Você está na página 1de 30
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN – MAN – WAN - Prof.

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

- Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com

- Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com

REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Rede de Área Local

LAN - Local Area Network

É uma sigla para Local Area Network (Rede de Áreal

Local). Geralmente são chamadas pelos informáticos de

rede local.

As LANS surgiram na década de 60 onde eram usadas

pelo Laboratório de Livermore (EUA) para ajudar na

pesquisa de armas atômicas. Após essa década o seu uso se espalhou em outros setores da sociedade. A principal utilidade das LANs era compartilhar o uso de espaço em disco e impressoras - que eram muito caros

na época.

LAN - Local Area Network

Características

Alta Velocidade

Baixo Custo

Alta Confiabilidade

Flexibilidade na Instalação

Expansibilidade

Facilidade de Acesso

Adequação à Aplicação

Padronização

Geograficamente limitada

LAN - Local Area Network

LAN - Local Area Network 5

LAN - Local Area Network

A popularidade das LANs ocorreu lentamente, principalmente devido

aos vários protocolos existentes que eram incompatíveis entre si. Cada fornecedor de placas de redes possuía o seu próprio protocolo

que se comunicava somente com outros dispositivos do mesmo

fabricante. Entretanto, este entrave passou a diminuir muito com o tempo pois cada vez mais o mercado dava preferência à equipamentos capazes de se comunicar com equipamentos de

diferentes fornecedores. Atualmente existem regras (protocolos) oficiais que cada fabricante precisa seguir se quiser que seus produtos sejam compatíveis com os demais.

LAN - Local Area Network

Área geográfica limitada

Localizadas num edifício ou campus

Tipicamente distâncias inferiores a:

2,5Km (Cobre)

5Km (Fibra)

100m (Wi-Fi)

• Privadas (equipamento e gestão)

Pertencentes a uma organização

• Transmissão

10Mbps, 100Mbps, 1Gbps, 10Gbps

• Meio físico

– Necessidade de endereçamento “físico”

Necessidade de mecanismos de controle de acesso ao meio

LAN - Local Area Network

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE : O que são?

Para que uma rede de computadores possa funcionar é necessário que existam, além do cabeamento propriamente

dito, dispositivos de hardware e software cuja função é

controlar a comunicação entre os diversos componentes da rede.

Vários dispositivos são usados em uma rede, cada um deles

possuindo funções específicas. Como exemplos de

equipamentos dedicados inclui-se as placas de rede, os hubs, switches, bridges, routers.

Estes ativos de rede tem a finalidade de interpretar os sinais

digitais processados na rede e encaminhá-los ao seu destino,

obedecendo a um determinado padrão e protocolo.

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

HUB ou Repetidores

São equipamentos usados para flexibilizar a LAN’s Ethernet. Esses equipamentos são basicamente concentradores de fiação. Isoladamente um hub não pode ser considerado como um equipamento de interconexão de redes, ao menos que tenha sua função associada a outros equipamentos como repetidores ou switchs por exemplo. O uso de hubs torna fácil o isolamento de problemas, bem como facilita inserção de novas estações em uma LAN.

Característica

Atuam na camada física do modelo OSI.

A diferença entre o hub e o repetidor muitas vezes é o número de portas que cada um oferece

Propaga broadcast, ou seja, recebe as informações e as envia para todos os computadores da rede

Rede mais lenta.

São semelhantes aos repetidores, a diferença é o número de portas

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

HUB ou Repetidores

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE HUB ou Repetidores 10
LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE HUB ou Repetidores 10
LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE HUB ou Repetidores 10

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

HUB Interconexões FISICAS

Arquitetura – Entidades Padronizadoras e Certificadoras LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE HUB – Interconexões FISICAS 11

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

SWITCH

É um equipamento de rede utilizado para a distribuição e segmentação de LAN´ s. A

diferença entre o hub e o switch é que estes tomam decisões com base no endereço MAC e os hubs não tomam nenhuma decisão. Devido isso os switches tornam as LAN ´ s muito mais eficientes. O switch encaminha os dados diretamente ao seu destinatário, ao contrário dos hub ´ s que enviam os enviam à todas as portas (Broadcast)

Característica

Atuam na camada e 2 do modelo ISO/OSI (Enlace)

Fácil escalabilidade (crescimento)

De acordo com o modelo podem ser administrados por software

Também de acordo com o modelo podem ser criadas VLAN´ s

Uplinks de alta velocidade

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

SWITCH

Emplilhável
Emplilhável
Padronizadoras e Certificadoras LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE SWITCH Emplilhável Cascateável montado em RACK Modular 13

Cascateável montado em RACK

Padronizadoras e Certificadoras LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE SWITCH Emplilhável Cascateável montado em RACK Modular 13

Modular

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE SWITCH Interconexões FISICAS

– Entidades Padronizadoras e Certificadoras LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE SWITCH – Interconexões FISICAS 14

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

ROTEADOR ou Router

É um equipamento usado para fazer a comutação de protocolos, a comunicação entre diferentes redes de computadores provendo a comunicação entre redes geograficamente distantes.

Os roteadores utilizam tabelas de rotas para decidir sobre o encaminhamento de cada pacote de dados recebido. Eles preenchem e fazem a manutenção dessas tabelas executando processos e protocolos de atualização de rotas, especificando os endereços e domínios de roteamento. O administrador pode fazer a configuração estática das rotas para a propagação dos pacotes ou pode configurar o roteador para que este atualize sua tabela de rotas através de processos dinâmicos e automáticos.

Característica

Operam na camada e 3 do modelo ISO/OSI (REDE)

Seleciona a rota mais apropriada para encaminhar os pacotes recebidos

Utilizam os protocolos de roteamento RIP, OSPF, IGRP , BGP, EGP

Interligam redes geograficamente distantes

Geralmente é definido como GATEWAY PADRÃO da rede

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

Arquitetura – Entidades Padronizadoras e Certificadoras Roteador Corporativo LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE ROTEADOR ou

Roteador Corporativo

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE ROTEADOR ou Router

Roteador CISCO 1600 Cabo V35
Roteador CISCO 1600
Cabo V35
Roteador Doméstico
Roteador Doméstico

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

Rede - Filial Belo Horizonte
Rede - Filial Belo Horizonte
Rede - Filial Brasília
Rede - Filial Brasília

LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE ROTEADOR ou Router

e Certificadoras Rede - Filial Belo Horizonte Rede - Filial Brasília LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE
e Certificadoras Rede - Filial Belo Horizonte Rede - Filial Brasília LAN - EQUIPAMENTOS DE REDE

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

Placa de rede – PCI- Wireless
Placa de rede – PCI-
Wireless
Fibra Óptica
Fibra Óptica
Placa de rede – PCI- Wireless Fibra Óptica Cabo Coaxial Placa de Rede PCI- Ethernet PLC

Cabo Coaxial

Placa de Rede PCI- Ethernet
Placa de Rede PCI-
Ethernet
Fibra Óptica Cabo Coaxial Placa de Rede PCI- Ethernet PLC Power Line Communications Antena - Rádio
Fibra Óptica Cabo Coaxial Placa de Rede PCI- Ethernet PLC Power Line Communications Antena - Rádio

PLC Power Line Communications

Placa de Rede PCI- Ethernet PLC Power Line Communications Antena - Rádio Satélite Satélite Satélite ou

Antena - Rádio

PCI- Ethernet PLC Power Line Communications Antena - Rádio Satélite Satélite Satélite ou Rádio UTP/STP Cabo

Satélite Satélite

PLC Power Line Communications Antena - Rádio Satélite Satélite Satélite ou Rádio UTP/STP Cabo Par-Trançado 18

Satélite ou

Rádio

PLC Power Line Communications Antena - Rádio Satélite Satélite Satélite ou Rádio UTP/STP Cabo Par-Trançado 18

UTP/STP Cabo Par-Trançado

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - Meios de transmissão de dados através de cabos

Fibra Óptica
Fibra Óptica
PLC (Power Line Communication)
PLC (Power Line Communication)
dados através de cabos Fibra Óptica PLC (Power Line Communication) Cabo Coaxial Satélite UTP/STP Cabo Par-Trançado

Cabo Coaxial

Satélite

dados através de cabos Fibra Óptica PLC (Power Line Communication) Cabo Coaxial Satélite UTP/STP Cabo Par-Trançado

UTP/STP Cabo Par-Trançado

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

LAN - Meios de transmissão de dados através do AR ou ONDAS

Wireless

de transmissão de dados através do AR ou ONDAS Wireless • Não utilizam cabos • Seguem

Não utilizam cabos

Seguem o padrão IEEE 802.11 Popularmente chamada de Wi-Fi (Wireless Fidelity); Comunicação feita por ONDAS

RÁDIO

Alcance

802.11a

Padrão

50m

Padrão

100m

802.11b

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

São os meios responsáveis pela transmissão dos dados e propagação através do ar.

pela transmissão dos dados e propagação através do ar. Antena - Rádio Placa de rede –
Antena - Rádio
Antena - Rádio
Placa de rede – Wireless
Placa de rede – Wireless
Satélite ou Rádio
Satélite ou Rádio
Satélite
Satélite

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

REDE EXTERNA MAN - Metropolitan Area Network

Rede de Área Metropolitana

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

MAN - Metropolitan Area Network

As redes metropolitanas são redes de dimensão média, ocupam aproximadamente o espaço de uma cidade, constituída de uma ou mais redes LANs. Portanto, uma MAN

pode abranger um grupo de escritórios vizinhos ou uma cidade inteira e pode ser

privada ou pública.

Este tipo de rede pode transportar voz e dados podendo inclusive ser associado à rede de televisão a cabo local. As MANs são comuns em universidades hospitais e em organizações com várias delegações espalhadas ao longo de espaço

metropolitano. As características mais importantes de uma MAN são:

Interligação de LANs com uma distância que cobrem uma cidade ou campus

Utilizam tecnologias semelhantes as LANs (Ethernet, Token Ring, etc.)

Apresentam uma taxa de erro um pouco maior que a das LANs por causa do tamanho

Otimizam a relação custo/benefício devido à utilização de tecnologias semelhantes

às das LANs.

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

MAN - Metropolitan Area Network

– Topologias – Arquitetura – Entidades Padronizadoras e Certificadoras MAN - Metropolitan Area Network 24

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

REDES EXTERNAS

WAN -

Wide Area Network

Rede de Longa Distância

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

WAN - WIDE AREA NETWORK

A WAN pode ser considerada como qualquer rede que excede aos limites geograficos da LAN. Geralmente as WAN´ s têm longo alcance.

Existem WANs que possuem área de alcance entre países, continentes até mesmo mundial. A primeira rede deste tipo surgiu em 1965 quando um computador em Massachussets e

outro na Califórnia foram ligados entre si. Atualmente, a maior WAN existente é a Internet.

As conexões de rede de longa distância são muito utilizadas por empresas de telefonia, onde costumam fornecer serviços de acesso à Internet a Brasil. Além da intenet também existe as conexões de longa distância denominadas “CONEXÕES PRIVADAS. As empresas costumam utilizar este tipo de conexão para interligar filias geograficamente distantes. Essa conexão é considerada segura uma vez que é estabelecido uma PONTE entre essas empresa.

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

São os meios responsáveis pela transmissão dos dados e propagação através do ar.

Rádio

e Certificadoras São os meios responsáveis pela transmissão dos dados e propagação através do ar. Rádio

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

ROTEADOR

Tecnologias de Rede – Topologias – Arquitetura – Entidades Padronizadoras e Certificadoras ROTEADOR 28

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

ROTEADOR

– Entidades Padronizadoras e Certificadoras ROTEADOR Fonte: Rede Nacional de Ensino e Pesquisa

Tecnologias de Rede Topologias Arquitetura Entidades

Padronizadoras e Certificadoras

ROTEADOR E OS MEIOS DE INTERCONEXÃO

Os roteadores são figuras fundamentais numa WAN. São eles os responsáveis pela interconexão das redes e encaminhamento dos pacotes de dados.

O meios de interligação são diversos sendo que para estabelecer comunicação entre redes

distantes (WAN), é necessários a figura de uma empresa de telefonia.

Roteador
Roteador
Satélite
Satélite
Fibra Óptica
Fibra Óptica
Antena - Rádio
Antena - Rádio
Satélite ou Rádio
Satélite ou
Rádio