Você está na página 1de 68

Manual de Referência

00809-0100-4030, Rev DA
Junho de 2007

Chave de Nível Vibratória


Rosemount 2120
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Chave de Nível Vibratória 2120


NOTA IMPORTANTE
Leia este manual antes de usar o produto. Para a segurança do pessoal e sistema, e para um melhor
desempenho do produto, certifique-se que você entendeu completamente o conteúdo deste manual
antes de instalar, usar ou realizar a manutenção deste produto.
A Rosemount disponibiliza dois números de telefone para assistência técnica nos EUA e um
internacional para atendimento de todo o mundo.
Central de Atendimento ao Cliente
1-800-999-9307 (das 7 às 19 horas CST)
Internacional
1-(952) 906-8888
Centro Nacional de Resposta
1-800-654-7768 (24 horas por dia)
Necessidade de manutenção no equipamento.

ATENÇÃO
Os produtos descritos neste documento NÃO são projetados para aplicações qualificadas como
nucleares. O uso de produtos qualificados como não nucleares em aplicações que requeiram
hardware ou produtos qualificados como nucleares poderá provocar leituras imprecisas.
Para informações sobre os produtos qualificados como nucleares da Emerson Process Management,
entre em contato com o seu representante de vendas local da Emerson Process Management.

ATENÇÃO
A Rosemount segue uma política de melhoria e desenvolvimento contínuos dos seus produtos.
Sendo assim, as especificações deste documento, pode ser modificada sem prévio aviso. As
informações contidas neste documento são exatas, não podendo a Rosemount se responsabilizada
por quaisquer erros, omissões ou desinformações contidas neste documento. Este documento não
pode ser reproduzido ou copiado, total ou parcialmente, sem o consentimento prévio, por escrito, da
Rosemount.
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Conteúdo

SEÇÃO 1
Introdução
Visão Geral da Chave. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Tecnologia “Short Fork” (Garfo Curto). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Exemplos de Montagem e Aplicação do Rosemount 2120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Proteção contra Enchimento em Excesso. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Detecção do Limite. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Instalação do Tubo (Proteção da Bomba). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Alarme de Nível Alto e Baixo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Aplicações Sanitárias. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Considerações de Aplicação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Manuseamento da Chave Rosemount 2120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Identificação de Dispositivo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-5
Recomendações e Considerações sobre a Instalação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-6
Ponto de Chaveamento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-8
Suporte de Manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-8
Garantia. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-8

SEÇÃO 2
Instalação
Mensagens de Segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Instalação Mecânica. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Alinhamento Correto do Garfo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Instalação em Tubo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
Instalação em Recipiente. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
Orientação da Bucha do Cabo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-4
Chave do Modo de Ajuste / Espera para o Chaveamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-4
Indicação do LED. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-6
Instalação Elétrica. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-7
Chaveamento de Carga Direta para o 2120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-7
Versão da PNP/PLC para a 2120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-9
Saída de Relé para a 2120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11
Segurança Intrínseca (NAMUR) para a 2120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-13
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

SEÇÃO 3
Manutenção e Resolução de Problemas
Ponto de Teste Magnético. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Inspeção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2
Manutenção da 2120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2
Resolução de Problemas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
Peças Sobressalentes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
Substituição e Calibração dos Cassetes Eletrônicos (PCB). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-4
Seqüência de Substituição. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-4
Para Substituir o Cassete, faça o seguinte: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-5
Seqüência de Calibração. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-6

APÊNDICE A
Dados de Referência
Especificações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-1
Físicas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-1
Mecânicas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-1
Desempenho. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-2
Funcionais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-2
Elétricas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-4
Desenhos Dimensionais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-5
Montagem Roscada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-5
Montagem do Flange. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-6
Acessórios Sanitários. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-7
Informações sobre Pedidos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-8
Peças Sobressalentes e Acessórios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A-11

APÊNDICE B
Certificações do Produto
Certificação de Local Comum pela FM. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Certificação de Local Comum pela CSA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Informações da Diretiva Européia. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Diretiva ATEX (94/9/EC). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Diretiva do Equipamento de Pressão (PED) (97/23/EC). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Diretiva da L.V. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Diretiva de Compatibilidade Eletromagnética (EMC). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Resistência da Vibração. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Marca CE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-1
Proteção contra Enchimento em Excesso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-2
Locais de Fabricação Aprovados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-2
Certificações de Locais Perigosos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-2
Aprovações Norte Americanas e Canadenses. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-2
Aprovação à Prova de Explosão pela Factory Mutual (FM). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-2
Aprovação à Prova de Explosão pela Canadian Standards Association (CSA) . . . . . . . . . . . B-2
Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-2
Aprovação de Segurança Intrínseca pela Factory Mutual (FM). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-5
Aprovação de Segurança Intrínseca pela Canadian Standards Association (CSA). . . . . . . . B-5

TOC-2
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Aprovação à Prova de Fogo pela Canadian Standards Association (CSA). . . . . . . . . . . . . . . B-5


Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas (locais classificadas). . . . . . . B-5
Aprovações Européias. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-10
Aprovações à Prova de Fogo da ATEX. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-10
Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-10
(Referência a Diretiva Européia da ATEX 94/9/EC, Anexo II, 1.0.6.) . . . . . . . . . . . . . . . . . B-10
Aprovação de Segurança Intrínseca pela ATEX. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-12
Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-12
Aprovações pela IECEx . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-14
Aprovações à Prova de Fogo pela IECEx . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-14
Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-14
Aprovação de Segurança Intrínseca pela IECEx. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-16
Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-16
Aprovações do National Supervision and Inspection Centre (NEPSI). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-18
Aprovação à Prova de Explosão pelo NEPSI . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . B-18

TOC-3
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

TOC-4
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

SEÇÃO 1 INTRODUÇÃO
Visão Geral da Chave. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 1-2
Exemplos de Montagem e Aplicação da Rosemount 2120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 1-2
Manuseando a 2120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 1-4
Identificação do Dispositivo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 1-5
Recomendações e Considerações da Instalação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 1-6
Suporte de Manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 1-8

Alguns dos procedimentos e instruções deste manual podem precisar de precauções especiais para
garantir a segurança do pessoal de operação. Sendo assim, algumas informações importantes de
segurança são destacadas pelo símbolo ( ). O símbolo de superfície externa quente ( ) é utilizado
para alertar quando uma superfície estará quente e para que se tenha cuidado para evitar eventuais
queimaduras. Se houver um risco de choque elétrico, o símbolo ( ) será utilizado. Consulte as
mensagens de segurança apresentadas no início de cada seção antes de realizar uma operação
contendo um dos símbolos acima.

ATENÇÃO
Se essas diretrizes não forem seguidas, o pessoal de operação estará correndo sérios riscos
de ferimentos ou até mesmo devido:
• A proteção fornecida pela conformidade com a EN61010-1 (2001) pode ser prejudicada se o
equipamento não for utilizado como especificado.
• A Rosemount 2120 é uma chave de nível vibratória. A sua instalação, conexão,
comissionamento, operação e manutenção somente deve ser realizada por pessoal treinado e
qualificado, os quais deverão ainda observar todas as normas locais e nacional aplicáveis.
• Certifique-se que a fiação elétrica é adequada para a corrente elétrica a ser aplicada e o
isolamento é apropriado para a tensão, temperatura e ambiente.
A superfície externa pode estar quente.
• Deve-se ter cuidado para evitar eventuais queimaduras.
Os vazamentos do processo podem provocar ferimentos ou até mesmo a morte de algum
operador.
• Não remova a chave de nível enquanto ela estiver em operação. A sua remoção em operação
poderá provocar o vazamento de fluídos do processo.
Risco de choque elétrico.
• Se a chave de nível estiver instalada em um ambiente de alta tensão, e se ocorrer uma
condição de falha ou erro de instalação, poderá haver alta tensão nos fios e terminais da
chave.
• Tenha bastante cuidado e atenção ao fazer o contato dos fios e terminais.
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

ATENÇÃO
Qualquer substituição de peças por outras não recomendadas pela Rosemount poderá colocar em
risco a segurança do local e pessoal de operação. Nunca utilize peças de reposição que não sejam
aprovadas ou indicadas pela Rosemount.

Visão Geral da Chave


A Rosemount 2120 é uma chave de nível com tecnologia vibratória indicada para aplicações virtuais de
todos os tipos de líquidos. A sua linha completa de conexões do processo, ampla opção de materiais
de invólucro e peças molhadas, quatro diferentes funções de chaveamento, extensores do cabo,
aprovações para aplicação em áreas perigosas e a capacidade de detecção de enchimento em
excesso tornam a Rosemount 2120 customizável para quase todos os requerimentos.

LED com pulsos Chave de Modo,


retardamento ajustável

Carga Direta, Relé PLC/PNP Invólucro IP66/67 ou NEMA4X


ou eletrônicos IS NAMUR de plástico, alumínio ou aço
inoxidável 316

Ponto de teste
magnético

Duas entradas de
cabo / conduíte Conexões sanitárias,
roscadas ou com
flange

Comprimento de garfo curto ou com Desenho do garfo e


extensões de até 118-pol. (3 m) ‘Gotejamento Rápido’

Material em contato com o líquido revestido de aço


inoxidável, Hostelloy ou Holar/PFA

Tecnologia “Short Fork” (Garfo Curto).


A freqüência natural (~1300Hz) do garfo pode ser selecionada para evitar interferência com a vibração
da planta, o que pode provocar um falso chaveamento. Essa característica de comprimento curto do
garfo também permite que haja uma entrada mínima do garfo dentro dos tubos e recipientes. Com a
tecnologia de garfo curto, a Rosemount 2120 poder ser utilizada em aplicações contendo quase todos
os tipos de líquidos. As constantes pesquisas realizadas pelo pessoal da Rosemount maximizaram a
eficiência operacional do desenho do garfo, tornando-o adequado para quase todos os líquidos,
incluindo os líquidos de revestimento (evita a formação de pontes entre os garfos), líquidos gasosos e
pastas fluidas.

Exemplos de Montagem e Aplicação de Rosemount 2120


Para a maioria dos líquidos, incluindo os líquidos de revestimento, os líquidos gasosos as pastas
semifluidas, a função da 2120 não é afetada pelo escoamento, turbulência, bolhas, espuma, vibração,
partículas sólidas, sedimentação (evita a formação de pontes entre os garfos) ou propriedades dos
líquidos. Para uso em áreas perigosas ou seguras (intrinsecamente segura ou Exd), e com
temperaturas de processo de até 302°F (150°C).
Ela pode ser montada em qualquer posição em um tanque ou tubo. E mais, a sua montagem pode ser
feita utilizando uma ampla variedade de conexões roscadas, flangeadas ou santirárias.

1-2
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Proteção contra Enchimento em Excesso


O transbordamento provocado pelo enchimento em excesso pode ser perigoso
para o pessoal de operação e meio ambiente, além da perda do produto e os
custos para a sua limpeza. A 2120 é uma chave de nível vibratória com um “LED
de pulso” embutido, o qual é usado para sinalizar o enchimento em excesso a
momento.

Detecção do Limite
Normalmente os tanques de processamento de batelada (batch) possuem
mexedores / agitadores que garantem a mistura e “fluidez” do produto. O
retardamento padrão selecionável pelo usuário, que pode variar de 0.3 a 30
segundos, elimina virtualmente o risco de chaveamento falso devido aos respingos
provocado pelos mexedores / agitadores.

