Você está na página 1de 1

Cinderela

O irônico disso é que, quando Leah era pequena, ela amava contos de fadas.
Leah costumava imaginar que o príncipe viria para salva-la, a princesa, e eles viveriam
felizes para sempre.
Agora ela sabe que não é uma princesa, e que não há felizes para sempre.
Leah costumava acreditar em amor a primeira vista.
Agora ela sabe que é apenas imprint, uma horrível armadilha que engana o amor.
Leah costumava acreditar em sereias, fadas e dragões. Acreditava em lugares sempre
ensolarados e onde tudo era perfeito.
Agora ela sabe que existem apenas vampiros e lobisomens, num lugar onde sempre
chove e onde a perfeição não está em lugar nenhum.
O irônico disso é que Leah quase teve um final feliz.
Agora ela sabe que finais felizes apenas existem em contos de fadas.
Fim