Você está na página 1de 35

Departamento de Ciências da Saúde

Química Medicinal

Introdução

Drª Edlene Oliveira


Química Medicinal / Química Farmacêutica:
• Tem por objetivo o planejamento e a obtenção de compostos
que possam ser utilizados na prevenção, tratamento e cura de
doenças;
Definição da IUPAC:
• E uma disciplina que estuda os aspectos relacionados a
descoberta, investigação e preparação de substâncias
bioativas, de interesse terapêutico. ( Ex: fármacos).
• Estuda os fatores moleculares do modo de ação dos fármacos,
incluindo a compreensão da relação entre estrutura química e
a atividade terapêutica, absorção, distribuição, metabolismo,
eliminação e toxicidade

Abordagem diferencial
Estrutura Química X Efeitos Farmacológicos
Ciência multidisciplinar formada pela interface entre áreas como:
Química orgânica; Bioquímica;
Farmacologia; Biologia molecular;
Farmacocinética; Físico-química;
Molecular Pharmacology
Immunology
Pharmacognosy
Genomics/Proteomics
Analytical Chemistry
Bioinformatics
Medicinal NMR spectroscopy
Computational Chemistry
Chemistry X-ray crystallography

Biochemistry
Molecular Modeling
Pharmacology Combinatorial Chemistry
Physical Chemistry
Microbiology
Organic Chemistry
0bjetivo primário da Química Medicinal:

• Desenho e descoberta de novos compostos que sejam


adequados ao uso como fármacos.

O que são Fármacos?


São substâncias que são usadas para impedir ou para curar
doenças.

Por que precisamos de Novos Fármacos?

Combater a resistência ao fármaco;


Aperfeiçoamento do tratamento de doenças existentes;
Para o tratamento de doenças recém-identificadas;
Produção de fármacos mais seguros.
• Descoberta de fármacos

,
Descoberta de novas drogas

Doença/ Síntese Farmacologia /


alvo toxicologia

Farmacocinética
formulação

Farmácia Mercado Estudos Clinicos


Definições básicas
Medicamento – preparação de ação
farmacológica benéfica
conjunto de substâncias nem todas fisiologicamente ativas, reunidas sob forma
estabelecida e que administrado ao doente que pode curá-lo ou pelo menos
minimizar o sofrimento.

Droga – capaz de produzir efeito


farmacológico (alterações
benéficas ou maléficas)
Fármaco - droga medicamento
Remédio – qualquer dispositivo de tratamento do doente
Substância / droga / fármaco / principio ativo
O fármaco torna-se medicamento após a
formulação adequada (i.e. a forma de dosagem)
• Formas farmacêuticas
• oral, sublingual, ocular, nasal
e auricular
• parenteral (injetáveis),
intramuscular, intravenosa,
e subcutânea
• retal ou vaginal

Erro na formulação
- conc. tóxica facilmente
alcançada
Formulação do Medicamento
(ex: comprimido)
• Principio activo
• Diluente: dextrose, celulose ou lactose
• Ligante: gelatina, amido, alginato de sódio
• Lubrificante: óleo vegetal, glicol de
polietileno
• Agente molhante: detergente
• Desintegrante: amido, ácido alginico
• Corante e adoçante
Medicamento X Veneno
- Morfina
Índice terapêutico –Relação entre a concentração que proporciona efeito
terapêutico máximo com a dose que causa efeitos tóxicos (indesejáveis)

Janela Terapêutica
Faixa terapêutica
PROPRIEDADES DE UMA DROGA IDEAL
• Eficácia e Segurança (mecanismo de ação)
• Fácil administração (adesão)
• Não interagir com outras drogas / não apresentar efeitos
adversos (Seletividade)
• Baixo custo (fácil obtenção)
• Estabilidade química
Classificação dos medicamentos
• Por efeito farmacológico: Ex: analgésicos; anti-
psicóticos; antihipertensivos; antiasmáticos; antibióticos,
etc.