Instalação do Tubo (Proteção da Bomba)


Os garfos curtos representam menor intrusão na parte molhada, permitindo
instalações mais simples e de menor custo em qualquer ângulo dos seus tubos ou
recipientes. Com um garfo projetando somente 2 pol. (50 mm) (conforme o tipo de
conexão), a 2120 pode ser instalada em tubos de pequeno diâmetro. Escolhendo
a opção de eletrônicos de chaveamento direto da carga, a 2120 é ideal para o
controle de bombas e pode ser utilizada também na proteção de bombas
operando a seco.

Alarme de Nível Alto e Baixo


A detecção do nível máximo e mínimo de tanques contendo diferentes tipos de
líquidos é uma das principais aplicações da 2120. A 2120 robusta opera
continuamente em temperaturas de até 302°F (150°C), e suporta uma pressão
operacional de até 1450 psig (100 parg), características estas que a tornam
perfeita para uso como um alarme de nível alto ou baixo.

Aplicações Sanitárias
Com a opção de garfos altamente polidos fornecendo um acabamento de
superfície (Ra) melhor do que 0.8µm, a 2120 atende os principais critérios de
projeto exigidos para as aplicações sanitárias mais rigorosas, como as da indústria
de alimentos, bebidas e farmacêutica.
Fabricada em aço inoxidável, a 2120 é robusta o suficiente para resistir com
facilidade rotinas de limpeza à vapor (CIP) em temperaturas de até 302°F (150°C).

1-3
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Considerações de Aplicação

• Certifique-se que o líquido se encontra dentro das faixas de temperatura e pressão (veja as
especificações).
• Verifique se o líquido está dentro da faixa de viscosidade recomendada de 0.2 a 10. 000 cP.
• Os produtos com viscosidade muito alta são, por exemplo: xarope de chocolate, ketchup,
manteiga de amendoim e betume. A chave ainda detectará estes produtos, mas o tempo de
drenagem pode ser muito longo.
• Verifique se a densidade do líquido está acima de 37.5 lb/ft3 (600 kg/m3).
• Os produtos com densidade muito baixa são, por exemplo: acetona, pentano e hexano.
• Verifique risco de sedimentação de materiais sobre os garfos.
• Evite situações onde produtos para secamento rápido e de revestimento podem criar um
excesso de sedimentação de materiais.
• Certifique-se que nenhum risco de formação de ponte entre os garfos.
• Se houver a possibilidade de ocorrer a formação de ponte entre os garfos durante o uso de
revestimento, utilize a versão Halar/PFA revestida para reduzir o risco de sedimentação de
materiais.
• Os produtos que pode provocar a formação de ponte entre os garfos são: pastas fluidas de papel
denso e betume.
• Verifique o conteúdo de sólidos no líquido.
• Poderão ocorrer problemas se o produto utilizado secar provocando a formação de uma massa
compacta.
• Recomenda-se que o diâmetro máximo da partícula sólida no líquido seja de 0.2 pol. (5 mm).
• É necessário maior atenção e cuidado ao lidar com partículas maiores que 0.2 pol. (5 mm),
consulte a fábrica.
• Espuma
• Em quase todos os casos, a 2120 é insensível a espumas (não enxerga a espuma como um
líquido).
• No entanto, em determinadas circunstâncias, algumas espumas muito densas podem ser vistas
como líquido, como àquelas encontradas na fabricação de sorvete e suco de laranja.

Manuseamento da Chave Rosemount 2120

Figura 1-1. Não segure a 2120 pelos garfos. Figura 1-2. Não mude o formato dos garfos da 2120 em
hipótese alguma

1-4
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Identificação de Dispositivo
Veja o Apêndice B: Certificações do Produto para aprovações específicas do produto.

1-5
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Recomendações e Considerações sobre a Instalação


Antes de você instalar a chave de nível vibratória Rosemount 2120, observe os seguintes
requerimentos de montagem e as recomendações específicas para a instalação.
• Instale a chave Rosemount 2120 em qualquer direção no tanque contendo o líquido.
• Sempre instale-a no estado normalmente em “on”. (Veja “Instalação Elétrica” na página 2-7)
• Para nível alto a recomendação é Dry (seco) = on
• Para nível baixo a recomendação é Wet (molhado) = on.
• Teste sempre o sistema usando o ponto de teste magnético local durante o comissionamento.
(Veja “Ponto de Teste Magnético” na página 3-1).
• Deixe espaço suficiente para a montagem e a instalação elétrica (Veja “Desenhos Dimensionais” na
página A-5 para obter as dimensões das chaves.)

Figura 1-3. Deixe espaço suficiente fora do tanque

• Posicione os garfos de forma que eles não entrem em contato com a parede do tanque ou
quaisquer acessórios/ferragens internas, ou ainda com quaisquer obstruções.
• Evite instalar a 2120 em um local onde ela poderá ficar exposta ao líquido entrando no tanque no
ponto de enchimento.
• Evite que haja um respingamento forte nos garfos.
• O aumento do retardamento reduz as possibilidades de chaveamento acidental provocados pelo
respingamento.
• Evite acúmulo de produtos.
• Certifique-se que não há risco de choque entre os garfos.
• Certifique-se que há distância suficiente entre o acúmulo de materiais na parede do tanque e o
garfo.
• Certifique-se que a instalação não criou rachaduras no tanque, ou ao redor dos garfos, de forma
que possa haver acúmulo de líquido (líquidos de alta viscosidade e alta densidade).

1-6
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Figura 1-4. Exemplo de acúmulo na parede do tanque – Situação correta e incorreta

• Tenha maior atenção para as situações onde a vibração da planta se encontra próxima da
freqüência operacional de 1300Hz da chave 2120.
• Evite usar comprimentos de garfo grandes em ambientes com condições de vibração elevadas sem
antes fornecer suportes/apoios ao longo do garfo.
Figura 1-5. Instale suportes/apoios no garfo da chave 2120 quando houver cargas dinâmicas altas

>3.28 pés

>3.28 pés

>3.28 pés

1-7
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Ponto de chaveamento

No desenho superior, um meio de


baixa densidade fornece um ponto
de chaveamento próximo da
conexão. Um meio com densidade pol.
muito elevada fornece um ponto
de chaveamento próximo da ponta
do garfo.
SP
pol

pol Ponto de chaveamento (H20)


(SP)

Histerese do chaveamento
SP (HY)

pol.

SP

pol

Suporte de Manutenção
Para agilizar o processo de devolução de um produto com defeito fora dos Estados Unidos, entre em
contato com o seu representante da Rosemout mais próximo.
Dentro dos Estados Unidos, ligue para o Centro de Resposta Nacional Rosemount utilizando o número
1-800-654-RSMT (7768) (ligação gratuita). Este Centro, disponível 24 horas por dia, ajudará você com
quaisquer informações ou materiais necessários.
Durante a ligação para o Centro de Resposta Nacional Rosemount, o atendente lhe solicitará os
números do modelo e série do produto e fornecerá um número de autorização para a devolução do
material (RMA). O Centro também solicitará informações sobre quais materiais/substâncias do
processo o produto foi exposto por último.
Os atendentes do Centro de Resposta Nacional Rosemount ainda explicarão informações e
procedimentos adicionais necessários para a devolução dos produtos expostos à substâncias
perigosas, de forma que eles possam evitar ferimentos do pessoal de manutenção se forem
corretamente informados sobre esses materiais/substâncias perigosas. Se o produto a ser devolvido
tiver sido exposto a uma substância perigosa, conforme definido pela OSHA, será necessário também
fornecer uma cópia da folha de dados de segurança do material (MSDS) para cada substância
perigosa identificada, e esta ser incluída com o produto a ser devolvido.

Garantia
A Emerson Process Management substituirá uma 2120 com defeito ou falha por uma unidade nova
desde que o defeito ou falha seja diretamente reportada a Emerson, ou para um dos seus
representantes credenciados, dentro de 1 ano, contado à partir da data de expedição, e ainda que o
produto tenha sido instalado e utilizado de acordo com o manual de instrução 00809-0100-4030 da
Emerson Process Management. A Emerson Process Management reserva o direito de inspecionar o
produto em referência e recusar a sua substituição se as condições acima não forem atendidas.

1-8
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

SEÇÃO 2 Instalação
Mensagens de Segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 2-1
Instalação Mecânica. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 2-2
Correto Alinhamento do Garfo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 2-2
Orientação da Gaxeta de Vedação do Cabo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 2-4
Interruptor do Modo de Ajuste / Retardamento do Chaveamento. . . . . . . . . . . . . . Página 2-4
Indicação do LED. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 2-6
Instalação Elétrica. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página 2-7

Mensagens de Segurança
Alguns dos procedimentos e instruções deste manual podem precisar de precauções especiais para
garantir a segurança do pessoal de operação. Sendo assim, algumas informações importantes de
segurança são destacadas pelo símbolo ( ). O símbolo de superfície externa quente ( ) é utilizado
para alertar quando uma superfície estará quente e para que se tenha cuidado para evitar eventuais
queimaduras. Se houver um risco de choque elétrico, o símbolo ( ) será utilizado. Consulte as
mensagens de segurança apresentadas no início de cada seção antes de realizar uma operação
contendo um dos símbolos acima.
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Instalação Mecânica
Figura 2-1. Vedação Figura 2-2. Aperto da Chave

NPT,
roscada PTFE
BSPT (R) (Teflon)

roscada Junta
BSPP (G)

Tri-clamp Vedação (fornecida em


02100-1020-0001)

Alinhamento Correto do Garfo


Certifique-se de que o garfo está corretamente alinhado.

Chanfro de Alinhamento

2-2
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Instalação em Tubo

Instalação em Recipiente

2-3
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Orientação da Bucha do Cabo

Chave do Modo de Ajuste / Chaveamento

LED Chave de
Modo/Retardo

2-4
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

1. Chave de Modo
Seleção do modo “Dry on” ou “Wet on.” (seco ou molhado)
2. Retardamento do chaveamento.
Seleção do retardamento: 0.3, 1, 3, 10 ou 30 segundos.
Figura 2-3. Modo “Dry On”, retardamento de 1 segundo (comum para aplicações de nível alto)

Modo Dry ON

Figura 2-4. Modo “Wet On”, retardamento de 1 segundo (comum para aplicações de nível baixo)

Modo Wet On

NOTA:
• Há um retardo padrão de cinco segundos na mudança entre os modos e os tempos de retardo.
• O pequeno corte na chave giratória indica o retardo / modo escolhido
• A instalação recomendada para nível alto é “dry on” e para nível baixo é “wet on”. Não instale no
estado “off”.

2-5
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Indicação do LED

Freqüência de pisca do LED Status da chave

Contínuo O estado de saída está ligado

1 a cada segundo O estado de Saída está desligado

1 de 2 em 2 segundos Descalibrado

Falha de carga; corrente de carga muito alta; curto circuito


1 de 4 em 4 segundos
de carga

2 vezes / segundo Indicação de calibração bem sucedida

3 vezes / segundo Falha interna (micro, ROM ou RAM)

Desligado Problema (por exemplo: abastecimento)

2-6
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Instalação Elétrica
Isole a alimentação (energia elétrica) antes de conectar a chave ou remover os eletrônicos.
O terminal terra deve ser conectado a um sistema de aterramento externo.

