Você está na página 1de 109

Estruturas para Redes Aéreas

Isoladas de Distribuição de Energia


Elétrica

Revisão 04 – 06/2018

NORMA ND.07
ELEKTRO Redes S.A.
Diretoria de Processos e Tecnologia
Superintendência de Redes
Gerência de Normalização de Redes

Empresa do Grupo Neoenergia

Rua Ary Antenor de Souza, 321 – Jd. Nova América


Campinas – SP
Tel.: (19) 2122 - 1000
Site: www.elektro.com.br

ND.07

Estruturas para Redes Aéreas


Isoladas de Distribuição de
Energia Elétrica

Campinas – SP, 2018

109 páginas
Aprovação

Frederico Jacob Candian


Superintendente de Redes
Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Página 4 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Elaboração

Clarice Itokazu Oshiro


Edmilson Landenberger Menegatti
José Carlos Paccos Caram Junior
Roberto Baptista Ribeiro

ND.07

Página 5 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

À ELEKTRO é reservado o direito de modificar total ou parcialmente o conteúdo desta norma, a qualquer
tempo e sem prévio aviso considerando a constante evolução da técnica, dos materiais e equipamentos
bem como das legislações vigentes.

Página 6 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

INDICE
CONTROLE DE REVISÕES ............................................................................................................... 11
1 OBJETIVO ..................................................................................................................................... 13
2 CAMPO DE APLICAÇÃO .............................................................................................................. 13
3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS ..................................................................................................... 13
4 CONDIÇÕES GERAIS ................................................................................................................... 13
5 CONDIÇÕES E ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS ........................................................................... 13
ANEXO................................................................................................................................................ 15
DESENHOS ........................................................................................................................................ 21

Página 7 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

ÍNDICE DE DESENHOS

Engastamento de poste................................................................................................ ND.07.01.01/1

Afastamentos mínimos – na estrutura – secundária com neutro isolado...................... ND.07.02.01/1

Afastamentos mínimos – entre condutores de circuitos diferentes............................... ND.07.02.02/1

Afastamentos mínimos – entre condutores e o solo..................................................... ND.07.02.03/1

Afastamentos mínimos – entre condutores e edificações............................................. ND.07.02.04/1

Secundária - estrutura STBI.......................................................................................... ND.07.03.01/1

Secundária - estrutura FLABI........................................................................................ ND.07.03.02/1

Secundária - estrutura FLABDI..................................................................................... ND.07.03.03/1

Secundária - estrutura FLBI.......................................................................................... ND.07.03.04/1

Secundária - estrutura FLBI NI com neutro interligado................................................. ND.07.03.05/1

Secundária - estrutura SDBI......................................................................................... ND.07.04.02/1

Secundária - estrutura SPBI.......................................................................................... ND.07.05.01/1

Secundária - estrutura de ancoragem dupla – neutro isolado 50 a 70 mm2


ND.07.05.02/1
(interligados)..................................................................................................................

Secundária - estrutura SAB........................................................................................... ND.07.05.03/1

Secundária - estrutura CAB.......................................................................................... ND.07.06.01/1

Secundária - estrutura CNB.......................................................................................... ND.07.06.02/1

Secundária - estrutura IBI............................................................................................. ND.07.07.01/1

Primária – estrutura STA70............................................................................................ ND.07.08.01/1

Primária – estrutura STA95........................................................................................... ND.07.08.02/1

Primária – estrutura FLAA............................................................................................. ND.07.08.03/1

Página 8 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Primária – estrutura FLAD............................................................................................. ND.07.08.04/1

Primária – estrutura STAA............................................................................................ ND.07.08.05/1

Primária – estrutura FLAAD.......................................................................................... ND.07.08.06/1

Primária – estrutura INPA70......................................................................................... ND.07.09.01/1

Primária – estrutura INPA95......................................................................................... ND.07.09.02/1

Primária – estrutura IPNA70......................................................................................... ND.07.09.03/1

Primária – estrutura IPNA95......................................................................................... ND.07.09.04/1

Primária – estrutura DPNA70........................................................................................ ND.07.10.01/1

Primária – estrutura DPNA95........................................................................................ ND.07.10.02/1

Primária – estrutura DPPA70........................................................................................ ND.07.10.03/1

Primária – estrutura DPPA95........................................................................................ ND.07.10.04/1

Primária – estrutura DNPA70........................................................................................ ND.07.10.05/1

Primária – estrutura DNPA95........................................................................................ ND.07.10.06/1

Primária – estrutura ITA-FLB.......................................................................................... ND.07.11.01/1

Primária – estrutura ITA-STB........................................................................................ ND.07.11.02/1

Iluminação pública – Luminária integrada (conectores de 4 ou 8 derivações -


ND.07.12.01/1
perfurante) .....................................................................................................................

Ligação de consumidores com conectores perfurantes de 4 ou 8 derivações ........... ND.07.12.02/1

Aterramento - Condutor de aterramento externo.......................................................... ND.07.13.01/1

Aterramento - Condutor de aterramento interno........................................................... ND.07.13.02/1

Detalhamentos - Ligações dos terminais...................................................................... ND.07.14.01/1

Detalhamentos - Aterramento da blindagem metálica da emenda – AT....................... ND.07.14.02/1

Detalhamentos - Ligação terminal para cabo isolado – seccionador unipolar.............. ND.07.14.03/1

Página 9 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Detalhamentos - Posição dos conectores de derivação em estrutura tangente (BT)... ND.07.14.04/1

Detalhamentos - Posição dos conectores de derivação em estrutura fim de rede


(BT)................................................................................................................................ ND.07.14.05/1
Detalhamentos - Posição dos conectores de derivação em estrutura de interligação
(BT)................................................................................................................................ ND.07.14.06/1
Detalhamentos - Posição dos conectores de derivação em estrutura de
seccionamento (BT)...................................................................................................... ND.07.14.07/1
Detalhamentos – Ligação de consumidores em posto de
ND.07.14.08/1
transformação.................................................................................................................

Página 10 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

CONTROLE DE REVISÕES

Revisão Data Descrição


Digitalização e revisão técnica, destacando-se os seguintes itens:
01 21.07.2008 padronização de montagem para luminária integrada e
detalhamentos das conexões em estruturas de rede secundária.
Revisão de forma e inclusão do desenho ND.07.14.08/1 sobre
02 01.09.2013
ligação de consumidores em postos de transformação.
Alteração dos desenhos ND.07.11.01/1, ND.07.11.02/1 e
03 28.10.2016
ND.07.14.08/1.
Adequação das bitolas dos condutores multiplexados de baixa
tensão e estruturas devido a convergencia com as normas da
Neoenergia Nordeste.
Exclusão dos condutores multiplexados de baixa tensão com
neutro nu.
04 15.06.2018 Substituição de isoladores de disco de porcelana/vidro por isolador
de suspensão polimérico.
Substituição dos isoladores de pino porcelana por isolador de pilar
de porcelana.
Utilização de conectores perfurante para a rede multiplexada de
baixa tensão.

Página 11 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Página 12 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

1 OBJETIVO

Esta Norma padroniza as estruturas para redes de distribuição aérea de energia elétrica
com cabos de potência multiplexados autossustentados com isolação extrudada de XLPE
para tensões até 15 kV.

2 CAMPO DE APLICAÇÃO

Aplica-se os condutores multiplixados autosustentatos de baixa tensão às construções de


redes novas, melhorias e extensões de redes aéreas isoladas, às reformas de redes
secundárias existente com condutores nus, complementação de fases na rede secundária
nua, bem como a construções de redes particulares (loteamentos e ramais rurais) na área
de concessão da Elektro Redes S.A.
As redes primarias na tensão 15kV preferencialmente deverão ser executadas com cabo
protegido na configuração compacta, conforme norma ND.12. Os cabos multiplexados
autossustentados de 15kV deverão ser aplicados em situações específicas mediante
autorização da Elektro.

3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS

3.1 Normas Técnicas Brasileiras


ABNT NBR 15688, Redes de distribuição aérea de energia elétrica com condutores nus
ABNT NBR 14165, Via férrea - Travessia elétrica - Requisitos
3.2 Normas Técnicas Elektro
ND.01, Materiais e equipamentos para redes aéreas de distribuição de energia elétrica –
Padronização.
ND.02, Estruturas para redes aéreas urbanas de distribuição de energia elétrica –
Padronização.
ND.05, Conexões elétricas para redes aéreas de distribuição de energia elétrica –
Padronização.
ND.06, Materiais para redes aéreas isoladas de distribuição de energia elétrica –
Padronização.
ND.12, Redes Protegidas Compactas - Critérios para Projetos e Padronização de
Estruturas.
ND.25, Projetos de redes aéreas isoladas e protegidas de distribuição de energia elétrica
– Norma.

4 CONDIÇÕES GERAIS

Todos os materiais e equipamentos devem estar em conformidade com as normas ND.01,


ND.06 e ABNT.

5 CONDIÇÕES E ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS

5.1 A identificação por cores nos cabos multiplexados (BT) obedece à seguinte convenção:
• fase A: cor preta;
• fase B: cor cinza;
• fase C: cor vermelha;
• neutro: azul claro para cabos com neutro isolado.

Página 13 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

5.2 Devem ser previstos pontos para aterramento temporário nas estruturas fim de rede e
postos de transformação.
5.3 Os afastamentos mínimos não previstos nesta Norma devem obedecer ao disposto na
ABNT NBR 15688.
5.4 Podem ser utilizadas fitas autofusão e isolante em substituição à manta termocontrátil e
ao capuz termocontrátil.

