Questões Comentadas Material 01

Curso Preparatório para Auditores Fiscais, Técnicos, Analistas e Carreiras Afins.

Economia
Profº Carlos Ramos

www.cursoparaconcursos.com.br

01. (INSS 2002) – Considere os seguintes dados: • Produto Interno Bruto a custo de fatores = 1.000; • Renda enviada ao exterior = 100; • Renda recebida do exterior = 50; • Impostos indiretos = 150; • Subsídios = 50; • Depreciação = 30. Com base nessas informações, o Produto Nacional Bruto a custo de fatores e a Renda Nacional Líquida a preços de mercado são, respectivamente: a) 1.250 e 1.050 b) 1.120 e 1.050 c) 950 e 1.250 d) 950 e 1.020 e) 1.250 e 1.120

COMENTÁRIO: PNBcf = PIBcf – RLEE = 1000 – (100-50) = 950 RNLpm = PNLpm = PNBcf – dep + II – sub = 950 – 30 + 150 – 50 = 1020

02. (AFC 2000) – Com relação aos conceitos de produto agregado, podemos afirmar que: a) O produto bruto é necessariamente maior do que o produto líquido, o produto nacional pode ser maior ou menor do que o produto interno e o produto a custo de fatores pode ser maior ou menor do que o produto a preços de mercado. b) O produto nacional é necessariamente maior do que o produto interno, o produto bruto é necessariamente maior do que o produto líquido e o produto a preços de mercado é necessariamente maior do que o produto a custo de fatores. c) O produto a preços de mercado é necessariamente maior do que o produto a custo de fatores, o produto interno é necessariamente maior do que o produto nacional e o produto bruto é necessariamente maior do que o produto líquido. 1

o produto interno é necessariamente maior do que o produto nacional e o produto a preços de mercado pode ser maior ou menor do que o produto a custo de fatores. Sobre os agregados macroeconômicos desse sistema idealizado. veículos e construções perdem valor). c) O produto nacional avaliado a custo de fatores é diferente do produto nacional avaliado a preços de mercado. contando-se somente com famílias e empresas e supondo-se que não exista depreciação. Esta produz automóveis no valor de R$ 300 e vende para o consumidor final. VBP contem o problema da dupla contagem. Analistas e Carreiras Afins. a) A soma das vendas de todas as empresas é igual ao VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO (VBP). o produto líquido pode ser maior ou menor do que o produto bruto e o produto a custo de fatores pode ser maior ou menor do que o produto a preços de mercado. Economia Profº Carlos Ramos www. o valor adicionado é composto pela soma dos salários. (FCC/2003) – Num sistema econômico simplificado. Foi dito que Depreciação=0. e) O produto interno é necessariamente maior do que o produto nacional. negativo (se RRE > REE) ou igual a zero (se RRE = REE). é correto afirmar: a) O produto interno bruto será igual à soma do total das vendas de cada uma das empresas existentes.cursoparaconcursos. Técnicos. depende de ter ou não as RLEE) será igual a 300. O produto nacional pode ser maior ou menor do que o produto interno porque o valor da RLEE pode ser positivo ( se REE > RRE). O produto a custo de fatores pode ser maior ou menor do que o produto a preços de mercado porque Impostos Indiretos podem ser maiores. Por quê? Porque no valor de R$ 300 já estão inclusos os pneus (matéria prima usada nos automóveis).Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. No entanto. b) O produto nacional bruto.00 para a empresa B. o produto nacional líquido e o produto interno líquido são idênticos. aluguéis e juros pagos. 2 .br d) O produto bruto é necessariamente maior do que o produto líquido. COMENTÁRIOS: Trata-se de sistema simplificado sem governo (impostos indiretos=0 e subsídios=0) e sem relação com o resto do mundo (RLEE=0). d) A renda líquida enviada ao exterior é positiva. menores ou iguais aos subsídios. 03. lucros. O VBP = 80 + 300 = 380. Imagine que um país existem apenas 2 empresas: a empresa A produz pneus e vende toda a produção no valor de R$ 80. o PIB( ou PNB. e) O valor bruto da produção de um setor pode ser superior ao valor líquido das suas vendas. equipamentos.com. COMENTÁRIO: a) O produto bruto é necessariamente maior do que o produto líquido porque em termos reais a depreciação sempre ocorre de um ano para outro (máquinas.

