Você está na página 1de 1

Os atos locucionários são enunciados que distinguimos sua parte fonética, quando proferidos

o som das letras do enunciado. Aparte sintática é relacionada com a construção gramatical e
sua estrutura verbal. A parte semântica é a que atribui significado ao referente do enunciado.
Os atos locucionários referem-se apenas ao gesto do proferir o enunciado.

Os atos ilocucionários estão relacionados ao ato realizado ao proferir o enunciado, está ligado
à força ilocucionária contida no enunciado (referente à G. Frege). Os atos ilocucionários são
expressos

por enunciados afirmativos: “Seu carro está pegando fogo”; interrogativos: “Onde é a sua
casa?”; e exclamativos: “Como é frio nesse lugar!”.

Os atos ilocucionários representam a força (a intensidade do pedido e da resposta) com que


proferimos o enunciado.

No entanto, os atos perlocucionários estão relacionados à ação consequente do proferir o a


toda fala; é o que podemos fazer com a linguagem, qual a sua ação resultante. O ato
perlocucionário é caracterizado pelo grau de felicidade e pelo fato de o ato linguístico ser bem-
sucedido e ser efetuado no mundo físico. Assim ficam expostos os atos de fala de Austin, que
posteriormente foi base para a elaboração de Searle referente aos seus cinco (5)grupos-
categorias dos atos de fala