Página 14 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

ANEXO

Página 15 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Página 16 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Anexo 1

Codificação de materiais

Item Descrição

Conector terminal, bimetálico, a compressão, para cabo de alumínio multiplexado (pré-


aa
reunido), de seção adequada
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para conexão
ab1
bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para condutores de
ab2
cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de alumínio
ac
multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
ad Conector de alumínio bimetálico com 2 ou 4 derivações
Grampo de linha viva, para condutores de cobre, seções TR 25 a 120 mm2 e DR 16 mm2
ae
a 70 mm2
Conector derivação tipo estribo, a compressão, de alumínio, para cabos CA-CAA bitola
af
adequada
ai Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção adequada

ai Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção adequada

ak Alça pré-formada de distribuição para cabos multiplexados com neutro nu ou isolado


Balancim de ferro nodular, para sustentação de cabo de alumínio multiplexado (pré-
am
reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
Garfo-olhal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabos cabo de alumínio
ao
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
Grampo de liga de alumínio, para sustentação de cabo de alumínio multiplexado (pré-
ap
reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Gancho de liga de alumínio, para sustentação de cabo de alumínio multiplexado (pré-
aq
reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio multiplexado (pré-
ar
reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Conector de terra, aperto por parafuso, paralelo, para haste de aterramento cobreado de
as
diâmetro 13 mm
Garfo duplo de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio multiplexado
au
(pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre, para Seccionador tipo
aw
faca
Conector derivação, compressão, paralelo, formato "H", de alumínio, Ø condutores TR e
ax
DR adequados
ay Conector terminal, a compressão, para cabos de alumínio CA/CAA bitola adequada

bd31 Cabo de cobre coberto em XLPE, seção 16 mm2, 15 kV, anti-tracking

bk1 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV


Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa, 12 kV, 10 kA
br1
(polimérico)
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
bz
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
cd Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV

Página 17 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Codificação de materiais

Item Descrição

cd Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV

cd Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV


Grampo de ferro fundido nodular, para suspensão de cabo de alumínio multiplexado (pré-
ck
reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
Laço pré-formado de roldana, para cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com
cla
neutro de LAL isolado, seção adequada
Prolongador olhal-olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de alumínio
cs
multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 e 120 mm2
da Braço adequado para iluminação pública

dc Luminária adequada para iluminação pública

dgs Lâmpada à vapor de sódio, potência adequada - 220 V


Cabo de cobre, têmpera mole, seção adequada, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90oC, sem
dh
cobertura, unipolar
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90oC, sem
dh7
cobertura, unipolar
Cabo de cobre, têmpera mole, isolado XLPE 0,6/1 kV, 90oC, cobertura PVC/ST2, seção e
dhp
cor adequadas, unipolar
di Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada

di2 Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2

dk4 Cabo nu de alumínio, CA 336,4 MCM

dm Fio nu de alumínio, CA 4 AWG, para amarração


Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de alumínio
dp
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
dr2 Massa calafetadora

dx3 Arame de aço zincado, diâmetro 2,1 mm (14 BWG) - para amarração

dz Fixador do condutor de aterramento em cruzeta

ec1 Seccionador unipolar tipo faca, 15 kV - 630 A, NBI 95 kV - 63 000 A


Relé foteletrônico para iluminação pública, 220 V, contato e comando adequados, para
eg
uso externo
emc Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível de base tipo “C”

fb Armação secundária de 1 estribo

fc Armação secundária de 2 estribos

fd Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm

fe Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm

Página 18 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Codificação de materiais

Item Descrição

ff Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular

fg Gancho-olhal

fl2 Haste de aterramento de aço galvanizado, cantoneira, de comprimento 2 400 mm

fl3 Haste de aterramento de aço cobreado, seção circular, de comprimento 2 400 mm

fm1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm


Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro, comprimento de
fm4
1 049 mm
fn2 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 726 mm

fn3 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 1 053 mm

fq Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm

fq Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm

fr1 Arruela de pressão latão para parafuso M12

fs Cinta de dimensões adequadas, para poste de seção “duplo T”

ft Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado

ft1 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 50 mm

ft2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm

fu1 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm

fu3 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm

fub Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca

fuc Parafuso de fenda de comprimento adequado


Suporte de dimensões adequadas, para instalação de equipamento em poste de concreto
fx
seção “duplo T”
fy Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x comprimento
gc
adequado
Suporte de diâmetro adequado, para instalação de equipamentos em poste de concreto
ge
circular
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio multiplexado (pré-
ggf
reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
gg Manilha-sapatilha

gi Suporte de para-raios e chaves fusíveis

Página 19 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Codificação de materiais

Item Descrição

gj1 Suporte inclinado para seccionador unipolar de 15 kV


Laço pré-formado de topo, duplo, para cabo de alumínio CA/CAA, bitola adequada
gma
(pescoço do isolador = 60 mm)
gn Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola adequada
Alça pré-formada para ramal de ligação com condutores multiplexados CA, seção
gp
adequada (pescoço do isolador = 45 mm)
ib6 Isolador rígido tipo pilar, de porcelana, classe 15 kV, NBI 125kV

id Isolador roldana de porcelana


Pino de aço-carbono, comprimento de 168 mm, para isolador pilar de 24,2/36,2 kV, para
ie7
cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 mm
ja Fio de aço cobreado para aterramento, de diâmetro nominal 5,2 mm

jb Fio de aço galvanizado para aterramento 4 BWG

pa Poste de concreto circular de comprimento e carga nominal adequado

pb1 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm

pb2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 400 mm

pf Moldura de proteção para fio de aterramento

ph Poste de concreto armado, seção "duplo T" de comprimento e carga nominal adequado

ti Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo


Transformador de distribuição monofásico (F/N), potência adequada, 7,97/ kV/230-115V,
z1m
NBI 110 kV, para instalação em poste

Página 20 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

DESENHOS

Página 21 Revisão 04 – 06/2018


Estruturas para Redes Aéreas Isoladas
ND.07 de Distribuição de Energia Elétrica

Página 22 Revisão 04 – 06/2018


Dimensões em milímetros

Traço demarcatório
para verificação do
engastamento do
poste de concreto
2 500

NOTA A profundidade de engastamento “e”, para qualquer tipo de poste, é geralmente calculada pela
equação:
L
e= + 0,60 m
10
sendo:
e o engastamento, com valor mínimo de 1,50 m, expresso em metros;
L o comprimento do poste, expresso em metros.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.01.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Engastamento de poste ND.07.01.01/1
Folha 1/1
Dimensões em milímetros

Ramal de Ramal de
ligação ligação
300 mín. 200

200
300 mín.
Ramal de Ramal de
ligação ligação

100 mín.

100 mín.
Faixa de
500

500
ocupação Faixa de
ocupação
flecha

flecha
6 500 mín.

6 500 mín.
5 900 mín.
5 900 mín.
5 700 mín.

5 700 mín.
h

h
e
e

NOTA 1 A distância h entre condutores das redes de telecomunicação e o solo deve ser conforme
ND.07.02.04/1.
NOTA 2 Para a profundidade de engastamento “e”, ver ND.07.01.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.02.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos na estrutura
ND.07.02.01/1
(secundária com neutro isolado) Folha 1/4
Dimensões em milímetros

200

200
Primário
Primário

1 300 mín.

1 300 mín.
Ramal de Ramal de
ligação ligação
200

200
300 mín.

300 mín.
Ramal de Ramal de
ligação ligação
100 mín.

100 mín.
Faixa de
500

500
ocupação Faixa de
ocupação

flecha
flecha

6 500 mín.

6 500 mín.
5 900 mín.
5 900 mín.
5 700 mín.

5 700 mín.
h
h

e
e

NOTA 1 A distância h entre condutores das redes de telecomunicação e o solo deve ser conforme
ND.07.02.04/1.
NOTA 2 Para a profundidade de engastamento “e”, ver ND.07.01.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.02.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos na estrutura
ND.07.02.01/1
(secundária com neutro isolado)
Folha 2/4
Dimensões em milímetros

200
1 000 mín. Ramal de
ligação
300 mín. 200

Ramal de
ligação

100 mín.
500

Faixa de
ocupação

6 500 mín.
flecha

5 900 mín.
5 700 mín.
h
e

NOTA 1 A distância “h” entre condutores das redes de telecomunicação e o solo deve ser conforme
ND.07.02.02/1.
NOTA 2 Para a profundidade de engastamento e, ver ND.07.01.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.02.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos na estrutura
ND.07.02.01/1
(secundária com neutro isolado)
Folha 3/4
Dimensões em milímetros

200
1 000 mín.
Ramal de
ligação
200
300 mín.

Ramal de
ligação

100 mín.
500

Faixa de
ocupação

6 500 mín.
flecha

5 900 mín.
5 700 mín.
h
e

NOTA 1 A distância “h” entre condutores das redes de telecomunicação e o solo deve ser conforme
ND.07.02.02/1.
NOTA 2 Para a profundidade de engastamento “e”, ver ND.07.01.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.02.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos na estrutura
ND.07.02.01/1
(secundária com neutro isolado) Folha 4/4
Dimensões em milímetros
36,2 kV

Rede não isolada


15 kV

1 kV

900
800

1 000
800
600
Rede isolada (AT)

15 kV

1 500

1 800
600
Rede isolada (BT)
1 kV

Comunicação

Referência: ABNT NBR 15688:2013, figura 11.

Rede isolada
Circ. inferior Circ. superior
Tensão U
U≤1 1 < U ≤ 15
kV
U≤1 400 400
1 < U≤ 15 - 400
NOTA Os valores indicados são para as situações mais desfavoráveis de
flecha.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.02.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos
ND.07.02.02/1
(entre condutores de circuitos diferentes)
Folha 1/1
Dimensões em milímetros
15 kV

6 000

6 000
9 000

7 000

5 500
1 kV

6 000

4 500
7 000

5 500

3 500
Comunicação e
cabos aterrados
6 000

7 000

5 000

4 500

3 000
Ferrovias não Rodovias federais Ruas e Entrada de prédios e Vias exclusivas
eletrificadas ou Ver Nota 3 avenidas demais locais de uso de pedestre em
não eletrificáveis restrito a veículos áreas urbanas

Referência: ABNT NBR 15688:2013, figura 12.

NOTA 1 Os valores indicados são para o circuito mais próximo do solo na condição de flecha máxima.
NOTA 2 Em ferrovias eletrificadas ou eletrificáveis a distância mínima do condutor ao boleto dos trilhos é
de 12 m para tensões até 36,2 kV, conforme ABNT NBR 14165.
NOTA 3 Em rodovias estaduais, recomenda-se que a distância mínima do condutor ao solo atenda à
legislação específica do órgão estadual. Na falta de regulamentação estadual, obedecer aos valores
especificados para rodovias federais.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.02.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos
ND.07.02.03/1
(entre condutores e o solo)
Folha 1/1
Dimensões em milímetros

C
B

D
a b c
Afastamento horizontal entre os
Afastamento vertical entre os condutores e o piso da sacada, terraço ou
condutores e o piso da sacada,
janela de edificações
terraço e janela de edificações

A
A

Placa
ou
anúncio
B
B
A

f
d e
Afastamento horizontal entre os condutores Afastamento horizontal entre os Afastamento horizontal entre os
e a cimalha e o telhado de edificações condutores e a parede de edificações condutores e as placas de publicidade

B
C
D

g
Afastamentos horizontal e vertical entre os
condutores e o muro
Referência: ABNT NBR 15688, figura 10.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.02.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos
ND.07.02.04/1
(entre condutores e edificações)
Folha 1/2
Afastamentos mínimos
mm
Primário Secundário
Fig.
A C B D
a - 1 000 - 500
b - 3 000 - 2 500
c 1 500 - 1 200 -
d 1 000 - 1 000 -
e 1 000 - 1 000 -
f 1 500 - 1 200 -
g 1 000 3 000 500 2 500
NOTA 1 Se os afastamentos verticais das figuras a e b não puderem ser mantidos, exigem-se os
afastamentos horizontais da figura c.
NOTA 2 Se o afastamento vertical entre os condutores e as sacadas, terraços ou janelas for igual ou
maior do que as dimensões das figuras a e b, não se exige o afastamento horizontal da borda da sacada,
terraço ou janela da figura c, porém o afastamento da figura e deve ser mantido.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.02.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Afastamentos mínimos
ND.07.02.04/1
(entre condutores e edificações)
Folha 2/2
Dimensões em milímetros

Ramal de Ramal de
ligação ligação
Ramal de Ramal de
ligação ligação
fb-id

300 mín.