d) Produto Nacional Líquido a preços de mercado – depreciação + subsídios. d) O valor bruto da produção. aluguéis e juros) em cada fase.com.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. 05. O valor bruto da produção de um setor não pode ser superior ao valor líquido das suas vendas porque trata-se de um sistema idealizado com valor adicionado(salário.br b) Correto. E o investimento bruto = FBKF + Variação de Estoques. no conjunto da atividade produtiva. e) Errado. (ELETRONORTE/2006) – O Produto Nacional Bruto a preços de mercado é igual a: a) Produto Nacional Líquido a preços de mercado + depreciação. Técnicos. Numa economia fechada o investimento bruto = poupança bruta. é idêntico ao valor total das vendas. numa economia fechada. COMENTÁRIO Todas as sentenças estão corretas exceto a letra c. depreciação=0. c) Produto Interno Bruto a custo de fatores + depreciação – impostos indiretos + subsídios. 04. d) Errado.cursoparaconcursos. então PNB = PNL = PIL = PIBpm = PIBcf = PNBpm = PNBcf. b) Produto Nacional Líquido a preços de mercado – depreciação. se for considerada uma economia fechada. e) Produto Interno Bruto a custo de fatores – impostos indiretos + subsídios 3 . subsídos=0. independente da variação de estoques. e) A poupança interna é idêntica à renda não consumida. Analistas e Carreiras Afins. Economia Profº Carlos Ramos www. O único diferente é o VBP porque possui a dupla contagem. c) Errado. Ver comentário no item b. Impostos indiretos=0. RLEE=0 porque não há relação com o resto do mundo. c) A poupança interna bruta é determinante imediato do investimento bruto. b) O valor adicionado bruto de um determinado setor produtivo é igual ao seu valor bruto da produção menos o seu consumo intermediário. Se RLEE=0. Logo. a alternativa que não apresenta enunciado correto é: a) A despesa bruta de investimento é definida como sendo a soma da formação bruta de capital fixo com a variação dos estoques. (FCC) – Do ponto de vista dos agregados da contabilidade social. lucros. tal equilíbrio depende do nível da variação de estoques e da formação bruta de capital fixo.

c) Produto Nacional Bruto a preços de mercado – depreciação. c) Deduzir o valor da depreciação. (Economista/Infraero-2004) . Economia Profº Carlos Ramos www.O Produto Nacional Líquido a preços de mercado é igual ao: a) Produto Nacional Bruto a preços de mercado – depreciação – impostos indiretos + subsídios.com. (Economista/Eletrobrás-2005) . b) Somar o valor dos impostos diretos. d) Produto Interno Líquido a custos de fatores – depreciação – impostos indiretos – subsídios. o valor dos impostos indiretos e o valor da depreciação. O que diferencia o produto bruto do líquido é a depreciação. 4 . o valor dos impostos indiretos e deduzir o valor da depreciação.Para se passar do conceito de Produto Interno Bruto ao custo de fatores para o conceito de Produto Interno Líquido aos preços de mercado deve-se: a) Deduzir a depreciação. e) Deduzir a depreciação. deduzir o valor dos impostos indiretos e somar o valor dos subsídios. e) Produto Interno Bruto a preços de mercado – depreciação – impostos indiretos + subsídios. De custo dos fatores para preço de mercado deveremos somar os impostos indiretos e deduzir dos subsídios.br COMENTÁRIO Questão meramente conceitual. Analistas e Carreiras Afins. somar o valor dos impostos indiretos e deduzir o valor dos subsídios. COMENTÁRIO Duas transformações são requeridas neste caso: De Bruto para Líquido devemos deduzir a depreciação do primeiro. Técnicos. 06. de forma que PNBpm = PNLpm + dep. d) Somar o valor dos impostos diretos.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. b) Produto Nacional Bruto a preços de mercado – impostos indiretos + subsídios. (a) 07.cursoparaconcursos.

