Você está na página 1de 24

CURSO SUPERIOR DE

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E
DESENVOLVIMENTO DE
SISTEMAS

Introdução à Computação
Aula 01

Profa. Msc. Denise Regina Pechmann


denise.pechmann@canoas.ifrs.edu.br
Conteúdos

• Conceitos Básicos
– Hardware X Software
– Componentes de Hardware
– Representação das Informações (bit, byte, caractere,...)
– Tipos de Software
Introdução
• Ao longo da história, identifica-se a necessidade do homem de
tratar e transmitir informações, e, com isso, o constante
desenvolvimento de máquinas e métodos capazes de processá-
las.
• Com esta finalidade, surge a informática como uma ciência
encarregada do estudo e desenvolvimento dessas máquinas e
métodos.
• A informática é a ciência que organiza e viabiliza o uso da
informação automática, agilizando as ações dependentes das
respectivas informações.
Conceitos Básicos
• Informática: é a ciência que estuda os métodos e modos de
processamento e transmissão da informação.
• Informação: são dados processados em forma significativa para o
usuário, com valor real e perceptível para decisões presentes e futuras.
Existe quando associamos um significado ao dado.
• Dados: matéria-prima para se obter a informação, ou seja, um tipo de
material em formato desorganizado que não significa nada
isoladamente. Necessário processamento para que se transforme em
uma informação.
– Exemplo(dado/informação): Se alguém entrar em uma sala de aula e falar
"vinte e cinco", essa pessoa está apresentando um dado. Por outro lado, se
ela falar "no dia 25 não teremos aula ", está passando uma informação.
Hardware X Software
• Hardware
– Entende-se como hardware todo e qualquer componente que
faça parte da máquina como um todo, interna ou
externamente.  FÍSICO
• Interno: CPU, HD
• Externo: teclado, impressora

• Software
– Todo e qualquer programa que esteja sendo processado por
um computador executando tarefas.  LÓGICO
• Ex.: Windows, Word, Excel, etc.
Hardware
• Para funcionar, um computador necessita de quatro tipos
principais de manipulação de dados:
– Entrada: aceita dados ou comandos que o computador pode usar;
enviam os dados ou comandos à unidade de processamento.
– Saída: exibe os dados processados (as informações) de uma forma
compreensível e conveniente.
– Processamento: circuitos eletrônicos que manipulam os dados de
entrada, transformando-os em informação. Instruções de
computador executadas pela CPU.
– Armazenamento: dispositivos de armazenamento secundários
como disco – discos rígidos, CDs, DVDs, pendrive, ...
• Estes dispositivos complementam a memória, ou armazenamento
primário, usado por dados e programas apenas temporariamente.
Componentes de Hardware
• CPU (Central Processing Unit) – ou UCP (Unidade Central de
Processamento)
– É o cérebro que comando os periféricos por meio de comandos
diretos ou para a sua interface.
– A arquitetura de um processador possui duas partes principais:
• Unidade de Controle: é a parte do processador que controla o ciclo da
máquina. Tem como função controlar as atividades das demais unidades
do sistema. Todas as atividades internas de uma máquina são controlas
por ela.
• Unidade Lógica Aritmética: é a parte do processador que executa as
operações matemáticas e os comandos do computador.
Componentes de Hardware
• Memória – dispositivo de armazenamento associado à CPU
para proporcionar maior rendimento.
– Tem papel fundamental em razão de sua velocidade no
armazenamento e transmissão da informação para outras
unidades.
– Uma unidade de memória é uma coleção de células binárias,
capaz de armazenar uma grande quantidade de informação
binária.
Componentes de Hardware
• Periféricos de Entrada - Dispositivos através dos quais
os dados são gravados na memória do sistema.
– Ex.: Mouse, Teclado, Scanners, Câmeras.

• Periféricos de Saída - Estes dispositivos lêem dados da


memória apresentando ao usuário.
– Ex.: Monitor, Impressora, Placa de Som.

Periféricos Periféricos
CPU
de Entrada de Saída

Memória
(E/S)
MEMÓRIA AUXILIAR

UNIDADE CENTRAL
DE PROCESSAMENTO
(UCP / CPU)

UNIDADE LÓGICA
ARITMÉTICA

UNIDADE DE
CONTROLE

ENTRADA SAÍDA

MEMÓRIA
Memória

 A memória de um computador está dividida em duas


partes, a memória principal e a memória auxiliar.
 Podemos efetuar basicamente 2 operações sobre
memórias:
– Leitura: é o processo de transferir uma informação
armazenada na memória para fora.
– Escrita: é o processo de armazenar informação na
memória.
Memória Principal
 Memórias que se comunicam com a CPU:
– RAM (Random Access Memory - Memória de acesso aleatório)
• Permite leitura e escrita.
• O acesso pode ser efetuado em qualquer posição (endereço) aleatória
da memória.
• É volátil, ou seja, quando se desliga o computador, seu conteúdo é
perdido (apagado).
– ROM (Read Only Memory – Memória somente de leitura)
• Memória de armazenamento permanente de dados.
• Permitida somente operação de leitura.
• Não é volátil, ou seja, mesmo desligando o computador, seu conteúdo
não é perdido.
Representação das Informações

• Caractere é o menor elemento disponível de uma


linguagem humana (letras, números, sinais,...).
• Bit: abreviatura de "binary digit ", significa dígito binário. É
a menor unidade de informação que o computador pode
manipular.
– Um bit pode ser representado por apenas dois valores, 0 e 1.
• 0 representa o valor falso (ou desligado) e
• 1 representa o valor verdadeiro (ou ligado).
– Esta representação deve-se ao computador trabalhar com sinais
elétricos que podem ser ativados ou desativados.
Representação das Informações
– Um bit é, portanto, a informação mínima, que não vai além da
indicação de dois contrários absolutos: sim/não, ligado/desligado,
presente/ausente, falso/verdadeiro, 0/1.
– Como o bit é muito restrito, criou-se uma nova unidade, o byte,
formada por um grupo de 8 bits.

