Você está na página 1de 29

Folha nº .....................

Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

Prefeitura Municipal de São José dos Campos

Secretaria de Administração
Departamento de Recursos Materiais

Endereço: Rua José de Alencar, 123


Paço Municipal - Sala 02 - 1º Andar

Convite Nº 007/2012

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA INSTALAÇÃO DO


SISTEMA DE PROTEÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (SPDA) NA
IMI DIMÉIA MARIA FERREIRA DINIZ ENDO NO BAIRRO CAMPO DOS
ALEMÃES, conforme especificações constantes dos ANEXOS I, II, e IX.
EXECUÇÃO INDIRETA SOB O REGIME DE EMPREITADA POR PREÇO UNITÁRIO

O Convite estará a exposição até às 17h00 do dia 21 de maio de 2012 e


os envelopes deverão ser entregues até 10h00 do dia 25 de maio de
2012.

O início da abertura dos envelopes será às 10h00 do dia 25 de maio de


2012, na Sala de Abertura de Licitações.

As licitantes deverão apresentar suas propostas datilografadas ou impressas, datadas e


assinadas pelos seus representantes legais, sem rasuras que possam causar dúvidas
quanto ao valor proposto. O envelope deverá estar fechado e ser protocolado no
Departamento de Recursos Materiais, situado na rua José de Alencar nº 123 - 1º andar -
sala 02 - Paço Municipal - Telefones: (12) 3947-8365 / 3947-8250 - Fax: (12) 3947-8566
/ 3947-8403, no dia e até horário acima indicados, observando as condições gerais
abaixo:

Informações: Só serão aceitos pedidos de esclarecimentos protocolados no


Departamento de Recursos Materiais, com antecedência mínima de 24 (vinte e quatro)
horas à data de abertura, no endereço acima, no horário das 8h15 às 17h00 ou pelo e-
mail drmcd@sjc.sp.gov.br.

1. Suporte Legal: Lei Federal nº 8.666/93 de 21/06/93 e alterações, Lei Complementar nº


123/06, Leis Municipais nºs 4.380 de 24/03/93 e 4.400 de 14/06/93, Constituição Federal
e Lei Orgânica do Município de São José dos Campos.

2. Tipo de Licitação: Menor Preço.


1
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

3. PRAZOS - PROPOSTAS

3.1. As licitantes deverão protocolar, no Departamento de Recursos Materiais no


endereço acima, na data e horário estabelecidos, a proposta correspondente a sua
participação, em 1 (um) envelope. O envelope deverá estar fechado, contendo o nome da
empresa proponente e seu endereço, bem como o número da presente licitação.

3.2. ENVELOPE - PROPOSTA E DOCUMENTAÇÃO

O envelope deverá conter:

3.2.1. A Proposta Comercial, que deverá ser formulada em uma via,


datilografada ou impressa, datada e assinada pelo seu representante legal, sem
emendas e borrões, contendo:

a) Razão social, CNPJ e endereço da proponente, bem como o número da


presente licitação e horário.

b) Preço unitário e total, expressos em reais (R$), na forma apresentada


no ANEXO II, com no máximo 02 (duas) casas decimais após a vírgula.

c) Validade da proposta, com prazo mínimo de 60 (sessenta) dias corridos,


a contar da data da entrega da proposta.

d) A medição será feita na conclusão da obra e os pagamentos serão feitos


em até 15 (quinze) dias corridos após o recebimento dos serviços e respectiva nota
fiscal/fatura, acompanhada de comprovação do recolhimento de encargos e tributos
referentes aos serviços prestados, INSS, FGTS, ISSQN e GFIP (se for o caso),
devidamente assinada pela Secretaria responsável.

d.1). A liberação do pagamento fica condicionada a apresentação


pela CONTRATADA da prova de inscrição da obra/serviço no posto do INSS e
informações sobre seu valor para obtenção da Certidão de Regularidade de Débitos
(INSS).

d.2) Os pagamentos deverão ocorrer através de crédito em conta


corrente, devendo a Contratada indicar o banco para recebimento, preferencialmente um
dos seguintes bancos: Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

3.2.1.1. No preço proposto deverão estar incluídos todos os custos


diretos e indiretos, tais como impostos, taxas, fretes, etc.

3.2.2. Os documentos exigidos são:

3.2.2.1. Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor,


devidamente registrado, em se tratando de sociedade comercial, e, no caso de sociedade
por ações, a mesma deverá apresentar também documento de eleição dos seus
administradores;

3.2.2.2. Prova de inscrição no Cadastro de Contribuinte municipal,


relativo ao domicílio ou sede da licitante, pertinente ao seu ramo de atividade e
compatível com o objeto do contrato;

2
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

3.2.2.3. Prova de regularidade relativo ao Instituto Nacional do


Seguro Social - INSS, através de Certidão Negativa de Débito (CND) ou Certidão
Positiva com Efeitos de Negativa (com a finalidade de licitação).

3.2.2.4. Prova de regularidade para com o FGTS, através de


Certificado de Regularidade do FGTS (CRF), demonstrando situação regular quanto aos
recolhimentos.
3.2.2.5. Prova de regularidade relativa a Justiça do Trabalho, através
de Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas (CNDT).

3.2.2.6. As licitantes deverão comprovar através de documentos a


existência de capital social de no mínimo R$ 4.600,00 (quatro mil e seiscentos reais),
em conformidade com o Parágrafo 3º do Artigo 31 da Lei Federal nº 8.666/93.

3.2.2.7. Apresentação das seguintes Declarações:

3.2.2.7.1. Declaração, expressa e sob as penas da lei (ANEXO


III), de que:

a) não está impedida de contratar com a Administração


Pública, direta ou indireta;
b) não foi declarada inidônea pelo Poder Público, de qualquer
esfera;
c) não existe fato impeditivo à sua habilitação;

d) não possui entre seus proprietários nenhum titular de


mandato eletivo;
e) não possui no seu quadro de pessoal menor de 18 anos em
trabalho noturno, perigoso ou insalubre e menor de 16 anos em qualquer outro tipo de
trabalho, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 anos;

f) encontra-se de acordo com todas as determinações


trabalhistas e demais legislações aplicáveis.

3.2.2.7.2. Declaração (ANEXO IV) nos termos da


recomendação contida no PPIC nº 59/07 da 7ª Promotoria de Justiça da Comarca de São
José dos Campos e nos termos da Resolução nº 07/05, atualizada pelas Resoluções nº
09/05 e 21/06, todas do Conselho Nacional de Justiça.

3.2.2.8. Certidão de Registro junto ao Conselho Regional de


Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) e/ou Conselho de Arquitetura e Urbanismo
(CAU) da empresa e responsáveis técnicos na modalidade Engenharia Elétrica ou outra
modalidade com habilitação para execução de serviços de instalações elétricas.

3.2.2.8.1. No caso do profissional detentor do Acervo Técnico


estiver como responsável técnico na Certidão de Registro do CREA e/ou Conselho de
Arquitetura e Urbanismo (CAU) da Empresa (pessoa jurídica) não há necessidade da
apresentação da Certidão do Profissional (pessoa física).

3.2.2.9. Comprovação de aptidão para desempenho de atividades


pertinentes e compatíveis, em características semelhantes e complexidade tecnológica

3
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

equivalente ou superior ao objeto da presente licitação, através de comprovação da


licitante de possuir em seu quadro permanente, na data prevista para entrega da
proposta, profissional de nível superior ou outro devidamente reconhecido pela entidade
competente, detentor de Certificado de Acervo Técnico, emitido pelo CREA- Conselho de
Engenharia, Arquitetura e Agronomia e/ou CAU - Conselho de Arquitetura e Urbanismo,
na modalidade Engenharia Elétrica, ou outra modalidade com habilitação para
serviços de instalação elétrica, e atestados de responsabilidade técnica fornecidos por
pessoa jurídica de direito público ou privado por execução e/ou coordenação de serviços
de características semelhantes às parcelas de maior relevância, a saber:
Execução de Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas.

