Você está na página 1de 26

TRANSPORTE AÉREO

Profa. Debora Cordeiro Braga


ECA – USP
2013
ANAC – Agência Nacional de
Aviação Civil
 2005 - criada pela Lei nº11.182.
 Substituiu o Departamento de Aviação Civil (DAC) como
autoridade de aviação civil e regulador do transporte aéreo no
país.
 Vinculada à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da
República - autarquia especial, caracterizada por
independência administrativa, autonomia financeira, ausência
de subordinação hierárquica e mandato fixo de seus dirigentes,
que atuam em regime de colegiado.
 Atribuições: regular e fiscalizar as atividades de aviação civil e
de infraestrutura aeronáutica e aeroportuária.
INFRAERO
 Empresa pública;
 Ligada ao Ministério da Defesa;
 Administra:
 63 aeroportos,
 81 unidades de apoio à navegação aérea e
 32 terminais de logística de carga.
 3 aeroportos sob concessão (Guarulhos,
Viracopos e Brasília)
Números da INFRAERO
 Movimento anual nos aeroportos 2012:
 193 milhões de passageiros (embarque e
desembarque)
 174.204.055 domésticos
 18.915.310 internacionais
 3 milhões de pousos e decolagens
 2.827.453 domésticos
 174.493 internacionais
 1,4 milhões de toneladas de carga
 688.362.305 kg. domésticos
 748.196.720 kg. internacionais
Crescimento do Movimento nos Aeroportos
Pousos e Embarques e
Ano
decolagens - Variação desembarques - Variação
aeronaves % PAX %
2006 1.918.538 - 102.185.376 -
2007 2.037.768 6,21 110.549.625 8,19
2008 2.128.823 4,47 112.900.421 2,13
2009 2.290.950 7,62 128.135.616 13,49
2010 2.648.449 15,6 155.363.964 21,25
2011 2.893.323 9,25 179.949.252 15,82
2012 3.001.946 3,75 193.119.265 7,32
Aeroportos da Infraero
 Superintendência Regional do Norte – 9
 Superintendência Regional do Centro-Oeste – 6 (-1)
 Superintendência Regional do Noroeste – 7
 Superintendência Regional do Sul – 11
 Superintendência Regional do Nordeste – 10
 Superintendência Regional do Leste – 11
 Superintendência Regional do Sudeste – 8 (-2)
 Superintendência Regional do Centro-Leste – 4
Aeroportos e Movimento de
Aeronaves Internacionais (2010)
 Belém -BEL 833  Fortaleza -FOR 1.363
 Macapá -MCP 665  Maceió -MCZ 203
 Brasília -BSB 1.999  Natal -NAT 725
 Boa Vista –BVB 222  Recife -REC 2.297
 Manaus –MAO 4.376  Confins -CNF 5.179
 Curitiba –CWB 2.904  Galeão –GIG 27.366
 Foz Iguaçu -IGU 359  Campo Grande -CGR 1.044
 Florianópolis-FLN 3.071  Guarulhos –GRU 77.022
 Porto Alegre -POA 9.617  Campinas -CPQ 7.435
 Salvador -SSA 3.935
Deficiência Administrativa
(dados de 1999 em Palhares, 2001)
 Número de PAX por Empregado da Autoridade
Aeroportuária (EAA)
 Vancouver 15.806.499/300 = 52.688
 Melbourne 14.583.346/187 = 77.985
 San Diego 15.131.497/97 = 155.994
 Guarulhos 13.627.289/1.389 = 9.811

 Número de movimentação de Aeronaves por EAA


 Vancouver 367.249/300 = 1.224
 Melbourne 156.802/187 = 838
 San Diego 217.495/97 = 2.242
 Guarulhos 238.226/1.389 = 171
Deficiência Administrativa (dados de 1999)
 Receitas não-aeroportuárias sobre receitas totais
 Vancouver = 48%
 Melbourne = 65,5%
 San Diego = 41%
 Guarulhos = 26,2%
 Despesas com funcionários sobre despesas totais
 Vancouver = 22,5%
 Melbourne = 17,9%
 San Diego = ---
 Guarulhos = 23%
Tarifas Aeroportuárias 2013
 1a Categoria (Internacional)
Nacional R$ 21,57
Internacional R$ 74,72
 2a Categoria
Nacional R$ 16,95
Internacional R$ 62,25
 3a Categoria
Nacional R$ 14,04
Internacional R$ 49,80
 4a Categoria
Nacional R$ 9,70
Internacional R$ 24,91
Liberdades do Ar – ICAO/ONU
 1ª - direito de sobrevoar o espaço aéreo do país C quando
aeronave estiver interligando países A e B;
 2ª - direito de fazer escala técnica em um país C quando
aeronave estiver interligando países A e B;
 3ª - direito da Cia. Aérea de levar passageiros do seu país
sede para outro país;
 4ª - direito da Cia. Aérea de trazer passageiros de um outro
país para seu país sede;
 5ª - direito de fazer escala, com embarque e desembarque,
em um país C quando aeronave estiver voando entre A e B;
Baseia Acordos Bilaterais
 6ª - Aeronave do país A vinda do pais B para em A e pode
seguir para C com pax de B e A;
 7ª - Cia. Aérea do país A transporta pax e cargas entre
paises B e C sem necessidade de estar operando rotas de
ou para A;
 8ª - Cia. Aérea do país A sai de A com pax e cargas para a
cidade Z do país B e faz escala na cidade W do país B,
com embarque e desembarque (cabotagem);
 9ª - Cia Aérea do país A faz vôos entre cidades do país B
sem necessidade de estar operando rotas de ou para A.
VARIG
 Pioneira
 Fundada em 1927 ;
 Primeiro vôo: Avião Atlântico, 9 pax, 180 km/h;
 Rota: Porto Alegre/Pelotas/Rio Grande;
 2005
 Voava com Boeing 777, 287 pax, 900 km/h;
 40 destinos brasileiros;
 20 países com 26 destinos internacionais;
 Cia. da Star Alliance.
 2007 (80 anos)
 14 destinos brasileiros;
 04 países com 04 destinos internacionais (Bogotá, Buenos Aires,
Caracas, Frankfurt)
 2009 Adquirida pela GOL - está sendo saneada
TAM
 Inicia com transporte de Carga
 1972 Rolim Amaro adquire 50% das ações
 1976 Transporte de passageiros pelo interior de São Paulo,
Paraná e Mato Grosso – Bimotor
 Déc. 1980 – Fokker-27 e Déc. 90 – Fokker-100
 1993 – Programa Fidelidade
 1998 – Airbus 330
 2001 – Airbus 320
 2002 – 14 milhões de passageiros transportados
Faturamento R$ 3 bilhões/ano
 2005 – 9.669 empregados e faturamento de R$ 5,765
bilhões/ano (Exame)
GOL (Fonte: http://www.voegol.com.br/ri/)
 Janeiro de 2001 - Início das operações
 com 6 aeronaves Boeing 737-700
 Atendendo 5 cidade brasileiras

