MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS

........................................................................................................................................................................................................................................................3 AUTOR DO PROJETO DE INSTALAÇÕES HIDRO-SANITARIAS.............................................5 1...............................7 ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS........10GAS............................................................................................................................................7 1...........................................................................................6 1................5INSTALAÇÃO DE GAS ...................................................................................................................................3 NORMAS TECNICAS UTILIZADAS...........................5 1......7ESGOTO...............................9PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO..... ...........4 DESCRIÇÃO DO PROJETO........................................................................................................7 .......8ÁGUAS PLUVIAIS..7 1.........7 1.. 2 CARACTERIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO..................................................................................7 1....................................................................................................................................................................7 1..........1AGUA FRIA.....................6ÁGUA FRIA.....................................................................................2ESGOTO SANITÁRIO.................................................................................................Sumário Sumário..........................................................3ÁGUAS PLUVIAIS...............................................................................................................................................4 RELAÇÃO DAS FOLHAS GRÁFICAS............................................................................5 1....................................3 CONSIDERAÇÕES GERAIS...................................4PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIO.................................................6 1...................

É de responsabilidade do instalador todas as solicitações de vistorias e ligações. excetuando-se os casos de reconhecido uso inadequado das instalações. Empreendimento residencial composto por 6 torres com 7 pavimentos tipo mais térreo com 8 apartamentos por andar sendo 2 apartamentos de 3 dormitórios e 6 apartamentos com 2 dormitórios. junto aos órgãos competentes. quadra e churrasqueiras. .: DESCRIÇÃO:-. O projeto só poderá ser alterado após aprovação do contratante e com expressa anuência do autor do projeto. portaria. A execução e o material aplicado são de inteira responsabilidade do instalador e fabricantes.CARACTERIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO ENDEREÇO: PROPRIETARIO. piscina adulto e infantil. salão de festas. Ao término dos serviços deverão ser fornecidas pelo instalador as respectivas Anotações de responsabilidade técnica (ARTS) dos serviços executados. totalizando 62 apartamentos por torre. AUTOR DO PROJETO DE INSTALAÇÕES HIDRO-SANITARIAS CONSIDERAÇÕES GERAIS O presente memorial é parte integrante do projeto de instalações hidro-sanitarias. devendo o “as built” ser apresentado pelo instalador. Dotado de estacionamento.

05/2010 RELAÇÃO DAS FOLHAS GRÁFICAS .NORMAS TECNICAS UTILIZADAS Para desenvolvimento dos projetos foram adotadas Normas brasileiras pertinentes.Instalação de aparelhos a gás para uso residencial-requisitos dos ambientes. postulações estaduais e municipais. NBR – 5626/1998.instalação predial de água fria NBR – 8160/1999. Para a execução também deverão ser obedecidas as mesmas normas. Legislação Municipal.Projeto e execução NBR – 10.Instalação predial de águas pluviais Normas técnicas DAEV.sistemas prediais de esgoto sanitário projeto e execução NBR – 13103/2011.Redes de distribuição interna para gases combustíveis em instalações residenciais e comerciais . Diretriz DAEV. NBR – 15526/2009 .844/1989.

Toda tubulação será executada em PVC branco com bolsa e anel de borracha para bitolas iguais ou maiores que diâmetro 50mm nas torres até a rede interna que será em PVC OCRE JE. Para a captação do esgoto da lavanderia deverá ser executado uma coluna (TS) que capta esgoto do 3º ao último pavimento. . Será instalado um cavalete com hidrômetro padrão DAEV. A elevação de água da reserva inferior para a superior será feita por 8 conjuntos moto bomba sendo 2 conjuntos reserva. devendo ser adotado bombas com potência máxima de 5cv(protótipo jacuzzi 5MB4) cada conjunto. A captação dos dejetos das cozinhas. junto ao alinhamento da Rua Baronesa Geraldo de Rezende. O sistema de alimentação dos aptos será através de 18 prumadas em PVC alocadas nos shafts dos apartamentos. com vazão de 10. Na reserva superior das torres. está previsto um volume de incêndio para hidrantes (volume=12m3). através de pedido de diretrizes e dimensionamento. Os reservatórios superiores possuirão extravasor e limpeza que se dará sobre o telhado. uma segunda coluna (TGA) que capta esgoto do 1º e 2º pavimento. sendo o térreo captado separadamente e lançado na caixa de gordura localizado na área externa. uma segunda coluna (TSA) que capta esgoto do 1º e 2º pavimento para evitar a zona de pressão de espuma. após essa derivação será instalado um registro de gaveta. Nos pés das colunas deverão ser utilizadas conexões de PVC série R. sendo que 6 delas passará por um pressurizador instalado junto ao reservatório superior e irá atender o 7º pavimento e 12 prumadas que atenderam os pavimentos restantes. sendo o ramal predial dimensionado pela concessionária competente (DAEV). além do consumo que será de 48 m3. Para a captação do esgoto da cozinha deverão ser executados uma coluna (TG) que capta esgoto do 3º ao último pavimento.2 ESGOTO SANITÁRIO Os efluentes sanitários serão recolhidos e conduzidos para a rede pública existente na Rua Wilson Roberto Solinski conforme diretriz do DAEV.DESCRIÇÃO DO PROJETO 1. terão ramais e prumadas independentes em conformidade com a NBR. A tubulação de alimentação caminhará até o reservatório inferior com volume total de 126m3 dividido em 2 caixas com 63m3 cada. Será feita uma derivação em cada apartamento para alimentar os apartamento.1 AGUA FRIA A adução da água será feita diretamente da rede pública.3m3/h e altura manométrica de 50mca. Nos trechos sujeitos a impactos mecânicos. 1. as tubulações deverão ser protegidas por enchimentos ou executadas em fºfº. sendo que o aviso de extravasão será com uma tubulação de diâmetro de 20mm e livre deságue fora do telhado. sanitários e área de serviço. que será instalado apoiado no nível do estacionamento. sendo 1 no shaft da cozinha e área de serviço e outro no banheiro.