3.2.2.9.1. A comprovação de vínculo profissional poderá ser


feita mediante contrato social, registro em carteira profissional, ficha de empregado ou
contrato de trabalho, sendo possível a contratação de profissional autônomo que
preencha os requisitos e se responsabilize tecnicamente pela execução dos serviços.

3.2.2.10. Indicação das instalações, do aparelhamento e do pessoal


técnico adequados e disponível para a realização do objeto desta licitação, bem como da
qualificação de cada um dos membros da equipe técnica que se responsabilizará pelos
trabalhos.

3.2.2.11. VISITA OBRIGATÓRIA: Atestado de Visita: A licitante deverá


conhecer/visitar o(s) local(is) das obras, o que deverá ocorrer com anterioridade a
apresentação dos envelopes, para inteirar-se de todos os aspectos referentes à sua
execução. Para todos os efeitos, considerar-se-á que a licitante tem pleno conhecimento
da natureza e do escopo das obras, dos serviços e dos fornecimentos, das condições
hidrológicas e climáticas que possam afetar sua execução e dos materiais necessários
para que sejam utilizados durante a construção e dos acessos aos locais onde serão
realizadas as obras e os serviços. Não poderá a licitante alegar posteriormente a
insuficiência de dados e/ou informações sobre o (s) local(is) e as condições pertinentes
ao objeto do contrato.

3.2.2.11.1. A visita deverá ser realizada por um profissional de


nível superior ou outro devidamente reconhecido pela entidade competente, no caso o
CREA e/ou CAU, e credenciado pela licitante.

3.2.2.11.2. As visitas deverão ser previamente agendadas até


o dia 21/05/2012 pelos telefones (0xx12) 3901-2151, com a Srta. Cristiane ou Sr.
Richard, sendo que no dia agendado, será fornecido o “Atestado de Visita”.

3.2.11.3. Para a realização da vistoria, o profissional deverá


apresentar a cédula de identidade profissional emitida pelo CREA e/ou CAU ou
documento oficial de identidade acompanhado de comprovante de qualificação
profissional, e deverá ainda, levar a declaração pronta até o local, conforme modelo –
ANEXO VIII, para ser assinada por funcionário responsável, atestando sua presença.

3.2.2.12. A apresentação do Certificado de Registro Cadastral da


Prefeitura de São José dos Campos da licitante, em atividade compatível com objeto da
presente licitação, substituirá os documentos relacionados nos subitens 3.2.2.1 a 3.2.2.4,
desde que atestadas as validades destes mesmos documentos no certificado antes
referido.

4
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

3.2.3. Os documentos solicitados para participação nesta licitação quando


não encaminhados em seus originais poderão ser validamente apresentados, por meio
de publicação realizada em órgão da imprensa oficial ou por cópia previamente
autenticada nos termos do artigo 32 da Lei Federal nº 8.666/93, ou, ainda, por cópia
simples quando a confirmação do seu teor puder ser feita pela Administração junto aos
órgãos públicos emitentes, via “Internet”.

3.2.4. Se a licitante for a matriz, todos os documentos deverão estar em


nome da matriz, e se a licitante for filial, todos os documentos deverão estar em nome da
filial, exceto aqueles documentos que, pela própria natureza, comprovadamente, forem
emitidos somente em nome da matriz.

3.2.5. É vedada a participação de empresas pertencentes a um mesmo


grupo econômico, de fato ou de direito, assim entendidas aquelas que possuam
identidade de sócios, dirigentes, membros de conselho ou responsáveis técnicos,
conforme o caso, ficando os infratores sujeitos à inabilitação, desclassificação ou
revogação de eventual adjudicação, bem como às penalidades previstas no artigo 90 da
Lei n° 8.666/93, sem prejuízo das demais sanções civis e penais cabíveis.

3.2.6. Não serão aceitos protocolos nem documentos com prazos de


validade vencidos.

3.2.7. A documentação exigida deverá, preferencialmente, ser relacionada e


numerada na ordem estabelecida neste Convite.

4. O pagamento fora do prazo estabelecido sujeitará o Município à multa de 1% (um por


cento) em favor da CONTRATADA, além dos juros de mora de 0,5% (zero vírgula cinco
por cento) ao mês.

5. Prazo e condições de execução: 30 (trinta) dias após o recebimento da Ordem de


Serviço e nos termos dos ANEXOS I e IX.

5.1. A Ordem de Serviço será expedida pela Secretaria de Educação no prazo


máximo de 10 (dez) dias úteis, a contar da data do recebimento da respectiva
Autorização de Fornecimento.

5.2. A execução das obras e serviços deverá ser iniciada no primeiro dia útil
seguinte ao recebimento da Ordem de Serviço expedida pela CONTRATANTE.

5.3. Como condição para o recebimento da Ordem de Serviço, a Contratada


deverá apresentar ao Gestor de Contratos da Secretaria responsável, a relação dos
funcionários com comprovação de vínculo profissional e marca dos produtos e
equipamentos a serem utilizados na obra e indicação de preposto da obra.

5.3.1. A comprovação de vínculo profissional poderá ser feita mediante


contrato social, registro em carteira profissional, ficha de empregado ou contrato de
trabalho, sendo possível a contratação de profissional autônomo que preencha os
requisitos e se responsabilize tecnicamente pela execução dos serviços.

6. Local de execução dos serviços: IMI “Diméia Maria Ferreira Diniz Endo”, sito à Rua
Nelson José de Carvalho Ferreira, 91, Campo dos Alemães.

7. Comissão de Licitação: Portaria Nº: 916/12.

5
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

8. Critério de julgamento: menor preço global, devendo ser respeitados os preços


máximos unitários constantes no Anexo II.

8.1. Por ocasião do julgamento das propostas, a Comissão Permanente de


Licitações (CPL) poderá solicitar para a comprovação da exeqüibilidade dos preços, a
composição de preços unitários através do relatório analítico de insumos de todos os
itens ofertados, incluindo a composição de custo horário dos equipamentos pertinentes
ou detalhamento dos cálculos da produtividade da equipe e/ou equipamento utilizado de
modo a justificar os índices da produtividade utilizada. Composição da taxa de
encargos sociais para horistas e mensalistas.

8.2. A aceitabilidade dos preços unitários e/ou globais propostos, seguirá à critério
de compatibilidade com os preços dos insumos e salários de mercado, apurados pela
Administração, acrescidos dos respectivos encargos, benefícios e despesas indiretas.

9. Serão desclassificadas as propostas:

9.1. que não atendam às exigências do ato convocatório do Convite;

9.2. com preços excessivos ou manifestamente inexequíveis;

9.3. com valores que excedam os valores máximos unitários e/ou total
estabelecidos na Planilha Orçamentária - ANEXO II;

10. Critério de desempate: conforme artigo 3º, § 2º Lei Federal nº 8.666/93 e sorteio
público.

11. Reajuste: Não haverá reajuste em cumprimento à legislação aplicável à matéria.

12. Dotação Orçamentária: 4010.339039.12.365.0012.2029.01.

13. Após a abertura das propostas não poderá a licitante desistir da mesma, salvo por
motivo justo decorrente de fato superveniente e aceito pelo Município, conforme artigo
43, § 6º da Lei Federal nº 8.666/93.

14. Sanções Administrativas:

14.1. A recusa injustificada da adjudicatária em assinar o contrato dentro do prazo


de 05 (cinco) dias caracterizará descumprimento total da obrigação assumida, sujeitando-
se às penalidades estabelecidas no item 14.5. deste Convite.

14.2. O atraso na execução do serviço licitado, segundo definido na Ordem de


Serviço expedida pela Secretaria de Educação, poderá sujeitar a contratada à multa de
0,5% (zero vírgula cinco por cento), do valor contratado, por dia de atraso.

14.3. Pela execução do serviço em desacordo com o especificado, a


CONTRATADA será notificada a apresentar defesa prévia para efeitos de aplicação da
penalidade definida no subitem abaixo, ou sanar as irregularidades no prazo de até 24
(vinte e quatro) horas (este prazo poderá ser reduzido ou ampliado a critério do
Município).

6
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

14.3.1. Decorrido o prazo da defesa prévia, o Município poderá aplicar


multa diária de 1 % (um por cento) do valor total contratado, enquanto persistir a
irregularidade, até o prazo de 30 (trinta) dias.