Chaveamento de Carga Direta da 2120


• Chaveamento direto da carga (2-fios, etiqueta vermelha)

PE Fusível de R = Carga externa (deve ser ajustada)


(Terra) 2A(T) R = Charge externe (impératif)
R = Externe Last (muß installiert sein)
DPST R = Extern last (måste monteras som visas)
R = Carga exterior (debeinstalarse)
R = Externe belasting (moetaangesloten zijn)
R = Zewnetrzne obciazenie (musi byc podlaczone)
Neutro Livre ac
OFF

dc Sem carga
OFF

Com carga

NOTA:
DPST = Chave ‘Double Pole, Single Throw’ (on/off) - deve ser ajustada para uma desconexão segura
da fonte de alimentação (energia elétrica). Instale essa chave o mais próximo possível da 2120.
Mantenha a chave desobstruída. Cole uma etiqueta na chave para indicar qual é o dispositivo de
desconexão da alimentação (energia elétrica) para a 2120.

AVISO DE CONEXÃO DE RELÉ:


A Rosemount 2120 precisa de uma corrente mínima de 3mA, a qual continua a fluir mesmo quando a
2120 estiver ‘desligada’. Ao selecionar um relé para ligar em série com a 2120, o usuário deve garantir
que a queda de tensão do relé seja maior que a tensão que será gerada através da bobina do relé
quando a corrente de 3mA fluir através dele.

2-7
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Nível Alto = “Dry on” = ON Nível Baixo = “Wet on” = ON

Fusível Fusível
Fusível Fusível
2A(T) 2A(T)
2A(T) 2A(T)

DPST DPST
DPST DPST

LED aceso continuamente LED pisca uma vez por segundo LED aceso continuamente LED pisca uma vez por segundo

2-8
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Versão da PNP/PLC para a 2120


• Saída do PNP para chaveamento de carga e chaveamento direto do PLC (3-fios, etiqueta amarela)

Fusível de 2A(T)

Terra

+V O/P 0V

dc

OUT(ON)

OFF

2-9
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Nível Alto = “Dry on” = ON Nível Baixo = “Wet on” = ON

OUT OUT
OUT OUT
PLC (Entrada positiva i)

OUT OUT OUT OUT


PNP dc

Fusível
Fusível Fusível Fusível
1A(T)
1A(T) 1A(T) 1A(T)

LED aceso continuamente LED pisca uma vez por segundo LED aceso continuamente LED pisca uma vez por segundo

2-10
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Saída de Relé para a 2120


• Saída do relé, SPCO (Etiqueta verde)

Fusível de 0.5A(T)
PE
(Terra)

ac
DPST

Livre ac

Sem carga

dc dc

Com carga

NOTA:
DPST = Chave ‘Double Pole, Single Throw’ (on/off) - deve ser ajustada para uma desconexão segura
da fonte de alimentação (energia elétrica). Instale essa chave o mais próximo possível da 2120.
Mantenha a chave desobstruída. Cole uma etiqueta na chave para indicar qual é o dispositivo de
desconexão da alimentação (energia elétrica) para a 2120.

2-11
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Nível Alto = “Dry on” = ON Nível Baixo = “Wet on” = ON

NC C NO NC C NO NC C NO NC C NO

LED aceso continuamente LED pisca uma vez por segundo LED aceso continuamente LED pisca uma vez por segundo

2-12
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Segurança Intrínseca (NAMUR) para a 2120


• Segurança Intrínseca – NAMUR (Cassete e etiqueta azul)

Segurança Intrínseca
EM 50227 / NAMUR

ON

OFF

Isolating amplifier to NAMUR (IEC60947-5-6, EN50227)

Interface selon NAMUR (IEC60947-5-6)

Isolatie versterking tot NAMUR (IEC60947-5-6)

Galvanisch getrennter Verstärker nach NAMUR


(IEC60947-5-6)

Amplificador de isolamento NAMUR (IEC60947-5-6)

Version med isolerande NAMUR-förstärkare enligt


(IEC 60947-5-6)

Bariera zgodna z NAMUR (IEC60947-5-6)

NOTAS:
Este cassete intrinsecamente seguro não pode ser trocado por qualquer outro cassete.
Consulte o Apêndice B para obter aprovações Segurança Intrínseca.
Este cassete intrinsecamente seguro precisa de um Amplificador de isolamento.
Não exceda 8V dc.

2-13
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Nível Alto = “Dry on” = ON Nível Baixo = “Wet on” = ON

LED aceso continuamente LED pisca uma vez a cada LED aceso continuamente LED pisca uma vez a cada
segundo segundo

2-14
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

SEÇÃO 3 MANUTENÇÃO & RESOLUÇÃO DE


PROBLEMAS
Ponto de Teste Magnético. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . página 3-1
Inspeção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . página 3-2
Manutenção da 2120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . página 3-2
Localização de Defeitos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . página 3-3
Peças Sobressalentes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . página 3-3
Reposição e Calibração dos Cassettes Eletrônicos (PCB) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . página 3-4

Ponto de Teste Magnético


Um ponto de teste magnético encontra-se localizado na lateral do invólucro da chave 2120, permitindo
assim o seu teste funcional. Ao tocar um imã no “alvo” do ponto de teste, a saída da 2120 mudará o
seu estado durante o tempo em que o imã estiver presente.

PONTO DE
TESTE
MAGNÉTICO

SEM IMÃ COM IMÃ


Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Inspeção
• Inspecione visualmente a chave 2120. Verifique se há algum dano. Se ela estiver danificada, não
utilize-a.
• Certifique-se de que as buchas do cabo e tampa estão corretamente instaladas.
• Verifique se a freqüência de pisca do LED é de 1 Hz ou se ele está continuamente aceso. Se
houver alguma outra condição de pisca, consulte o capítulo “Indicação de LED” na página 2-6.

Manutenção da 2120

NOTA
Ao utilizar uma escova para a limpeza, certifique-se que ela seja de um tipo macio.

3-2
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Quando houver um mau funcionamento da chave de nível Vibratória Rosemount 2120, consulte a
Tabela 3-1 para obter informações sobre as possíveis causas.

Tabela 3-1. Tabela de Defeitos e Soluções possíveis.


Defeito Sintoma/Indicação Ação/Solução
Não liga • LED apagado; sem alimentação • Verifique fonte de alimentação; (verifique a
(energia elétrica) carga nos modelos eletrônicos de chaveamento
• LED piscando 3 vezes por segundo direto da carga )
• LED piscando 1 vez a cada 2 • Falha interna, entre em contato com o
segundos fornecedor
• LED piscando 1 vez a cada 4 • Descalibrado, devolve ao fornecedor
segundos • Falha de carga; corrente de carga muito alta,
• Garfo danificado curto circuito de carga; verifique a instalação
• Incrustação espessa nos garfos • Substitua
• retardo de 5 segundos na mudança • Limpe o garfo com cuidado
modo/retardo • Espere 5 segundos

Chaveamento incorreto • Dry = On, Wet = On ajustados • Ajuste o modo correto na instalação dos
corretamente eletrônicos

Chaveamento com • Turbulência • Ajuste um tempo maior para o retardo do


folha • Ruído elétrico excessivo chaveamento
• Elimine a causa da interferência

Peças Sobressalentes
Veja “Peças Sobressalentes e Acessórios” na página A-11.

3-3
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Substituição e Calibração dos Cassetes Eletrônicos (PCB)


Ao substituir um cassete danificado ou defeituoso, será necessário calibrar o mesmo com a freqüência
operacional da montagem do garfo. Esta é uma lista das ações requeridas para deixar a calibração
ocorrer. Por favor, certifique-se que você entenda antes de iniciar. Os passos da seqüência de
calibração de 3 até 13 são dependentes de tempo e devem ser realizados dentro dos tempos
anotados.
A dependência do tempo e a seqüência de chaveamento são para evitar ocorrer uma calibração
acidental. Se esta reposição estiver ocorrendo em uma área perigosa (Ambiente Potencialmente
Explosivo), uma pessoa adequadamente qualificada deve realizá-la. Todo o trabalho em áreas
perigosas deve ser realizado de acordo com o código local de prática. Para os requisitos gerais de
área perigosa para este equipamento, consulte o Apêndice B: Certificações do Produto.
Esta rotina de calibração exige um pouco de prática; não fique surpreso se a unidade não estiver
calibrada após a primeira tentativa.

Seqüência de Substituição
Em unidades com segurança intrínseca, é recomendado que a substituição e calibração sejam
realizadas em uma área segura (não perigosa).

NOTA:
Os cassetes com segurança intrínseca podem somente ser substituídos por cassetes I.S..
Os cassetes sem com segurança intrínseca somente podem ser substituídos por outros cassetes
também sem segurança intrínseca, no entanto a etiqueta deve ser substituída e o número da peça
original transferido para essa nova etiqueta.
Antes de iniciar o procedimento de substituição e calibração, certifique-se que nenhum processo
controlado será afetado adversamente.

3-4
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Para substituir o cassete, faça o seguinte:


1. Isole e desligue a alimentação para a 2120. Depois isole as extremidades dos fios.

NOTA:
Em unidades com relé, pode haver mais de uma fonte de alimentação.
2. Remova a tampa aparafusada e desconecte os fios, anotando as suas posições de conexão.
(Figura 3-1). Ainda, observe a posição exata da chave de modo (Figura 3-2) do cassete que será
substituído.
3. Remova e guarde os dois parafusos de fixação da base do cassete. Depois desconecte o cassete.
4. Instale o cassete de reposição, insira os parafusos, reconecte os fios e coloque a chave de modo na
posição Wet = “ON” com um retardo de 1 seg. (Figura 3-3).
5. Restabeleça a alimentação para a unidade (reverta a etapa 1).

Figura 3-1. Cassete a ser substituído.

Figura 3-2. Chave de modo ajustada para Dry = ON, retardo de 1 seg. Este é um exemplo de como o cassete existente
pode se parecer. Anote o ajuste real.

Figura 3-3. Posição da chave de modo do cassete de reposição (ajustada para Wet = ON, retardo de 1 seg.)

