Você está na página 1de 2

1 TEORIA GERAL DO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

1.1 SUPREMACIA FORMAL E MATERIAL DA CONSTITUIÇÃO

1.2 PARÂMETRO (“NORMA DE REFERÊNCIA”)


Quais são as partes da CF? Quais são as características do preâmbulo?(8) Quais são as teses do
preâmbulo e qual é utilizada? (I,P, RI); o que é bloco de constitucionalidade? (I, E)

2 FORMAS DE INCONSTITUCIONALIDADE

2.1 QUANTO AO TIPO DE CONDUTA PRATICADA PELO PODER PÚBLICO

2.2 QUANTO À NORMA OFENDIDA


Formal: Propriamente dita, Subjetiva, Orgânica, Pressupostos objetivos; Material.

2.3 QUANTO À EXTENSÃO

2.4 QUANTO AO MOMENTO

2.5 QUANTO AO PRISMA DA APURAÇÃO


Direta e Indireta.

3 FORMAS DE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

3.1 QUANTO À NATUREZA DO ÓRGÃO


Quais são os sistemas? (J, P, M).

3.2 QUANTO AO MOMENTO DE REALIZAÇÃO DO CONTROLE


Preventivo (3) e Repressivo (3)

3.3 QUANTO À COMPETÊNCIA JURISDICIONAL


Difuso e Concentrado

3.4 QUANTO À FINALIDADE

4 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONCENTRADO (ADC/ADI/ADPF) LEI 9.869

4.1 INTRODUÇÃO

4.2 ASPECTOS COMUNS

4.3 LEGITIMIDADE ATIVA

4.4 PARÂMETRO

4.5 OBJETO

4.6 DECISÃO DE MÉRITO

4.6.1 Quórum

4.6.2 Efeitos
4.6.3 Eficácia temporal

4.6.4 Extensão da decisão (art. 28, parágrafo único, da Lei nº 9.868/99)

5 TUTELA DE URGÊNCIA

5.1 QUÓRUM

5.2 EFEITOS OBJETIVOS/SUBJETIVOS

5.3 EFEITOS TEMPORAIS

6 CONTROLE DIFUSO

6.1 COMPETÊNCIA

6.2 FINALIDADE

6.3 INICIATIVA

6.4 PARÂMETRO

6.5 EFEITOS DA DECISÃO


Subjetivo e objetivo

6.6 CLÁUSULA DE RESERVA DE PLENÁRIO (“FULLBENCH”)

6.7 SUSPENSÃO DA EXEUÇÃO DA LEI PELO SENADO

6.8 AÇÃO CIVIL PÚBLICA

6.9 TENDÊNCIA DE ABSTRATIVIZAÇÃO DO CONTROLE CONCRETO

7 AÇÃO DIREITA DE INCONSTITUCIONALIDADE POR OMISSÃO

8 MANDADO DE INJUNÇÃO

9 AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE ESTADUAL


10 O QUE É RECLAMAÇÃO CONSTITUCIONAL?