato uma ciência, e


por assim dizer, procura atingir resultados expressivos para manifestação do
bem estar da empresa.
( ) - Discordo Totalmente,
( ) - Discordo Parcialmente
( ) - Não sei,
( ) - Concordo Totalmente,
( ) - Concordo Parcialmente,

3ª - Tratar de Saúde na Organização, faz muito sentido – pois o bem tratar


desse assunto implica diretamente não só no bem estar do colaborador, mas
também no bom andamento de todo processo organizacional.
( ) - Discordo Totalmente,
( ) - Discordo Parcialmente
( ) - Não sei,
( ) - Concordo Totalmente,
( ) - Concordo Parcialmente,
18

4ª – Quando se pensa em Saúde na organização, faz-se necessário pensar


também em riscos. Os quais podem ser de diferentes aspectos.
( ) - Discordo Totalmente,
( ) - Discordo Parcialmente
( ) - Não sei,
( ) - Concordo Totalmente,
( ) - Concordo Parcialmente,

5ª – Pode-se por assim dizer considerar os Riscos, como sendo – Riscos


Físicos, Riscos Químicos, Riscos Biológicos, entre outros. E administrá-los é,
de fato ponderar e considerá-los de maneira adequada e pontual.
( ) - Discordo Totalmente,
( ) - Discordo Parcialmente
( ) - Não sei,
( ) - Concordo Totalmente,
( ) - Concordo Parcialmente,

Interesses relacionados