Você está na página 1de 7

Vocês foram informados de que não haverá mais cine Trash.

Assim, vejam a informação que faltou


(quantas edições) e passem essa parte da matéria para o final do texto.
Sétima gaúcha
A sétima arte conquista a Serra Gaúcha

Festivais de cinema se tornam referência na região

gaúcha oferece muitos atratativos, até


A Serra Gaúcha é cheia de atrativos, desde a produção de bons vinhos às
outra ramo
formaestá
de entretenimento conquista, cada vez mais,
maravilhosas paisagens. No entanto, outro conquistando cada vez mais
dois pontos esse à sétima
adeptos na região, o cinema. E nada melhor do que disceminar este amor pela

sétima arte começando pelos adolescentes.

Em 2016, a Universidade de Caxias do Sul criou o Festival Cine Trash para


Ensino Médio vírgula
os estudantes do ensino médio das escolas da região com o intuito de oferecer
da atividade, em 2018
experiência no ambiente universitário. Com o grande sucesso que foi essa

atividade, em 2018 surgiu então o I Festival UCS Cine Trash para que os alunos
Comunicação também pudessem participar.
de comunicação possam também participar.
estendeu-se por ponto Os participantes alojaram-se
O festival ocorre durante três dias, onde os participantes ficam alojados em
de aula, na UCS, acompanhados por uma equipe de responsáveis designados
salas de aula dentro da própria UCS, além disso, a universidade disponibilizadas
pela universidade. Do início ao final do festival, a tarefa dos participantes era realizar
responsáveis para cuidar dos alunos que ali ficam. O evento tem início na sexta-
um curta, no gênero trash, em 28 horas. A universidade oferecia, no período, oficinas
feira, terminando no domingo, e durante esses dias, as equipes tem a missão de
relâmapago de
fazer um filme do gênero trash em um tempo de 28 horas. Os próprios alunos criam

o projeto, desde o roteiro até a exibição, para isso a universidade oferece oficinas

relâmpago de roteiro, produção, maquiagem, fotografia, cenografia e montagem.


Técnica de maquiagem Foto: Tsheislin Ramos

ocorria a
No último dia ocorre a exibição e a premiação dos melhores filmes. O convite
no contemplava todas as...
Ensino Médio
para a participação do evento é feito para todas as escolas do ensino médio da

região de Caxias do Sul. Segundo o professor Ronei Teodoro da Silva, da

Universidade de Caxias do Sul, o evento que ocorre tradicionalmente em outubro,

ainda não tem data definida para acontecer.


oferece regularmente um travessão
A UCS ainda dispõe de um curso em Tecnologia em Produção Audiovisual -
em que os acadêmicos dispõem de infraestrutura para o aprendizado prático, além
Cinema, onde os alunos dispõem de estrutura teórica e prática para o aprendizado
de aulas de fundamentação teórica.
dos saberes ligados ao audiovisual. No curso, são abordados temas voltados à

estética, ao fazer cinematográfico e à significação fílmica.


Participantes do Cine Trash Foto: Mauricio Palma e Gabriela Soares Palma

Astro

em nossa
Outro festival que tem grande destaque na nossa região é o Festival de

Cinema Estudantil Astro, da cidade de Flores da Cunha. O Astro é o festival


a sua
estudantil mais antigo do Brasil, chegando este ano à sua 21ª edição.

Realizado pela Escola de Ensino Médio São Rafael, o Astro é completamente

produzido pelos alunos, os quais escrevem os roteiros, produzem, gravam e atuam

em seus curtas. Após finalizados, os filmes são exibidos para toda a comunidade e

também para um grupo de jurados convidados que decidem os melhores do festival.

O resultado é divulgado na festa de premiação, em que cada ganhador recebe o


troféu
Astrito, prêmio do festival. De acordo com o professor Rodrigo Schiavenin,

responsável pelo projeto, todos os anos é possível notar a evolução dos alunos com

roteiros que abordam temáticas sociais presentes no cotidiano atual.


troféu
Astrito, prêmio do festival. Foto: Tainá Menegat

à
“O sucesso do projeto se deve pela transformação daquilo que é comum em

algo extraordinário, quando reproduzido na tela grande. Ver que o Astro chega em
tirar vírgula
sua 21ª edição, sem nenhuma interrupção na realização é o que basta”, garante o

criador do festival, Juliano Carpeggiani.

Alunos durante a gravação do curta. Foto: Eduardo De Bastiani

E para ajudar os alunos a fazerem um bom trabalho, a Universidade de

Caxias do Sul, por meio do professor Álvaro Fraga Moreira Benevenuto Junior,

auxilia o festival há uma década. A UCS oferece entre quatro e seis oficinas de
prepararem-se
roteiro e gravação por ano para os alunos se prepararem para o Festival. “Isso faz

com que os alunos se organizem melhor na hora de ir a campo para gravar e, ao

mesmo tempo, eles aprendem noções de como funciona o trabalho em equipe e o

trabalho organizado”, afirma Álvaro.

Festival de Cinema de Gramado


Pensar em premiação de Cinema Brasileiro é pensar em Festival de Cinema

de Gramado. As duas coisas andam juntas, mesmo que não em um nível de Oscar,

Cannes, Urso de Ouro ou Globo de Ouro.


de cinema
A maior premiação do cinema ibero-americana é realizada desde 1973. Com
gaúcha
a chegada do festival, a cidade de Gramado, na Serra Gaúcha, fica lotada com o

público que quer acompanhar de perto tudo o que acontece nas salas do Palácio

dos Festivais e ver os grandes vencedores do Kikito, troféu dado aos premiados.

“Se olharmos para a história do Festival, podemos saber como foi o nosso

Brasil e o nosso cinema nos últimos 40 anos”, atesta o diretor Fernando Meirelles.

Em 2018, na 46ª edição, “Ferrugem” de Aly Muritiba, ganhou como melhor

longa-metragem brasileiro. “Los Herederas”, de Marcelo Martinessi, ficou com o

prêmio de melhor longa-metragem estrangeiro e “Guaxuma”, de Nara Normande,

com o prêmio de melhor curta-metragem brasileiro.


de 16 a 24 de agosto,
Para a 47ª edição, que ocorre entre 16 e 24 de Agosto, o Festival vai contar
premiação em metragem
com premiações em doze categorias de longa-metragens brasileiros, seis de longa-
metragem metragem
metragens estrangeiros, dez de curta-metragens brasileiros, e a mais nova

premiação: “Melhor Filme de longa-metragem Gaúcho”. A premiação total para os

competidores neste ano de 2019, será de R$ 285 mil.


Linha do tempo do Festival de Cinema de Gramado. Fonte: Site oficial do festival

Texto: Luciano Weber, Tainá Menegat e Valdinéia Tosetto