300 mín.
ff
ft-fe
fb-id

pa ph

Ver Nota 2 Ver Nota 2


100

100
cla
cla
100

100
NOTA 1 Esta estrutura é aplicável em tangentes e ângulos α ≤ 30o.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 As armações secundárias para os ramais de ligação deverão ser instaladas em todos os postes
com previsão de ligação de clientes.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Laço pré-formado de roldana, para cabo de alumínio multiplexado (pré-
cla 1 1
reunido) com neutro de LAL isolado, seção adequada
fb 1 1 Armação secundária de 1 estribo
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
id 1 1 Isolador roldana de porcelana
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
NOTA Na tabela constam somente os materiais necessários à montagem da estrutura STBI.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.03.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STBI DESENHO Nº


Tangente – BT ND.07.03.01/1
Neutro 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 1/1
Dimensões em milímetros

ff
ft fb-id
fb-id
ak ak
Ver Nota 2 Ver Nota 2

300 mín.
300 mín.

pa
ph

100 100 100 100


α/ 2

α/ 2
ak ak

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável para 30º < α ≤ 60º, mudança de seção e alívio de tensão mecânica da
rede.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Pode ser usada também para emendas dos cabos, que devem ficar entre as alças pré-formadas
para que não tenham esforço mecânico.
NOTA 4 As armações secundárias para os ramais de ligação deverão ser instaladas em todos os postes
com previsão de ligação de clientes.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio multiplexado
ak 2 2
(pré-reunido) com neutro de LAL isolado
fb 2 2 Armação secundária de 1 estribo
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
id 2 2 Isolador roldana de porcelana
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
NOTA Na tabela constam somente os materiais necessários à montagem da estrutura FLABI.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.03.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLABI DESENHO Nº


Ângulo (30o < α ≤ 60o) – BT ND.07.03.02/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 1/1
Dimensões em milímetros

fb-id
ff ak

150
300 mín.
100 Ver Nota 2

pa

α
10
0 0
10

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável para α > 60o.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Pode ser usada também para emendas dos cabos, que devem ficar entre as alças pré-formadas,
para que não tenham esforço mecânico.
NOTA 4 As armações secundárias para os ramais de ligação deverão ser instaladas em todos os postes
com previsão de ligação de clientes.
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio multiplexado
ak 2
(pré-reunido) com neutro de LAL isolado
fb 2 Armação secundária de 1 estribo
ff 2 Cinta Ø adequado, para poste de concreto de seção circular
id 2 Isolador roldana de porcelana
Poste de concreto de seção circular de comprimento e resistência
pa 1
nominal adequados
NOTA Na tabela constam somente os materiais necessários à montagem da estrutura FLABDI.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.03.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLABDI DESENHO Nº


α > 60o) – BT
Ângulo (α ND.07.03.03/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 1/1
Dimensões em milímetros

50 mín.
50 mín.
Ver Nota 1 Ver Nota 1
Ver Nota 4 Ver Nota 4

id-fb id-fb

400 mín.
400 mín.

ak Ver Nota 2 ak Ver Nota 2


100 100

ft-fe

100 máx.
ff

100 máx.
pa ph

100 100 Ver Nota 2


Ver Nota 2
100 máx.

NOTA 1 As extremidades dos cabos fase devem ser vedadas com capuz termocontrátil ou fita autofusão e 100 máx.
isolante e deixar 400 mm (mínimo) de cabo isolado para futura interligação.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Aterramento consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 4 As sobras dos cabos fases devem ser devidamente fixadas ao poste, no sentido longitudinal, com
as extremidades para cima, amarrando-as com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2.
NOTA 5 Se houver a necessidade da instalação do braço de iluminação pública, o poste deverá ser de
seção circular. Na montagem da estrutura, observar o afastamento mínimo de 130 mm entre o braço de
iluminação pública e a rede secundária.
NOTA 6 As armações secundárias para os ramais de ligação deverão ser instaladas em todos os postes
com previsão de ligação de clientes.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.03.07/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLBI DESENHO Nº


Fim de linha – BT ND.07.03.04/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio multiplexado
ak 1 1
(pré-reunido) com neutro de LAL isolado
fb 1 1 Armação secundária de 1 estribo
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
id 1 1 Isolador roldana de porcelana
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
NOTA Na tabela constam somente os materiais necessários à montagem da estrutura FLB.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.03.07/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLBI DESENHO Nº


Fim de linha – BT ND.07.03.04/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 2/2
Dimensões em milímetros

100 mín.
100 mín. Ver Nota 1
Ver Nota 1

NEUTRO NEUTRO

50 mín.

50 mín.
200

200
FASE A
ax FASE A
ax
200

200
Ver Nota 3
FASE B FASE B
ft-fe
Ver Nota 3
200

200
FASE C ak FASE C ak

300

300
100
200

200
CONTROLE CONTROLE
300 mín.

300 mín.
ff
Ver Nota 2
Ver Nota 2

100 mín.

100 mín.
fb-id fb-id

NOTA 1 As extremidades dos cabos fase devem ser vedadas com capuz termocontrátil e deixar 400 mm
(mínimo) de cabo isolado para futura interligação.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 As sobras dos cabos fases devem ser devidamente fixadas ao poste, no sentido longitudinal, com
as extremidades para cima, mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por meio de
presilhas plásticas.
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio multiplexado
ak 1 1
(pré-reunido) com neutro de LAL isolado
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 1 1
Ø condutores TR e DR adequados
fb 1 1 Armação secundária de 1 estribo
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
id 1 1 Isolador roldana de porcelana
NOTA Na tabela constam somente os materiais necessários à montagem da estrutura FLBI NI.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.03.09/1, revisão 02 de 01.09.2013 Revisão 04

ESTRUTURA FLBI NI DESENHO Nº


Fim de Rede – BT ND.07.03.05/1
Neutro isolado 35mm², 50mm2 e 70 mm2 - interligado Folha 1/1
Dimensões em milímetros

100 ft-fe 100


Ver Nota 2 Ver Nota 2
ak ak

fc-id
ff fc-id

pa ph

cla 100 100


cla

ax ou ar Ver Nota 3 ax ou ar Ver Nota 3


Ver Detalhe A
Ver Nota 3 Ver Nota 3 Ver Detalhe A

ar ar

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT

ax ou ar
ar
Ver Nota 4
Neutro
Fase A
Fase B

Fase C
Condutores fase
e neutro isolado

Detalhe A

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.04.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA SDBI DESENHO Nº


Derivação – BT ND.07.04.01/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 1/2
NOTA 1 O neutro da derivação deve ser interligado com o neutro do tronco.
2
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.
NOTA 4 Deve ser utilizada manta termocontrátil para reconstituição da isolação do cabo nos pontos de
conexão ou fita autofusão e fita isolante, quando utilizado conector a compressão H.
NOTA 5 Se houver a necessidade da instalação do braço de iluminação pública, o poste deverá ser de
seção circular. Na montagem da estrutura, observar o afastamento mínimo de 130 mm entre o braço de
iluminação pública e a rede secundária.
NOTA 6 As armações secundárias para os ramais de ligação deverão ser instaladas em todos os postes
com previsão de ligação de clientes.
NOTA 7 Para rede com cabos multiplexados com neutro nu, substituir o conector “ar” por ‘’ax” (Conector
derivação, compressão, paralelo, formato "H", de alumínio) no neutro.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM C DT DESCRIÇÃO
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio multiplexado
ak 1 1
(pré-reunido) com neutro de LAL isolado
Conector de liga de aluminio, perfurante, bimetálico, cobertura
ar 4 4
polimérica, contatos de cobre estanhado, bitola adequada
Laço pré-formado de roldana, para cabo de alumínio multiplexado (pré-
cla 1 1
reunido) com neutro de LAL isolado, seção adequada
fc 1 1 Armação secundária de 2 estribos
fe - 2 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 2 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 2
adequado
id 2 2 Isolador roldana de porcelana
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
NOTA Na tabela constam somente aqueles necessários a montagem da estrutura SDBI.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.04.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA SDBI DESENHO Nº


Derivação – BT ND.07.04.01/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 2/2
Dimensões em milímetros

100 100 Ver Nota 2

Ver Nota 2

Ver Nota 1 Ver Nota 1

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT


NOTA 1 As extremidades dos cabos fases devem ser vedadas com capuz termocontrátil ou fita autofusa e
isolante.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Esta estrutura somente deverá ser utilizada nos casos da necessidade de seccionar rede
secundária multiplexada existente. Para construção nova observar o desenho ND.07.05.02/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Subst. ND.07.05.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA SPBI DESENHO Nº


Seccionamento – BT ND.07.05.01/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2 Folha 1/1
Dimensões em milímetros

Ver Nota 1

Ver Nota 1 Ver Nota 3 Ver Nota 3

50 mín.
50 mín. 100 máx.
100
100 máx.
100

Ver Nota 2 Ver Nota 2

150 mín. 150 mín.

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT

NOTA 1 As extremidades dos cabos fase devem ser vedadas com capuz termocontrátil ou fitas autofusão e
isolate e deixar sobras de cabo isolado para futura interligação.
NOTA 2 Os cabos devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por meio
de presilha plásticas.
NOTA 3 As sobras dos cabos fases devem ser devidamente fixadas ao poste, no sentido longitudinal, com
as extremidades para cima, amarrando-as com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.05.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Ancoragem dupla com neutros interligados
ND.07.05.02/1
Neutro isolado 35 mm², 50 mm2 e 70 mm2
Folha 1/1
Dimensões em milímetros

Ver Detalhe B
~1
00
0

C B A A B C

30
0
Ver Detalhe A

C B A A B C
Ver Nota 4
NEUTRO

Ver Nota 2

FASES
Emenda termocontrátil

Luva de emenda
a compressão

Detalhe A

NEUTRO
Nu Isolado

Conector H Conector
Perfurante
Detalhe B

NOTA 1 O seccionamento aéreo é executado depois que o cabo estiver devidamente tensionado e fixado.
NOTA 2 Os cabos devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por meio
de presilha plásticas.
NOTA 3 Deve ser observado o correto faseamento dos condutores.
NOTA 4 Dar 5 voltas com o fio de amarração em cada lado.
NOTA 5 Seccionar somente os cabos fases, mantendo-se o neutro contínuo.
NOTA 6 Deve ser utilizada manta termocontrátil para reconstituição da isolação do cabo nos pontos de
conexão ou fitas autofusão e isolante

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.05.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ESTRUTURA SAB
ND.07.05.03/1
Seccionamento aéreo - BT
Folha 1/1
Dimensões em milímetros

ar ar
Ver Nota 3

ar ar

0
B

10
60
0

Ver Detalhe A ar
A
ar

Neutro
ar ou ax
ar ou ax

Fases e neutro isolado

ar
Conector
Perfurante
Detalhe A

NOTA 1 O cruzamento aéreo é executado depois que o cabo estiver devidamente tensionado e fixado.
NOTA 2 Observar a correta ligação das fases e neutro.
NOTA 3 Nas ligações deve ser utilizado o cabo de maior seção.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.06.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA CAB DESENHO Nº


Cruzamento aéreo multiplexado/multiplexado – BT ND.07.06.01/1
Neutro nu ou isolado Folha 1/1
Dimensões em milímetros

200 aprox.

N ax

A ax
Ver nota 2

B ax

C ax
Detalhe A

ar ar ar
ax ou ar

N A B C

Fases e Neutro Isolado

Conector
Perfurante

Detalhe A

NOTA 1 Deve ser utilizada manta termocontrátil ou fitas de autofusão e isolante, para reconstituição da
isolação do cabo nos pontos de conexão.
NOTA 2 Os cabos devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por meio
de presilha plásticas.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.06.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA CNB DESENHO Nº


Cruzamento aéreo nu/multiplexado – BT ND.07.06.02/1
Neutro nu ou isolado Folha 1/1
Dimensões em milímetros

NEUTRO NEUTRO
ax
200

200
ax Ver Nota 3
200 FASE A FASE A

200
FASE B FASE B
200

200
ff ft-fe
FASE C ak FASE C
ak 100
100
200

200
CONTROLE CONTROLE
300 mín.

300 mín.

100
Ver Nota 2 Ver Nota 2 Ver Nota 2 Ver Nota 2

100 mín.
fb-id fb-id
Ver Detalhe A Ver Detalhe A

Ver Nota 1
Cabo isolado

Detalhe A

NOTA 1 Deve ser utilizada manta termocontrátil ou fitas de autofusão e isolante, para reconstituição da
isolação do cabo nos pontos de conexão.
NOTA 2 Os cabos devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por meio
de presilha plásticas.
NOTA 3 O neutro deve ser fixado ao poste, no sentido longitudinal, amarrando-o com 3 a 5 voltas de fio
isolado 4 mm2.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio multiplexado
ak 1 1
(pré-reunido) com neutro de LAL isolado
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 4 4
Ø condutores TR e DR adequados
fb 1 1 Armação secundária de 1 estribo
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
id 1 1 Isolador roldana de porcelana
NOTA Esta relação contempla os materiais necessários à montagem da rede isolada.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.07.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IBI DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – BT ND.07.07.01/1
Neutro isolado 35, 50 e 70 mm2 Folha 1/1
Estruturas Rede de Média Tensão (15kV)
multiplexada
Dimensões em milímetros

200
dp

200
dp
aq
ff ap aq
ft-fe ap

pa ph
100

100

Ver Nota 2 Ver Nota 2

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável em tangente e para ângulos até 10o.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.08.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STA70 DESENHO Nº


Tangente – AT ND.07.08.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Grampo de liga de alumínio, para sustentação de cabo de
ap 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2
e 70 mm2
Gancho de liga de alumínio, para sustentação de cabo de
aq 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2
e 70 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de
dp 1 1 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
50 mm2 e 70 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga
pa 1 -
nominal adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e
ph - 1
carga nominal adequado

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.08.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STA70 DESENHO Nº


Tangente – AT ND.07.08.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 2/2
Dimensões em milímetros

ggf

200
ff

200
ao ggf
ao
ck
100 ck

Ver Nota 2
Ver Nota 2

pa ph

ft-fe

Ver Nota 2
bz bz Ver Nota 2
fu1

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT


NOTA 1 Esta estrutura é aplicável em tangente e para ângulos até 10o.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.08.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STA95 DESENHO Nº


Tangente – AT ND.07.08.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Garfo e olhal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabos
ao 1 1 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
95 mm2 e 120 mm2
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de
bz 1 1 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
95 mm2 e 120 mm2
Grampo de ferro fundido nodular, para suspensão de cabo de
ck 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2
e 120 mm2
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
fu1 1 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
ggf 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2
e 120 mm2
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga
pa 1 -
nominal adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e
ph - 1
carga nominal adequado

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.08.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STA95 DESENHO Nº


Tangente – AT ND.07.08.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/2
Dimensões em milímetros
ar
dp ar
dp

200
fs

200
Ver Nota 2 Ver Nota 2

pa
ph

ff 100 100
α/2

100

α/2
100

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável para ângulos 10o < α ≤ 60o.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Pode ser usada também para emendas dos cabos, que devem ficar entre os grampos de
ancoragem para que não tenham esforço mecânico.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 2 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de
dp 2 2 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
50 mm2 e 70 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
fs - 1 Cinta de dimensões adequadas, para poste de seção “duplo T”
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga
pa 1 -
nominal adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e
ph - 1
carga nominal adequado

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.08.03/1, revisão 06 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLAA DESENHO Nº


Ângulo (10o < α ≤ 60o) – AT ND.07.08.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/1
Dimensões em milímetros

ff dp
ar ar

200
Ver Nota 2
150 mín.

pa

α
0 10
10 0

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável para ângulos α > 60o.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Pode ser usada também para emendas dos cabos, que devem ficar entre os grampos de
ancoragem para que não tenham esforço mecânico.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de
dp 2 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
50 mm2 e 70 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 2
circular
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga
pa 1
nominal adequados

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.08.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLAD DESENHO Nº


α > 60o) – AT
Ângulo (α ND.07.08.04/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/1
Dimensões em milímetros

ggf ggf
am am

200
200
au au
ck ck

Ver Nota 2 Ver Nota 2

ph
pa

ff
ft-fe

bz bz
fu1
α/2

α/2

Poste de concreto de seção circular Poste de concreto de seção DT

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável para 10o < α ≤ 45o.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.08.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STAA DESENHO Nº


Ângulo (10o < α ≤ 45o) – AT ND.07.08.05/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Balancim de ferro nodular, para sustentação de cabo de alumínio
am 1 1 multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e
120 mm2
Garfo duplo de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
au 2 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2
e 120 mm2
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de
bz 1 1 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
95 mm2 e 120 mm2
Grampo de ferro fundido nodular, para suspensão de cabo de
ck 2 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2
e 120 mm2
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
fu1 1 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
ggf 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2
e 120 mm2
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga
pa 1 -
nominal adequados
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e
ph - 1
carga nominal adequado

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.08.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA STAA DESENHO Nº


Ângulo (10o < α ≤ 45o) – AT ND.07.08.05/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/2
Dimensões em milímetros
ggf
bz
ff cs ai

200
150 mín.
Ver Nota 2

pa

fu1

NOTA 1 Esta estrutura é aplicável para ângulos α > 45o.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Pode ser usada também para emendas dos cabos, que devem ficar entre os grampos de
ancoragem para que não tenham esforço mecânico.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.08.06/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLAAD DESENHO Nº


α > 45o) – AT
Ângulo (α ND.07.08.06/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou
ai 2
seção adequada
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de
bz 2 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados
95 mm2 e 120 mm2
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de
cs 2 cabo de alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2
e 120 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 2
circular
fu1 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
ggf 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2
e 120 mm2
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga
pa 1
nominal adequados

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.08.06/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA FLAAD DESENHO Nº


α > 45o) – AT
Ângulo (α ND.07.08.06/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/2
Dimensões em milímetros

2 000

300 fu3-fe ou di2


ft-fe 550 300
fg-fq
ab1 ft2-fe bk1
br1-gi ff
Ver Nota 3 gg-gn ou ai gc
200

ft-fe-fy

dz fn3 pb1
1 000

ab2 dh7 ff-fu1


ax
fm1
ay

ec1
250 550 250 Ver Desenho
ND.07.14.03/1 gj1
ab1
Ver Nota 3
fub-fr1-ac
1 800

ti

Ver Nota 5
ab1 Ver Nota 4
Ver Nota 3 ff ou ft

Ver Nota 2
ar
pa ou ph dp

Aterramento

NOTA 1 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 4 Ver ND.07.14.01/1, Detalhe 1.
NOTA 5 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.09.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA INPA70 DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – AT ND.07.09.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 5 5 conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-
10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 3 3
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 3 3
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 3 3
adequada
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 1 1
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 3 3
Ø condutores TR e DR adequados
Conector terminal, a compressão, para cabos de alumínio CA/CAA bitola
ay 3 3
adequada
bk1 3 3 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação
br1 3 3
externa, 12 kV, 10 kA (polimérico)
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV,
dh7 2m 2m
90 oC, sem cobertura, unipolar
di2 adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e
70 mm2
ec1 3 3 Seccionador unipolar tipo faca, 15 kV - 630 A, NBI 95 kV - 63 000 A
fe 24 25 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 4 -
circular
fg 3 3 Gancho-olhal
fm1 2 2 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
fn3 1 1 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 1 053 mm
fq 3 3 Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm
fr1 12 12 Arruela de pressão latão para parafuso M12
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft 5 9
adequado
ft2 3 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 4 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 6 6 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.09.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA INPA70 DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – AT ND.07.09.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
fy 10 10 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 4 -
comprimento adequado
gg 3 3 Manilha-sapatilha
gi 3 3 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
gj1 3 3 Suporte inclinado para seccionador unipolar de 15 kV
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola
gn 3 3
adequada
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
pb1 4 4 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
ti 3 3 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.09.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA INPA70 DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – AT ND.07.09.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros

2 000

300 fu3-fe ou di2


ft-fe 550 300
fg-fq
ab1 ft2-fe bk1
Ver Nota 3 br1-gi ff
gg-gn ou ai gc
200

ft-fe-fy

dz fn3 pb1
1 000

ab2 ax dh7 ff-fu1

ay

ec1
250 fm1 550 250
gj1
Ver Desenho
ND.07.14.03/1
ab1 fr1-fub-ac
1 800

Ver Nota 3
ti
Ver Nota 5

cs
ab1 Ver Nota 4 ff-fu1 ou ai
Ver Nota 3 ft-fe

pa ou ph ggf Ver Nota 2


bz

Aterramento

NOTA 1 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 4 Ver ND.07.14.01/1, Detalhe 1.
NOTA 5 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.09.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA INPA95 DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – AT ND.07.09.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 5 5 conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-
10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 3 3
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm -10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 3 3
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 4 4
adequada
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 3 3
Ø condutores TR e DR adequados
Conector terminal, a compressão, para cabos de alumínio CA/CAA bitola
ay 3 3
adequada
bk1 3 3 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação
br1 3 3
externa, 12 kV, 10 kA (polimérico)
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e
120 mm2
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 1 1
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV,
dh7 2m 2m
90 oC, sem cobertura, unipolar
di2 adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
ec1 3 3 Seccionador unipolar tipo faca, 15 kV - 630 A, NBI 95 kV - 63 000 A
fe 24 25 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 4 -
circular
fg 3 3 Gancho-olhal
fm1 2 2 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
fn3 1 1 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 1 053 mm
fq 3 3 Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm
fr1 12 12 Arruela de pressão latão para parafuso M12
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft 5 9
adequado
ft2 3 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 4 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 6 6 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.09.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA INPA95 DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – AT ND.07.09.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
fy 10 10 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 4 -
comprimento adequado
gg 3 3 Manilha-sapatilha
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 1 1
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
gi 3 3 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
gj1 3 3 Suporte inclinado para seccionador unipolar de 15 kV
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola
gn 3 3
adequada
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
pb1 4 4 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
ti 3 3 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.09.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA INPA95 DESENHO Nº