conforme já comentado em questão anterior. (c) 08. Depreciação = 5. 5 . • Consumo privado = 500 • Investimento privado = 400 • Consumo do governo + investimento do governo = 300 • Exportações de bens e serviços = 100 • Importações de bens e serviços = 80 • Pagamento de juros sobre a dívida interna = 120 • Recebimento de renda vinda do exterior = 15 • Remessa de renda ao exterior = 5 • Tributos = 70 O PIB nesta economia é igual a: a) 1020. (INSS 2002) – Considere os seguintes dados: a. b.cursoparaconcursos. Poupança líquida =100. c) 1220. e) 1420. Analistas e Carreiras Afins. d) 1320. Técnicos.com. b) 1120.Considere as informações que se seguem.br COMENTÁRIO De produto bruto para líquido devemos excluir a depreciação. (TSP/EPE-2006) .Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. COMENTÁRIO: PIB = C+I+G+X-M PIB = 500+400+300+100-80= 1.220 09. Economia Profº Carlos Ramos www.

o Produto Interno Bruto a custo de fatores será menor do que o Produto Interno Bruto a preços de mercado. e) O Produto Interno Bruto pode ser considerado o que se denomina variável fluxo.br c.Com base nos conceitos macroeconômicos é incorreto afirmar que: a) Se os subsídios forem iguais a zero. o Produto Interno Bruto é necessariamente maior do que o Produto Interno Líquido. a formação bruta de capital fixo e a poupança bruta total são. b) A diferença entre o Produto Interno Bruto e o Produto Nacional Bruto depende do sinal do saldo da conta de renda líquida enviada ao exterior. COMENTÁRIO: 6 . c) A dívida pública como percentual do Produto Interno Bruto não pode ser superior a 100%. Com base nessas informações e considerando uma economia fechada e sem governo.com. (Economista/ENAP-2006) . Analistas e Carreiras Afins. Variação de estoques = 50.cursoparaconcursos. Técnicos. respectivamente: a) 100 e 105 b) 55 e 105 c) 50 e 100 d) 50 e 105 e) 50 e 50 COMENTÁRIO: Sbruta = Slíquida + depreciação Sbruta = 100+5 = 105 I=S e Logo: Fbkf + VE = Sbruta Fbkf + 50 = 105 Fbkf = 55 I = Fbkf + VE 10. Economia Profº Carlos Ramos www.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. d) Considerando que a depreciação é sempre positiva. na existência de impostos indiretos.

000.000.00 • Impostos Indiretos=R$ 300.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais.000 = 950.000.000. (Economista/MT/2006) – Considere os seguintes dados de uma economia qualquer: • Produto Nacional BRUTO a preços de mercado = R$ 1. b) Correta c) Incorreta.cursoparaconcursos.00 • Subsídios=R$ 55.br Esta questão apresenta duas alternativas incorretas.000.00 O Produto Nacional Líquido a preços de mercado seria igual a: a) R$ 950. A dívida pública pode ser superior a 100% do PIB da mesma forma que uma pessoa pode comprar um bem (automóvel.00.155. Técnicos.000.00 d) R$ 650.00 c) R$ 1. Se os subsídios forem iguais a zero. Analistas e Carreiras Afins. 7 .00 • Depreciação=R$ 50. imóvel) “x” vezes superior ao seu salário através de um financiamento.A Contabilidade Nacional da economia de um determinado país revela os seguintes valores em UM$ milhões: • Produto Nacional Líquido a custo de fatores = 1.00 COMENTÁRIO: PNLpm = PNBpm – dep = 1.000. na existência de impostos indiretos. d) Correta e) Correta 11.00 b) R$ 1.000 – 50.000.000.00 e) R$ 705. o Produto Interno Bruto a custo de fatores será igual ao Produto Interno Bruto a preços de mercado.000 12. Economia Profº Carlos Ramos www.com.050. Vejamos a) Incorreta.000. (Analista Fiscal/TCE-RR-2006) .305.000.

