Você está na página 1de 2

Sósias

“Ele não se parece nada comigo.” Edward grunhiu ao meu lado. Eu balancei minha
cabeça enquanto Cedrico aparecia na TV de novo. O ator que interpretava o Cedrico
podia muito bem ter sido o irmão gêmeo do Edward.
Era noite de filmes na casa dos Cullen, toda quinta eles se sentavam e assistiam um
filme; era a vez das “crianças” desta vez. Carlisle estava de plantão no hospital e Esme
estava em um jantar. Eu mordi meu lábio enquanto o sósia do Edward aparecia na TV
de novo, eu me movi para perto do Edward, segurando no seu braço.
“Edward,” eu olhei para ele. “Ele se parece exatamente com você.” Ele revirou os olhos
e grunhiu.
Emmett riu da cadeira do lado do sofá onde eu estava deitada com Edward. Rosalie
estava sentada na frente dele, lendo uma revista de beleza. Eu só estava feliz que ela
estava no andar de baixo; ela estava lentamente ficando mais próxima de mim.
“Aparência não é a única coisa que eles tem em comum.” Emmett sorriu para mim.
“Edward também gosta de brincar com a sua vareta mágica.”
Jasper riu ao lado de Alice, que estava deitada sobre o seu estômago encarada a TV
(Edward me sussurrou antes que ela tinha uma queda pelo ator que interpretava Harry
Potter). Eu mordi meu lábio para evitar um sorriso. Edward grunhiu para Emmet antes
de jogar uma almofada nele. Emmett não parou de rir, dando a ele olhares da Rose.
“Fiquem quietos!” Alice gritou do chão. Ela se ajoelhou. “Esta é a melhor parte.”
Um close do Harry Potter veio a tela. Ele estava correndo através do labirinto. Eu já
havia lido os livros de Harry Potter, visto todos os filmes, mas isso não mudava o
suspense que eu sentia. Eu sabia o que estava para acontecer e eu não gostava. Eu
sempre chorava naquela cena e agora me tocando de quando ele realmente se parecia
com o Edward, seria dez vezes pior.
Edward entrelaçou seus dedos com os meus e eu deitei minha cabeça no seu ombro. Ele
era bom em me distrair. Seus lábios pairaram sobre a minha orelha. “Você está bem
amor?” Ele pediu.
Eu conscenti com a cabeça não tirando meus olhos da tela. Ele beijou o topo da minha
cabeça antes de encostar sua bochecha na minha cabeça. Eu assisti o filme, temendo a
cena do cemitério. Eles estavam correndo a linha de chegada, quando o sósia do Edward
caiu, Harry voltou para buscá-lo. Emmett começou a fazer comentários.
“Eles estão correndo, eles estão correndo. Oh, olhe, Edward caiu! Oh! Harry está
voltando para salvá-lo! Agora eles estão correndo e correndo mais um pouco.”
“Cale a boca Emmett!” Alice gritou com ele, ela estava mordendo o seu dedão, eu meio
que gostei do comentário do Emmett, aliviou a tensão. Eu olhei para Jasper, ele parecia
frustrado.
“Alice não deixa ele aliviar a tensão, ela diz que arruína o propósito do filme.” Edward
sussurrou na minha orelha. Eu acenei com a cabeça entendendo da onde o comentário
dela tinha saído, ainda encarando Jasper. Eu não podia imaginar como ele podia estar se
sentindo.
“E agora Edward está morto!” Emmett gritou de repente. Eu pulei e virei minha atenção
para a TV. Meu fôlego ficou preso na minha garganta enquanto eu encarava o corpo
imóvel de Edward. Eu engoli com dificuldade e tentei me convecer que não era Edward,
era apenas um ator.
O aperto de Edward se intensificou ao redor da minha mão e eu engoli as lágrimas. Era
mais difícil do que eu pensava. Voldemort tinha voltado agora, tentando matar Harry. Eu
não estava preocupada com o filme mais; eu acabei de ver o amor da minha vida morrer
diante dos meus olhos, mesmo que não fosse realmente Edward, apenas um ator
estúpido que se parecia com ele.
“Bella.” Edward sussurrou na minha orelha. “Você sabe que não sou eu, certo?” Sua
mão gelada limpou as lágrimas que estavam caindo dos meus olhos. Eu acenei e olhei
para ele.
“Eu sei.” Eu finalmente consegui falar. Ele beijou minha bochecha e assoprou nos meus
cabelos.
Alice se virou e olhou para mim, ela estava franzindo. “Não se preocupe Bells. Se eu
pudesse chorar, eu estaria chorando também.” Ela jogou um olhar para Jasper. Ele olhou
para ela, assustada. Ela levantou os braços no ar e balançou a cabeça em minha direção.
Ele acenou e de repente tudo estava calmo de novo, quase feliz. Eu tive uma vontade
repentina de rir. Eu não o fiz, tentando focar no fato que Edward tinha acabado de
morrer.
Eu ri da minha própria tolice.
“Eu adoro que a sua namorada esteja rindo sobre o fato que você acabou de morrer.”
Emmett riu da cadeira, ele estava brincando com o cabelo da Rose. Ela lançou um olhar
para ele antes de se inclinar para longe dele. Ela fechou a revista na sua mão e subiu as
escadas. Emmett olhou para ela chocado.
Ninguém teve tempo de responder antes que Alice pulasse de pé e gritasse, “Charlie está
aqui!” com toda a força de seus pulmões.
Eu franzi enquanto me afastava de Edward. Emmett e Jasper já estavam no andar de
cima. Eles supostamente estavam na faculdade então ninguém de fora da família e eu
via eles.
Uma batida alta veio da porta; Alice dançou até a porta da frente e sorriu para Charlie.
“Oi Charlie,” ela quase cantou. Eu me levantei do sofá e andei até a porta da frente,
colocando meus calçados.
“Olá Alice.” Ele sorriu para ela; seus olhos encontraram os de Edward e eles
estreitaram. “Edward.” Ele praticamente cuspiu a palavra.
Edward sorriu. “Olá Charlie.” Ele era tão educado.
Charlie bufou. “Pronta para ir Bells?” ele pediu.
Eu acenei e dei um beijo na bochecha de Edward. “Eu vejo você amanhã.” Eu sorri para
ele, sabendo que tão cedo quanto Charlie estivesse dormindo ele entraria escondido no
meu quarto.
Alice me deu um abraço. “Vejo você na escola, Bellas.” Ela falou alegremente.
Charlie acenou com a cabeça para os dois Cullens antes de olhar para a TV. “Hey,
aquele é o Edward?!” ele gritou.
Fim.