Interligação nu/multiplexado – AT ND.07.09.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros
2 400
75 75 Ver ND.07.14.01/1 - Detalhe 4
175 175 400 175 fg-fq di
aw
gc-fu3-fe ac-fub-fr1
ou ft-fe
aw gj1 di2
ft2-fe ti gg-gn ou ai
br1-gi
cd-fuc

pb2
ab1 ab2 fe-ft-fy dh7
Ver Nota 4 dz bk1
350 450 350 ec1
fn2 ay

1 300 mín.
ff-fu1 ou ft

Ver Nota 2
Ver Nota 5

~300
ab1

ff ou ft-fe
ar
Ver Nota 2
dp

pa ou ph

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações com os terminais consultar ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.09.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IPNA70 DESENHO Nº


Interligação multiplexado/nu – AT ND.07.09.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 2 2 conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50
mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 6 6
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 3 3
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 3 3
adequada
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 1 1
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
aw 6 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
Conector terminal, a compressão, para cabos de alumínio CA/CAA bitola
ay 3 3
adequada
bk1 3 3 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação
br1 3 3
externa, 12 kV, 10 kA (polimérico)
Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados
cd 3 3
15 kV
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV,
dh7 2m 2m
90 oC, sem cobertura, unipolar
di adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e
70 mm2
ec1 3 3 Seccionador unipolar tipo faca, 15 kV - 630 A, NBI 95 kV - 63 000 A
fe 11 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 3 -
circular
fg 3 3 Gancho-olhal
fn2 3 3 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 726 mm
fq 3 3 Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm
fr1 12 12 Arruela de pressão latão para parafuso M12
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft 2 5
adequado
ft2 3 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.09.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IPNA70 DESENHO Nº


Interligação multiplexado/nu – AT ND.07.09.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
fub 6 6 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca
fuc 6 6 Parafuso de fenda de comprimento adequado
fy 4 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2 -
comprimento adequado
gg 3 3 Manilha-sapatilha
gi 3 3 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
gj1 3 3 Suporte inclinado para seccionador unipolar de 15 kV
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola
gn 3 3
adequada
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
pb2 2 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 400 mm
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
ti 3 3 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.09.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IPNA70 DESENHO Nº


Interligação multiplexado/nu – AT ND.07.09.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros

2 400
75 75 Ver ND.07.14.01/1 - Detalhe 4
175 175 400 175 fg-fq di
aw
gc-fu3-fe ac-fub-fr1
ou ft-fe
aw gj1 di2
ft2-fe ti gg-gn ou ai
br1-gi
cd-fuc

pb2
ab1 ab2 fe-ft-fy dh7
Ver Nota 4 dz bk1
350 450 350 ec1
fn2 ay

1 300 mín.
ff-fu1 ou ft

Ver Nota 2

Ver Nota 5

~300
ab1

ff-fu1 ou
ft-fe

ai
cs
ggf
pa ou ph bz

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações com os terminais consultar ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.09.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IPNA95 DESENHO Nº


Interligação multiplexado/nu – AT ND.07.09.04/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 2 2 conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50
mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 6 6
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 3 3
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 4 4
adequada
aw 6 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
Conector terminal, a compressão, para cabos de alumínio CA/CAA bitola
ay 3 3
adequada
bk1 3 3 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação
br1 3 3
externa, 12 kV, 10 kA (polimérico)
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 1 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e
120 mm2
Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados
cd 3 3
15 kV
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 1 1
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV,
dh7 2m 2m
90 oC, sem cobertura, unipolar
di adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
dz adeq. adeq. Grampo “U” para madeira
ec1 3 3 Seccionador unipolar tipo faca, 15 kV - 630 A, NBI 95 kV - 63 000 A
fe 11 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 3 -
circular
fg 3 3 Gancho-olhal
fn2 3 3 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 726 mm
fq 3 3 Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm
fr1 12 12 Arruela de pressão latão para parafuso M12
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft 2 5
adequado
ft2 3 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 3 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.09.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IPNA95 DESENHO Nº


Interligação multiplexado/nu – AT ND.07.09.04/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
fu3 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 6 6 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca
fuc 6 6 Parafuso de fenda de comprimento adequado
fy 4 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2 2
comprimento adequado
gg 3 3 Manilha-sapatilha
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 1 1
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
gi 3 3 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
gj1 3 3 Suporte inclinado para seccionador unipolar de 15 kV
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola
gn 3 3
adequada
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
pb2 2 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 400 mm
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
ti 3 3 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.09.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA IPNA95 DESENHO Nº


Interligação multiplexado/nu – AT ND.07.09.04/1
Neutro 95 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros
Ver ND.07.14.01/1 - Detalhe 4
2 400 di
350 450 350 aw
fg-fq
ac-fub-fr1

gc-fu3-fe ti gg-gn ou ai di2


ft2-fe cd-fuc
CARGA br1-gi

ab2 pb2 cd-fuc


fe-ft-fy
ab1 dz bk1 dh7
75 Ver Nota 4 175 75 ee1-emc
175 fn2 400 175 Ver Nota 3 ff-fu1

1 300 mín.
ax
di
Ver Nota 2
ab1
Ver Nota 4

ff

Ver Nota 2
ar
dp

pa

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações com os terminais consultar ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Caso seja necessário, as chaves-fusíveis podem ser substituídas por seccionadores unipolares
unipolar. Nesse caso, desconsiderar as chaves-fusíveis e os materiais necessários a sua ligação e
acrescentar os referentes à ligação dos seccionadores.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPNA70 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/nu – AT ND.07.10.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 3
conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 9
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 6
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 3
adequada
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
aw 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 3
Ø condutores TR e DR adequados
bk1 3 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa,
br1 3
12 kV, 10 kA (polimérico)
cd 6 Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90 oC,
dh7 2m
sem cobertura, unipolar
di adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 2
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
dz adeq. Grampo “U” para madeira
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base tipo
ee1 3
"C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível
emc 3
de base tipo “C”
fe 11 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 3 Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
fg 3 Gancho-olhal
fn2 3 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 726 mm
fq 3 Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm
fr1 24 Arruela de pressão latão para parafuso M12
ft 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado
ft2 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPNA70 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/nu – AT ND.07.10.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
fub 12 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca
fuc 12 Parafuso de fenda de comprimento adequado
fy 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2
comprimento adequado
gg 3 Manilha-sapatilha
gi 6 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola
gn 3
adequada
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1
adequados
pb2 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 400 mm
ti 6 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPNA70 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/nu – AT ND.07.10.01/1
Neutro 70 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros
2 400 Ver ND.07.14.01/1 - Detalhe 4
di
350 450 350 aw
fg-fq
ac-fub-fr1

gc-fu3-fe ti gg-gn ou ai di2


ft2-fe cd-fuc
CARGA br1-gi

ab2 pb2 cd-fuc


fe-ft-fy
ab1 dz bk1 dh7
75 Ver Nota 4 175 75 ee11-emc
175 fn2 400 175 Ver Nota 3 ff-fu1

1 300 mín.
ax
di
Ver Nota 2
ab1
Ver Nota 4

ff-fu1
bz ggf cs ai Ver Nota 2

pa

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações dos terminais consultar ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Caso seja necessário, as chaves-fusíveis podem ser substituídas por seccionadores unipolares
unipolar. Nesse caso, desconsiderar as chaves-fusíveis e os materiais necessários a sua ligação e
acrescentar os referentes à ligação dos seccionadores.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPNA95 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/nu – AT ND.07.10.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 3
conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 9
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 6
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
ai 5 Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção adequada
aw 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 3
Ø condutores TR e DR adequados
bk1 3 Isolador polimérico de ancoragem 15 kV
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa,
br1 3
12 kV, 10 kA (polimérico)
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 2
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
cd 6 Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 2
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90 oC,
dh7 2m
sem cobertura, unipolar
di adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base tipo
ee1 3
"C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível de
emc 3
base tipo “C”
fe 11 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 3 Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
fg 3 Gancho-olhal
fn2 3 Mão-francesa plana, aço-carbono, comprimento de 726 mm
fq 3 Olhal para parafuso de diâmetro 16 mm
fr1 24 Arruela de pressão latão para parafuso M12
ft 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado
ft2 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 4 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 12 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPNA95 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/nu – AT ND.07.10.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
fuc 12 Parafuso de fenda de comprimento adequado
fy 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2
comprimento adequado
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
gg 3 Manilha-sapatilha
gi 6 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Alça pré-formada de distribuição, para cabo de alumínio CA-CAA, bitola
gn 3
adequada
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1
adequados
pb2 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 400 mm
ti 6 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPNA95 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/nu – AT ND.07.10.02/1
Neutro 95 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros

2 000
Ver ND.07.14.01/1 - Detalhe 4
175 175 175 aw
ac-fub-fr1
di2 di
gc-fe-fu3 br1-gi
ft2-fe ti
cd-fuc

200
pb1
ab1 dh7
Ver Nota 4 fe-ft-fy
75 75 fm1
di2 ff ee1-emc
dz
fm4-fd Ver Nota 3
ff-fu1

1 300 mín.
aa-ti
250 550 250
Ver Nota 2

ab1 Ver Nota 6

Ver Nota 2
ff

ar
dp

150 mín.
ar
dp

pa

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações dos terminais consultar ND.07.14.01/1, folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Caso seja necessário, as chaves-fusíveis podem ser substituídas por seccionadores unipolares.
Nesse caso, desconsiderar as chaves-fusíveis e os materiais necessários a sua ligação e acrescentar os
referentes à ligação dos seccionadores.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 6 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPPA70 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/multiplexado – AT ND.07.10.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 7
conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 9
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, bimetálico, a compressão, para cabo de alumínio
aa 3
multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 6
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 3
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
aw 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa,
br1 3
12 kV, 10 kA (polimérico)
cd 6 Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90 oC,
dh7 2m
sem cobertura, unipolar
di adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 3
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base tipo
ee1 3
"C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível
emc 3
de base tipo “C”
fd 2 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 4 Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
fm1 1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro,
fm4 1
comprimento de 1 049 mm
fr1 24 Arruela de pressão latão para parafuso M12
ft 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado
ft2 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu1 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 12 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca
fuc 12 Parafuso de fenda de comprimento adequado

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPPA70 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/multiplexado – AT ND.07.10.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
fy 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2
comprimento adequado
gi 6 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1
adequados
pb1 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
ti 6 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPPA70 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/multiplexado – AT ND.07.10.03/1
Neutro 70 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros
2 000
Ver ND.07.14.01/1 - Detalhe 4
aw
175 175 175
ac-fub-fr1
fe-fu3 di2 di
br1-gi
gc ft2-fe ti
cd-fuc

200
pb1
ab1 dh7
Ver Nota 5 fe-ft-fy
75 di2 75 fm1 ee1-emc
dz Ver Nota 4
fm4-fd ff
250 550 250
ff-fu1

