1

PLATAFORMA FOCO APRENDIZAGEM – UMA FERRAMENTA A SERVIÇO DA MELHORIA
DA APRENDIZAGEM
Sobre a PLATAFORMA: Uma ferramenta por meio da qual, a equipe gestora e professores
têm acesso aos dados das últimas edições do SARESP, inclusive de 2015, de cada
unidade de ensino, com gráficos e tabelas de habilidades por série e disciplina.
O que a plataforma permite?
1. Atuação ainda mais precisa e focada pelas escolas e diretorias de ensino, na medida
em que poderão identificar as competências e habilidades que devem ser priorizadas.
2. Promover a reflexão e revisão da prática docente e das ações de formação
continuada dos professores, em âmbito regional (DE) e local (escola), levando em
consideração as principais dificuldades que nossos alunos estão, de fato, enfrentando.
Novidade: Mapa de Habilidades

Figura 1 Visão geral do Mapa das Habilidades de uma turma

Como acessar? http://focoaprendizagem.educacao.sp.gov.br/
LOGIN = cód. CIE com 06 dígitos@educacao.sp.gov.br
SENHA= cód. CIE com
06 dígitos

Figura 2 percurso de acesso aos Mapas de Habilidades das turmas

2

Figura 3 percurso de acesso aos Mapas de Habilidades das turmas

Figura 4 Percurso de acesso aos Mapas de Habilidades das turmas

Figura 5 Selecionando turma e disciplina para acessar o Mapa de Habilidades

EXEMPLO:

3

Figura 6 Selecionando uma turma ou Todas.

Figura 7 Selecionando uma disciplina.

Figura 8 Acessando os dados do diagnóstico de uma turma

ENTENDENDO OS DADOS:
OBSERVAÇÃO: O CURRÍCULO OFICIAL trabalha com blocos temáticos que são
representados
por formas geométricas na plataforma:
MATEMÁTICA

4

T01 - Números, operações, funções.
T02 - Espaço e forma
T03 - Grandezas e medidas
T04 - Tratamento da informação

Formas
geométricas

LÍNGUA
PORTUGUESA
T01 - Reconstrução das condições de produção e recepção de

textos.
T02 - Reconstrução dos sentidos do texto.
T03 - Reconstrução da textualidade.
T04 - Recuperação da intertextualidade e estabelecimento de
relações entre textos.
T05 - Reflexão sobre os usos da língua falada e escrita.
T06 - Compreensão de textos literários.

ALGUMAS DEFINIÇÕES E DICAS:
Grau de Domínio: Apresentado nas linhas horizontais do mapa, é um indicador único
referente a uma turma ou a todas as turmas de uma série, dependendo da opção selecionada
(figura 6) que exprime a probabilidade que qualquer aluno da turma, aleatoriamente, tem de
acertar uma questão referente a determinada habilidade.

Neste exemplo ao lado,
significa que para a
habilidade 31 (H31) a turma
apresenta 38,77% de
APROVEITAMENTO, indicando
que qualquer aluno desta turma
de 9º ano tem na média, 38,77%
de probabilidade de acertar
um item referente a esta
mesma habilidade quando a
ela for novamente submetido.
Isso ocorrerá quando ele fizer
a próxima avaliação do

Figura 9 Exemplo de acesso aos dados da habilidade H31 de uma turma de 9º ano em 2015

5
Para acessar este quadro abaixo, você deve clicar sobre as figuras geométricas que
representam as habilidades.

Figura 10 - Exemplo de acesso aos dados detalhados sobre o domínio da habilidade H31 de
uma turma de 9º ano em 2015

IMPORTANTE: O que estes números nos dizem?
Este gráfico de setor indica a distribuição dos alunos da turma com relação a média (no caso,
38,77%).
Neste exemplo,93,94% dos alunos da turma se encontram ABAIXO da média de 38,77% e
6,06% estão dentro da média. Nesta turma e para esta habilidade, a proporção de alunos
acima da média (observe que a média de 38,77% já é baixíssima!) é ZERO.