NOTA:
Opções de Retardo do chaveamento: 0.3, 1, 3, 10 ou 30
segundos (selecionada na chave de modo)
LED de indicação de status: Aceso continuamente: saída
ativada (ON).
Um pisca por segundo: Saída desativada (OFF)
Um pisca a cada 4 segundos: Falha de carga
(Corrente muito alta, curto circuito ou carga suprimida)

3-5
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Seqüência de Calibração
Para calibrar o cassete, faça o seguinte:
1. Certifique-se de que os garfos do sensor estão secos e a chave do modo está ajustada para Wet =
ON, Com retardo de 1 segundo.
2. Verifique se o LED está piscando a uma freqüência de um pisca por segundo. Se ele estiver aceso
de forma contínua, siga para a etapa 8.
3. Aproxime o imã do ponto de teste. Com o conduíte do invólucro bem próximo de você, o ponto do
teste pode ser encontrado a meio caminho para baixo do invólucro à direita alinhado com o
cassete PCB. Em invólucros externos, um alvo indicará a sua posição. (veja na página 3-1).
4. Após um retardo de 1 segundo, o LED acenderá continuamente.
5. Dentro de 3 segundos, gire a chave de modo duas posições no sentido horário.
6. Após um retardo de 2 segundos, o LED apagará.
7. Dentro de 3 segundos, gire a chave de modo 2 posições no sentido anti-horário.
Siga para a etapa 13.
8. Aproxime o imã do ponto de teste, o qual está indicado por um alvo em uma etiqueta externa (veja
a página 3-1).
9. Após um retardo de 1 segundo, o LED piscará uma vez por segundo.
10. Dentro de 3 segundos, gire a chave do Modo duas posições no sentido horário.
11. Após de um retardo de 2 segundos, o LED apagará (irá parar de piscar).
12. Dentro de 3 segundos, gire a chave de modo duas posições no sentido anti-horário.
13. Após um retardo de 2 segundos, o LED deverá piscar duas vezes por segundo.
14. Se o LED estiver piscando duas vezes por segundo, a calibração foi corretamente realizada.
Remova o imã. Depois de um retardo de 1 segundo, a unidade retornará para a operação normal.
Siga para a etapa 17.
15. Se o LED estiver piscando uma vez por segundo ou ficar continuamente aceso, a calibração
falhou. Se isto ocorrer, remova o imã, espere dez segundos e então repita a etapa 2 acima e
seguintes.
16. Se o LED apagar após um retardo de dois segundos à partir da etapa 13, o sensor não estará
funcionando corretamente. Verifique se os garfos do sensor estão limpos e secos. Ainda, verifique
se não há nada preso ou obstruindo o sensor. Se nenhum defeito for encontrado no sensor, a
unidade inteira deve ser devolvida para reparo.
17. Ajuste a chave de modo para a posição escrita na etapa 2 da Seqüência de Substituição.
Espere cinco segundos para que o novo ajuste seja efetivado.
18. Recoloque a tampa e verifique se o sistema está funcionando corretamente.

3-6
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

APÊNDICE A Dados de Referência


Especificações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página A-1
Desenhos Dimensionais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página A-5
Informações de Encomendas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Página A-8

Especificações

Físicas
Produto
Chave de Nível Vibratória Rosemount 2120

Princípio de medição
Garfo vibratório

Aplicações
A maioria dos líquidos, incluindo líquidos de revestimento, líquidos gasosos e líquidos pastosos.

Mecânicas
Invólucro
Código do Invólucro A D X Y S T
Liga de Alumínio ASTM
B26
Material do Invólucro Nylon PA66 30%GF Aço inoxidável 316C12
356-T6, LM25 TF ou
A360.0
Janela do LED PMMA nenhum nenhum
Entrada de conduíte M20 1/2-in. NPT M20 3/4-in. NPT M20 3/4-in. NPT
IP66/67 para EN60529, IP66/67 para EN60529,
Proteção de entrada IP66/67 para EN60529
NEMA 4X NEMA 4X

Conexões
Veja “Tipo / Tamanho de Conexão do Processo” na página A-8

Comprimentos de Extensão
Disponível, como padrão, até um máximo de 118 polegadas (3000 mm). Outros comprimentos mediante pedido.

Material do Processo
Aço inoxidável 316L (1.4404), Hostteloy C ou revestimento de copolímero Halar (ECTFE) / PFA (max. de 39.37
polegadas. [1000 mm] ). Polido a mão para uma melhor opção que 0.8µm disponível para conexões sanitárias. O
material da junta de 3/4-pol. e 1-pol. BSPP (G) é sem amianto Grau BS7531 X fibra de carbono com aglutinante de
borracha.

Desenhos Dimensionais
Veja “Desenhos Dimensionais” na página A-5
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Desempenho
Histerese (água)
±0.039-polegada. (± 1mm), nominal.

Ponto de chaveamento (água)


0.5-polegada (13 mm) da ponta (vertical) / da extremidade (ou borda) horizontal do garfo
(isto irá variar com diferentes densidades de líquido).

Funcionais
Pressão Máxima Operacional
O valor final depende da conexão do tanque

Conexão roscada
Veja a Figura A-1.
Nota: Junta com aabraçadeira (02120-2000-0001), veja a página A-11, limite a pressão máxima operacional a
18.85 psig (1.3 barg).

Conexão Sanitária
435 psig (30 barg)

Conexão com Flange


Veja a Figura A-1 e a Tabela A-1 (a que for menor).

Tabela A-1. Valores de Pressão Máxima do Flange


Norma Classe / Valor Flanges de Aço Inox
ANSI 150 lb. 275 psig(1)
ANSI 300 lb. 720 psig(1)
ANSI 600 lb. 1,440 psig(1)
DIN Nº da peça 10/16 10/16 barg(2)
DIN Nº da peça 25/40 25/40 barg(2)
DIN Nº da peça 64 64 barg(2)
DIN Nº da peça 100 100 barg(2)

(1) A 100°F (38°C), o valor diminui com o aumento da temperatura.


(2) A 248°F (120°C), o valor diminui com o aumento da temperatura.

Figura A-1. Pressão do Processo


Pressão do Processo psig (barg)

Temperatura do Processo °F (°C)

A-2
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Temperatura
Veja a Figura A-2.

Figura A-2. Temperatura


Pressão do Proceesso psig
(barg)

Temperatura do Processo °F (°C)

Densidade do Líquido
Mínima de 37.5 lb/ft3 (600 kg/m3)

Faixa de Viscosidade do Líquido


0.2 a 10,000 cP (centiPoise)

Revestimento e Conteúdo de Sólidos


O diâmetro máximo recomendado para as partículas sólidas no líquido é de 0.2 polegadas. (5 mm).
Para produto de revestimento, evite a colisão com os garfos.

Retardo do Chaveamento
Retardo selecionável pelo usuário em 0.3, 1, 3, 10 e 30 segundos para “dry para wet” / “wet pra dry”

Limpeza CIP (Limpeza no local)


Resiste a rotinas de limpeza à vapor de até 302°F (150°C)

A-3
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Elétricas
Modo de Chaveamento
Selecionável pelo Usuário (Dry = on ou Wet = on)

Proteção
Polaridade reversa insensível. Proteção contra curto circuito / perda de carga.

Conexão Terminal (diâmetro do fio)


Máx. de 0.1 polegada2 (2.5 mm2) (Observe as normas nacionais)

Plugues do Conduíte / Junta do Cabo

Invólucro Externo de Metal


• As entradas de conduíte para as áreas à prova de explosão são expedidas com dois plugues de latão.

Invólucro de Plástico:
• A carga direta, PNP/PLC e eletrônicos intrinsecamente seguros são expedidos com uma junta de vedação do
cabo PA66(1) e um plugue de isolamento.
• As unidades do relé são expedidas com duas juntas de cabo PA66(1).

Aterramento
A 2120 deve sempre ser aterrada pelos terminais ou através da conexão da terra fornecida.

Conexões Elétricas
• Chaveamento direto de carga (2 fios)
• Saída PNP de estado sólido para interface direta com os PLC’s (3 fios)
• Relé único SPCO para contatos livres de tensão
• Segurança intrínseca (NAMUR) para DIN 19234, IEC 60947-5-6

(1) Diâmetro do cabo de 0.2 a 0.3 polegadas. (5 a 8 mm)

A-4
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Desenhos Dimensionais
Montagem Roscada

Nylon com Fibra de Vidro Nylon com Fibra de Vidro Alumínio/Aço Inox

Entrada do Cabo
M20-x1 .N5 ou ¾-
pol NPT

Junta de Vedação
do Cabo
ou Entrada do Cabo
A/F
in. M20x1.5 ou 1/2-
pol. NPT
ou
in. A/F
sextovado ou
in.

Ponto de Ponto de
Chaveamento Chaveamento

Ponto de Ponto de
Chaveamento Chaveamento
Ponto de
Chaveamento
Ponto de Nota
Chaveamento As dimensões estão em polegadas
(milímetros)
Tabela A-2. Comprimento do Garfo. As dimensões estão em polegadas (milímetros)
Comprimento Padrão Comprimento Mínimo Comprimento Máximo
Roscado
Código A Código E (M) Código E (M)
3/4 – pol. 1.73 (44) 3.74(95) 118.11 (3000)
1 pol. 1.73 (44) 3.70 (94) 118.11 (3000)

Tabela A-3. Dimensões da Caixa. As dimensões estão em polegadas (milímetros)


Material A B C
Nylon Vidro 3.52 (90) 4.02 (102) 4.72 (120)
Alumínio 2.68 (68) 4.02 (102) 6.14 (156)
Aço Inoxidável 316 2.76 (70) 4.13 (105) 6.30 (160)

A-5
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Montagem do Flange
A figura abaixo mostra um invólucro de nylon com fibra de vidro

Junta de Vedação do
Cabo

Nota
As dimensões estão
em polegadas (milímetros)

Ponto de
Chaveamento Ponto de
Chaveamento
Tabela A-4. As dimensões estão em polegadas (milímetros)
Comprimento Padrão Comprimento Mínimo Comprimento Máximo
Material
Código H Código E (M) Código E (M)
Aço Inoxidável 4 (102) 3.50 (89) 118.11 (3000)
Revestido com copolímero
4 (102) 3.50 (89) 39.37 (1000)
Halar/PFA

Tabela A-3. Dimensões da Caixa. As dimensões estão em polegadas (milímetros)


Material A B C(1)
Nylon Vidro 3.52 (90) 4.02 (102) 6.30 (160)
Alumínio 2.68 (68) 4.02 (102) 6.14 (156)
Aço Inoxidável 2.76 (70) 4.13 (105) 7.87 (200)

(1) Variará com a espessura e classificação do flange. “C” é a espessura máxima nominal permite um flange de espessura de
até 1.77-in. (45 mm). Isto equivale a 4-in. ANSI, 600lb. RF.

A-6
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Acessórios Sanitários
A figura abaixo mostra um invólucro de nylon com fibra de vidro

Junta de Anel de
Vedação do Vedação
Junta de Junta de
Cabo BSPP de
Vedação do Vedação do
in Cabo 1-pol. Cabo
Tri-Champ
in
Tri-Champ Hexágono

Ponto de Ponto de
Chaveamento Ponto de Chaveamento
Chaveamento
Ponto de Ponto de Ponto de
Chaveamento Nota Chaveamento
Chaveamento
As dimensões estão em polegadas (milímetros)

Tabela A-6. As dimensões estão em polegadas (milímetros)


Comprimento Padrão Comprimento Mínimo Comprimento Máximo
Conexão
Código A Código E (M) Código E (M)
Tri-Champ 1.7 (44) 4.13 (105) 118.11 (3000)
Anel de Vedação
1.7 (44) NA NA
(1 pol. BSPP)

A-7
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Informações sobre Pedidos