 Companhia aéreas de baixo custo (low cost, low fare)


 Alto uso de tecnologia (e-tkt / e-commerce)
 Frota padronizada e nova
 Voos noturnos
 Rotas alternativas
 Utilização de hubs
 Baixo tempo de solo
 Alta produtividade
 Serviço de bordo simples e eficiente
 Vantagens Competitivas
 Manutenção de Baixos Custos Operacionais
 Estímulo à Demanda por Seus Serviços
 Uma das Frotas Mais Novas do Setor
 Marca Forte - Reconhecida por Seus Clientes e Investidores
 Situação Financeira Sólida
 Gestão de Riscos Ativa
 Profissionais Motivados
 Equipe Administrativa Experiente
GOL
 2005 – 5.456 empregados e faturamento de R$
2,779 bilhões/ano (Exame)
 2007 - opera com 47 Boeing 737-800/700
 12% mais rápido que modelo similar,
 7% mais econômico
 Voa para 44 cidades brasileiras e;
 06 destinos internacionais (Argentina, Bolívia, Paraguai
e Uruguai)
 2009 - compra a VARIG
 2011 - adquire a WEBJET - 2012 encerra operação
Participação das Cias. Aéreas nos
Vôos Domésticos 2010
4%
6% 3%
7% Gol/Varig
41% Tam
Webjet
39% Azul
Avianca
Outras
Participação das Cias. Aéreas nos
Vôos Internacionais 2010

27% Tam
38%
Gol/Varig
Tap
16% AA
7% 8% AF
Outras
4%
Formação de Preços
• Reservas antecipadas - os passageiros pagam
menos, mas é maior o risco de noshow.
• Reservas de última hora - os passageiros pagam
mais caro, por causa da urgência em viajar, e o
risco do noshow é menor.
• Oportunidade – aproveitar os assentos vazios com
goshows e oversale de outras companhias
Gerenciamento de Receitas
Yield Management
Ferramentas e técnicas para gerenciar o risco e definir
ações comerciais dentro da variabilidade do mercado:
• Estudo da malha aérea da empresa;
• Estrutura tarifária;
• Comportamento do consumidor
• Overbooking - oversales X custo do assento vazio;
• Alocação de descontos - desconto geram consumidores
adicionais para vôos com baixa demanda;
• Fluxo de tráfego - aceitar ou rejeitar reservas baseado no
itinerário do passageiro;
• Avaliação de grupos - vôos vazios X períodos de pico.
Bases Tarifárias TAM
PROMO - Perfeita para quem adora viajar, ainda mais quando
encontra uma ótima promoção. (Reembolso -60%)
LIGHT - Uma tarifa para quem pode se programar e quer
viajar com toda a família. (-50%)
FLEX - Para quem quer viajar com quem mais gosta e quer
flexibilidade para estender a viagem ou mudar o vôo.(-40%)
MAX - Para você que não tem hora certa para viajar e não
pode se programar com antecedência.(-30%)
TOP - Ideal para quem tem compromissos inadiáveis e pode
precisar viajar a qualquer momento e com o máximo de
facilidade. (-10%)
AIRBUS 380 - maior

http://www.portalbrasil.net/airbus_380.htm
Boeing 787 – mais moderno

http://www.tecmundo.co
m.br/aviao/14491-
boeing-787-o-aviao-
mais-moderno-ja-
produzido-pelo-
homem.htm
Modelo de Bilhete
1.Sobrenome/Nome do passageiro 15. Forma de pagamento -
2. From - De/Origem Invoice/cash ou cartão de crédito
3. To - Para/Destino 16. Companhia aérea
4. Código da Companhia Aérea 17. Agência ou órgão emissor da
5. Número do vôo passagem
6. Data do vôo 18. Origem/Destino
7. Hora do vôo 19. Código Localizador
8. Status/Ok ou HK 20. Data da emissão da passagem
9. Base tarifária 21. Costela do bilhete - Estrutura e
10. Validade cálculo da tarifa
11. Final da validade 22. Valor total da tarifa/
12. Peso permitido naquela tarifa Internacional, em dólar americano
13. Número de volumes 23. Valor da tarifa já convertida em
permitidos reais
14. Tour code - código da viagem 24. Taxas portuárias/Embarque
ou excursão 25. Restrições sobre o endosso