14.4. As multas a que aludem os itens 14.2. e 14.3. e seu subitem não impedem
que a Administração rescinda unilateralmente o contrato e aplique as outras sanções
previstas neste Convite.

14.5. Pela inexecução total ou parcial do contrato, o Município poderá, garantida a


prévia defesa e observado o disposto no item 14.7. deste Convite, aplicar à
CONTRATADA as seguintes sanções:

14.5.1. Advertência;

14.5.2. Multa de 30% (trinta por cento) pela inexecução total, calculada
sobre o valor total do item contratado;

14.5.3. Multa de 10% (dez por cento) pela inexecução parcial calculada
sobre o valor do item contratado;

14.5.4. Suspensão temporária de participação em licitação e impedimento


de contratar com o Município, por prazo não superior a 02 (dois) anos; e

14.5.5. Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a


Administração Pública, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou
até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a
penalidade, que será concedida sempre que a CONTRATADA ressarcir o Município pelos
prejuízos resultantes e após decorrido o prazo da sanção com base no item anterior.

14.6. Os prazos para defesa prévia serão de 05 (cinco) dias úteis, na hipótese de
advertência, multa e impedimento de contratar com o Município, e de 10 (dez) dias na
hipótese de declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração
Pública.

14.7. As penalidades aqui previstas são autônomas e suas aplicações, que


poderão ser cumulativas, serão regidas pelo artigo 87, conforme aplicável, da Lei Federal
nº 8.666/93.

14.8. O valor das multas aplicadas será recolhido aos cofres do Município de São
José dos Campos, dentro de 03 (três) dias úteis da data de sua notificação mediante guia
de recolhimento oficial.

15. Os recursos administrativos contra os atos da Comissão, relativamente à presente


licitação, deverão ser apresentados devidamente fundamentados e em consonância com
o disposto na Lei Federal nº 8.666/93, durante o horário de expediente da Prefeitura do
Município de São José dos Campos, das 8h15 às 17h00, junto à Divisão de Protocolo,
situado na rua José de Alencar nº 123 - andar térreo - Paço Municipal.

16. O julgamento das propostas, a interposição de eventuais recursos, bem como de


seus julgamentos, e a homologação/adjudicação serão publicados em jornal de grande
circulação local e, facultativamente, por meios eletrônicos e imprensa oficial deste
município, podendo ainda as licitantes serem cientificadas via correspondência.

7
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

16.1. Não será enviado o resultado do julgamento das fases licitatórias, tampouco
cópia da ata de julgamento ou qualquer outro documento, por e-mail, fax, ou qualquer
outro meio de comunicação.

16.2. O licitante que desejar obter maiores informações e esclarecimentos


referentes aos motivos que levaram à inabilitação ou à desclassificação no certame
deverá comparecer ao Departamento de Recursos Materiais para dar vistas ao processo
de licitação.

16.3. O licitante que desejar cópias do processo, para fins de interposição de


recurso e/ou impugnação de recurso, deverá solicitar no Departamento de Recursos
Materiais, 1º andar, sala 02, anexando cópia de documentos que comprovem possuir
poderes para representar a empresa, devendo preencher o requerimento e pagar a taxa
referente ao valor da (s) cópias (s) autenticada (s).

16.3.1. A solicitação de cópias feita até as 15:00 horas, poderá ser


providenciada no mesmo dia, mediante recolhimento da taxa durante expediente
bancário que se encerra às 16:00 horas.
Após este horário, a liberação das cópias será para o próximo dia útil.

16.4. As solicitações de cópias que não sejam para a finalidade de interposição de


recurso ou impugnação de recurso, deverão ser feitas através de através de processo
interno a ser aberto junto à Divisão de Protocolo, situada na rua José de Alencar nº 123 -
andar térreo - Paço Municipal, no horário compreendido entre 8:15 e 17:00 horas,
anexando cópia de documentos que comprovem poderes administrativos para
representar a empresa.

16.5. O andamento das licitações poderá ser acompanhado no do site


www.sjc.sp.gov.br porém as informações oficiais são as constantes das publicações.

17. A simples apresentação das propostas pelas licitantes implica aceitação tácita de
todos os termos deste Convite e seus anexos.

18. Dos interessados em participar das reuniões de abertura dos envelopes deste
certame, representando as licitantes, será exigido o seu credenciamento mediante a
apresentação de autorização por escrito, contendo o nome completo, número de
documento de identificação do credenciado, com declaração do(s) representante(s)
legal(is) da(s) proponente(s), devidamente assinado, outorgando amplos poderes de
decisão ao credenciado, inclusive para receber intimações e, eventualmente, desistir de
recursos.

19. As interessadas deverão participar do certame através da mesma pessoa jurídica que
virá a executar o contrato, ou seja, caso participe como matriz deverá apresentar toda a
documentação em nome da matriz, caso participe como filial deverá fazê-lo em nome da
filial. Fica vedada a execução do contrato por pessoa jurídica diversa daqueles
originalmente participante do certame.

20. Recebimento Provisório e Definitivo da Obra:

20.1. No recebimento e aceitação do objeto desta licitação será observado, no que


couber, as disposições contidas nos artigos de 73 a 76 da Lei Federal nº 8.666/93 e suas
alterações.

8
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

20.1.1. O Termo de Recebimento Provisório será lavrado no prazo máximo


de 15 (quinze) dias, contados da data da comunicação por escrito à CONTRATANTE,
que por meio de seu responsável pelo acompanhamento, realizará vistoria da obra
juntamente com a CONTRATADA.

20.2. Na hipótese da não aceitação dos serviços, a CONTRATANTE registrará o


fato, sem prejuízo da aplicação da penalidade cabível, indicando as razões da não
aceitação.

20.3. Atendidas todas as exigências do item anterior, a CONTRATADA deverá


solicitar novamente o recebimento da obra, e estando conforme, a Secretaria
responsável emitirá o Termo de Recebimento Provisório.

20.4. O Termo de Recebimento Definitivo será lavrado e assinado pela Secretaria


responsável no prazo máximo de 90 (noventa) dias corridos, contados da data de
emissão do Termo de Recebimento Provisório, desde que corrigidos eventuais defeitos
surgidos neste período.

20.4.1. Para a emissão do Termo de Recebimento Definitivo, a


CONTRATADA deverá solicitar através de processo interno a ser aberto junto à Divisão
de Protocolo, situada na rua José de Alencar nº 123 - andar térreo - Paço Municipal, no
horário compreendido entre 8h15 e 17h00.

21. Como condição para a assinatura do contrato a Contratada deverá:

21.1. Apresentar a Certidão do CREA e/ou CAU, no caso de sua sede ser em outra
região (Estado).

22. Por determinação do Sr. Prefeito, o Município de São José dos Campos mantém um
serviço sigiloso de denúncias de corrupção e atos considerados arbitrários ou
desonestos por parte de qualquer autoridade e servidor municipal, conforme decreto nº
10.331/01, através do telefone 3947.8113, tel/fax 3947.8054, e-mail:audit@sjc.sp.gov.br
ou pessoalmente junto ao Auditor Geral (sala 13 do 7º andar) do Paço Municipal.

23. Anexos: Fazem parte integrante e indissociável deste Convite, como se nele
estivessem transcritos, os seguintes ANEXOS:

ANEXO I – Memorial Descritivo.


ANEXO II – Planilha Orçamentária.
ANEXO III – Termo de Declaração.
ANEXO IV – Declaração.
ANEXO V – Minuta de Contrato.
ANEXO VI – Termo de Ciência e de Notificação do Município de São José dos
Campos.
ANEXO VII – Dados para Assinatura do Contrato.
ANEXO VIII – Modelo de Atestado de Visita.
ANEXO IX - Projeto Básico (Plantas).

São José dos Campos, 09 de maio de 2012.

9
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

Sérgio Rodolfo de Salles


Diretor do Departamento de Recursos Materiais

10
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO I

MEMORIAL DESCRITIVO

OBJETO: Instalação do Sistema de Proteção de Descargas Atmosféricas (SPDA)


com fornecimento de material e mão de serviço na IMI “Diméia Maria
Ferreira Diniz Endo”.