e T.A.4 PREVENÇÃO E COMBATE A INCENDIO O sistema foi projetado em conformidade com as orientações e exigências do corpo de bombeiros local. devidamente executado e identificado que servirá para eventual necessidade de abastecimento por caminhão pipa. As Caixas de retardo serão executadas em anel pré-moldado de concreto com diâmetro de 3. Também estão sendo previstas caixas sifonadas para receber o esgote proveniente das prumadas T. após as caixas de retardo a rede será interligada na rede existente.S.00m do piso acabado. Serão dotados de proteção por extintores específicos para cada tipo de cobertura e proteção por hidrantes.S. A sua instalação deverá ser a 1. 1. 1.00m sob base apiloada. conforme normas pertinentes. A rede de hidrantes será alimentada por um reservatório superior com volume devidamente dimensionado (12m3/torre).Serão executadas caixas de gordura com volume de 120L e 169l conforme detalhe em planta. Nos pavimentos mais desfavoráveis. no bico do esguicho do hidrante.3 ÁGUAS PLUVIAIS A captação de águas pluviais dos telhados será através de calhas e conduzidas por condutores em PVCR branco com bolsa e anel de borracha até o pavimento térreo e conduzido através da rede interna até as caixas de retardo. para atender a pressão mínima exigida por norma. a contar do tê de derivação da coluna de alimentação. . serão instaladas botoeiras para acionamento da bomba de pressurização. Os hidrantes serão distribuídos e especificados para atender normas pertinentes. O sistema de hidrantes terá junto ao passeio um registro de recalque. contendo leito de brita com espessura de 25cm para infiltração.

10 GAS Tubos de cobre classe E – elumagás. Fabricante : Eluma. observados normas técnicas. ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS. . Toda tubulação de cobre enterrada deverá ser envolta por fita anticorrosiva. 1. Em todos os apartamentos será prevista uma medição remota de gás que se localizará sob tanque.7 ESGOTO Pvc branco PBV para diâmetros acima de 50mm Pvc branco soldável para diâmetros de 40mm Pvc OCRE JE 1. Os ramais de alimentação dos aparelhos de utilização caminharão aparente devidamente fixado até o ponto de utilização (Fogão).8 ÁGUAS PLUVIAIS Pvc branco PVCR para diâmetros acima de 50mm para as prumadas verticais Pvc branco PVCR para diâmetros acima de 50mm para os caminhamentos horizontais nos térreos. Pvc classe 20. Deverá ser instalada fita de identificação da rede de gás 20 cm acima da tubulação enterrada para evitar danos à tubulação. 1. devidamente dimensionadas e apresentados no projeto de arquitetura.9 PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO Hidrantes: tubo de cobre classe E Fabricação Eluma 1. Os ambientes que receberão aparelhos com utilização de gás. junta elástica para recalque. as tubulações deverão ser submetidas aos testes de obstrução e vazamento. A central de GLP deverá ser dimensionada e detalho por empresa especializada. Tubos Cobre Classe E ou Polietileno PE 80 nas redes enterradas fora de construções.5 INSTALAÇÃO DE GAS Os aparelhos de utilização deverão ser ligados ao ponto de alimentação por meio de conexões de tubos rígidos ou flexíveis metálicos ou não. Antes do uso.6 ÁGUA FRIA Pvc marrom soldável com conexões de bronze para ligação de aparelhos.1. As prumadas serão aparentes na fachada. PVC ou Concreto Simples para diâmetros igual ou superior a 300mm 1. Fabricação Tigre ou similar. deverão ter ventilação permanente inferior e superior.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful