Você está na página 1de 11

Introdução

O Registro é um grande banco de dados utilizado pelo Windows 9x


para o armazenamento de informações referentes a programas e
periféricos instalados, além de informações sobre preferências dos
usuários. Ele já existia no Windows 3.x, porém era pouco utilizado
pelos programadores, que preferiam a utilização de arquivos do tipo
"INI".

Para quem não sabe, arquivos INI armazenam informações de


configuração de um determinado programa. O próprio Windows
utiliza basicamente dois arquivos INI para armazenar suas
configurações: Win.ini, que armazena informações sobre programas
instalados e System.ini, que armazena informações sobre
periféricos instalados (hardware). No caso do Windows 3.x, cada
programa criava um arquivo INI próprio. Por exemplo, o Word 6
criava e utilizava um arquivo chamado Winword6.ini para armazenar
suas configurações - como, por exemplo, o diretório onde o Word ia
buscar seus modelos.

A utilização de arquivos INI apresentava alguns problemas. Para


começar, quanto mais programas instalados em seu micro, mais
arquivos INI eram criados no diretório do Windows. Programas
antigos em sua maioria não possuíam assistentes para a sua
desinstalação do micro. Com isso, muito usuários, para remover o
programa do micro, acabavam simplesmente apagando manualmente
o diretório ocupado pelo programa (com o comando Deltree ou
similar) e seus ícones no Windows. É claro que a maioria acabava
esquecendo de apagar os arquivos INI do programa que ficavam
armazenados no diretório do Windows (aliás, esse procedimento
ainda tinha um agravante: a maioria dos programas acrescenta
arquivos DLL no diretório do Windows; simplesmente apagar o
diretório do programa não faz com que esses arquivos sejam
apagados, fazendo com que arquivos ocupem inutilmente espaço no
disco rígido do micro).

Outro problema é que arquivos INI são facilmente editáveis


através de qualquer editor de texto, já que são arquivos ASCII
(TXT). Uma simples mudança mal feita pelo usuário em um arquivo
INI pode fazer com que o programa deixe de funcionar - ou mesmo
o Windows inteiro, caso o usuário faça alguma besteira nos arquivos
Win.ini e System.ini.

Talvez o maior problema seja na organização. O conteúdo de


arquivos INI pode ser editado e colocado em qualquer ordem. Ao
acessar um arquivo INI, o programa terá de filtrar o arquivo e
Chaves Básicas
Se você teve a curiosidade de executar o Editor de Registro
(Regedit), deve ter reparado que o registro é composto por uma
estrutura hierárquica similar à estrutura de diretório do disco
rígido do micro. Se você consegue "navegar" pelo Windows Explorer
não sentirá nenhuma dificuldade em navegar pelo Editor de
Registro.

O Registro é formado de 6 chaves básicas (listamos na ordem em


que aparecem no Editor de Registro):

• HKEY_CLASSES_ROOT
• HKEY_CURRENT_USER
• HKEY_LOCAL_MACHINE
• HKEY_USERS
• HKEY_CURRENT_CONFIG
• HKEY_DYN_DATA

Em cada chave é armazenado um tipo diferente de informação.


Iremos ver como funciona cada chave e qual o tipo de informação
há armazenada. Sempre que possível iremos apresentar dicas que
sejam válidas para todos os micros. É muito importante notar que
não há como fazermos um tutorial válido para todos os micros, pois
em cada micro o Registro será um pouco diferente, já que os
programas e periféricos instalados variam de micro para micro.

HKEY_LOCAL_MACHINE

Essa é a chave mais importante do Registro. É nela que estão


armazenadas informações a respeito dos periféricos e programas
instalados no micro - incluindo a configuração do próprio Windows
9x. Fisicamente falando, as informações dessa chave estão
armazenadas no arquivo System.dat. Essa chave possui as seguintes
subchaves:

Config: Armazena configurações para os Perfis de Hardware


instalados no micro. Na maioria das vezes temos somente um perfil
de hardware instalado e, daí, essa chave normalmente apresenta
somente uma subchave - 0001 - que contém informações sobre esse
único perfil. Caso você crie novos perfis de hardware (o que pode
ser feito através da guia Perfis de Hardware do ícone Sistema do
Painel de Controle) novas chaves são criadas. Durante o boot o
Windows 9x carrega a configuração do perfil de hardware
selecionado para a máquina.

Enum: Informações sobre o hardware do micro.


HKEY_USERS
O Windows 9x permite que mais de usuário utilize um mesmo micro,
cada um com suas configurações particulares, tais como proteção
de tela, papel de fundo, atalhos presentes na área de trabalho, etc.
A escolha do usuário é feita no logon do Windows, quando o sistema
pede o nome do usuário e sua senha. Essa chave armazena as
configurações do sistema para cada usuário e fisicamente está
armazenada no arquivo User.dat.

Quando o sistema está configurado para o acesso por apenas um


usuário, a chave HKEY_USER contém apenas uma subchave,
.default, contendo todas as configurações pessoais do sistema
(proteção de tela, papel de parede, etc).

No caso de haver mais de um usuário configurado no sistema,


quando ele faz logon no sistema, essa chave conterá suas
configurações pessoais. Por exemplo, no caso de haver um usuário
chamado Fabiano, existirá uma chave chamada "Fabiano" quando
esse usuário entrar no sistema. A chave .default continuará
existindo, contendo as configurações padrão do sistema.

Interessante notar que nessa chave só estão disponíveis as


configurações pessoais do usuário que fez logon do sistema. Se no
mesmo micro existir um outro usuário chamado Tadeu, a chave
"Tadeu" só existirá quando o próprio Tadeu fizer logon no sistema,
de forma que um usuário não consiga ver nem alterar configurações
de outro usuário (ou seja, o Tadeu não consigará ver as
configurações do Fabiano e vice-e-versa).

HKEY_CURRENT_USER

Essa chave é um atalho para a chave do usuário que fez logon no


sistema. Ou seja, se o usuário "Fabiano" foi quem fez logon no
sistema, essa chave apontará para a chave HKEY_USERSFabiano.
Portanto, fisicamente essa chave não existe, pois apenas aponta
para outra parte do registro.

HKEY_CLASSES_ROOT

Essa chave é um atalho para a chave


HKEY_LOCAL_MACHINESOFTWAREClasses. Essa chave existe
para manter compatibilidade com programas de 16 bits, pois no
registro do Windows 3.x só havia uma única chave principal no
registro, chamada HKEY_CLASSES_ROOT. Da mesma forma que a
chave anterior, essa chave não existe fisicamente; ela apenas
aponta para outra área do registro.
Problemas com o Registro
Como estamos vendo, o Registro armazena informações vitais de
sua máquina. Os arquivos que armazenam o Registro são grandes.
Em uma máquina típica, o arquivo System.dat (onde o Registro é
armazenado) tem por volta de 2,5 MB de tamanho.

A cada boot bem sucedido que é feito na máquina, o sistema


operacional executa automaticamente um processo de backup do
Registro, isto é, os arquivos System.dat e User.dat são copiados
com os nomes System.da0 e User.da0, respectivamente. Todos
esses quatro arquivos ficam armazenados no diretório do Windows
e estão com o atributo de ocultamento ativado. Para listá-los e
conferir seus tamanhos, execute o comando Dir c:windows*.da? /s
(outros arquivos poderão aparecer listados).

Como o Registro centraliza todas as informações do micro, se ele


se corromper diversos erros poderão ocorrer. Se durante o boot do
Windows 9x o sistema detecta que o Registro está corrompido, uma
mensagem de erro é apresentada: "Erro do Registro - O Windows
encontrou um erro ao acessar o Registro do sistema. Você deve
restaurar o registro agora e reiniciar o seu computador." Nesse
caso, você pode tentar recuperar o backup do Registro, executando
os seguintes comandos:

attrib c:windows*.da? -r -a -s -h
del c:windowsuser.dat
del c:windowssystem.dat
ren c:windows*.da0 *.dat

Acontece que muitas vezes o backup do registro também está


corrompido! Nesse caso, você pode tentar recuperar o registro
através de programas específicos, como o Regclean (baixe-o em
http://www.download.com) ou o Cleansweep.

Já o Windows 98 funciona de maneira diferente. Em vez de apenas


uma cópia de backup, ele executa cinco cópias. Além disso, ele traz
um programa para corrigir erros do registro, chamado Scanreg (ele
está localizado em C:WINDOWSCOMMAND). Se você usa o
Windows 98, experimente executar esse programa! Por funcionar
de maneira diferente, a dica anterior para a recuperação do backup
do registro não funciona no Windows 98.
Programas para editar o Registro
Há vários programas que permitem fazer modificações no Registro
de forma rápida e segura. Alguns deles são shareware, outros você
tem de comprar.

Dos bons programas, um que chama a atenção é o famoso


Cleansweep, da Quarterdeck. Além de ser um excelente utilitário
para a desinstalação de programas do disco rígido e "limpeza" do
disco rígido (ele procura por arquivos duplicados e desnecessários,
por exemplo), suas últimas versões trazem um excelente módulo de
verificação do Registro do Windows 9x. Além de procurar por
problemas no Registro, ele traz um editor de registro ao estilo do
Regedit - chamado Registry Genie - , porém com a grande diferença
de possuir um tutorial acoplado, isto é, a medida em que você
navega pelo registro, o programa fornece informações sobre a
chave que você está navegando, além de diversos outros recursos.
Isso é excelente para aqueles que querem aprender ainda mais
sobre o Registro, bem como corrigir problemas que o módulo de
correção automática (chamado Registry Sweep) não conseguir
detectar ou corrigir. Para mais informações sobre esse programa,
visite http://www.quarterdeck.com.

Figura 4: Editor de Registro do Cleansweep, chamado Registry


Genie.