LOCAL: Rua Nelson José de Carvalho Ferreira, 91, Campo dos Alemães CEP 12239-
170

01. INTRODUÇÃO

O local do serviço, objeto do presente Memorial Descritivo, é na EMEI “Diméia Maria


Ferreira Diniz Endo” localizada na Rua Nelson José de Carvalho Ferreira, 91, Campo dos
Alemães CEP 12239-170.

02. DEFINIÇÕES

02.01. Fiscalização e Contratada

Os serviços serão fiscalizados por pessoal pertencente à Prefeitura Municipal de São


José dos Campos, doravante simplesmente denominada CONTRATANTE. A pessoa física
ou jurídica designada pela CONTRATANTE para fiscalizar a execução dos serviços,
doravante simplesmente denominada FISCALIZAÇÃO.
O serviço deverá ser conduzido por pessoal pertencente à empresa qualificada na
minuta do Contrato, doravante denominada simplesmente CONTRATADA.
A supervisão dos trabalhos, tanto da FISCALIZAÇÃO como da CONTRATADA, deverá
estar sempre a cargo de um engenheiro eletricista, devidamente habilitado e registrado
no CREA.

02.02. Direitos e Autoridade da Fiscalização

A FISCALIZAÇÃO poderá exigir, a qualquer momento, de pleno direito, que sejam


adotadas pela CONTRATADA providências suplementares necessárias à segurança dos
serviços e ao bom andamento do serviço.
A FISCALIZAÇÃO terá plena autoridade para suspender, por meios amigáveis ou não,
os serviços, total ou parcialmente, sempre que julgar conveniente, por motivos técnicos,
disciplinares, de segurança ou outros.

03. CONDIÇÕES GERAIS

03.01. Diário de Obras

Deverá ser fornecido pela CONTRATADA, um Diário de Obras, com 3 (três) vias, o
qual deverá ser mantido no escritório do serviço, desde a data de início dos serviços até
a entrega final. Será o documento hábil para comprovação, registro e avaliação de todos
os fatos e assuntos relacionados à execução dos serviços, onde tanto a CONTRATADA
quanto a FISCALIZAÇÃO deverão lançar e anotar tudo o que julgarem conveniente para
a comprovação real do andamento dos serviços e execução dos termos da
CONTRATADA, sendo visado diariamente por representantes credenciados de ambas as
partes. Nele deverão ser feitas pela FISCALIZAÇÃO, as anotações, comunicações e

11
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

reclamações à CONTRATADA, a fim de que esta não possa em qualquer tempo ou


ocasião, alegar ignorância ou justificar erros e/ou atrasos nos serviços sob sua
responsabilidade.
Caberá à CONTRATADA em todas as anotações, comunicações ou reclamações da
FISCALIZAÇÃO, dar ciência no diário de Obras.

03.02. Mão-de-obra

Caberá à CONTRATADA manter, no canteiro de serviços, mão-de-obra em número e


qualificações compatíveis com a natureza do serviço e com seu prazo, de modo a
imprimir aos trabalhos o ritmo necessário ao cumprimento dos prazos contratuais.
Enquanto durar o serviço e até sua aceitação pela FISCALIZAÇÃO, a CONTRATADA
deverá manter, em período integral, um mestre-de-obras com conhecimento e experiência
suficiente para comandar as equipes de serviço e atender às solicitações da
FISCALIZAÇÃO.
A CONTRATADA deverá manter no escritório do canteiro de serviços, em local bem
visível e à disposição da FISCALIZAÇÃO, um quadro de controle de mão-de-obra, com a
qualificação e o número de pessoas trabalhando no serviço, diariamente atualizado no
diário de obras.
Toda a mão-de-obra, empregada pela CONTRATADA na execução dos serviços,
deverá apresentar qualificação tal que proporcione produtos finais tecnicamente bem
executados e com acabamentos esmerados conforme previsto na Planilha Quantitativa e
Qualitativa.

03.03. Vigia e Responsabilidade

A CONTRATADA, durante a duração do serviço, ficará responsável por todos os


materiais e instalações contidas na área interna do tapume.
Deverá ser mantido pela CONTRATADA um perfeito e ininterrupto serviço de vigilância
no canteiro de serviços, cabendo-lhe total responsabilidade por qualquer dano
decorrente de negligência nesse serviço. O responsável deverá ser oficialmente
apresentado à FISCALIZAÇÃO.
A FISCALIZAÇÃO ou a CONTRATANTE não se responsabilizarão por furtos, roubos
ou danos causados ao serviço ou aos materiais nela depositados durante a execução do
serviço.
O serviço ficará sob responsabilidade da CONTRATADA enquanto não tiver sido
considerada aceita pela FISCALIZAÇÃO da CONTRATANTE.

03.04. Higiene e Segurança

A CONTRATADA obriga-se a cumprir todas as exigências das leis e normas de


segurança e higiene do trabalho, fornecendo os equipamentos de proteção individual a
todos os operários, mestres, especialistas, engenheiros, fiscais e outros, tais como:
botas, óculos de proteção, capacetes, capas de chuva e demais equipamentos,
manutenção de extintores de incêndio em locais de fácil acesso; manutenção de estojo
de primeiros socorros ou outros equipamentos julgados necessários;
A CONTRATADA deverá manter o canteiro em condições de higiene que evitem a
proliferação de doenças e animais peçonhentos. Será responsável também pela
segurança dos usuários da Unidade Escolar, devendo sinalizar adequadamente os locais
de serviço, não se admitindo o uso de fitas para delimitação das áreas de trabalho,
devendo ser utilizadas cercas plásticas ou tapumes.

03.05. Equipamentos e Materiais

12
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

Caberá à CONTRATADA manter o canteiro de serviços provido de todos os materiais e


equipamentos necessários a execução de cada uma das etapas, de modo a garantir o
andamento contínuo do serviço, no ritmo necessário ao cumprimento dos prazos
contratuais.
Todos os materiais a serem empregados no serviço deverão ser novos e de primeira
linha de fabricação, isentos de quaisquer defeitos incompatíveis com as especificações
originais do fabricante (sejam eles defeitos de fabricação, transporte ou manuseio
inadequados), produzidos de modo a atenderem integralmente, no que lhes couber, as
especificações da ABNT, deste Memorial Descritivo.
Todos os materiais cujas características e aplicação não sejam regulamentadas por
disposições normativas da ABNT, deste Memorial Descritivo, ou dos Projetos Executivos,
especialmente àqueles de fabricação exclusiva, deverão ser aplicados de acordo com as
recomendações e especificações dos respectivos fabricantes.
Sempre que a qualidade de qualquer material, ou equipamento, ensejar dúvidas à
FISCALIZAÇÃO, esta poderá, a qualquer tempo, exigir da CONTRATADA, a contratação
de um LABORATÓRIO, com notória especialização e capacidade técnica, para que sejam
efetuados exames e/ou ensaios do referido material, ou equipamento, bem como exigir
certificado de origem e qualidade do equipamento, correndo sempre essas despesas por
conta da CONTRATADA.
Caberá sempre a CONTRATADA, submeter à aprovação da FISCALIZAÇÃO, amostras
dos materiais a serem utilizados, antes de sua aplicação e em tempo hábil, cabendo à
FISCALIZAÇÃO fazer as devidas anotações, no competente Diário de Serviço, quanto à
sua aprovação ou rejeição.
As amostras dos materiais reprovados pela FISCALIZAÇÃO deverão ser
imediatamente substituídas, cabendo à CONTRATADA, retirá-las do canteiro de serviços
nos três dias úteis que se seguirem à impugnação lavrada no Diário de Serviço.
Em eventuais casos de comprovada impossibilidade de se adquirir e empregar
determinado material especificado deverá ser formalizado sua substituição, a juízo do
engenheiro fiscal da CONTRATANTE, ouvido o autor do projeto.
Todos os materiais e equipamentos, especificados no projeto, deverão ser utilizados
na execução dos serviços correspondentes, e a sua substituição, por similares, só poderá
ocorrer com autorização da FISCALIZAÇÃO, desde que o similar proposto apresente
notória equivalência com o originalmente especificado, no que diz respeito à qualidade,
resistência e aspecto.

