Você está na página 1de 1

Licensed to Beatriz Borba de Morais Ribeiro Silva , E-mail: beamorais.bm@gmail.

com

O GUIA DOS
CNIDÁRIOS
O que são cnidários
É um conjunto altamente diverso que inclui as
águas-vivas, as anêmonas do mar, os corais e a Hydra
comumente encontrados em laboratório e ainda formas
bem menos familiares, como hidróides, gorgônias,
sifonóforos, zoantídeos e mixozoários.

Características
Os Cnidários são Metazoa diploblásticos que se
encontram no nível tissular de construção;

Possuem simetria radial;

Tentáculos;

Estruturas urticantes ou adesivas denominadas


Cnidas;

Cavidade Gastrovascular incompleta, derivada


da endoderme, como a única “cavidade corpó-
rea”;

Uma camada intermediária, denominada mesên-


quima ou mesogléia, derivada da ectoderme.

Cerca de 11.000 espécies de Cnidários

CUBOZOA
Quantidade:
10 a 20 espécies

SCYPHOZOA
Quantidade:
200 espécies

HYDROZOA
Quantidade:
aprox. 3.000
espécies

ANTHOZOA
Quantidade:
6.500 espécies

Os cnidários possuem dois aspectos


fundamentais do seu estilo de vida:

A tendência de formar Muitas das espécies de


colônias por repro- cnidários apresentam
dução assexuada, a um ciclo de vida dimór-
colônia pode atingir di- fico. Ou seja, possui a
mensões e formas im- forma de pólipo (Poli-
possíveis de serem al- póide) e de medusa
cançadas por indiví- (Medusóide) indepen-
duos isolados. dentes entre si.

OS HIDROZOÁRIOS
são os representantes mais conhecidos, apresentando espécies
marinhas e de água doce; Podem ser polipóides ou medusóides e
geralmente são dióicos reproduzindo-se por alternância de gerações,
mas há indivíduos do gênero Hidra que só apresenta a forma polipóide.
São exemplos as hidras de água doce, as caravelas, os chamados corais
de fogo, entre outras.

OS CIFOZOÁRIOS
apresentam metagênese (forma polipóide reduzida); as formas
medusóides do grupo são geralmente grandes, podendo chegar até 2
metros de diâmetro como a juba-de-leão (Cyanea capillata).

OS CUBOZOÁRIOS
são aquelas que tem a umbrela de aspecto cúbico; apresentam
metagênese e vivem principalmente nos mares tropicais e subtropicais.
Inclui-se aqui espécies responsáveis por graves acidentes com humanos
como a conhecida vespa-do-mar (Chironex fleckeri).

OS ANTOZOÁRIOS
são cnidários que só apresentam a forma polipóide; podem ser solitários
como as anêmonas-do-mar ou formar colônias gigantescas como os
corais e se reproduzem tanto assexuadamente quanto sexuadamente.
Os corais formam um exoesqueleto de carbonato de cálcio e aqueles que
vivem em simbiose com zooxantelas (dinoflagelados clorofilados) são os
principais construtores dos recifes coralíneos.

Fonte: Brusca, R.C.;Brusca, G.C..(2007).Filo Cnidária.In Invertebrados.2ª edição.Rio de


Janeiro.Editora Guanabara Koogan LTDA.p 227-278