1 300 mín.
ab1 Ver Nota 2
ti-aa

ab1 Ver Nota 6


Ver Nota 5

Ver Nota 2

ai

150 mín.
cs ff-fu1
ggf
bz

pa

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações dos terminais consultar ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 4 Caso seja necessário, as chaves-fusíveis podem ser substituídas por seccionadores unipolares.
Nesse caso, desconsiderar as chaves-fusíveis e os materiais necessários a sua ligação e acrescentar os
referentes à ligação dos seccionadores unipolares.
NOTA 5 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 6 O raio mínimo de curvatura deve ser de 12 vezes o diâmetro externo nominal do cabo.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPPA95 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/multiplexado – AT ND.07.10.04/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 7
conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 9
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 6
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Conector terminal, bimetálico, a compressão, para cabo de alumínio
aa 3
multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 3
adequada
aw 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa,
br1 3
12 kV, 10 kA (polimérico)
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 3
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
cd 6 Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados 15 kV
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 3
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90 oC,
dh7 2m
sem cobertura, unipolar
di adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base tipo
ee1 3
"C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível de
emc 3
base tipo “C”
fd 2 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 4 Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
fm1 1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro,
fm4 1
comprimento de 1 049 mm
fr1 24 Arruela de pressão latão para parafuso M12
ft 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado
ft2 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 5 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 12 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPPA95 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/multiplexado – AT ND.07.10.04/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
fuc 12 Parafuso de fenda de comprimento adequado
fy 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2
comprimento adequado
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 3
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
gi 6 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1
adequados
pb1 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
ti 9 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DPPA95 DESENHO Nº


Derivação multiplexado/multiplexado – AT ND.07.10.04/1
Neutro 95 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros

gma
2 000 ft-fe-fy
ax gi
ab1 bd31 ib6 Ver Nota 5
br1-gi
gc-fe-fu3 ie7
ft2-fe pb1

200
af-ae
dh7 ee1-emc
ab2 Ver Nota 6
ti fm1-fu1
fm4-fd aa
ff

1 300 mín.
ti
ab1
Ver Nota 4
550 250
250
Ver Nota 2

ff
ab1

ar
dp

Aterramento
pa

NOTA 1 Detalhamento das ligações dos terminais consultar ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Aterramento, consultar ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 No caso de corrente superior a 50 A na derivação, substituir o conector derivação tipo estribo e
grampo de linha viva por conectores a compressão.
NOTA 6 Caso seja necessário, as chaves-fusíveis podem ser substituídas por seccionadores unipolares.
Nesse caso, desconsiderar as chaves-fusíveis e os materiais necessários a sua ligação e acrescentar os
referentes à ligação dos seccionadores.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DNPA70 DESENHO Nº


Derivação nu/multiplexado – AT ND.07.10.05/1
Neutro 70 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 5
conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 3
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, bimetálico, a compressão, para cabo de alumínio
aa 3
multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo de linha viva, para condutores de cobre, seções TR 25 mm2 a
ae 3
120 mm2 e DR 16 mm2 a 70 mm2
Conector derivação tipo estribo, a compressão, de alumínio, para cabos CA-
af 3
CAA bitola adequada
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 1
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 3
Ø condutores TR e DR adequados
bd31 2m Cabo de cobre coberto em XLPE, seção 16 mm2, 15 kV, anti-tracking
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa,
br1 3
12 kV, 10 kA (polimérico)
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90 ºC,
dh7 2m
sem cobertura, unipolar
di2 adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 1
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base tipo
ee1 3
"C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível
emc 3
de base tipo “C”
fd 2 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 3 Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
fm1 1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro,
fm4 1
comprimento de 1 049 mm
ft 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado
ft2 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fy 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2
comprimento adequado
gi 6 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DNPA70 DESENHO Nº


Derivação nu/multiplexado – AT ND.07.10.05/1
Neutro 70 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Laço pré-formado de topo, duplo, para cabo de alumínio CA/CAA, bitola
gma 3
adequada (pescoço do isolador = 60 mm)
ib6 6 Isolador rígido tipo pilar, de porcelana, classe 15 kV, NBI 125kV
Pino de aço-carbono, comprimento de 168 mm, para isolador pilar de
ie7 6
24,2/36,2 kV, para cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 mm
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1
adequados
pb1 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
ti 3 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DNPA70 DESENHO Nº


Derivação nu/multiplexado – AT ND.07.10.05/1
Neutro 70 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros

gma
2 000 ft-fe-fy
gi
ab1 br1-gi ib6 ax Ver Nota 5
gc-fe-fu3
ie7
ft2-fe
pb1

200
af-ae
dh7 ee1-emc
ab2 Ver Nota 6
ti fm1-fu1 aa-ti
fm4-fd
ff

1 300 mín.
ab1
Ver Nota 4
550 250
250
Ver Nota 2

ab1 ff-fu1

ai
cs
ggf
bz

pa

Aterramento

NOTA 1 Detalhamento das ligações dos terminais consultar os desenhos ND.07.14.01/1 folha 1/1.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Aterramento, consultar os desenhos ND.07.13.01/1 e ND.07.13.02/1.
NOTA 4 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 5 No caso de corrente superior a 50 A na derivação, substituir o conector derivação tipo estribo e
grampo de linha viva por conectores a compressão.
NOTA 6 Caso seja necessário, as chaves-fusíveis podem ser substituídas por seccionadores unipolares
unipolar. Nesse caso, desconsiderar as chaves-fusíveis e os materiais necessários a sua ligação e
acrescentar os referentes à ligação dos seccionadores unipolares.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.06/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DNPA95 DESENHO Nº


Derivação nu/multiplexado – AT ND.07.10.06/1
Neutro 95 mm2 Folha 1/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 5
conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 3
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, bimetálico, a compressão, para cabo de alumínio
aa 3
multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 1
adequada
Grampo de linha viva, para condutores de cobre, seções TR 25 mm2 a
ae 3
120 mm2 e DR 16 mm2 a 70 mm2
Conector derivação tipo estribo, a compressão, de alumínio, para cabos CA-
af 3
CAA bitola adequada
Conector derivação, compressão, paralelo, formato “H”, de alumínio,
ax 3
Ø condutores TR e DR adequados
bd31 2m Cabo de cobre coberto em XLPE, seção 16 mm2, 15 kV, anti-tracking
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação externa,
br1 3
12 kV, 10 kA (polimérico)
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 1 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e
120 mm2
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 1
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV, 90 oC,
dh7 2m
sem cobertura, unipolar
di2 adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base tipo
ee1 3
"C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave fusível
emc 3
de base tipo “C”
fd 2 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 3 Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
fm1 1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro,
fm4 1
comprimento de 1 049 mm
ft 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento adequado
ft2 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 3 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fy 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.06/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DNPA95 DESENHO Nº


Derivação nu/multiplexado – AT ND.07.10.06/1
Neutro 95 mm2 Folha 2/3
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2
comprimento adequado
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 1
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2
gi 6 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Laço pré-formado de topo, duplo, para cabo de alumínio CA/CAA, bitola
gma 3
adequada (pescoço do isolador = 60 mm)
ib6 6 Isolador rígido tipo pilar, de porcelana, classe 15 kV, NBI 125kV
Pino de aço-carbono, comprimento de 168 mm, para isolador pilar de
ie7 6
24,2/36,2 kV, para cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 mm
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1
adequados
pb1 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
ti 3 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.10.06/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA DNPA95 DESENHO Nº


Derivação nu/multiplexado – AT ND.07.10.06/1
Neutro 95 mm2 Folha 3/3
Dimensões em milímetros

2 000

175 175 175


ac-fub-fr1 aw
bd31
gc-fe-fu3
ou ft-fe
ti
fe-ft-fy ab1 ft2-fe cd-fuc

200
pb1
di2
dz 75 fm1 ee1-emc
75
fm4-fd
250 550 250 ff-fu1 ou ft
Ver Nota 2

1 300 mín.
bd31

ff ou fs
Primária bd31

br1
dp ar
dh7
ab1
ac
Ver Nota 3
z1t
Ver Nota 2 ge-ft1-fd ou
bv fx-ft1-fd Ver
Detalhe A

500 mín.
Detalhe A

300 mín.
B C

15
C B A N N A

0
m
ín
.
6 500

Aterramento

pa ou ph

NOTA 1 Aterramento e ligação dos terminais, consultar ND.07.13.01/1, ND.07.13.02/1 e ND.07.14.01/1.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 4 Deve ser previsto ponto para instalação de aterramento temporário.
NOTA 5 Ligação de consumidores, consultar ND.07.14.08/1.
NOTA 6 É permitido nesta estrutura a mudança de bitola na rede secundária, neste caso deverá ser
avaliado o esforço no poste e a necessidade de sua adequação.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA FLBI DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.01/1
Secundária em fim de rede Folha 1/4
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 5 5 conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50
mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 6 6
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 14 14
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
aw 6 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
bd31 adeq. adeq. Cabo de cobre coberto em XLPE, seção 16 mm2, 15 kV, anti-tracking
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação
br1 3 3
externa, 12 kV, 10 kA (polimérico)
Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados
cd 6 6
15 kV
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV,
dh7 adeq. adeq.
90 oC, sem cobertura, unipolar
di adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base
ee1 3 3
tipo "C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave
emc 3 3
fusível de base tipo “C”
fd 6 6 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe 12 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 2 -
circular
fm1 1 1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro,
fm4 1 1
comprimento de 1 049 mm
fr1 24 24 Arruela de pressão latão para parafuso M12
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft 2 4
adequado
ft1 4 4 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 50 mm
ft2 2 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 12 12 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca
fuc 12 12 Parafuso de fenda de comprimento adequado
Suporte de dimensões adequadas, para instalação de equipamento em
fx - 2
poste de concreto seção “duplo T”

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA FLBI DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.01/1
Secundária em fim de rede Folha 2/4
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
fy 4 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2 -
comprimento adequado
Suporte de diâmetro adequado, para instalação de equipamentos em
ge 2 -
poste de concreto de seção circular
gi 3 3 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
pb1 2 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
ti 6 6 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo
Transformador de distribuição trifásico (∆-Y neutro acessível), potência
z1t 1 1
adequada, 13,8 kV/220 - 127 V, NBI 95 kV, para instalação em poste
NOTA Esta relação contempla somente os materiais a serem utilizados na rede com cabos multiplexados
AT. Para a relação de materiais da rede secundária, consultar ND.07.03.02/1.