• Byte: conjunto de 8 bits – unidade de armazenamento e


transferência.
– O byte foi definido para servir de elemento de referência para a
construção e funcionamento dos dispositivos de armazenamento
e também como referência para os processos de transferência de
dados entre periféricos e CPU/Memória.
Grandezas usadas em
Computação
Nome da unidade Abreviatura Valor
1 Byte 1B 8 bits
1 Kilobyte 1KB = 1Kbyte 1.024 Bytes (210= 1.024)
1 Megabyte 1MB = 1Mbyte 1.024 KB = 1.048.576 B (220)
1 Gigabyte 1GB = 1Gbyte 1.024 MB = 1.073.741.824 B
1 Terabyte 1TB 1.024 GB
1 Petabyte 1PB 1.024 TB
1 Exabyte 1ExB 1.024 PB
1 Zettabyte 1ZB 1.024 ExB
1 Yottabyte 1YB 1.024 ZB

• Como os computadores são máquinas binárias, as indicações numéricas referem-se


a potências de 2.
Exercícios - Indique o valor de X nas
seguintes expressões:

1. 512 Kbytes = X bytes 4. 12.288 KB = X MB

2. 2 Gbytes = X bytes 5. 64 KB = X bits

6. 19.922.944 B = X MB
3. 65.536 B = X KB
Exercícios - Indique o valor de X nas
seguintes expressões:

7. 8 GB = X B 10. 2 TB = X MB

8. 8.192 MB = X GB 11. 10 KB = X bits

9. 256 KB = X bits
Software
• Parte lógica que dota o equipamento físico de capacidade
para realizar todo tipo de trabalho.
• Todo e qualquer programa que esteja sendo processado
por um computador executando tarefas e/ou instruções.
• Tipos de Software:
– Softwares Aplicativos
– Softwares de Sistema
• Softwares Embarcados
Tipos de Software
– Aplicativos ou Softwares de Aplicação – São programas
desenvolvidos para usuários das máquinas.
– Permitem aos usuários executar uma ou mais tarefas
específicas, em qualquer campo de atividade que pode ser
automatizado.
– Desenvolvidos ou adquiridos pelos usuários para algum fim
específico.
– Aplicativos podem ter uma abrangência de uso de larga escala,
ou serem escritos para um pequeno mercado.
• Ex.: Processadores de texto (Word), Planilhas eletrônicas (Excel),
Software educacional, Banco de dados, Jogos.
Tipos de Software
– Softwares de Sistema - Prestam serviços à máquina, que
são utilizados por outros programas.
– Separam usuário e programador de detalhes do computador
específico que está sendo usado.
– Fornecem interfaces de alto nível e ferramentas que permitem
a manutenção do sistema.
– Facilitam o acesso aos recursos do computador, através de
comandos ou serviços especiais ativados a nível de programa.
• Ex.: Sistemas Operacionais (programas que gerenciam os recursos de
um computador (Windows)), Compiladores e Drivers.
Tipos de Software
– Software Embarcado ou Software Embutido
– É possível usar esta categoria indicando software destinado a
funcionar dentro de uma máquina que não é um computador
de uso geral e normalmente com um destino muito específico.
– Diferentemente de computadores de propósito geral, como o
computador pessoal, um sistema embarcado realiza um
conjunto de tarefas predefinidas, geralmente com requisitos
específicos.
• Ex.: Videogames, Impressoras, Calculadoras, Microondas, Máquinas de
lavar, TVs, Freios ABS, Celulares, Roteadores, Hubs.
Tipos de Software em
relação ao Hardware
Software

Softwares Softwares
de Aplicação de Sistema
Aplicativos
Softwares
de Sistemas
Compiladores Sistemas Drivers
Hardware Operacionais
Classificação de Software
quanto à distribuição
• Software Proprietário

• Shareware

• Freeware

• Software Aberto ou código aberto (open-source software)

• Software Livre (free software)

• Software de Domínio Público

Atividade - Pesquise e defina cada tipo de Software citado.


Referências
 VELLOSO, F. de C. Informática: Conceitos Básicos. 7. ed. Rio de Janeiro:
Campus, 2004.
 MONTEIRO, Mário. Introdução à Organização de Computadores. Rio
de Janeiro: LTC, 2007.
 CAPRON, H. L.; JOHNSON, J. A. Introdução à Informática. 8. ed. São
Paulo: Pearson Education, 2004.
 Alguns Sites:
 http://br-linux.org/faq-softwarelivre/
 http://www.tecmundo.com.br/linux/1739-codigo-aberto-e-software-livre-
nao-significam-a-mesma-coisa-.htm
 http://www.fsf.org/
 http://www.gnu.org/
 http://opensource.org/