IMPORTANTE:
Um Grau de Domínio defendido amplamente nas literaturas de avaliação como um
parâmetro adequado para “Bom” desempenho é média de 65%

OU SEJA:

Três grupos distintos de alunos por meio do desempenho na prova SARESP:
Esses grupos são determinados a partir do número de acertos que os alunos
obtiveram na prova.
Grupo 1: grupo inferior ou de menor desempenho. (BAIXO)
Grupo 2: grupo intermediário.(MÉDIO)
Grupo 3: grupo superior ou de maior desempenho. (ALTO)
Devemos considerar que nesta indicação de domínio, já está incluída a probabilidade
de 25% de acerto ao acaso, ou seja, no famoso “chute” entre as 4 alternativas.

6
O mapa indica ainda, no eixo vertical, a distribuição das habilidades das turmas ou da escola
(lembre-se: você tem a possibilidade de analisar cada uma das turmas de cada série ou
todas as turmas daquela série): as etapas 1; 3 e 3.
Estas etapas representam o itinerário das aprendizagens e estão descritas na própria
plataforma (figura 11, ABAIXO)
Etapa 1: Conjunto de habilidades fundamentais (básicas) que conferem as condições
necessárias para construção dos conceitos nas diferentes áreas do conhecimento.
Etapa 2: Conjunto de habilidades que se estruturam a partir das habilidades construídas na
etapa anterior, consolidando conceitos das diferentes áreas do conhecimento.
Etapa 3: Conjunto de habilidades que se estruturam a partir das habilidades construídas nas
etapas anteriores, ampliando e/ou aprofundando conceitos das diferentes áreas do
conhecimento.
Explore as
informações
adicionais e a Nota
Técnica,
disponíveis ao
clicar nos ícones:

Figura 11 – Descrição das etapas do ITINERÁRIO de APRENDIZAGEM na
plataforma

O REFERENCIAL PARA A PRODUÇÃO DOS DADOS DA PLATAFORMA É A TEORIA DE
RESPOSTA AO ITEM – TRI
Algumas considerações sobre a TRI:

 Teoria de Resposta ao Item que, como diz o seu nome, tem foco no item e
não no teste ou prova como um todo.
 A TRI relaciona a probabilidade de um aluno, de determinada proficiência,
responder corretamente uma questão.
 Utiliza o Modelo Logístico de 3 parâmetros:
 Estima, entre outros, os seguintes índices/ parâmetros:
1. parâmetro “a”: consegue discriminar alunos com baixa proficiência de alunos
com com alta proficiência;
2. parâmetro “b”: representa a dificuldade de cada item
3. parâmetro “ c”: probabilidade de acerto ao acaso
RESUMO: Os dados da plataforma e o diagnóstico de cada escala são fundamentados nas
questões do SARESP das várias edições que por sua vez são construídas de forma CALIBRADA

7
com as habilidades do currículo oficial, são TESTADAS e principalmente, estão de acordo com
o atual paradigma de pedagogia com destaque as novas metodologias de ensino.

MÃOS A OBRA

Figura 12 - Legenda sobre o que se deve providenciar para cada habilidade de acordo com
sua posição no Mapa

A plataforma, portanto, indica as habilidades que devem receber atenção priorizada
em cada turma e na escola.
Vejamos o seguinte caso:
A escola Três Coquinhos da Serra apresenta os seguintes Mapas das turmas dos seus 9º anos
em 2015 em matemática:

etapa 01/ 9º B

Figura 13 - etapa 01/ 9º A

Figura 15 - etapa 01/ 9º C

Figura 14 -

Figura 16 -

etapa 01/ 9º D
Observando o Mapa das 04 turmas, podemos afirmar que:
A) Os alunos apresentam Grau de Domínio crítico, independente de qual turma, nas seguintes
Habilidades que devem ser priorizadas:
_______________________________________________________________________________________________