04. GARANTIA

A CONTRATADA deverá oferecer garantia por escrito, pelo prazo mínimo de 5 (cinco)
anos, sobre os serviços executados e materiais utilizados. Este prazo será contado a
partir da data de entrega dos serviços pela CONTRATADA e do necessário recebimento
dos mesmos pela CONTRATANTE.
A CONTRATADA se obriga, dentro dos prazos estabelecidos em cada caso, a
substituir ou refazer, sem ônus à PREFEITURA, as partes que apresentarem defeitos ou
vícios de execução, desde que não sejam oriundos de mau uso.

05. NORMAS

Para a execução do serviço e fornecimento de materiais, devem ser observadas as


normas e códigos a seguir relacionados:
- ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas
- Normas do Ministério do Trabalho

13
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

As exigências aqui formuladas são as mínimas que devem reger cada caso, devendo
prevalecer as normas da ABNT e dos fabricantes dos equipamentos, onde se fizerem
necessárias e em conformidade com o presente memorial.

06. SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (SPDA)

06.01-SOLUÇÃO ADOTADA

Foi adotado como solução para o Sistema de Proteção de Descargas Atmosféricas o


Sistema de Gaiola de Faraday Nível II composto por uma malha condutora e captores
dispostos no telhado da edificação, feitos de barras de alumínio de seção 70 mm2 e
interligados a um anel de aterramento de cabo de cobre nu enterrado a pelo menos a 100
cm da superfície. As descidas serão de barras chatas de alumínio de seção 70 mm2 até a
base da estrutura onde serão interligadas, por meio de um cabo de cobre nu de 50 mm2
e anel de aterramento enterrado no solo de 50 mm2 e protegidas por um eletroduto de
PVC de 1”.
A conexão deste cabo de cobre nu de 50 mm2 com as barras de alumínio deverão ser
feita através de conectores de latão ou conectores bimetálicos para evitar a corrosão
eletrolítica. Este conector, localizado na parte inferior das descidas, será utilizado para
medição da resistência de aterramento. Esta conexão deverá ser protegida por condulete
de liga de alumínio com tampa.
As descidas serão interligadas ao anel de aterramento e para cada descida, no ponto
de conexão com esse anel, terá uma haste de aço cobreada de alta camada de diâmetro
5/8” x 2,40m de comprimento enterrada verticalmente no solo,numa caixa de inspeção de
alvenaria conforme detalhe. As descidas de barra de alumínio deverão estar
mecanicamente protegidas, conforme prevê a NBR 5419, por eletrodutos de PVC de
1”.As descidas de barra chata de alumínio deverão estar afastadas de partes da
construção consideradas inflamáveis (tais como madeira) de pelo menos 10 cm,
conforme Norma ABNT 5419.
O anel de aterramento, feito de cabo de cobre nu de secção 50 mm2, enterrado a pelo
menos 100 cm da superfície e pelo menos a um metro da construção, percorrerá todo o
perímetro da edificação. Este anel de aterramento deverá ser interligado ao gradil
metálico através de cobre de cabo nu de 50 mm2. Onde não ficar recoberto pelo
calçamento, o mesmo deverá ficar recoberto com uma camada de pelo menos 5 cm de
concreto.
As fendas dos parafusos de fixação das barras chatas de alumínio deverão ser
preenchidas com massa de consistência final rígida, a fim de dificultar roubos.
As emendas e conexões entre cabos de cobre e entre estes e as hastes serão feitas
através de solda exotérmica, assim como com as estruturas metálicas. Postes metálicos,
alambrados, portões, antenas e outros dispositivos deverão ter suas bases metálicas
interligadas aos cabos do SPDA através de cabo de cobre de 50 mm2.
A resistência ôhmica em relação à terra, do anel de aterramento, em qualquer época
do ano, não deverá ser superior a 10 ohms, valor que deverá ser obtido antes da
interligação com o terra do padrão de entrada.
É conveniente salientar que um SPDA, mesmo que projetado e instalado conforme a
norma não assegura a proteção absoluta de uma estrutura, pessoas ou objetos, mas
reduzem de forma significativa os riscos devido à descarga atmosférica, encaminhando
estas descargas, por um caminho mais curto possível a terra.
Esse SPDA não contempla a proteção de equipamentos elétricos e eletrônicos contra
interferências eletromagnéticas causadas pelas descargas atmosféricas. Para esta
proteção poderão ser instalados protetores do tipo para raios de B.T. nas linhas elétricas
e telefônicas.

14
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

Uma inspeção visual do SPDA deve ser efetuada anualmente e inspeções completas
com medições da resistência ôhmica, devem ser efetuadas periodicamente a cada três
anos, conforme NBR 5419, além de inspeções durante modificações ou reformas no
SPDA e após a incidência de descargas atmosféricas no sistema.
Uma medição do valor da resistência de aterramento deverá ser feita ao término da
construção do SPDA e assinados pelo profissional devidamente habilitado responsável
pelo serviço e disponibilizadas para a Contratante.
Também deverá ser efetuada pela contratante a retirada do SPDA antigo existente.

07- MÉTODOS CONSTRUTIVOS

O método escolhido para construção do SPDA foi o método de Gaiola de Faraday


composto de um subsistema de malha metálica no teto da edificação, de um subsistema
de descidas (no caso não naturais), constituídas de barras chatas de alumínio de seção
70 mm2 interligadas ao anel de aterramento por meio de cabos de cobre nu 50 mm2 e
subsistema de aterramento, composto de anel de aterramento feito de cabo de cobre nu
de 50 mm2. Nos pontos onde as descidas se interligam ao anel de aterramento será
colocada uma haste de aterramento, conforme prevê a Norma ABNT 5419.
Os pontos de interligamento das barras chatas de alumínio, das descidas, com os
cabos de cobre serão feitos ou através de conectores bimetálicos ou terminais de latão,
para se evitar corrosão eletrolítica, através dos quais as descidas serão desconectadas
do anel de aterramento para possibilitar a medição da resistência de aterramento. Estas
conexões serão protegidas por um condulete de liga de alumínio.
Conforme a norma ABNT 5419, os cabos de alumínio das descidas deverão estar
protegidas mecanicamente até a uma altura de pelo menos 2,50 m por canaletas ou
eletrodutos de PVC.
As emendas dos cabos de cobre (entre si e com as hastes) serão feitas somente
através de solda exotérmica, assim como com as partes metálicas da edificação.
A recomposição dos pisos seja de concreto, ladrilhos, blocos, pintura do gradil afetada
por esse trabalho ou grama fazem parte desse trabalho.
As caixas de inspeção serão de alvenaria 25x25 com tampa de concreto.
A execução das instalações do SPDA deverá ser feita por profissionais devidamente
habilitados e exclusivamente com materiais de primeira qualidade, examinados e
aprovados pela FISCALIZAÇÃO, de modo que sejam garantidas as melhores condições
possíveis de utilização, eficiência e durabilidade.
Somente poderão ser utilizadas as instalações da Unidade Escolar para guarda de
materiais e ferramentas, bem como uso de sanitários, com aprovação da Diretoria da
Unidade Escolar. No entanto, a responsabilidade dos materiais e ferramentas ficará por
conta da CONTRATADA.
Caberá a instaladora total responsabilidade pela qualidade e desempenho das
instalações por ela executadas, direta ou indiretamente.

08 – ESPECIFICAÇÕES DOS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS PARA O “SISTEMA DE


PROTEÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS”

08.01- SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS EXTERNO

08.01.01- ELETRODUTOS DE PVC

Eletrodutos de PVC de 1” de 3 m de comprimento


Ref: Carbinox ou similar.