RELAÇÃO DE MATERIAIS ESPECÍFICOS - NEUTRO 70 mm2


QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 2 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 2 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e
70 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
fs - 1 Cinta de dimensões adequadas, para poste de seção “duplo T”

RELAÇÃO DE MATERIAIS ESPECÍFICOS - NEUTRO 95 mm2


QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
2 2
ai adequada
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 2 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e
120 mm2
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 2 2
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA FLBI DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.01/1
Secundária em fim de rede Folha 3/4
RELAÇÃO DE MATERIAIS ESPECÍFICOS - NEUTRO 95 mm2
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 2 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA FLBI DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.01/1
Secundária em fim de rede Folha 4/4
Dimensões em milímetros

2 000

175 175 175 di


aw aw bd31
gc-fu3-fe ac-fub-fr1
ou ft-fe ft2-fe
ab1 ti
fe-ft-fy cd-fuc

200
pb1
di2
75 dz 75 fm1 ee1-emc
fm4-fd ff-fu1 ou ft
Ver Nota 2

1 300 mín.
250
550 250
bd31

ff ou fs
Primária bd31
br1
ar dh7
dp

ab1
Ver Nota 3 Ver
Ver Nota 2 Detalhe A

z1t
Detalhe A
ge-ft1-fd
ou fx-ft1-fd

300 mín.
C B A N N A B C

15
0
m
ín
.
6 500

Aterramento

pa ou ph

NOTA 1 Aterramento e ligação dos terminais, consultar ND.07.13.01/1, ND.07.13.02/1 e ND.07.14.01/1.


NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 No caso de aterramento com cabo de cobre ou fio de aço cobreado, as conexões entre materiais
de cobre ou cobreado devem ser feitas com conectores paralelo de bronze estanhado (ab2) em substituição
ao conector paralelo de liga de alumínio (ab1).
NOTA 4 Deve ser previsto ponto para instalação de aterramento temporário.
NOTA 5 Ligação de consumidores, consultar ND.07.14.08/1.
NOTA 6 Esta estrutura deve ser utilizada somente nos casos de instalação de transformador em rede
secundária pre-reunida (multiplexada) existente. Para redes novas, ver ND.07.11.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA-STB DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.02/1
Secundária em tangente Folha 1/4
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio, com 1 parafuso, para
ab1 5 5 conexão bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50
mm
Conector derivação (paralelo) de bronze estanhado, com 1 parafuso para
ab2 9 9
condutores de cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-10,70 mm
Conector terminal, adaptação, bimetalizado, a compressão, para cabo de
ac 14 14
alumínio multiplexado (pré-reunido), de seção adequada
aw 6 6 Conector terminal, aperto por parafuso, para condutores de cobre
bd31 adeq. adeq. Cabo de cobre coberto em XLPE, seção 16 mm2, 15 kV, anti-tracking
Para-raios de distribuição, sem centelhadores série, para instalação
br1 3 3
externa, 12 kV, 10 kA (polimérico)
Suporte abraçadeira para fixação dos terminais para cabos isolados
cd 6 6
15 kV
Cabo de cobre, flexível, seção 10 mm2, isolado em XLPE 0,6/1,0 kV,
dh7 adeq. adeq.
90 oC, sem cobertura, unipolar
di adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção adequada
di2 adeq. adeq. Cabo de cobre, têmpera meio-dura, seção 25 mm2
Chave-fusível de distribuição, 15 kV - 300 A, NBI 95 kV - 10 000 A, base
ee1 3 3
tipo "C”
Porta-fusível de 15 kV - corrente adequada, NBI 95 kV, para chave
emc 3 3
fusível de base tipo “C”
fd 6 6 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe 12 12 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 2 -
circular
fm1 1 1 Mão-francesa perfilada, aço-carbono, comprimento de 993 mm
Mão-francesa perfilada, resina de poliéster reforçada com fibra de vidro,
fm4 1 1
comprimento de 1 049 mm
fr1 24 24 Arruela de pressão latão para parafuso M12
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft 2 4
adequado
ft1 4 4 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 50 mm
ft2 2 2 Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x 125 mm
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fu3 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 150 mm
fub 6 6 Parafuso latão cabeça sextavada M12 x 45 mm com porca
fuc 12 12 Parafuso de fenda de comprimento adequado
Suporte de dimensões adequadas, para instalação de equipamento em
fx - 2
poste de concreto seção “duplo T”

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA-STB DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.02/1
Secundária em tangente Folha 2/4
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
fy 4 4 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16
Sela de aço-carbono, para cruzeta de seção retangular 90 x 112,5 x
gc 2 -
comprimento adequado
Suporte de diâmetro adequado, para instalação de equipamentos em
ge 2 -
poste de concreto de seção circular
gi 3 3 Suporte de para-raios e chaves-fusíveis
Poste de concreto de seção circular de comprimento e carga nominal
pa 1 -
adequados
pb1 2 2 Cruzeta de seção retangular de 90 x 112,5 x 2 000 mm
Poste de concreto armado, seção “duplo T” de comprimento e carga
ph - 1
nominal adequado
ti 6 6 Terminal para cabos isolados 15 kV, uso externo
Transformador de distribuição trifásico (∆-Y neutro acessível), potência
z1t 1 1
adequada, 13,8 kV/220 - 127 V, NBI 95 kV, para instalação em poste
NOTA Esta relação contempla somente os materiais a serem utilizados na rede com cabos multiplexados
AT. Para a relação de materiais da rede secundária, consultar ND.07.03.01/1.

RELAÇÃO DE MATERIAIS ESPECÍFICOS - NEUTRO 70 mm2


QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Grampo de liga de alumínio, para ancoragem de cabo de alumínio
ar 2 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e 70 mm2
Cruzeta de liga de alumínio, para ancoragem e sustentação de cabo de
dp 2 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 50 mm2 e
70 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular
fs - 1 Cinta de dimensões adequadas, para poste de seção “duplo T”

RELAÇÃO DE MATERIAIS ESPECÍFICOS -NEUTRO 95 mm2


QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Grampo tensor para cabos de alumínio ou cobre de bitola ou seção
ai 2 2
adequada
Cruzeta universal de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de
bz 2 2 alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e
120 mm2
Prolongador olhal de ferro fundido nodular, para ancoragem de cabo de
cs 2 2
alumínio multiplexado (pré-reunido) com neutros 95 mm2 e 120 mm2
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 1 -
circular

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA-STB DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.02/1
Secundária em tangente Folha 3/4
RELAÇÃO DE MATERIAIS ESPECÍFICOS -NEUTRO 95 mm2
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
Manilha de ferro fundido nodular, para sustentação de cabo de alumínio
ggf 2 2
multiplexado (pré-reunido) com neutros isolados 95 mm2 e 120 mm2

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.11.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

ESTRUTURA ITA-STB DESENHO Nº


Posto de transformação ND.07.11.02/1
Secundária em tangente Folha 4/4
eg

Fase A
Neutro Fase B
dc dgs
ae
dm
dhp
da
ff-fu1-fd ou
ft-fe-fd

dm

pa ou ph

Cabo 2,5 mm² - 3 dobras


Cabo 1,5 mm² - 6 dobras

Conector de liga de aluminio,


perfurante, bimetálico, com 4
ou 8 derivações

Ver Detalhe A

Detalhe A

Detalhe para instalação de conectores


NOTA 1 Esta padronização aplica-se as ligações com cabos multiplexados (BT) 3x1x35+35 mm2,
3x1x50+50 mm2 ,3x1x70+50 mm2 e 3x1x120+70 mm2 , neutro nu ou isolado e condutores isolados de cobre
seções 1,5 mm2 e 2,5 mm2.
NOTA 2 Para ligação de consumidores, consultar ND.07.12.02/1.
NOTA 3 Para secundária com condutores multiplexados com neutro nu, substituir o conector do condutor
neutro de “ae” por “ad”.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.12.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ILUMINAÇÃO PÚBLICA
ND.07.12.01/1
Luminária integrada Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector de liga de aluminio, perfurante, bimetálico, com 4 ou 8
ae 3 3
derivações
da 1 1 Braço adequado para iluminação pública
dc 1 1 Luminária integrada para iluminação pública
dgs 1 1 Lâmpada à vapor de sódio, potência adequada - 220 V
Cabo de cobre, têmpera mole, isolado XLPE 0,6/1 kV, 90 oC, cobertura
dhp adeq. adeq.
PVC/ST2, seção e cor adequadas, unipolar
dm 0,1 kg 0,1 kg Fio nu de alumínio, CA 4 AWG, para amarração
Relé foteletrônico para iluminação pública, 220 V, contato e comando
eg 1 1
adequados, para uso externo
fd 2 2 Arruela redonda de 40 mm, com furo de diâmetro 18 mm
fe - 2 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção
ff 2 -
circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 2
adequado
fu1 2 - Parafuso de aço-carbono, cabeça abaulada, M16 x 45 mm
fy 1 1 Porca quadrada de aço-carbono para parafuso M16

NOTA Nesta relação estão previstos somente os materiais necessários à ligação de uma luminária.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.12.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ILUMINAÇÃO PÚBLICA
ND.07.12.01/1
Luminária integrada
Folha 2/2
ff ou ft-fe fb
id
Fase C gp
Neutro Fase A Ramal de ligação
Fase B

ae
Ver Detalhe

Cabo PB

Conector de liga de aluminio,


perfurante, bimetálico, com 4
ou 8 derivações

Detalhe

NOTA 1 Esta padronização aplica-se às ligações com cabos multiplexados (BT) 3x1x35+x35 mm2,
3x1x50+50 mm2, 3x1x70+50 mm2 e 3x1x120+70 mm2, neutro nu ou isolado e ramais de ligação 10 mm2 a 35
mm2.
NOTA 2 Para ligação de luminárias, consultar ND.07.12.01/1.
NOTA 3 Para secundária com condutores multiplexados com neutro nu, substituir o conector do condutor
neutro de “ae” por “ad”.
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANT.
ITEM DESCRIÇÃO
C DT
Conector de liga de aluminio, perfurante, bimetálico, com 4 ou 8
ae 4 4
derivações
fb 1 1 Armação secundária de 1 estribo
fe - 1 Arruela quadrada de 50 mm, com furo de diâmetro 18 mm
ff 1 - Cinta de aço-carbono de diâmetro adequado, para poste de seção circular
Parafuso de aço-carbono, cabeça quadrada, M16 x comprimento
ft - 1
adequado
Alça pré-formada para ramal de ligação com condutores multiplexados CA,
gp 1 1
seção adequada (pescoço do isolador = 45 mm)
id 1 1 Isolador roldana de porcelana
NOTA Na tabela estão previstos somente os materiais necessários à ligação de 1 ramal de ligação.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.12.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
LIGAÇÃO DE CONSUMIDORES
ND.07.12.02/1
Com conectores perfurantes de 4 ou 8 derivações
Folha 1/1
Dimensões em milímetros

ab1

Detalhe 1
Arame de aço-carbono
zincado 14 BWG (2,1 mm)
ou fita metálica (Ver Nota 4)

ab1
Ver Nota 2
Ver Detalhe 1

jb
Ver Nota 1
dx3
Ver Nota 5 e
Detalhe 2)