c) 1.199.770 13.cursoparaconcursos. Qual o valor do Produto Interno Bruto a preços de mercado dessa economia? a) 1.770. • Depreciação = 110.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais.580.00.372. Analistas e Carreiras Afins. d) 1.00. • Gastos do Governo = 389. Técnicos. Economia Profº Carlos Ramos www.br • Renda Líquida Enviada ao Exterior = 330.305+68-43+330+110=1. • Subsídios = 43.com.00. • Importações = 98. e) 1.00.416.00. Sabendo-se que: • Renda Líquida enviada ao Exterior = 40 • Impostos Indiretos = 80 • Subsídios = 20 • Depreciação = 80 Calcule o valor do Produto Interno Bruto a preços de mercado: a) 320 b) 380 c) 290 d) 230 e) 250 8 .00.00.00. b) 1. Numa determinada economia o Produto Nacional Líquido a custo de fatores é 200. • Impostos Indiretos = 68.00.00 COMENTÁRIO: PIBpm = PNLcf + II – sub + RLEE + dep = 1.

br COMENTÁRIO: PIBpm = PNLcf + II – sub + RLEE + dep = 200+80-20+40+80=380 14. cujo valor foi igual a: a) 10% b) 15% c) 20% d) 25% e) 30% COMENTÁRIO: ICTL = (II + ID – Transf – Sub)/PIBpm = (700+500-100-300)/(5500+450+50)= ICTL = 900/6000=0.com. durante um determinado ano (valores hipotéticos): • Produto nacional líquido a preços de mercado: 5.500 • Impostos indiretos: 700 • Impostos diretos: 500 • Subsídios: 100 • Transferências: 200 • Depreciação do capital fixo: 450 • Renda líquida enviada ao exterior: 50 Estes dados nos permitem calcular o índice de carga tributária líquida. As contas nacionais do Brasil indicaram os seguintes valores. Analistas e Carreiras Afins.cursoparaconcursos. Técnicos. Economia Profº Carlos Ramos www.15 = 15% 15. Conhecendo-se os seguintes valores dos agregados nacionais: • Renda Interna Bruta a custo de fatores: 150 • Impostos Indiretos: 20 • Subsídios: 10 • Exportações: 50 9 .Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais.

840 d) 4. em milhões de unidades monetárias): a) Produto Interno Líquido a preços de mercado: 5.cursoparaconcursos.040 e) 6.740 b) 4.br • Importações: 60 • Impostos Diretos: 30 Pode-se afirmar que o Produto Interno Bruto a preços de mercado é igual a: a) 130 b) 120 c) 160 d) 190 e) 200 COMENTÁRIO: Sabe-se que PIB = RIB = DIB PIBpm = RIBcf + II – sub = 150 +20 -10 = 160 16.240 COMENTÁRIO: 10 . Economia Profº Carlos Ramos www.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. Considere os seguintes dados das Contas Nacionais de certo país (valores hipotéticos.860 c) 5.com. Técnicos. Analistas e Carreiras Afins.000 b) Impostos Indiretos: 750 c) Subsídios: 200 d) Depreciação do Capital Fixo: 350 e) Renda Líquida enviada para o exterior: 60 Estes dados permitem concluir que o Produto Nacional Bruto a custo de fatores equivale a: a) 4.