Modelo Descrição do Produto
2120 Chave de Nível Vibratória
Código Material de Construção: Garfo / Conexão do Processo
D Aço Inoxidável 316L (1.4404)
N(1)(2) Aço Inoxidável 316L (1.4404) com NACE, conforme com MR 0175:2003 (ISO 15156:2003)
F(3) MR 0103-2003
C(4) Halar/PPA revestido com Aço Inoxidável 316L. (1.4404)
Hastelloy C, Hastelloy sólida
Código Tipo / Tamanho da Conexão do Processo
Com Rosca
0A Rosca de ¾ polegada BSPT (R)
0B Rosca de ¾ polegada BSPP (G)
0D Rosca de 3/4 polegada NPT
1A Rosca de 1 polegada BSPT (R)
1B Rosca de 1 polegada BSPP (G)
1D Rosca de 1 polegada NPT
Conexão Sanitária
1P Anel de Vedação 1 polegada BSPP (G)
5R Tri-Clamp de 1.5 polegadas (38 mm)
2R Tri- Clamp de 2 polegadas (51 mm)
Flanges ANSI
5G 1.5 polegadas ANSI, 150 lb. RF
5H 1.5 polegadas ANSI, 300 lb. RF
5J 1.5 polegadas ANSI, 600 lb. RF
2G 2 polegadas ANSI, 150 lb. RF
2H 2 polegadas ANSI, 300 lb. RF
2J 2 polegadas ANSI, 600 lb. RF
3G 3 polegadas ANSI, 150 lb. RF
3H 3 polegadas ANSI, 300 lb. RF
3J 3 polegadas ANSI, 600 lb. RF
4G 4 polegadas ANSI, 150 lb. RF
4H 4 polegadas ANSI, 300 lb. RF
4J 4 polegadas ANSI, 600 lb. RF
Flanges DIN (EN)
5K DN40, Nº de Peça 10/16
5L DN40, Nº de Peça 25/40
5M DN40, Nº de Peça 64
5N DN40, Nº de Peça 100
2K DN50, Nº de Peça 10/16
2L DN50, Nº de Peça 25/40
2M DN50, Nº de Peça 64
2N DN50, Nº de Peça 100
7K DN65, Nº de Peça 10/16
7L DN65, Nº de Peça 25/40
7M DN65, Nº de Peça 64
7N DN65, Nº de Peça 100
3K DN80, Nº de Peça 10/16
3L DN80, Nº de Peça 25/40
3M DN80, Nº de Peça 64

A-8
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

3N DN80, Nº de Peça 100


4K DN100, Nº de Peça 10/16
4L DN100, Nº de Peça 25/40
4M DN100, Nº de Peça 64
4N DN100, Nº de Peça 100
Outras Conexões do Processo
XX(5) Especificação do Cliente
Código Tipo de Eletrônicos Disponível para Certificações
Chaveamento direto de carga (2-fios) 20-264Vac 50/60Hz, 20-60
S NA, E1, E5, E6, E7, G5, G6
Vdc
B Chaveamento de baixa tensão PNP/PLC (3 fios) 20 a 60Vdc NA, E1, E5, E6, E7, G5, G6
R Relé (SPDT/SPCO) NA, E1, E5, E6, E7, G5, G6
C(6) IS NAMUR (EEx ia) (peças molhadas) I1, I3, I5, I6, I7
Código Disponível para Conexões
1 Acabamento padrão de superfície Todas
2 Polida à mão (Ra <0.8 µm) Somente Conexões Sanitárias
Código Certificações do Produto Disponível para Eletrônico Disponível para Invólucro
Certificações para Locais Não S, B, R
NA A, D
Perigosos
Locais Comuns pela FM S, B, R
G5(7) Y, T
(área segura, não classificada)
Locais Comuns da CSA S, B, R
G6(8) Y, T
(área segura, não classificada)
E1 À prova de fogo pela ATEX S, B, R X, S
E5(6) À prova de explosão pela FM S, B, R Y, T
E6(7) À prova de explosão pela CSA S, B, R Y, T
E7 À prova de fogo pela pela IECEx S, B, R X, S
Intrinsecamente Seguro pela C
I1 A, D
ATEX
Intrinsecamente Seguro pela C
I3 A, D
NEPSI
I5 Intrinsecamente Seguro pela FM C A, D
Intrinsecamente Seguro e não C
I6 A, D
inflamável pela CSA
Intrinsecamente Seguro pela C
I7 A, D
IECEx
Código Invólucro Disponível para Certificações
A Nylon com Fibra de Vidro, roscas de conduítes/cabo M20 NA, I1, I3, I5, I6, I7
D Nylon com Fibra de Vidro, roscas de conduítes/cabo ½ polegada NPT NA, I1, I3, I5, I6, I7
X Liga de Alumínio, roscas de conduítes/cabo M20 E1, E7
Y Liga de Alumínio, roscas de conduítes/cabo ¾ polegada NPT E5, G5, E6, G6
S Aço Inoxidável, roscas de conduítes/cabo M20 E1, E7
T Aço Inoxidável, roscas de conduítes/cabo ¾ polegada NPT E5, G5, E6, G6
Código Comprimento do Garfo Conexão Disponível
Comprimento Padrão, 1.7 polegadas (44 mm) Todas, exceto modelos com
A
flange
H(2) Flange de comprimento padrão 4.0 polegadas (102 mm) Todos os modelos com flange
B(2) Extensão de 5.9 polegadas (150 mm) Todas, exceto Tri-clamp 5R e 2R
Extensão de 11.8 polegadas (300 mm) Todas, exceto Tri- clamp 5R e
C(2)
2R
Extensão de 19.7polegadas. (500 mm) Todas, exceto Tri- clamp 5R e
D(2)
2R
L(9) Semi-extensão de 4.6 polegadas (116 mm) 1A, 1B, e 1D
Comprimento Específico de Garfo Estendido
Comprimento estendido especificado pelo cliente em décimos de Todas exceto 1 polegada BSPP
E(9)
polegadas O-ring de Vedação 1P.
M(9) Comprimento estendido especificado pelo cliente em milímetros
Comprimento específico especificado pelo cliente em polegadas ou
Todas exceto 1 polegada BSPP
xxxx(10) milímetros (somente se for escolhido comprimento do garfo E ou M
O-ring de Vedação 1P.
for selecionado)

A-9
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Código Opções
Certificação dos Dados de Calibração
Q4 Certificado de teste funcional
Certificação de Rastreabilidade do Material
Q8(1)(2) Certificação de Rastreabilidade do Material conforme EN 10204 3.1B
Procedimentos Especiais
P1(11) Teste Hidrostático
Proteção de Enchimento em Excesso
U1(12) Proteção de Enchimento em Excesso DIBt/WHG
Placas de Identificação
ST Placa de identificação de aço inoxidável gravada (máximo de 16 dígitos)
WT Placa de identificação em papel impermeável, escrito à mão (máximo 40 dígitos)
Modelo Típico: Modelo: 2120 D 0A C 1 I1 A A Q8 ST
(1) Disponível somente para peças molhadas.
(2) Não disponível para o lado molhado polido à mão.
(3) Revestimento de co-polímero Halar/PFA, não está disponível para opções roscadas.
(4) Disponível somente para conexão de processo roscada BSPT e NPT, código 0A, 0D, 1A, e 1D como padrão.
Outros mediante solicitação.
(5) Outras conexões de processo disponíveis sob encomenda.
(6) Os modelos 2120 ***C***I do sensor de nível de garfo vibratório NAMUR IS da Rosemount 2120 tem demonstrado
confiabilidade comprovada. É fabricado e suportado de uma maneira adequada para aplicações até SIL 2 da IEC 61508
como um subsistema relacionado a segurança do Tipo B quando configurada como um alarme de alto nível em conjunto
com uma Barreira Namur.
(7) Veja o Apêndice B: Certificações do Produto. E5 inclui requisitos G5. G5 é para uso em locais de área segura não
classificada somente.
(8) Veja Apêndice B: Certificações do Produto. E6 inclui requisitos G6. G6 é para uso em locais de área segura não
classificada somente.
(9) Somente disponível com material de aço inoxidável de construção D e caixa de nylon com fibra de vidro A e D.
(10) Comprimento mínimo disponível para conexão 3/4 de polegada com rosca é 3.8 polegada. (95 mm), para 1polegada com
rosca é 3.7polegadas (94 mm), para com flange é 3.5polegadas (89 mm) e Tri-abraçadeira é 4.1polegadas (105 mm).
Comprimento máximo até 118.1 polegadas (3000 mm) exceto para revestimento de copolímero Halar/PFA e o processo
polido a mão é de 39.4 polegadas (1000 mm).
Exemplo: O código E1181 é 118.1 polegadas. O código M3000 é 3000 milímetros.
(11) Opção limitada para unidades de não mais que comprimentos estendidos de 59.1 polegadas (1500 mm). Opção não
disponível para revestimento de Halar/PFA.
(12) Opção não disponível para caixa de aço inoxidável código S e T.

A-11
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Peças Sobressalentes e Acessórios

Número da Peça Peças Sobressalentes e Acessórios


02100-1000-0001 Vedação para BSPP de 1-pol. (G1A).
Material: Grau sem amianto BS753,1 X fibra de carbono com aglutinante de borracha

02100-1010-0001 Cubo do adaptador higiênico 1 polegada BSPP. Material: Conexão 316 SS anel de vedação
Viton

1-in.
BSPP de
1-pol

02100-1020-0001 Kit de tri-clamp de 2 polegadas (51 mm), incluindo acessórios para instalação em recipiente,
anel da aabraçadeira, junta.
Material: Aço inoxidável 316, Nitrila NBR

02100-1030-0001 Imã de teste telescópico

02100-1040-0001 Vedação para BSPP 3/4 pol. (G3/4A)


Material: Grau sem amianto BS7531, X fibra de carbono com aglutinante de borracha.

02120-2000-0001 Junta da aabraçadeira ajustável para comprimentos maiores de 1-pol.


Material: Aço inoxidável 316, vedação de borracha de silicone (Segurança Instrínseca)
1-pol. Pmax = 1.3 barg
Tmax = 257°F (125°C)
BSPP
11/2-pol

02120-2000-0002 Gaxeta de vedação da abraçadeira ajustável para comprimentos estendidos de 1 polegada.


Material: Aço padrão 316, (Si) vedação de borracha de silicone
1-pol.
Pmax = 1.3 barg
Tmax = 257°F (125°C)
BSPP
11/2-pol

A-11
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Número da Peça Peças Sobressalentes e Acessórios


Cassetes de Reposição Disponível para
Invólucro
02120-3000-0001 Chaveamento de carga direta (2 fios) (vermelho)(Veja a página 2-
A, D, X, S
7)
02120-3010-0001 Cassete PNP/PLC (amarelo) (Veja a página 2-9) A, D, X, S
02120-3020-0001 Cassete intrinsecamente seguro (azul) (Veja página 2-13) A, D
02120-3030-0001 Cassete de saída de relé (verde) (Veja página 2-11) A, D, X, S
02120-3040-0001 Chaveamento direto de carga FM Exd (2 fios) (vermelho) (Veja a
Y, T
página 2-7)
02120-3050-0001 Cassete PNP/PLC FM Exd (Amarelo) (Veja página 2-9) Y, T
02120-3060-0001 Cassete de saída do relé FM Exd (verde) (Veja página 2-11) Y, T

NOTA:
Os cassetes com característica de segurança intrínseca somente podem ser substituídos por outros
com essa mesma característica. Os cassetes que não possuem a característica de segurança
intrínseca podem ser substituídas por outros sem essa característica, no entanto, deverá ser aplicada
uma nova etiqueta e o número da peça original deverá ser transferido para o novo rótulo.

A-12
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

APÊNDICE B CERTIFICAÇÕES DO PRODUTO


Locais Aprovados de Fabricação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-2
Certificação de Local Comum pela FM.. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-1
Certificação para Local Comum pela CSA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-1
Informações da Diretiva Européia. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-1
Proteção de Enchimento em Excesso. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-2
Certificações de Locais Perigosos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-2
Aprovações Norte Americanas e Canadenses. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-2
Aprovações Européias. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-10
Aprovações da Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC) . . . . . . . . . . . . . . . . . . Pág. B-14
Aprovações do Centro Nacional de Supervisão e Inspeção (NEPSI). . . . . . . . . . . . Pág. B-18

Certificação de Local Comum pela FM


Identificação do Projeto
G5: 3024095
A chave foi examinada e testada para determinar que o projeto satisfaça os requisitos básicos de proteção elétrica,
mecânica e de fogo pela FM, um laboratório de teste nacionalmente conhecido (NRTL) como credenciado pela
Administração Federal de Saúde e Segurança do Trabalho (OSHA).

Certificação de Local Comum pela CSA


Número do Certificado
G6 06 CSA 1796535
A chave foi examinada e testada para determinar que o projeto satisfaça os requisitos básicos de proteção elétrica,
mecânica e de fogo pela CSA, um laboratório de teste nacionalmente conhecido como credenciado pelo Conselho
de Normas do Canadá (SCC).

Informações da Diretiva Européia


A declaração de conformidade da EC para todas as diretivas aplicáveis européias para este produto pode ser
encontrada na website da Rosemount em www.rosemount.com. Uma cópia impressa pode ser obtida contatando o seu
escritório de vendas local.

Diretiva da ATEX (94/9/EC)


Em conformidade com a diretiva da ATEX.

Diretiva de Equipamento de Pressão (PED) (97/23/EC)


A 2120 está fora do escopo da Diretiva de PED.

Diretiva L.V.
EN61010-1 grau de poluição 2, Categoria II (264V max), Grau de poluição 2, Categoria III (150V max)

Diretiva de Compatibilidade Eletromagnética (EMC)


EN61326 Emissões para a classe B.
Imunidade para os requisitos de local industrial.

Resistência à Vibração
EN60721 nível 3M6/4M6
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Marca CE
Em conformidade com as diretivas aplicáveis (EMC, ATEX, LVD)

Proteção contra Enchimento em Excesso


Opção disponível para DIBt/WHG

Locais de Fabricação Aprovados


Slough, Reino Unido; Chanhassen, EUA; e Singapore, Cingapura.

Certificações de Locais Perigosos


Aprovações Norte Americana e Canadense
Aprovação à Prova de Explosão da Factory Mutual (FM)
Identificação do Projeto
E5: 3024095
À prova de Explosão para Classe I, Divisão 1, Grupos A, B, C e D
Classe de Temperatura
T6 (Tamb -40°C a +75°C)

Carcaça do Aparelho: Tipo 4X

Aprovação ÀProva de Explosão da Canadian Standards Association (CSA)


Identificação do Projeto
E6: 1796535
À prova de explosão para Classe I, Divisão 1, Grupos A, B, C e D
Classe de Temperatura:
T6 (Tamb -40°C a +75°C)

Carcaça do Aparelho: Type 4X

Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas


1. O equipamento pode ser utilizado com vapores gases inflamáveis com aparato Classe 1, Divisão 1,
Grupos A, B, C e D.
2. O equipamento está certificado para uso em temperaturas ambientes de -40°F a +176°F (-40°C a
+80°C) e com uma temperatura máxima de processo de 150°C.
3. A instalação deste equipamento deve ser realizada por pessoal treinado e capacitado, de acordo
com as normas de prática aplicáveis.
4. A inspeção e a manutenção deste equipamento devem ser realizadas por pessoal treinado e
capacitado de acordo com as normas de prática aplicáveis.
5. O usuário não deve consertar este equipamento.
6. A certificação deste equipamento considera os seguintes materiais utilizados em sua construção:

Corpo: Liga de alumínio (ASTM B26 356-T6, LM25 TF, ou A360.0) ou aço inoxidável 316C12
Tampa: Liga de alumínio (ASTM B26 356-T6, LM25 TF, ou A360.0) ou aço inoxidável 316C12
Chave: Tipo aço inoxidável 316 ou Hastelloy C276 UNS N10276 ou equivalente
Suplemento da Chave: Perlite
Vedação da Tampa: Silicone

B-2
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Se houver alguma possibilidade do equipamento de entrar em contato com substâncias agressivas,


será responsabilidade do usuário tomar as precauções adequadas para impedir que o equipamento
seja afetado, bem como a de garantir que o tipo de proteção do equipamento não seja comprometido.

Substâncias Agressivas: por exemplo, líquidos ou gases de ácido que possam corroer metais, ou
solventes que possam afetar os materiais com polimério
Precauções Adequadas: por exemplo, inspeções regulares de rotina ou verificando se o material
é resistente a alguns produtos químicos.

NOTA:
A liga metálica usada para o material do invólucro pode estar na superfície acessível deste
equipamento; raramente, em casos de acidente, poderão haver faíscas decorrentes do impacto ou
fricção da superfície. Isto deve ser considerado quando a 2120 for instalada em locais que
especificamente requeiram equipamento de Classe 1, Divisão 1.
7. É responsabilidade do usuário garantir:
a. Que os requerimentos de junção entre a chave e o tanque recipiente sejam compatíveis com os
meios do processo.
b. Que o aperto da junta seja apropriado para o material da junta utilizado.
8. O garfo da chave está sujeito a pequenas vibrações como parte de sua operação normal. Como isto
fornece uma parede divisória, recomendamos que o garfo seja inspecionado a cada dois anos para
sinais de defeitos.
9. É responsabilidade do usuário assegurar que somente dispositivos de entrada de cabo
adequadamente certificados sejam utilizados na conexão deste equipamento.
10. Dados Técnicos:
Codificação: Classe 1, Divisão 1, Grupos A, B, C, e D
T6 (Ta = -40°F a + 167°F [-40°C a + 75°C])
T4 (Ta = -40°F a + 257°F [-40°C a +125°C])
T3 (Ta = -40°F a + 302°F [-40°C a +150°C])
Ta = a maior temperatura do processo ou ambiente.

Para detalhes elétricos e classificações de pressão, consulte a Seção 2: Instalação e Apêndice A:


Dados de Referência.

11. Seleção do cabo:

É responsabilidade do usuário assegurar o uso de um cabo com a classificação de temperatura


apropriada.
A tabela abaixo é um guia para a seleção do cabo apropriado.

Classe T Classificação da Temperatura do Cabo


T6 Acima de 185°F (85°C)
T5 Acima de 212°F (100°C)
T4 Acima de 275°F (135°C)
T3 Acima de 320°F (160°C)

12. Conduítes:
Isole todos os conduítes da parede do invólucro.

B-3
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

13. Detalhe das placas de identificação e certificação. Os detalhes específicos do sensor foram
excluídos.

B-4
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Aprovação de Segurança Intrínseca da Factory Mutual (FM)


Identificação do Projeto
I5: 3024095
Intrinsecamente segura para Classe I, Divisão 1, Grupos A, B, C e D
Classe I, Zona 0, AEx ia IIC
Código de Temperatura:
T5 (Tamb -40°C a +80°C, Tproc < 80°C)

Desenho do Controle: 71097/1154


Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=211 nF, Li=0.06 mH

NOTA
Um amplificador isolante NAMUR deve ser utilizado para segurança intrínseca.

Aprovação Segurança Intrínseca pela Canadian Standards Association (CSA)


Número do Certificado
I6: 06 CSA 1796535
Intrinsecamente segura para Classe I, Divisão 1, Grupos A, B, C e D
Classe I, Zona 0, Ex ia IIC
Código de Temperatura:
T5 (Tamb -40°C a +80°C, Tproc < 80°C)

Desenho do Controle: 71097/1179


Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=211 nF, Li=0.06 mH

NOTA
Um amplificador isolante NAMUR deve ser utilizado para segurança intrínseca.

Aprovação à Prova de Fogo pela Canadian Standards Association (CSA)


Número do Certificado
I6: 06 CSA 1796535
À prova de fogo para Classe I, Div. 2, Grupos A, B, C e D
Código da Temperatura:
T5 (Tamb -40°C a +80°C, Tproc < 80°C)

Desenho do Controle: 71097/1187


Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=211 nF, Li=0.06 mH

NOTA
Um amplificador isolante NAMUR deve ser utilizado para conformidade com a aprovação à prova de fogo.

Instruções Específicas para Instalação em Áreas Perigosas (locais classificados)


Números dos Modelos Cobertos:
2120XXXCXI5AX, 2120XXXCXI5DX, 2120XXXCXI6AX, 2120XXXCXI6DX
(“X” indica opções em construção, função e materiais.)

As seguintes instruções se aplicam a equipamento coberto pelas Aprovações da FM e da CSA:


1. A Rosemout 2120 aprovada Intrinsecamente Segura pode ser utilizada em locais perigosos com
gases e vapores inflamáveis Classe 1 Divisão 1 Grupos ABC e D, e Classe 1 Zona 0 Grupo IIC
quando instalada de acordo com o desenho de controle 71097/1154 (Figura B-1 na pág B-7), ou
71097/1179 (Figura B-2 na pág B-8).
2. A Rosemout 2120 aprovada à Prova de Fogo pode ser utilizada em locais perigosos com gases e
vapores inflamáveis Classe 1 Divisão 2 Grupos ABC e D quando instalada de acordo com o
desenho de controle 1097/1187 (Figura B-3 na pág B-9).
3. O eletrônico do equipamento só é certificado para uso em temperaturas ambientes na faixa de -
40ºC a +80ºC. Ele não deve ser utilizado fora desta faixa. Entretanto, a chave pode estar localizada
no meio do processo e pode estar em uma temperatura mais alta do que o eletrônico, mas não
deve ser mais alta do que a Classe de Temperatura para o respectivo meio / gás do processo.

B-5
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Temperatura do Processo Classes de Temperatura


176°F (80°C) T1, T2, T3, T4, T5
239°F (115°C) T1, T2, T3, T4,
302°F (150°C) T1, T2, T3

É uma condição da Aprovação que a temperatura do invólucro dos eletrônicos esteja na faixa de -
40°F a +176°F (-40ºC a +80ºC). O equipamento não deve ser operado fora desta faixa. Será
necessário limitar a temperatura ambiente externa se a temperatura do processo for alta. (Veja os
“Dados Técnicos” abaixo.)
4. Pessoal adequadamente treinado deve realizar a instalação de acordo com o código de prática
aplicável.
5. O usuário não deve consertar este equipamento.
6. Se o equipamento for provável de entrar em contato com substâncias agressivas, é a
responsabilidade do usuário tomar precauções adequadas que o impeçam de ser afetado
adversamente, assim assegurando que o tipo de proteção não seja comprometido.
Substâncias Agressivas – por exemplo, líquidos ou gases de ácido que possam atacar os metais
ou solventes que possam afetar os materiais polimérios.
Precauções Adequadas – por exemplo, verificação regulares como parte das inspeções de rotina
ou estabelecendo a partir da planilha de dados do material que ele seja resistente a produtos
químicos específicos.
7. Se a carcaça do aparelho for feita de uma liga ou material plástico, as seguintes precauções devem
ser observadas:
a. A liga metálica usada para o material da carcaça pode estar na superfície acessível deste
equipamento; no caso de raros acidentes, as superfícies de ignição devido a impacto e centelhas
por fricção podem ocorrer.
b. Sob certas circunstâncias extremas, as peças não metálicas incorporadas na carcaça da
Rosemount 2120 podem gerar um nível capaz de ignição de carga eletrostática. Portanto,
quando forem utilizadas para aplicações que especificamente requeiram equipamento do Grupo
2, a Rosemount 2120 não deve ser instalada em um local onde as condições externas sejam
condutivas para a formação de carga eletrostática em tais superfícies.além disso, a Rosemount
2120 deve somente ser limpa com um pano úmido.
8. Dados Técnicos:
Aprovação I.S.: Classe 1 Divisão 1 Grupos ABC e D, Classe 1 Zona 0 AEx ia IIC
Aprovação à Prova de Fogo: Classe 1 Divisão 2 Grupos ABC e D
T5 (Ta = -40°F a +176°F [-40°C a +80°C])
T4 (Ta = -40°F a +239°F [-40°C a +115°C])
T3 (Ta = -40°F a +302°F [-40°C a +150°C])
Ta = maior da temperatura do processo ou ambiente.
Parâmetros de Entrada: Vmax:15V, Imax:32mA, Pi:100mW, Ci:211nF, Li:60µH
Temperatura: Processo (Tp) -40°C a 150°C
Externa (Ta) -40°C a +80°C (até Tp=80°C, reduzindo linearmente para 50°C a Tp=150°C)
Materiais: Consulte o quadro de identificação da numeração de peça.

