Você está na página 1de 4

DISCURSO DIRETO E INDIRETO

1-
Ela disse “olá” à Francisca. Ela afirmou que não
a tinha visto naquele dia na escola e
perguntou se ela estava doente.
Eles exclamaram que ali, naquela escola, têm
feito uma Semana Aberta.
2-
- No espectáculo, eu irei tirar um coelho
branco da cartola – disse o Mágico.
- Eu li num cartaz que devemos levar
regularmente os animais ao veterinário – disse
a minha amiga.
1-
a) Ele declarou que (ele) ia confiar sempre em
mim.
b) Ele pediu que fôssemos depressa para
casa. / Ele pediu para irmos depressa para
casa.
c) O Pedro exclamou que vinha muito
cansado.
d) O pai dele perguntou se alguém tinha
visto o seu cachimbo.
e)A Cristina ordenou que não brigassem. / A
Cristina pediu para não brigarem.
f) O Luís sugeriu que faríamos um jornal.
g) A Joana lamentou que a sua mãe não a
deixava ir ao cinema no dia seguinte.
2-
a)
- Ó mana, não digas ao pai que eu chumbei no
exame – pediu Constantino.
b)
- Então já tens resposta para as três perguntas?
perguntou o rei.
- Sim, meu Rei. – respondeu Frei João-Sem-
Cuidados.
c)
- Maria, não limpes a louça com o lenço do
bolso.
- Não faz mal, patroa, porque o lenço já está
sujo.
d)
- Onde viste o cavalo azul? - perguntou a
senhora Marta ao menino.
e)
- É aqui nesta praia. - apontou o menino para o
mar.
f)
- Não pode ser porque no mar não há cavalos e
muito menos azuis. – explicou a senhora.
g)
- Desculpa, Francisco, hoje, não podes brincar
com os teus amigos porque, amanhã, tens
teste de Matemática.
h)
- Eu estou bem, vou estudar para o meu
quarto. – disse o Francisco.
i)
A Bela Moura disse-lhe para ele ir à cavalariça
do pai dela, lá encontraria um cavalo das sete
cores.
j)
- Ninguém te reconhecerá e por isso ninguém
te abraçará. – garantiu o conde Florival à Bela
Moura, afastando-se.