Detalhe 2
pf

A A
50

1 000 aprox.
500

Corte A-A
dr2
Ver Nota 3
fl2

NOTA 1 O condutor de aterramento deve ser o fio de aço galvanizado de bitola 4 BWG (jb), utilizados com
hastes cantoneira de aço galvanizados (fl2).
2
NOTA 2 Se necessário, poderá ser utilizado fio de aço cobreado 4 AWG (ja) ou cabo de cobre nu 25 mm
(di2) em substituição ao fio de aço galvanizado (jb). Neste caso, a conexão entre os fios de aço cobreado e
o cabo de cobre devem ser feitas com conector paralelo de bronze estanhado com 1 parafuso (ab2).
NOTA 3 A conexão entre o condutor de descida e a haste para terra deve ser protegida com massa
calafetadora (100 g/haste) para conexão tipo aperto.
NOTA 4 As amarrações da moldura de proteção do condutor de aterramento devem ser feitas com cinco
voltas de arame de aço-carbono zincado 14 BWG (2,1 mm) ou com fitas metálicas no mínimo em 3 pontos.
NOTA 5 As amarrações do condutor de descida no poste devem ser feitas com uma volta de arame de
aço-carbono zincado 14 BWG (2,1 mm), por ponto de amarração.
NOTA 6 O neutro da rede secundária, quando existir, deve ser interligado ao condutor de aterramento.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.13.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ATERRAMENTO
ND.07.13.01/1
Condutor de aterramento externo
Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANTIDADE
ITEM DESCRIÇÃO
Primário Secundário Pri+sec
Conector derivação (paralelo) de liga de alumínio,
ab1 1 1 3 com 1 parafuso, para conexão bimetálica, diâm. TR
6,05 mm-10,50 mm DR 4,50 mm-10,50 mm
dr2 adeq. adeq. adeq. Massa calafetadora
Arame de aço zincado, diâmetro 2,1 mm (14 BWG) -
dx3 1,00 kg 1,00 kg 1,00 kg
para amarração
Haste de aterramento de aço galvanizado,
fl2 adeq. adeq. adeq.
cantoneira, de comprimento 2 400 mm
jb 2,90 kg 2,20 kg 3,00 kg Fio de aço galvanizado para aterramento 4 BWG
pf 1 1 1 Moldura de proteção para fio de aterramento

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.13.01/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ATERRAMENTO
ND.07.13.01/1
Condutor de aterramento externo
Folha 2/2
Dimensões em milímetros

ab1

ab2

ab1
Ver Nota 3

ja ou di2
Ver Nota 2

1 000 aprox.
500

dr2
Ver Nota 4

fl3-as

NOTA 1 Este tipo de montagem deve ser previsto quando da necessidade de haste profunda ou em
regiões sujeitas à agressividade por reações químicas (salinidade, poluição industrial etc.).
NOTA 2 O condutor de aterramento deve ser:
• fio de aço cobreado de bitola 4 AWG (ja) com 30% IACS, utilizado com haste cobreada (fl3) ou;
• cabo de cobre nu meio duro seção 25 mm2 (di2), utilizado com haste cobreada (fl3).
NOTA 3 As conexões entre materiais de cobre ou cobreados e aço galvanizado ou alumínio devem ser
feitas com conectores paralelo universal bimetálico com 1 parafuso (ab1).
NOTA 4 A conexão entre o condutor de descida e a haste para terra deve ser protegida com massa
calafetadora (100 g/haste) para conexão tipo aperto.
NOTA 5 O neutro da rede secundária, quando existir, deve ser interligado ao condutor de aterramento.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.13.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ATERRAMENTO
ND.07.13.02/1
Condutor de aterramento interno
Folha 1/2
RELAÇÃO DE MATERIAIS
QUANTIDADE
ITEM Primário Secundário Pri+sec DESCRIÇÃO
di2 ja di2 ja di2 ja
Conector derivação (paralelo)
de liga de alumínio, com 1
parafuso, para conexão
ab1 1 1 1 1 2 2
bimetálica, diâm. TR 6,05 mm-
10,50 mm DR 4,50 mm-10,50
mm
Conector derivação (paralelo)
de bronze estanhado, com 1
ab2 - - - - 1 1 parafuso para condutores de
cobre, diâm. TR e DR 4,50 mm-
10,70 mm
Conector de terra, aperto por
parafuso, paralelo, para haste
as adeq. adeq. adeq. adeq. adeq. adeq.
de aterramento cobreado de
diâmetro 13 mm
Cabo de cobre, têmpera meio-
di2 2,65 kg - 2,00 kg - 2,75 kg -
dura, seção 25 mm2
dr2 adeq. adeq. adeq. adeq. adeq. adeq. Massa calafetadora
Haste de aterramento de aço
fl3 adeq. adeq. adeq. adeq. adeq. adeq. cobreado, seção circular, de
comprimento 2 400 mm
Fio de aço cobreado para
ja - 2,20 kg - 1,65 kg - 2,30 kg aterramento, de diâmetro
nominal 5,2 mm

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.13.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
ATERRAMENTO
ND.07.13.02/1
Condutor de aterramento interno
Folha 2/2
Solda ou
conexão Solda ou
conexão

ab1 ou ab2
cordoalha de aço ab2
Cordoalha de cobre estanhada
(largura 2")
Aterramento

Detalhe 1 Detalhe 2

Porca de latão M10


Cabo de cobre nu
seção adequada (di) Cabo coberto de cobre seção 16 mm²
ou cabo de cobre nu seção 25 mm²
Arruela de latão M10
Chave-fusível

Parafuso de latão
M10x25

Conector terminal
Conector aperto p/parafuso (aw)
terminal (aa)

Conector terminal
a compressão (ac)

Detalhe 3

Detalhe 4

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.14.01/1, revisão 02 de 01.09.2013 Revisão 04

DESENHO Nº
DETALHAMENTO
ND.07.14.01/1
Ligação dos terminais
Folha 1/1
Fases
ab1
Ver nota 1

Neutro
Cordoalha de cobre estanhada
(largura 2")

NOTA 1 As conexões entre materiais de cobre ou cobreados e aço galvanizado ou alumínio devem ser
feitas com conector paralelo universal bimetálico com um parafuso (ab1).
NOTA 2 A emenda deve ser feita preferencialmente no poste onde houver ancoragem; porém não pode
interferir nos pontos de fixação dos cabos.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst.: ND.07.14.02/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DETALHAMENTO DESENHO Nº
Aterramento da blindagem metálica ND.07.14.02/1
da emenda - AT Folha 1/1
Seccionador unipolar

Ver Detalhe

Terminal para
cabo isolado

Detalhe
ay dk4 ay

NOTA 1 Nas estruturas de interligação da rede nua com a rede isolada, entre o terminal do cabo isolado e
o seccionador unipolar, deve ser prevista esta montagem, a fim de possibilitar:
• detecção de tensão;
• instalação de “By-pass” isolado, com técnica de linha viva.
NOTA 2 As conexões elétricas para a instalação de dispositivos e execução de tarefas devem ser feitas
sobre o cabo nu, no trecho compreendido entre os conectores terminais.

RELAÇÃO DE MATERIAIS
ITEM QUANT. DESCRIÇÃO
Conector terminal, a compressão, para cabos de
ay 2
alumínio CA/CAA bitola adequada
dk4 0,27 m Cabo nu de alumínio, CA 336,4 MCM

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.14.03/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DETALHAMENTO DESENHO Nº
Ligação terminal - seccionador unipolar ND.07.14.03/1
(Interligação nu/multiplexado) Folha 1/1
Dimensões em milímetros

200 100 100 100 100 200

Neutro Fase A Fase B Fase C


Ver Nota 2

NOTA 1 A instalação de outro conector na mesma fase será a 50 mm do existente, sempre na posição
mais distante do poste.
2
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Evitar que o condutor isolado fique em contato com o término do laço pré-formado.
NOTA 4 A disposição dos conectores também é aplicável à estrutura com neutro isolado – ND.07.03.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.14.04/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DETALHAMENTO DESENHO Nº
Posição dos conectores de derivação ND.07.14.04/1
Tangente - BT Folha 1/1
Dimensões em milímetros

50
Ver Nota 3
Ver Detalhe 1

Ver Nota 2

200
200 200 200

Fase C Fase B Fase A Neutro

Ver Nota 1

Detalhe 1

Poste de concreto de seção circular

Ver Nota 3
Ver Detalhe 2
50
400 mín.

Ver Nota 2
200

Fase A Neutro
Fase B

Fase C
200 200 200
Ver Nota 1

Detalhe 2

Poste de concreto de seção DT

NOTA 1 As sobras dos cabos fases devem ser devidamente fixadas ao poste, no sentido longitudinal, com
as extremidades para cima, amarrando-as com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 As extremidades dos cabos devem ser vedadas com capuz termocontrátil ou fitas autofusão e
isolante.
NOTA 4 Evitar que o condutor isolado fique em contato com o término da alça pré-formada.
NOTA 5 A disposição dos conectores também é aplicável à estrutura com neutro isolado – ND.07.03.04/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.14.05/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DETALHAMENTO DESENHO Nº
Posição dos conectores de derivação ND.07.14.05/1
Fim de rede - BT Folha 1/1
Dimensões em milímetros

Neutro

Fase A

Ver Nota 3
Fase B

Fase C

100
Ver Nota 2
Controle

Neutro
Fase C 200 200 200

Fase B Fase A

NOTA 1 O neutro deve ser fixado ao poste, no sentido longitudinal, com a extremidade para cima,
amarrando-o com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 A reconstituição da isolação deve ser feita com manta termocontrátil ou fitas autofusão e isolante.
NOTA 4 Evitar que o condutor isolado fique em contato com o término da alça pré-formada.
NOTA 5 Nos postes de concreto de seção DT, o neutro deve ser fixado utilizando-se fio isolado de 4 mm2
(mínimo) para amarração.
NOTA 6 A disposição dos conectores também é aplicável à estrutura com neutro isolado – ND.07.07.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.14.06/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Posição dos conectores de derivação
ND.07.14.06/1
Estrutura interligação nu/multiplexado - BT Folha 1/1
Dimensões em milímetros

Ver Nota 2
200 200 100 100 200 200

Fase C Fase B Fase A


Neutro Neutro Fase A Fase B Fase C
Ver Nota 2

NOTA 1 A instalação de outro conector na mesma fase será a 50 mm do existente, sempre na posição
mais distante do poste.
NOTA 2 Os cabos fases devem ser mantidos unidos com 3 a 5 voltas de fio isolado 4 mm2 (mínimo) ou por
meio de presilhas plásticas.
NOTA 3 Evitar que o condutor isolado fique em contato com o término do laço pré-formado.
NOTA 4 A disposição dos conectores também é aplicável à estrutura com neutro isolado – ND.07.05.01/1.

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.14.07/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Posição dos conectores de derivação
ND.07.14.07/1
Seccionamento - BT
Folha 1/1
Dimensões em milímetros

200 100
ae

200
Fase Fase Fase Neutro Neutro Fase Fase Fase
C B A A B C

Ramal de ligação

200
ae

Fase Fase Fase Neutro Neutro Fase Fase Fase


C B A A B C
200

Ramal de ligação

Superintendência de Redes Norma de Distribuição

Elaborado por: Clarice Itokazu Oshiro Aprovado por: Frederico Jacob Candian ND.07
Verificado por: Edmilson L. Menegatti Subst. ND.07.14.08/1, revisão 03 de 10.2016 Revisão 04

DESENHO Nº
Ligação de consumidores em posto de
ND.07.14.08/1
transformação
Folha 1/1