B-6
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Figura B-1.Desenho do Controle de Segurança Intrínseca da FM.

B-7
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Figura B-2. Desenho do Controle de Segurança Intrínseca da CSA

B-8
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

Figura B-3. Desenho do Controle à Prova de Fogo da CSA

B-9
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Aprovações Européias
Aprovações à Prova de Fogo pela ATEX
Certificado E1: Sira 05ATEX1129
À Prova de Fogo:
Marca ATEX II 1/2 G D
EEx d IIC T6 (Tamb -40°C a +75°C)

Instruções Específicas para Instalações em Áreas Perigosas


(Referência a Diretiva Européia da ATEX 94/9/EC, Anexo II, 1.0.6.)
As seguintes instruções se aplicam a 2120 coberta pelo número do certificado Sira 05ATEX1129:
1. O equipamento pode ser utilizado com gases e vapores inflamáveis com grupos de aparelho IIA, IIB
& IIC e com classes de temperatura T1, T2, T3, T4, T5 & T6.
2. O equipamento é certificado para uso em temperaturas ambientes de -40°C a +80°C e com uma
temperatura máxima de processo de 150°C.
3. O equipamento foi avaliado como um dispositivo relacionado a segurança (como referido pela
diretiva 94/9/EC Anexo II, cláusula 1.5).
4. A instalação deste equipamento deve ser realizada por pessoal adequadamente treinado, de acordo
com o código de prática aplicável.
5. A inspeção e a manutenção deste equipamento devem ser realizadas por pessoal adequadamente
treinado de acordo com o código de prática aplicável.
6. O usuário não deve consertar este equipamento.
7. A certificação deste equipamento conta com os seguintes materiais utilizados em sua construção:
Corpo: Liga de alumínio (ASTM B26 356-T6, LM25 TF, ou A360.0), ou aço padrão 316C12
Tampa: Liga de alumínio (ASTM B26 356-T6, LM25 TF, ou A360.0), ou aço padrão 316C12
Chave: Tipo aço inoxidável 316 ou Hastelloy C276 UNS N10276 ou equivalente
Suplemento da Chave: Perlite
Vedação da Tampa: Silicone
Se o equipamento for provável de entrar em contato com substâncias agressivas, é a
responsabilidade do usuário de tomar precauções adequadas que o impeçam de ser afetado
adversamente, assim assegurando que o tipo de proteção não seja comprometido.
Substâncias Agressivas: por exemplo, líquidos ou gases de ácido que possam atacar metais, ou
solventes que possam afetar materiais poliméricos.
Precauções Adequadas: por exemplo, verificações regulares como parte das inspeções de rotina
ou estabelecendo a partir da planilha de dados do material que ele seja resistente a produtos
químicos específicos.

Nota:
A liga metálica usada para o material da carcaça pode estar na superfície acessível deste
equipamento; no caso de raros acidentes, as fontes de ignição devido a impacto e centelhas por
fricção podem ocorrer. Isto deve ser considerado quando a 2120 estiver sendo instalada em locais
que especificamente requeiram equipamento do Grupo II, Categoria 1G.
8. É a responsabilidade do usuário assegurar:
a. Que os requisitos de junta entre a chave e o tanque recipiente sejam compatíveis com os meios
do processo.
b. Que a estanqueidade da junta esteja correta para o material da junta utilizado.

B-10
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

9. O garfo da chave está sujeito a pequenas tensões de vibração como parte de sua função normal.
Como isto proporciona uma parede divisória, recomenda-se que o garfo deva ser inspecionado de
dois em dois anos para sinais de defeitos.
10. É a responsabilidade do usuário assegurar que somente dispositivos de entrada de cabo
adequadamente certificado serão utilizados ao conectar este equipamento
11. Dados Técnicos:
Codificação: II 1/2 G D
EEx d IICT6 (Ta = -40°C a + 75°C)
T4 (Ta = -40°C a +125°C)
T3 (Ta = -40°C a +150°C)
Ta = a maior da temperatura do processo ou ambiente
Para detalhes elétricos e índices de pressão, consulte a Seção 2: Instalação e Apêndice A: Dados
de Referência.
12. Detalhes da plaqueta de rótulo e de certificação.
Disposição típica mostrada. Detalhes específicos do sensor suprimidos.

13. Seleção do Cabo


É a responsabilidade do usuário assegurar que o cabo de temperatura adequadamente
classificado seja utilizado. A tabela abaixo é uma guia para a seleção:

Classe T Classificação da Temperatura do Cabo


T6 85°C
T5 100°C
T4 135°C
T3 160°C

B-11
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Aprovação de Segurança Intrínseca pela ATEX


Certificado I1: Sira 05ATEX2130X
Segurança Intrínseca:
Marcação ATEX II 1 G D
EEx ia IIC T5 (Tamb -40°C a +80°C)
Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=12 nF, Li=0.06 mH

NOTA
Um amplificador isolante NAMUR deve ser utilizado para segurança intrínseca.

Instruções Específicas para Instalações em Áreas Perigosas


Números do Modelo coberto: 2120XXXCXI1XX
(“X” indica opções em construção, função e materiais.)
As seguintes instruções se aplicam ao equipamento coberto pelo certificado Sira 05ATEX2130X:
1. A 2120 I.S. pode ser utilizada em uma área perigosa com gases e vapores inflamáveis com
equipamento no grupo IIC, IIB e IIA e com classes de temperatura T1, T2, T3, T4 e T5.
2. A eletrônica do equipamento é somente certificada para uso em temperaturas ambiente na faixa de
-40ºC a +80ºC. Não deve ser utilizado fora desta faixa. Entretanto, a chave pode ser localizada no
meio do processo que pode estar em uma temperatura mais alta do que a eletrônica, mas não deve
ser mais alta do que a Classe de Temperatura para o respectivo meio / gás do processo.

Temperatura do Processo Classes de Temperatura


80°C T1, T2, T3, T4, T5
115°C T1, T2, T3, T4,
150°C T1, T2, T3

É uma condição especial da certificação que a temperatura da caixa de eletrônico esteja na faixa de
-40ºC a +80ºC. Não deve ser utilizada fora desta faixa. Será necessário limitar a temperatura
ambiente externa se a temperatura do processo for alta.
(Veja Dados Técnicos abaixo.)
3. Pessoal adequadamente treinado deve realizar a instalação de acordo com o código de prática
aplicável.
4. O usuário não deve consertar este equipamento.
5. Se o equipamento for provável de entrar em contato com substâncias agressivas, é a
responsabilidade do usuário tomar precauções adequadas que o empeçam de ser afetado
adversamente, assim assegurando que o tipo de proteção não seja comprometido.
Substâncias Agressivas – por exemplo, líquido os gases de ácido que podem atacar metais ou
solventes que podem afetar materiais poliméricos.
Precauções Adequadas – por exemplo, verificações regulares como parte das inspeções de rotina
ou estabelecendo a partir da planilha de dados do material que ele seja resistente a produtos
químicos específicos.
6. Se a carcaça do aparelho for feita de uma liga ou material plástico, as seguintes precauções devem
ser observadas:
a. A liga metálica usada para o material da carcaça pode estar na superfície acessível desde
equipamento; no caso de raros acidentes, as fontes de ignição devido a impacto e centelhas de
fricção podem ocorrer. Isto deve ser considerado quando a 2120 estiver sendo instalada em
locais que especificamente requeiram equipamento do grupo 2, categoria 1G.

B-12
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

b. Sob certas circunstâncias extremas, as peças não metálicas incorporadas na carcaça da 2120
podem gerar um nível capaz de ignição de carga eletrostática. Portanto, quando forem utilizadas
para aplicações que especificamente requeiram equipamento do grupo 2, categoria 1, a 2120
não deve ser instalada em um local onde as condições externas sejam conducentes para a
formação de carga eletrostática em tais superfícies. Além disso, a 2120 só deve ser limpa com
um pano úmido.

7. Dados Técnicos:
Codificação: II 1 G D, EEx ia IIC T5 (Ta = -40°C a + 80°C)
T4 (Ta = -40°C a + 115°C)
T3 (Ta = -40°C a + 150°C)
Ta = maior da temperatura do processo ou do ambiente.
Parâmetros de Entrada: Ui:15V, Ii:32mA, Pi:100mW, Ci:12nF, Li:60µH
Temperatura: Processo (Tp) -40°C a 150°C
Externa (Ta) -40°C a +80°C (até Tp=80°C, reduzindo linearmente para 50°C a Tp=150°C)
Materiais: Consulte o quadro de Identificação da Numeração da Peça.

B-13
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Aprovações pela Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC)


Aprovações à Prova de Fogo pela IECEx
Certificado E7: IECEx SIR 06.0051
à Prova de Fogo e Poeira:
Zona 0/1
Ex d IIC T6 (Tamb -40°C a +75°C)
Ex tD A21 T85°C (Tamb -40°C a +75°C) IP6X

Instruções Específicas para Instalações em Área Perigosa


1. O equipamento pode ser utilizado com gases e vapores inflamáveis com grupos de equipamento
IIA, IIB & IIC e com classes de temperatura T1, T2, T3, T4, T5 & T6.
2. O equipamento é certificado para uso em temperaturas ambientes de -40°C até +80°C e com uma
temperatura máxima do processo de 150°C.
3. A instalação deste equipamento deve ser realizada por pessoal adequadamente treinado, de acordo
com o Código de Prática aplicável.
4. A inspeção e a manutenção desde equipamento devem ser realizadas por pessoal adequadamente
treinado, de acordo com o Código de Prática aplicável.
5. O usuário não deve concertar este equipamento.
6. A certificação deste equipamento conta com os seguintes materiais utilizados em sua construção:
Corpo: Liga de alumínio (ASTM B26 356-T6, LM25 TF, ou A360.0), ou aço padrão 316C12
Tampa: Liga de alumínio (ASTM B26 356-T6, LM25 TF, ou A360.0), ou aço padrão 316C12
Chave: Tipo aço inoxidável 316 ou Hastelloy C276 UNS N10276 ou equivalente
Suplemento da Chave: Perlite
Vedação da Tampa: Silicone

Se o equipamento for provável de entrar em contato com substâncias agressivas, é a


responsabilidade do usuário tomar precauções adequadas que o impeçam de ser afetado
adversamente, assim assegurando que o tipo de proteção não seja comprometido.

Substâncias Agressivas: por exemplo, líquido ou gases de ácido que podem atacar os metais, ou
solventes que podem afetar os materiais poliméricos.

Precauções Adequadas: por exemplo, verificações regulares como parte das inspeções de rotina ou
estabelecendo a partir da planilha de dados do material que ele seja resistente a produtos químicos
específicos.

