Você está na página 1de 11

PATRIMÓNIO GENÉTICO

Interacção de genes não-alelos


Recordando
 Monobridismo – 3:1 (uma característica, único par de alelos, com
dominância completa)
 Diibridismo – 9:3:3:1(duas características, um par de alelos com
dominância completa

 Há casos em que dois ou mais genes, localizados ou


não no mesmo cromossoma, agem em conjunto na
determinação de uma característica.
Interacção genética

 Muitas características de um ser vivo resultam da


acção de diversos genes.
 A análise da proporção fenotípica entre os
descendentes, além de informar quantos genes
estão envolvidos na formação da característica,
pode revelar o tipo de interacção existente entre
eles.
Exemplo em estudo.
Manual de exercícios, página 22 – exercício 7
Periquitos
 Cores básicas : verde, azul,
amarela e branca.
 Dois genes, cada um com
dois alelos : A/a e B/b –
que se segregam
independentemente.
Sabe-se que a cor básica da plumagem dos
periquitos é condicionada por dois genes, que
controlam a produção de dois tipos de
pigmentos de penas.
Alelo A – condiciona a produção de melanina ( a
sua presença nas penas condiciona a cor azul)
Alelo a – não determina a produção de
melanina.
Alelo B – determina a deposição de pigmento
amarelo (psitacina).
Alelo b – versão alterada, que não determina a
deposição de psitacina.
 aabb – fenótipo branco
 A_B_ - (pelo menos um alelo normal – dominante –

têm dois pigmentos, apresentam a cor verde)


(Nota : resulta da mistura do efeito visual do azul,
com o amarelo)
 B_ aa – cor amarela

 bb A_ - cor azul
A_B_ - cor verde bb A_ - cor azul

B_ aa – cor amarela aabb – branco

A – produção de melanina (azul)


a – não produz
B – produz psitacina (amarelo)
b – não produz
TPC : Exercício 7,
pg 22/23 (Manual
de Actividades)