15
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

08.01.02- CONDUTORES

08.01.02.01- CONDUTORES PARA INTERLIGAÇÃO DAS DESCIDAS COM A MALHA


SUBTERRÂNEA E PARA A MALHA SUBTERRÂNEA

Os condutores para interligação das descidas com a malha subterrânea e para a


malha subterrânea do SPDA supra mencionado deverá ser de cobre nu, constituída de
material de primeira qualidade, isenta de outros materiais, devendo ser as mesmas
serem instaladas conforme o indicado no memorial, atendendo sempre as especificações
da NBR-5419, sendo de seção de 50 mm2 para esses fins.
Ref: SIL, REIPLÁS ou similar.

08.01.02.02 – CAPTORES PARA O SISTEMA DE CAPTAÇÃO AÉREO E


CONDUTORES DAS DESCIDAS

As barras chatas de alumínio, utilizadas como condutores da malha externa, captores


e para as descidas aéreas do SPDA supra mencionado deverão ser constituídas por
material de primeira qualidade, isenta de outros materiais, de seção 70 mm2 e devendo
ser instaladas conforme o indicado neste memorial e atendendo sempre as
especificações da NBR-5419.
Ref: Alcoa ou similar.

08.01.03 EMENDAS ENTRE CONDUTORES E CONEXÃO DOS CABOS COM AS


HASTES DE ATERRAMENTO.

Para a cablagem de cobre nu, apenas serão aceitas soldas exotérmicas para emendas
entre condutores e conexões com as hastes de aterramento e partes metálicas da
edificação.
Ref: UNISOLDA, EXOSOLDA ou similar.

08.01.04 – CONECTORES OU TERMINAL DE PRESSÃO

Para as conexões entre as barras de alumínio e os cabos de cobre deverão ser


utilizados conectores bimetálicos ou de latão.
Ref: IDEAL, PARATEC ou similar.

08.01.05 – HASTES DE ATERRAMENTO

Deverão ser de aço cobreado, medindo  5/8” x 2,40 m de comprimento de alta


camada, conforme NBR 13.571 (Hastes de Aterramento em Aço Cobreado e Acessórios /
Especificação), dispostas conforme o projeto apresentado.

09-CONSIDERAÇÕES FINAIS

A CONTRATADA será responsável pelo fechamento e sinalização da área de trabalho,


devendo ser utilizado para isso cercas plásticas ou tapumes, não se aceitando

16
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

fechamento por fitas, bem da proteção de equipamentos contra a queda de pó ou


materiais sobre os mesmos e responsabilizando-se por danos à instalação e a terceiros.
Os funcionários deverão trabalhar uniformizados e identificados, não se admitindo a
presença de pessoas, no trabalho, fora dessas condições.
Ao término da instalação do Sistema de Proteção de Descargas Atmosféricas deverá
ser feita a medição da resistência de aterramento que não poderá ser superior a 10
ohms, em qualquer ponto, devendo ser emitido laudo pelo responsável técnico dos
serviços e disponibilizado para a CONTRATANTE. Deverá ser recolhida a Anotação de
Responsabilidade Técnica pelo responsável técnico pelos serviços logo no início dos
trabalhos.

10. LIMPEZA GERAL

O local do serviço deverá ser entregue em perfeito estado de limpeza e conservação.


Todo entulho proveniente dos serviços efetuados, bem como sobras de materiais, e
também as instalações e equipamentos utilizados na execução dos trabalhos deverão ser
retirados do terreno pela CONTRATADA.

VALOR MÁXIMO GLOBAL: R$ 46.257,63 (quarenta e seis mil


duzentos e cinqüenta e sete reais e sessenta e três centavos).

Observação: Se houver menção de marcas de equipamentos e/ou materiais neste anexo,


as mesmas são para fins de exigências de similaridade.

17
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO III
À

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Ref.: CONVITE Nº ......./2012

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA INSTALAÇÃO DO


SISTEMA DE PROTEÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (SPDA) NA
IMI DIMÉIA MARIA FERREIRA DINIZ ENDO NO BAIRRO CAMPO DOS
ALEMÃES.

D E C LARAÇ Ã O

Em cumprimento as determinações da Lei Federal nº 8.666/93


e Lei Municipal nº 4.400/93, DECLARAMOS, para fins de participação no Convite acima,
que:

a). Nossa empresa não está impedida de contratar com a Administração Pública, direta e
indireta;

b). Não foi declarada inidônea pelo Poder Público, de nenhuma esfera;

c). Não existe fato impeditivo à nossa habilitação;

d). Não possuímos entre nossos proprietários, nenhum titular de mandato eletivo;

e). Não possuímos em nosso quadro de pessoal menor de 18 anos em trabalho noturno,
perigoso ou insalubre e menor de 16 anos em qualquer outro tipo de trabalho, salvo na
condição de aprendiz, a partir de 14 anos.

f) Encontra-se de acordo com todas as determinações trabalhistas e demais legislações


aplicáveis.

Por ser a expressão da verdade, eu


_________________________________ , representante legal desta empresa, firmo a
presente.

________________________________
DATA

________________________________
ASSINATURA E CARIMBO

19
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO IV
À

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Ref.: CONVITE Nº ......./2012

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA INSTALAÇÃO DO


SISTEMA DE PROTEÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (SPDA) NA
IMI DIMÉIA MARIA FERREIRA DINIZ ENDO NO BAIRRO CAMPO DOS
ALEMÃES.

D E C LARAÇ Ã O

Declaro, nos termos da recomendação contida no PPIC nº 59/07 da 7ª Promotoria de


Justiça da Comarca de São José dos Campos e nos termos da Resolução nº 07/05,
atualizada pelas Resoluções nº 09/05 e 21/06, todas do Conselho Nacional de Justiça
estar ciente de que esta empresa não poderá, na constância da relação contratual que
venha a firmar com a Prefeitura, vir a contratar empregado que seja cônjuge,
companheiro ou parente em linha reta ou colateral até o terceiro grau, de quaisquer
pessoas ocupantes dos cargos de Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários Municipais, Chefe
de Gabinete, Vereadores ou de cargos de direção, chefia ou de assessoramento.

Por ser verdade, eu ___________________________ , representante legal desta


empresa, firmo a presente, sob as penas da Lei.

________________________________
DATA

________________________________
ASSINATURA E CARIMBO

20
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO V- MINUTA DE CONTRATO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Estado de São Paulo


Secretaria de Assuntos Jurídicos

CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS


E ............................................................................................................................
PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS
(SPDA) NA IMI DIMÉIA MARIA FERREIRA DINIZ ENDO NO BAIRRO CAMPO DOS
ALEMÃES, nos termos do Anexo deste instrumento, doravante simplesmente SERVIÇOS.

Data:../../2012

Prazo: 30 (trinta) dias.

Valor: R$ .........

MODALIDADE: Convite nº ..... / 2012

Dotação Orçamentária: 4010.339039.12.365.0012.2029.01.

Processo Interno: 41.090 / 2012

DAS PARTES

O MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, com sede à Rua José de Alencar nº 123,
Vila Santa Luzia, inscrito no CNPJ sob o nº 46.643.466/0001-06, Inscrição Estadual nº
isento, representado Secretário de Educação, o Sr. Alberto Alves Marques Filho,
brasileiro, casado, portador do CPF nº 074.121.848-81 e do RG nº 14.684.893-7, adiante
designado simplesmente CONTRATANTE, e .............................................................., com
sede à ..........................................., na cidade de............., inscrita no CNPJ sob o
nº......................, Inscrição Municipal nº................., representada por ...........,
Sr..........................., ............................, portador do CPF nº............... e do RG. nº.........,
residente e domiciliado à .............................. ......... na cidade de ........., adiante
designada simplesmente CONTRATADA, ajustam o que se segue:

CLÁUSULA 1ª - DO OBJETO

1.1. A CONTRATADA se obriga a executar para a CONTRATANTE, serviços de


engenharia, bem como os correlatos, na conformidade do Anexo deste contrato.

1.2. O Memorial Descritivo e Projeto Básico, ANEXOS I e VIII do Edital do Convite, para
todos os efeitos, devem ser considerados como parte integrante deste contrato.

1.3. As obras e serviços serão executados sob o regime de empreitada por preço
unitário nas condições nesta avença estabelecidas, fornecendo a CONTRATADA a mão
de obra, maquinário, equipamentos, material, acessórios e tudo mais que for necessário

21
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ao pleno desenvolvimento dos trabalhos, em volumes e quantidades compatíveis para a


conclusão do objeto contratado, dentro do prazo neste instrumento fixado.