500. o produto agregado dessa economia foi.000+350-60-750+200= 4740 Obs: fique atento às transformações de bruto para líquido. Analistas e Carreiras Afins. o setor F produziu farinha no valor de 1. de nacional para interno e de preços de mercado para custo de fatores e vice-versa.000 • Impostos Diretos: 500 • Subsídios: 100 • Transferências: 300 • Depreciação: 400 • Renda Líquida enviada ao Exterior: 200 O índice de carga tributária bruta em % será de aproximadamente: a) 11% b) 22% c) 33% d) 44% e) 55% COMENTÁRIO: ICTB = (II + ID) / PIBpm = (1000+500)/(3000+1000-100+400+200) ICTB = 1500/4500 = 0. de bruto para líquido deduzo a depreciação e de líquido para bruto incluo a depreciação.600 e vendeu-os aos consumidores finais. de: a) 1. Técnicos.cursoparaconcursos.000 • Impostos Indiretos: 1. o setor P produziu pães no valor de 1.com. no período. 17. o setor T produziu trigo no valor de 1.33 = 33% 18.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. Suponha as seguintes atividades e transações num determinado período de tempo: o setor S produziu sementes no valor de 200 e vendeu para o setor T. Considere uma economia hipotética que só produza um bem final: pão. Com base nessas informações. As Contas Nacionais de um país durante certo ano indicaram os seguintes dados: • Produto Nacional Líquido a custo de fatores: 3. Por exemplo.000 para o setor F e estocou o restante.600 11 .br PNBcf = PILpm + dep – RLEE – II + sub = 5.300 e vendeu ao setor P. vendeu uma parcela equivalente a 1. Economia Profº Carlos Ramos www.

....100 c) 3.... pode-se afirmar que o resultado fiscal do Governo é igual a um: a) Déficit de 75...600 – 1300 já contabilizados = 300 Produto agregado = 200+500+800+300+300=2.000 d) 4.................. d) Superávit de 55.. c) Déficit de 50... Considere os seguintes dados em unidades monetárias relativos à economia de certo país............. b) Superávit de 50....500 que se desdobrou em: estoque = 500 venda para o setor F = 1. Técnicos..br b) 2.. 12 .......600 e) 3. Se os valores fossem todos somados teríamos o Valor Bruto da Produção.. e) Déficit de 55.. 20 Com base nestes dados......000 – 200 das sementes já contabilizadas = 800 o setor F produziu farinha no valor de 1. Analistas e Carreiras Afins...150 • Outras receitas públicas.....600 COMENTÁRIO: o setor S produziu sementes no valor de 200 = 200 o setor T produziu trigo no valor de 1... Economia Profº Carlos Ramos www. A dupla contagem foi eliminada......... Observe que os estoques também entraram no cálculo..300 – 1000 já contabiliado = 300 o setor P produziu pães no valor de 1.................cursoparaconcursos..Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais. 19......100........... durante o período de um ano: • Consumo do Governo.com...100 • Transferências governamentais. 5 • Impostos (diretos e indiretos)...... 10 • Subsídios....

pois o PIB inclui a produção no exterior. Economia Profº Carlos Ramos www.Questões Comentadas Material 01 Curso Preparatório para Auditores Fiscais.Sub Resultado do Governo = 150+20-100-10-5= 55 (superávit) 20.br COMENTÁRIO: Resultado do Governo = Imposto + Outras Receitas – Cg – Tg . pois não são produzidas no país. d) São contabilizadas com sinal negativo. investimento. a exemplo das nossas exportações de automóveis. pois o PIB é medido pelo valor adicionado. Analistas e Carreiras Afins.cursoparaconcursos. E. Assim. Técnicos. neste estão inseridos bens nacionais e importados. os bens podem conter componentes importados. COMENTÁRIO: As importações entram do cálculo de PIB com sinal negativo. gastos do governo. e) Não entram no cálculo. exportações) ou somar todas as deduções e promover uma operação final de retirada das importações. b) São contabilizadas com sinal positivo. por fim. quando exportamos. como ocorre: PIBpm = C + I + G + X – M. por estarem incorporadas nos demais componentes do PIB. Por quê? Quando o IBGE calcula a produção interna e contabiliza o consumo. as importações do país: a) Não entram no cálculo. 13 . Da mesma forma os gastos do governo. Na mensuração do PIB. Os investimentos realizados pelas empresas ocorrem com compra de máquinas e equipamentos nacionais e importados.com. é necessário deduzir as importações de cada agregado macroeconômico (consumo. pois são utilizadas na produção de outros bens. c) São contabilizadas.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful