Você está na página 1de 2

T125ºC (poeira) Exemplo da marcação de um motor Ex é: MarcaçãoCE Código de identificação da entidade certificadora Marcação Ex Grupo Categoria Gás Tipo de proteção contra explosão Grupo Casse de temperatura Entidade certificadora Ano Diretiva ATEX Número do certificado BR . sistemas e componentes protetivos. Prefeito Waldemar Grubba. Grupos IIA. Grupos IIA.weg. Grupos IIA. IIB e IIC. 2. seguindo a mesmas bases de classificação utilizadas pelo CENELEC. Brasil T4 ou T3. EN IEC 60079-15 Ácido acético Acetona Amônia Anilina Benzeno Benzil cloreto Bromoetano Butil metil cetona Clorobenzeno Clorobutano Cloroetano Cloroetilieno Clorometano Cloropropano Cressol Diacetona álcool Diclorobenzeno Dicloropropano Etano Etil acetato Etil metil cetona Metano (ind.Poeira T5 (100°C) T6 (85°C) DIRETIVA ATEX 94/9/EC ATmosferas EXplosivas A Diretiva Atex 94/9EC tornou-se obrigatória desde 30 de junho de 2003.Gás Presença apenas por acidente ZONA 22 .04/062007 . conforme descrito abaixo: Temperatura máxima na superfície (°C) GRUPO II (Superfícies industriais) Categories Zone 0 (gás) 20 (poeira) 1 (gás) 21 (poeira) 2 (gás) 22 (poeira) Equipamento com grau 1G (gás) de proteção muito alto 1D (poeira) Equipamento com grau 2G (gás) 2D (poeira) de proteção alto Equipamento com grau 3G (gás) 3D (poeira) de proteção normal 450 300 200 135 100 85 Classificação da temperatura T1 T2 T3 T4 T5 T6 O U T R A S A T M O S F E R A S E X P L O S I V A S D I F E R E N T E S IIB D E M I N A S IIC PRODUTOS WEG Designação Ex d À prova de explosão Objectivo Manter uma explosão interna e não permitir que se propague ao ambiente externo. 2 e 22 (zona 21 sob consulta). Grupo IIA e IIB. Grupos IIA. EN IEC 60079-2 tD Protegido por Invólucro Evitar a penetração de poeira combustível no interior do motor e limitar a temperatura da superfície. EN IEC 61241-1 Butadieno Buteno Dioxano Apoxipropano Etileno Óxido de etileno Óxido formaldeúida Nitroetano Nitropropano Paraformaldeída Trioxano Etoxietanol Sulfato de hidrogênio Metoxietanol Tratahidrofurano Tetrahidrofurfuril álool Dibutil éter Dietil éter Etil metil éter Nitrato-isopropila Dissulfeto de carbo Etil nitrato Outras entidades que certificaram os motores WEG ÁFRICA DO SUL Test Safe CANADÁ EUA AUSTRÁLIA WEG MOTORES Av.Jaraguá do Sul . T4. Grupo IIA e IIB. 3000 89256-900 . IIB e IIC 315 355 400 450 500 560 630 710 800 900 1000 MOTORES ZONA 21 NOVO ÃO TENS O BAIXAENDIMENT R ALTO Apto a operar com Inversor de Frequência Dust Ignition Proof 63 71 80 90 100 112 132 160 180 200 225 250 280 315 355 Declaração de conformidade do fabricante (somente Brasil) CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 2D T125 (poeira) CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 21. IIB e IIC. T4 (gás) CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 1 e 2. As Zonas são classificadas de acordo com a freqüência e o período de tempo que a atmosfera explosiva está presente.Exd Tipo de Proteção Grupo de Gases IIB Classe de Temperatura T4 CLASSIFICAÇÃO IEC A norma IEC classifica as áreas de risco em ZONAS e GRUPOS.Gás Presença permanente ZONA 20 . E BAIXA BAIXA T TENS ÃO 355 400 450 CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 2GD e 3GD.T3 Apto a operar com Inversor de Frequência C 160 180 200 225 250 280 315 355 CEPEL uc INMETRO 63 71 80 90 100 112 132 ATEX Declaração de conformidade do fabricante (somente Europa) 315 355 400 450 500 560 630 CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 3GD.Poeira T3 (200°C) T4 (135°C) ZONA 2 . o equipamento é classificado em classes de temperatura. 21 e 22. GRUPO I (Minas) Categorias M1. com cuidado especial de ligação de à caixa de ligação. T4 CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 1 e 2. bem como áreas perigosas com poeiras explosivas.T3 (gás) / T125°C (poeira) CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 22. Grupos IIA. Grupos IIA.Ex e (Brasil: somente baixa tensão) TEN BAIXA SÃO 63 71 80 90 100 112 132 160 180 200 225 250 280 315 Certificado pelo C NSÃO 315 355 400 450 500 560 630 CEPEL INMETRO Nota: Motores da linha Ex e com carca. T3 (gás) / T125°C (poeira) MOTORES NÃO ACENDÍVEIS .PRODUTOS WEG CERTIFICADOS PARA ATMOSFERAS EXPLOSIVAS MOTORES À PROVA DE EXPLOSÃO COM FREIO . Grupos IIA.Equipamento a ser de-energizado no caso de haver uma atmosfera explosiva CLASSIFICAÇÃO DA TEMPERATURA A temperatura mínima que possa causar uma explosão de gás. Grupos IIA / IIB / IIC .A temperatura interna e externa do equipamento elétrico deve ser estritamente seguida para se evitar a ignição de uma mistura explosiva. fabricação e vendas de equipamentos. T3 MÉDIA ÃO TENS 315 355 400 450 500 Declaração de conformidade do fabricante (somente Europa) MOTORES PRESSURIZADOS – Ex p . Normas Produtos WEG IIA EN IEC 60079-1 Ex de Manter uma explosão interna e não À prova de explosão com caixa permitir que se propague ao ambiente externo. a temperatura da superfície do motor deve sempre permanecer abaixo da temperatura de ignição da mistura explosiva. Grupos IIA e IIB.net 044. ZONA 0 . IIB e IIC.Ex d MOTORES À PROVA DE EXPLOSÃO – Ex d MOTORES À PROVA DE EXPLOSÃO COM CAIXA DE LIGAÇÃO DE SEGURANÇA AUMENTADA . CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 2G e 3G. IIB e IIC CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 1 e 2.Gás Presença incidental ZONA 21 .SC Fone (47) 3276-4000 www. Grupos IIA.) Metanol Metil acetado Metil formato Naftaleno Nitrobenzeno Fenol Propano Propileno Propil metil cetona Piridina Estireno Tolueno Toluidina Trimetilbenzeno Xileno Acrilonitrila Monóxido de carbono Cicloprpano Acetil cetona Acetil cloreto Amyl acetato Butano Butanol Butil acetato Butilamina Cloroetano Clorohexanol Ciclohexanono Ciclohexano Diaminohexano Dicloroetano Dicloroetileno Dietilamina Di-isobutileno Dimetilamina Dimetilanilina Etanol Etilbenzeno Etil formato Formaldimetilamida Metilanina Nitrometano Pentanol Propanol Propilamina Bromobutano Butildigol Butiraldeída Nafta de alcatrão Cicloexano Cicloexilamina Decaidronaftaleno Etil mercaptan Hexano Heptano Querosene Metil acetoacetato Metilciclohenaxo Metilciclohaxanol Nafta Paraldeída Nonano Paraldeída Pentano Terebentina Acetaldeída Benzaldeída Diamil éter Ditexil éter Trimetilamina Ex p Pressurizado Prevenir formação ou penetração de uma atmosfera explosiva no interior do motor.as superiores a 160 serão certificados pelo PTB BAIXA E MÉD IA TE Certificado pelo CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 2G e 3G. T4 (gás) Brasil / Europa ÃO TENS BAIXA ONÍVEL DISP TO M TAMBÉ ENDIMEN R ALTO E BAIXA NSÃO TE MÉDIA NOVO Certificado pelo Zona 2 Grupos IIA / IIB / IIC . IIB e IIC. Grupos IIA. IIB e IIC. T4 (gás e poeira) Certificado pelo MÉDIA TENS ÃO 315 355 400 CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 2GD e 3GD. T4 (gás e poeira) MOTORES DE SEGURANÇA AUMENTADA .Poeira GRUPOS I MINAS T1 (450°C) methane T2 (300°C) ZONA 1 . T4 (gás e poeira) CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 1. Definição Equipamentos categorizados para áreas classificadas.Ex n BAIX SÃ A TEN O 315 355 400 450 500 Certificado pelo CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 3G. segurança aumentada Ex e Segurança aumentada Garante a não ocorrência de arcos ou centelhas em funcionamento normal ou na partida.Ex de (somente Europa) ÃO TENS BAIXA ONÍVEL M DISP ENTO TAMBÉ ENDIM R ALTO MÉDIA O ENSÃ 90 100 112 132 160 180 200 225 250 280 315 355 400 Apto a operar com Inversor de Frequência Certificado pelo 90 100 112 132 160 180 200 225 250 280 315 355 C INMETRO CEPEL uc CLASSIFICAÇÃO ATEX Categoria 2G e 3G (gás). Certifica projeto. EN IEC 60079-7 Ex nA Não acendível Garante a não ocorrência de arcos ou centelhas em funcionamento normal. IIB e IIC. Requisitos de segurança essenciais baseados na categorização. CLASSIFICAÇÃO ATEX A Diretiva Atex 94/9EC classifica os equipamentos para operar em atmosferas explosivas dentro de Grupos e Categorias. T3 CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 2. Desta forma. IIB e IIC.Equipamento com presença de atmosferas explosivas M2 . Grupos IIA e IIB. T4 (gás e poeira) CLASSIFICAÇÃO IEC Zona 1. A divisão em GRUPOS é baseada na agressividade do ambiente. MÉ BAIXA DIA E TEN ALTA SÃO Sob consulta. IIB e IIC. Para evitar qualquer risco de explosão. Grupos IIA. Escopo Considera equipamentos elétricos e não elétricos. vapor ou uma mistura explosiva é denominada temperatura de ignição.