CLÁUSULA 2ª - DOS VALORES

2.1. O valor total do contrato é de R$ .................... (......................................), sendo que


os valores unitários são os descritos no ANEXO deste contrato.

CLAUSULA 3ª - DOS RECURSOS FINANCEIROS

3.1. As despesas decorrentes da execução deste contrato serão atendidas pela dotação
orçamentária nº 4010.339039.12.365.0012.2029.01 no exercício de 2012.

CLÁUSULA 4ª - DO SUPORTE LEGAL

4.1. O presente contrato é celebrado com base nos seguintes dispositivos legais:

a). Constituição da República Federativa do Brasil;

b). Lei Orgânica do Município de São José dos Campos;

c). Lei Federal nº 8.666/93 de 21/06/93 e alterações;

d). Lei Municipal nº 4.380 de 24/03/93;

e). Demais disposições legais aplicáveis, inclusive, subsidiariamente, os princípios gerais


de Direito.

CLÁUSULA 5ª - DA EXECUÇÃO

5.1. A CONTRATADA deverá executar os SERVIÇOS, objeto deste contrato, por sua
conta e risco, nas condições ofertadas, mediante Ordem de Serviço (OS), por escrito, da
CONTRATANTE.

CLÁUSULA 6ª - DOS REAJUSTES

6.1. Não haverá reajuste de qualquer natureza e os preços não serão objeto de
atualização financeira por via de aplicação de qualquer índice de correção em
cumprimento à legislação aplicável a matéria.

CLÁUSULA 7ª - DAS MEDIÇÕES E DOS PAGAMENTOS

7.1. A medição será feita na conclusão da obra e os pagamentos serão feitos em até 15
(quinze) dias corridos após o recebimento dos serviços e respectiva nota fiscal/fatura,
acompanhada de comprovação do recolhimento de encargos e tributos referentes aos
serviços prestados, INSS, FGTS, ISSQN e GFIP (se for o caso), devidamente assinada
pela Secretaria responsável.

7.1.1. A liberação do pagamento fica condicionada a apresentação pela


CONTRATADA da prova de inscrição da obra/serviço no posto do INSS e informações
sobre seu valor para obtenção da Certidão de Regularidade de Débitos (INSS).

22
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

7.1.2. Os pagamentos deverão ocorrer através de crédito em conta corrente,


devendo a Contratada indicar o banco para recebimento, preferencialmente um dos
seguintes bancos: Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

7.2. O pagamento fora do prazo estabelecido sujeitará o Município à multa de 1% (um por
cento) em favor da CONTRATADA, além de juros de mora de 0,5% (zero vírgula cinco por
cento) ao mês.

CLÁUSULA 8ª - DA RESCISÃO

8.1. Independentemente de interpelação judicial, o contrato será rescindido nas hipóteses


previstas pela Lei Federal nº 8.666/93.

CLÁUSULA 9ª - DO PRAZO

9.1. Este contrato será celebrado pelo prazo de 30 (trinta) dias, após o recebimento da
Ordem de Serviço.

9.1.1. A Ordem de Serviço será expedida pela Secretaria de Educação no prazo


máximo de 10 (dez) dias úteis, a contar da data do recebimento da respectiva
Autorização de Fornecimento.

9.1.2. A execução das obras e serviços deverá ser iniciada no primeiro dia útil
seguinte ao recebimento da Ordem de Serviço expedida pela CONTRATANTE.

9.1.3. Como condição para o recebimento da Ordem de Serviço, a Contratada


deverá apresentar ao Gestor de Contratos da Secretaria Responsável, a relação dos
funcionários com comprovação de vínculo profissional; marca dos produtos a serem
utilizados na obra e indicação do proposto da obra.

9.1.3.1. A comprovação de vínculo profissional poderá ser feita mediante


contrato social, registro em carteira profissional, ficha de empregado ou contrato de
trabalho, sendo possível a contratação de profissional autônomo que preencha os
requisitos e se responsabilize tecnicamente pela execução dos serviços.

CLÁUSULA 10ª - DO RECEBIMENTO

10.1. No recebimento e aceitação do objeto deste Contrato será observado, no que


couber, as disposições contidas nos artigos de 73 a 76 da Lei Federal nº 8.666/93 e suas
alterações.

10.1.1. O Termo de Recebimento Provisório será lavrado no prazo máximo de 15


(quinze) dias, contados da data da comunicação por escrito à CONTRATANTE, que por
meio de seu responsável pelo acompanhamento, realizará vistoria da obra juntamente
com a CONTRATADA.

10.2. Na hipótese da não aceitação dos serviços, a CONTRATANTE registrará o fato,


sem prejuízo da aplicação da penalidade cabível, indicando as razões da não aceitação.

10.3. Atendidas todas as exigências do item anterior, a CONTRATADA deverá solicitar


novamente o recebimento da obra, e, estando conforme, a Secretaria responsável emitirá
o Termo de Recebimento Provisório.

23
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

10.4. O Termo de Recebimento Definitivo será lavrado e assinado pela Secretaria


responsável no prazo máximo de 90 (noventa) dias corridos, contados da data de
emissão do Termo de Recebimento Provisório, desde que corrigidos eventuais defeitos
surgidos neste período.

10.4.1. Para a emissão do Termo de Recebimento Definitivo, a CONTRATADA


deverá solicitar através de processo interno a ser aberto junto à Divisão de Protocolo,
situada na rua José de Alencar nº 123 - andar térreo - Paço Municipal, no horário
compreendido entre 8h15 e 17h00.

CLÁUSULA 11ª - DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS

11.1. O atraso na execução do serviço contratado, segundo definido no presente contrato


e na Ordem de Serviço expedida pela Secretaria de Educação, poderá sujeitar a
CONTRATADA à multa de 0,5% (zero vírgula cinco por cento), do valor do contrato, por
dia de atraso;

11.2. Pela execução do serviço em desacordo com o especificado, a CONTRATADA será


notificada a apresentar defesa prévia para efeitos de aplicação da penalidade definida no
subitem abaixo, ou sanar as irregularidades no prazo de até 24 (vinte e quatro) horas
(este prazo poderá ser reduzido ou ampliado a critério do Município).

11.2.1. Decorrido o prazo da defesa prévia, o Município poderá aplicar multa diária
de 1 % (um por cento) do valor total do contrato, enquanto persistir a irregularidade, até o
prazo de 30 (trinta) dias.

11.3. As multas a que aludem os itens 11.1. e 11.2 e seus subitens não impedem que a
CONTRATANTE rescinda unilateralmente o contrato e aplique as outras sanções
previstas no Edital e na Lei.

11.4. Pela inexecução total ou parcial do contrato, o Município poderá, garantida a prévia
defesa e observado o disposto no item 11.6 deste instrumento, aplicar à CONTRATADA
as seguintes sanções:

11.4.1. Advertência;

11.4.2. Multa de 30% (trinta por cento) pela inexecução total, calculada sobre o
valor total do item contratado;

11.4.3. Multa de 10% (dez por cento) pela inexecução parcial, calculada sobre o
valor do total do item contratado;

11.4.4. Suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de


contratar com o Município, por prazo não superior a 02 (dois) anos; e

11.4.5. Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração


Pública, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja
promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, que será
concedida sempre que a CONTRATADA ressarcir o Município pelos prejuízos resultantes
e após decorrido o prazo da sanção com base no item anterior.

11.5. Os prazos para defesa prévia serão de 05 (cinco) dias úteis, na hipótese de
advertência, multa ou impedimento de contratar com o Município, e de 10 (dez) dias na

24
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

hipótese de declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração


Pública.

11.6. As penalidades aqui previstas são autônomas e suas aplicações, que poderão ser
cumulativas, serão regidas pelo artigo 87, conforme aplicável, da Lei Federal nº 8.666/93.

11.7. O valor das multas aplicadas será recolhido aos cofres do Município de São José
dos Campos, dentro de 03 (três) dias úteis da data de sua notificação, mediante guia de
recolhimento oficial.