• Por estrutura química: têm em comum a mesma


estrutura; ex: penicilinas, barbitúricos, opiáceos,
esteróides, catecolaminas, etc.

• Por sitio alvo: são compostos que atingem o mesmo


sistema no corpo, usualmente envolvem um mensageiro
químico; ex: anti histamínico, colinérgico, etc.

• Por sitio de ação: são agrupados de acordo com enzima


ou receptor com o qual interagem. (Inibidores da COX-2)
Classification of Drugs
Based on biological activity Based on chemical class
-Analgesics -Quinolones
-Sedatives/Hypnotics -Nucleosides
-Antivirals -Peptidomimetics
-Antibiotics -Oxazolidinones
-Anti-hypertensive agents -Steroids
-Anti-inflammatory agents -Alkaloids
-Neuromuscular blocking agents -Aziridines
-Diuretics -Penicillins/Cephalosporins
-Bronchodilators -Glycosides
-Anticancer drugs -Non-steroidal antinflammatory
-……….. agents (NSAIAs)
-……….
ASPECTOS GERAIS DA AÇÃO DOS
FÁRMACOS: Fatores envolvidos no
reconhecimento molecular

Objetivos da aula:
1. Entender como o complexo ligante –receptor é formado;
2. Discutir a importância dos fatores conformacionais no
reconhecimento molecular;
3. Apresentar os principais tipos de interações intermoleculares
envolvidas no processo;
4. Apresentação e definição de grupo farmacofórico (GF)
Forma complementar
Interação Fármaco-receptor

Conformação bioativa
Fármacos estruturalmente específicos
Deve-se sua ação devido a ligação a receptores específicos

-Estrutura química adapta-se à estrutura tridimensional do receptor


-A ligação depende da forma tamanho, disposição estereoquímica, distribuição
dos grupos funcionais, distribuição eletrônica e quantidade de interações.

-Características estruturais em comum


-estrutura fundamental
-grupos funcionais com
orientação espacial semelhante

Pequenas variações –
alteração da atividade da
análoga à antagônica
• Receptores de Fármacos
São áreas específicas de certas proteínas ou glicoproteínas que
são encontradas embebidas nas membranas celulares ou
núcleo
Ligantes – qualquer agente químico endógeno ou exógeno que
se liga ao receptor
Domínio de ligação
– região geral de um
receptor onde
ocorre a ligação
Fármacos estruturalmente inespecíficos

A ação farmacológica não esta subordinada a estrutura química


mas a propriedades físico-químicas
Estrutura química variada – ação biológica semelhante

Agentes inespecíficos

•Alguns tipos de diuréticos (efeito osmótico)

•Anti-ácidos (neutralização do pH estomacal)

•Laxantes (aumento da motilidade intestinal)


• Agonistas – fármacos que produzem resposta
semelhantes aos dos ligantes endógenos
• Antagonistas – ligam-se aos receptores mas não
causam resposta
A ligação dos ligantes aos receptores
Formam-se espontaneamente quando o ligante alcança a
distancia apropriada de seu receptor
- Transporte do ligante por difusão ou proteínas carreadoras
• Ligações Fracas
Reversíveis – os fármacos deixam de agir assim que sua cc
diminui
Estruturas complementares – o grupo saliente (carga positiva)
corresponde a uma cavidade (carga negativa)

•Ligaçoes covalentes - forte – irreversível -rara


Estrutura primária das
proteínas
Reconhecimento
molecular do flurbiprofeno
pelo residuo Arg 120 do
sítio ativo.

Flurbiprofeno

Figuras
Estruturas Secundárias

-hélice
Um estudo das relações estrutura-atividadede um composto
protótipo e de seus análogos pode ser usado para determinar
as partes da estrutura do protótipo e de seus análogos que
são responsáveis por sua atividade biológica. São chamados
de ____________.

farmacóforos
configuração
conformação
agentes quelantes
psicotrópicos
ligações de hidrogênio e aceptores da ligação de hidrogênio.
dipolo-dipolo
forças de van der waals
ligação iônica
ligação eletrostática