Nota:
A liga metálica utilizada para o material da carcaça do aparelho pode estar na superfície acessível
deste equipamento; no caso de raros acidentes, as fontes de ignição devido a impacto e centelhas
por fricção podem ocorrer. Isto deve ser considerado quando a 2120 estiver sendo instalada em
locais que especificamente requeiram equipamento de zona 0.
7. É a responsabilidade do usuário assegurar:
a. Que os requisitos de junta entre a chave e o tanque recipiente sejam compatíveis com os meios
do processo.
b. Que a estanquidade da junta esteja correta para um material da junta utilizado.
8. O garfo da chave está sujeito a pequenas tensões de vibração como parte de sua função normal.
Como isto proporciona uma parede divisória, é recomendado que o garfo deva ser inspecionado de
dois em dois anos para sinais de defeitos.
9. É a responsabilidade do usuário assegurar que somente dispositivos de entrada de cabo
adequadamente certificado serão utilizados ao conectar este equipamento.

B-14
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

10. Dados Técnicos:

Codificação: Zona 0/1


Ex d IIC T6 (Ta = -40°C a + 75°C)
Ex d IIC T4 (Ta = -40°C a +125°C)
Ex d IIC T3 (Ta = -40°C a +150°C)
Ex tD A21 T85°C (Tamb -40°C a +75°C) IP6X
Ex tD A21 T135°C (Tamb -40°C a +125°C) IP6X
Ex tD A21 T160°C (Tamb -40°C a +150°C) IP6X
Ta = maior da temperatura do processo ou do ambiente.
Para detalhes elétricos e índices de pressão, consulte a Seção 2: Instalação e Apêndice A: Dados
de Referência.
11. Detalhes da plaqueta de rótulo e de certificação.
Disposição típica mostrada. Detalhes específicos do sensor suprimidos.

12. Seleção do cabo


É a responsabilidade do usuário assegurar que o cabo de temperatura adequadamente
classificado seja utilizado. A tabela abaixo é um guia para seleção:

Classe T Classificação da Temperatura do Cabo


T6 85°C
T5 100°C
T4 135°C
T3 160°C

B-15
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Aprovação de Segurança Intrínseca pela IECEx


Certificado I7: IECEx SIR 06.0070X
Poeira e Intrinsecamente Segura:
Ex ia IIC T5, Ex iaD 20 T85 (Tamb -40°C a +80°C)
Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=12 nF, Li=0.06 mH

NOTA
Um amplificador de isolamento NAMUR deve ser usado para segurança intrínseca.

Instruções Específicas para Instalações em Área Perigosa


1. A 2120 I.S. pode ser utilizada em uma área perigosa com gases e vapores inflamáveis com os
grupos de equipamento IIC, IIB e IIA e com as classes de temperatura T1, T2, T3, T4 e T5.
2. O eletrônico do equipamento é somente certificado para uso em temperaturas ambientes na faixa
de -40ºC a +80ºC. Não deve ser utilizado fora desta faixa. Entretanto, a chave pode ser localizada
no meio de processo que pode estar em uma temperatura mais alta que a eletrônica, mas não deve
ser mais alta do que a Classe de Temperatura para o respectivo meio / gás do processo.

Temperatura do Processo Classes de Temperatura


80°C T1, T2, T3, T4, T5
115°C T1, T2, T3, T4,
150°C T1, T2, T3

É uma condição especial da certificação que a temperatura da caixa de eletrônico esteja na faixa de
-40ºC a +80ºC. Não deve ser utilizado fora desta faixa. Será necessário limitar a temperatura
ambiente externa se a temperatura do processo for alta.
(Veja Dados Técnicos abaixo.)
3. Pessoal adequadamente treinado deve realizar a instalação de acordo com o código de prática
aplicável.
4. O usuário não deve consertar este equipamento.
5. Se o equipamento for provável de entrar em contato com substâncias agressivas, é a
responsabilidade do usuário tomar as precauções adequadas que o impeçam de ser afetado
adversamente, assim assegurando que o tipo de proteção não seja comprometido.
Substâncias Agressivas – por exemplo, líquidos ou gases de ácido que podem atacar metais ou
solventes que podem afetar materiais poliméricos.
Precauções Adequadas – por exemplo, verificações regulares como parte das inspeções de rotina
ou estabelecendo a partir da planilha de dados do material que ele seja resistente a produtos
químicos específicos.
6. Se a carcaça do aparelho for feita de uma liga ou material plástico, as seguintes precauções devem
ser observadas:
a. A liga metálica usada para o material da carcaça pode estar na superfície acessível deste
equipamento; no caso de raros acidentes, as fontes de ignição devido a impacto e centelhas por
fricção podem ocorrer. Isto deve ser considerado quando a 2120 estiver sendo instalada em
locais que especificamente requeiram equipamento de zona 0.
b. Sob certas circunstâncias extremas, as peças não metálicas incorporadas na carcaça da 2120
podem gerar um nível capaz de ignição de carga eletrostática.
Portanto quando forem utilizadas para aplicações que especificamente requeiram equipamento
do grupo II, categoria 1, a 2120 não deve ser instalada em um local onde as condições externas
sejam conducentes a formação de carga eletrostática em tais superfícies. Além disso, a 2120
deve somente ser limpa com um pano úmido.

B-16
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

7. Dados Técnicos:
Codificação:
Ex ia IIC T5, Ex iaD 20 T85 (Ta = -40°C a + 80°C)
Ex ia IIC T4, Ex iaD 20 T120 (Ta = -40°C a + 115°C)
Ex ia IIC T3, Ex iaD 20 T155 (Ta = -40°C a + 150°C)
Ta = o quanto mais alto da temperatura ambiente ou do processo.
Parâmetros de entrada: Ui:15V, Ii:32mA, Pi:100mW, Ci:12nF, Li:60µH
Temperatura: Processo (Tp) -40°C a 150°C
Externa (Ta) -40°C a +80°C (até Tp=80°C, reduzindo linearmente até 50°C em Tp=150°C)
Materiais: Consulte o quadro de identificação da numeração da Peça.

B-17
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Aprovações do National Supervision and Inspection Centre (NEPSI)


Aprovação Intrinsecamente Segura pela NEPSI
Certificados I3:
GYJ06530 (quando fabricada em Slough, UK)
GYJ06531 (quando fabricada em Singapore, Singapore)
Segurança Intrínseca:
Ex ia IIC T5 (Tamb -40°C a +60°C)
Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=12 nF, Li=0.06 mH

NOTA
Um amplificador isolante NAMUR deve ser utilizado para segurança intrínseca.

A Chave de Nível de Líquido do Tipo Vibratória da Rosemount 2120 Série 2120 (daqui em diante
Chave de Nível), fabricada pela Mobrey Limited, foi certificada pelo Centro Nacional de Inspeção e
Supervisão Para Proteção Contra Explosão e Segurança de Instrumentação (NEPSI).
A Chave de Nível está de acordo com as normas GB 3836.1-2000 e GB 3836.4-2000. A Chave de
Nível tem tipo de proteção da Ex ia IIC T3~T5, e também consistiu em números de Certificado de
Segurança Intrínseca GYJ06530 (quando fabricada em Slough, UK) e GYJ06531 (quando fabricada
em Singapore, Singapore).
O usuário deve tomar nota das seguintes condições especiais para uso seguro:
1. A faixa de temperatura ambiente é (-40~+60) °C.
2. A classe de temperatura depende da temperatura do meio do processo como se segue:

Classe de Temperatura Máxima do Meio


Temperatura do Processo (°C)
T3 150
T4 115
T5 80

3. Parâmetros de Segurança: Ui=15 V, Ii=32 mA, Pi=0.1 W, Ci=12 nF, Li=0.06 mH


4. A entrada do cabo da chave de nível deve ser protegida para garantir o grau de proteção da
carcaça IP 20(GB4208-1993) no mínimo.
5. A aplicação da Chave de Nível com caixa não metálica deve observar a advertência:
“Atenção – Risco de formação de carga eletrostática em superfícies plásticas. Limpe somente com
pano úmido”.
6. Os terminais da Chave de Nível devem ser conectados a equipamento associado certificado pela
NEPSI de acordo com a GB 3836.1-2000 e GB 3836.4-2000 para estabelecer o sistema de
segurança intrínseco, tem que preencher os seguintes requisitos:
Uo δ Ui Io δ Ii Po δ Pi Co ε Cc + Ci Lo ε Lc + Li
NOTA:
Cc, Lc é a capacitância distribuída e a inductância dos cabos.
Uo, Io, Po é os parâmetros de saída máxima do equipamento associado.
Co, Lo é os parâmetros máximo externos do equipamento associado.
7. Os cabos entre a Chave de Nível e o equipamento associado devem ser cabos blindados (os cabos
devem ter uma blindagem isolada). A área da seção do núcleo do cabo deve ser maior que 0.5mm2.
O cabo blindado tem que ser aterrado com segurança. A fiação não tem que ser afetada por
distúrbio eletromagnético.

B-18
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Junho 2007 Rosemount 2120

8. O equipamento associado deve ser instalado em um local seguro e durante a instalação, operação
e manutenção, os regulamentos do manual de instrução tem que ser estritamente observados.
9. Os usuários finais não são permitidos trocar nenhum componente interno.
10. Quando da instalação, uso e manutenção da Chave de Nível, as seguintes normas devem ser
observadas:
• GB3836.13-1997
"Equipamento elétrico para ambiente de gás explosivo, Peça 13: Conserto e revisão geral para
equipamento usado em ambiente de gás explosivo".
• GB3836.15- 2000
"Equipamento elétrico para ambiente de gás explosivo, Peça 15: Instalações elétricas em área
perigosa (exceto minas)".
• GB50257- 1996
"Código para construção e aceite de dispositivo elétrico para atmosferas explosivas e
engenharia de instalação de equipamento elétrico com perigo de fogo".
11. Detalhes da plaqueta de rótulo e de certificação.
Disposição típica mostrada. Detalhes específicos do sensor suprimidos.

NOTA:
O número do certificado é GYJ06530 quando fabricada em Slough, UK.
O número do certificado é GYJ06531 quando fabricada em Singapore, Singapore.

B-19
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

B-20
Manual de Referência
00809-0100-4030, Rev DA
Rosemount 2120 Junho 2007

Fotos da Capa: 2120/ 2120 ext plas_rev, 2120_04aa.tif.


Rosemount e o logotipo da Rosemount são marcas registradas da Rosemount Inc.
VITON é um nome commercial registrada da E.I. du Pont de Nemours & Co.
Hastelloy and Hastelloy C são marcas registradas da Haynes International.
Todas as outras marcas são de propriedade de seus respectivos donos.
Os termos e condições padrão de venda podem ser encontrados em
www.rosemount.com\terms_of_sale

Emerson Process Management Emerson Process Management Emerson Process Management


Rosemount Inc. Heath Place Asia Pacific Private Limited
8200 Market Boulevard Bognor Regis 1 Pandan Crescent
Chanhassen, MN USA 55317 West Sussex PO22 9SH Singapore 128461
T (US) (800) 999-9307 England T (65) 6777 8211
T (Intnl) (952) 906-8888 Tel 44 (1243) 863 121 F (65) 6777 0947 / (65) 6777 0743
F (952) 949-7001 Fax 44 (1243) 867 5541 Enquiries@AP.EmersonProcess.com