CLÁUSULA 12ª - DAS CONDIÇÕES DE HABILITAÇÃO

12.1. É obrigação da CONTRATADA demonstrar à Secretaria da Fazenda da


CONTRATANTE, durante todos os meses de duração do contrato, que mantém condição
de regularidade relativa aos seus encargos previdenciários.

12.2. Caberá à CONTRATANTE, exigir a demonstração, mês a mês, da situação regular


junto ao INSS, com relação ao FGTS e Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas
(CNDT).

CLÁUSULA 13ª - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1. A CONTRATADA se obriga à execução integral dos serviços, objeto deste contrato,
pelo preço e nas condições oferecidas, não lhe cabendo o direito a qualquer
ressarcimento por despesas decorrentes de custos ou serviços não previstos em sua
proposta, seja por erro seja por omissão.

13.2. Não será permitida a execução dos serviços contratados sem que o órgão
competente do Município de São José dos Campos emita, previamente, a respectiva
Ordem de Serviço (OS).

13.3. Correrão por conta exclusiva da CONTRATADA quaisquer tributos, taxas ou preços
públicos porventura devidos, em decorrência deste contrato.

13.4. É vedada a subcontratação total do objeto deste contrato, sendo admitida, no


entanto, a subcontratação parcial desde que aprovada por escrito pelo Município.

13.5. Para os casos omissos, bem como as dúvidas surgidas na execução do presente
contrato, prevalecerão as condições e exigências do Edital que fica fazendo parte
integrante deste instrumento.

13.6. Será admitida a celebração de termo aditivo, entre as partes contratantes, sempre
que juridicamente exigido ou cabível, com o objetivo de se proceder as adequações que
se fizerem necessárias, em face de eventuais alterações na legislação federal que
regulamenta a matéria, especialmente no que se refere à questão de eventual reajuste.

13.7. A CONTRATADA é, exclusivamente, responsável pelos encargos trabalhistas,


previdenciários, fiscais e comerciais resultantes da execução deste contrato.

13.8. A CONTRATADA é, exclusivamente, responsável pelos danos causados diretamente


à CONTRATANTE e/ou a terceiros, decorrentes de sua culpa ou dolo na execução deste
contrato, seja por atos seus, de seus empregados ou prepostos, não excluindo ou

25
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

reduzindo essa responsabilidade a fiscalização ou o acompanhamento pela


CONTRATANTE.

13.9. Sem embargo do disposto no item 13.8. desta cláusula, deverá a CONTRATADA
adotar todas as medidas, precauções e cuidados visando evitar a ocorrência de danos
materiais e pessoais a seus funcionários e a terceiros, em especial a estrita observância
das normas de segurança do trabalho.

13.10. Para todas as questões suscitadas na execução deste contrato, não resolvidas
administrativamente, o foro será o da Comarca de São José dos Campos, com renúncia
de qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

Lido e achado conforme, assinam este instrumento, as partes e testemunhas.

São José dos Campos, ........................

CONTRATANTE
CONTRATADA
TESTEMUNHAS:

26
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO VI - TERMO DE CIÊNCIA E DE NOTIFICAÇÃO DO MUNICÍPIO DE


SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

CONTRATO Nº (de Origem)

OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE


PROTEÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (SPDA) NA IMI DIMÉIA MARIA
FERREIRA DINIZ ENDO NO BAIRRO CAMPO DOS ALEMÃES.

CONTRATADA:

CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Na qualidade de Contratante e Contratada, respectivamente, do Termo acima


identificado, e, cientes do seu encaminhamento ao TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO, para fins de instrução e julgamento, damo-nos por CIENTES e NOTIFICADOS
para acompanhar todos os atos da tramitação processual, até julgamento final e sua
publicação e, se for o caso e de nosso interesse, para, nos prazos e nas formas legais e
regimentais, exercer o direito da defesa, interpor recursos e o mais que couber.

Outrossim, declaramos estar cientes, doravante, de que todos os despachos e decisões


que vierem a ser tomados, relativamente ao aludido processo, serão publicados no Diário
Oficial do Estado, Caderno do Poder legislativo, parte do Tribunal de Contas do Estado
de São Paulo, de conformidade com o artigo 90 da Lei Complementar nº 709, de 14 de
janeiro de 1993, iniciando-se, a partir de então, a contagem dos prazos processuais.

São José dos Campos,__________________________

Contratada:

Contratante: Prefeitura Municipal de São José dos Campos

* O presente termo foi elaborado em cumprimento à Instrução nº 02/04 do Tribunal


de Contas do Estado de São Paulo, publicada no Diário Oficial do dia 22.10.04.

27
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO VII – DADOS PARA ASSINATURA DO CONTRATO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS


SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO
DEPARTAMENTO DE RECURSOS MATERIAIS

CONVITE Nº .../2012

As informações constantes abaixo deverão ser atualizadas, pois serão consideradas para a
elaboração do Contrato e Ordem de Serviço (OS). Tais dados deverão estar de acordo com
os que integrarão à respectiva Nota Fiscal, para fins de faturamento.
Seu teor é de exclusiva responsabilidade da empresa licitante.

RAZÃO SOCIAL DA LICITANTE:.......................................................................................................

CNPJ: ................................INSC. ESTADUAL:.............................. INSC. MUNICIPAL:.....................

TELEFONE: (....) ............................................ FAX: (....) ..................................................................

ENDEREÇO COMPLETO (logradouro, nº, bairro, cidade, estado):...................................................


..............................................................................................................................................................

SÓCIO(S) REPRESENTANTE(S) DA EMPRESA – ADMINISTRAÇÃO:

1 - NOME COMPLETO: .......................................................................................................................


RG (com órgão e estado emissor): ................................. .............
CPF:...........................................................

2 - NOME COMPLETO: ......................................................................................................................


RG (com órgão e estado emissor) :................................ .............
CPF: ...........................................................

QUEM ASSINARÁ O CONTRATO:


(Caso não tenha sido comprovado no processo licitatório poderes para assinatura do respectivo contrato,
será necessário a apresentação de procuração com poderes específicos para assinar contratos).

NOME COMPLETO: .............................................................................................................................

ESTADO CIVIL: .................................... NACIONALIDADE: .............................................................

CARGO QUE OCUPA NA EMPRESA: ..................................................................................................

RG (com órgão e estado emissor): .........................................................


CPF: ...............................................

ENDEREÇO / DOMICÍLIO COMPLETO (logradouro, nº, bairro, cidade, estado): .............................


...............................................................................................................................................................
...............................................................................................................................................................

28
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO VIII

MODELO DE ATESTADO DE VISITA

MODELO DE DECLARAÇÃO DE VISTORIA (DUAS VIAS) – TRAZER PREENCHIDO NO


DIA DA VISITA

Ref.: Convite nº /2012.

Declaramos que o(a)


Sr(ª). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
. . . . , ( ) engenheiro eletricista ou ( ) ou outra habilitação - especificar, abaixo
assinado,registrado no CREA sob N.º . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . , na
qualidade de profissional indicado pela
empresa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
.END..................... , CNPJ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ., telefone
(. . . . .) . . . . . . . . . . . . . . , compareceu ao imóvel, no dia.../.../2012, sito à Rua
Nelson José de Carvalho Ferreira, 91, Campo dos Alemães, S. José dos Campos, CEP
12239-170 e acompanhado do representante da Coordenadoria de Planejamento e
Obras do Departamento Administrativo Financeiro da Secretaria Municipal de
Educação, vistoriou o local, em cumprimento ao disposto no Edital.

.......................................

Assinatura do responsável pela empresa

.......................................

Assinatura do profissional indicado pela empresa

.......................................................

Carimbo e assinatura do representante da CPO/DAF/SME

OBS.: O original deste documento deverá ser inserido no ENVELOPE - PROPOSTA E


DOCUMENTAÇÃO.

Cópia deste documento deverá permanecer em poder da Secretaria Municipal de


Educação.

29
Folha nº ..................... Data 09/05/12
Proc. nº 41.090 / 12 ...........................
Ass.: ...............................................

ANEXO IX

PROJETO BÁSICO

30