8
B) Este resultado foi obtido a partir do SARESP realizado em 2015. Onde estão localizados em
2016, os alunos que devem receber atenção sobre as habilidades indicadas como críticas e
prioritárias?
_______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
C) Em reunião com os professores da disciplina, que atuam na escola há vários anos, a equipe
gestora obteve evidências em registros, de que todos ensinaram as habilidades que são
indicadas como críticas na escola. Que hipóteses explicariam o fato delas não terem sido
aprendidas pelos alunos?
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
D) A equipe gestora da E.E Três Coquinhos da Serra do Norte elaborou junto com seus
professores, um quadro que descreve as habilidades mais críticas e com menores índices de
aproveitamento de cada série/ano nas disciplinas de L.P e Matemática. (VEJA ANEXO)
Considerando hipoteticamente que, entre várias causas prováveis para o baixo desempenho,
uma que está dentro da governabilidade da escola seja a metodologia das práticas em sala de
aula, o quê pode ser feito para atualizá-las? Como?
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
E) A equipe gestora da E.E República de Nárnia apresentou os dados (quadro abaixo) do
desempenho de uma turma de 3º ano do E.M no Saresp 2015 aos professores e professoras
da escola. Todos concordaram que algo deveria ser feito para recuperar as defasagens nas
habilidades apontadas pela Plataforma.
Entre as habilidades cujo domínio é mais crítico estão:
H33 - Resolver problemas que envolvam probabilidades simples – Com 42,7% de
Aproveitamento
H07 - Resolver problemas envolvendo equações do 1º grau – Com 38,12% de Aproveitamento
H17 - Identificar a localização de números reais na reta numérica – Com 40,7% de
Aproveitamento
Contudo, uma professora atenta alertou aos colegas que aqueles alunos já não estavam mais
na escola e que, portanto os dados não poderiam ser usados para melhorar os indicadores da
escola, uma vez que não se poderia fazer um plano de recuperação para aqueles alunos.

9

A Diretora lamentou e concordou com a professora. A equipe se dedicaria então a outros
dados da plataforma para encontrar algo que seja possível fazer e ajudar os alunos que ainda
estão na escola.
COMENTE este caso:
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
F) Este ano (2016) os professores da E.E 03 Coquinhos da Serra decidiram fazer uma
avaliação diagnóstica para os alunos dos 8º anos E.F e dos 1º e 2º do E.M, pois a Plataforma
Foco Aprendizagem apresenta APENAS os dados de desempenho dos alunos dos 7º e 9º anos
do E.F e 3º do E.M.
A Professora Coordenadora da escola então argumentou que o diagnóstico da aprendizagem e
das defasagens na escola estava suficientemente exposto na Plataforma e que já é possível
fazer um plano de ação para TODAS as TURMAS de TODOS os anos e séries.
Construa os argumentos que a PC usou, com base nos dados das figuras 09; 10 e 11 (acima)
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
G) O 1º ano A da Escola República de Nárnia tem 36 alunos em 2016. A plataforma Foco
Aprendizagem indica que em 2015, estes alunos que estavam no 9º ano da mesma escola
apresentaram os seguintes Aproveitamentos:
H31 - Calcular áreas de polígonos de diferentes tipos, com destaque para os polígonos
regulares. 39,15%
H01 - Reconhecer as diferentes representações de um número racional. 38,98%
H41 - Resolver problema utilizando relações entre diferentes unidades de medida. 41,52%
A equipe de professores e grupo gestor decidiu fazer uma avaliação diagnóstica com estes
alunos do 1º A para identificar quais apresentavam as defasagens apontadas pela plataforma
com base nos dados do SARESP 2015 ou esperar pela realização da AAP.
Foi então que uma das PC, usando as informações abaixo, argumentou contra a necessidade
de se fazer mais uma prova diagnóstica ou esperar a AAP para elaborar um plano de
recuperação. Observe as informações usadas pela PC e construa o hipotético argumento
usado por ela para convencer a escola partir para o plano de ação, dispensando mais uma
desnecessária avaliação diagnóstica.
A escola Três Coquinhos da Serra apresenta os seguintes Mapas das turmas de 9º ano:

9º A 2015

9º B 2015

10

9º C 2015

9º A 2015

9º C 2015

9º D 2015

9º B 2015

9º D 2015

E.E TRÊS COQUINHOS DA SERRA DO NORTE – PLANO DE AÇÃO – MELHORIA DE DESEMPENHO 2016
RECURSO
PÚBLICOS
SÉRIE/A
DESCRIÇÃO DAS HABILIDADES DE BAIXO APROVEITAMENTO COMUNS AS
NO
METODOLÓG
ALVO EM
VÁRIAS TURMAS DE 2015
EM 2015
ICO
2016

3º Ano
E.M

2º Ano
E.M

1º Ano
E.M

9º Ano
E.F

11

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful

Master Your Semester with Scribd & The New York Times

Special offer for students: Only $4.99/month.

Master Your Semester with a Special Offer from Scribd & The New York Times

Cancel anytime.