Você está na página 1de 5

2018

Filmes recomendados - sinopses


Atendimento Educacional Especializado - AEE

Adalberto Ribeiro
Foccus Educacional
20/04/2018
Meu nome é Rádio

Título original: Radio


Lançamento: 2003 (EUA)
Direção: Michael Tollin
Atores: Cuba Gooding Jr., Ed Harris, Alfre Woodard, S. Epatha Merkerson.
Duração: 109 min.
Gênero: Drama

Em um primeiro momento, o título deste filme, baseado em fatos reais, pode causar estranheza, mas ele logo
mostra a que veio: discutir a presença de uma pessoa com deficiência intelectual na sociedade.

Ele é ambientado em meados da década de 70, em uma cidade pequena nos Estado Unidos, onde todos os
habitantes se conhecem e tudo é resolvido na base da conversa.
Apesar de se passar há mais de 40 anos, nota-se que algumas
discussões e estereótipos ainda fazem parte da sociedade atual.

James Robert Kennedy (Cuba Gooding Jr.), mais


conhecido como Rádio, por não se separar de um rádio, vive ao
redor de uma escola secundária para assistir aos treinos do time
de futebol americano, seu esporte favorito. Por causa de sua
deficiência intelectual, começa a ser zombado pelos alunos. Isso
chama a atenção do treinador do time T. L. Hanna, Harold Jones
(Ed Harris) e o convida para acompanhar os treinos, o que
incomoda alunos, pais e os outros professores da escola.

Enfrentando tudo, inclusive sua família, o professor quer


mostrar a importância rapaz dentro da escola e nos jogos, tanto
para Rádio quanto para as demais pessoas.

Meu nome é Rádio é uma grande fonte de informações


para quem quer entender quais são os dramas de uma pessoa
com deficiência intelectual, ao se expor numa sociedade que
demonstra despreparada para recebê-la.
Fonte: Reflexões S.R por Luiz Daniel

Trailer oficial em:>>>>> https://www.youtube.com/watch?v=oDjYQ2ll1f4

Foccus Import©
Direitos Reservados
2018
Somos Todos Diferentes / Como Estrelas na Terra

Título Original: Taare Zameen Par - Índia


Gênero: Drama
Direção: Aamir Khan / Amole Gupte
Elenco: Darsheel Safary, Aamir Khan, Tanay Chheda, Sachet Engineer -
Lançamento: 2007.
Duração: 182 min.

Filme indiano de 2007, no Brasil recebeu duas traduções: Como Estrelas na Terra e Somos Todos Diferentes.
Nos Estados Unidos, foi exibido com o título: Every Child is Special (Todas as crianças são especiais). Com direção de
Aamir Khan, que também faz o papel do professor substituto de artes que trabalha para transformar a vida do garoto
Ishaan Awasthi,representado, de modo extraordinário, pelo ator mirim de 9 anos, Darsheel Safary.

Como Estrelas na Terra enfoca o problema da dislexia no garoto Ishaan, que passa por todo tipo de violência,
em casa e na escola, até ser libertado do sofrimento
pelo professor de artes. E um filme cheio de lirismo e
poesia, música encantadora. Tudo isto somado dão
encantamento e magia à trama, o filme nos emociona
e nos coloca diante da questão muito séria, da dislexia:
– por que a sociedade tem muita dificuldade em lidar
com as diferenças e a tendência em valorizar só quem
age dentro dos padrões estabelecidos? Ishaan vive o
drama de ser diferente, já repetiu uma vez o terceiro
período (no sistema educacional indiano) e corre o
risco de repetir de novo.

Por apresentar dislexia, as letras dançam na sua


frente, tanto no quadro escolar quanto no caderno. O garoto não consegue acompanhar as aulas nem prestar a
atenção necessária. É punido por indisciplina pela direção da escola e pelo pai, que resolve transferi-lo para um
internato, onde será brutalmente tratado, apanhando de palmatória, até ser descoberto pelo professor de artes.
A filosofia do internato é a de “disciplinar cavalo selvagem”. Inesperadamente, o professor substituto de
artes entra em cena e logo percebe que algo de errado estava perturbando o garoto Ishaan. Não demorou para que o
diagnóstico de dislexia ficasse claro para ele, o que o leva a por em prática um ambicioso plano de resgatar aquele
menino que havia perdido sua réstia de luz e vontade de viver. O tema dislexia, com o qual a maioria das escolas tem
dificuldade de lidar, deveria estar mais presente na educação, já que inúmeras crianças são discriminadas por falta de
conhecimento tanto de pais, quanto de professores e outros profissionais de ensino.

Esse filme é fundamental para auxiliar na compreensão do problema, e indicado para qualquer ser humano,
pois apresenta diálogos incríveis que retratam principalmente, como cada um de nós é especial e único.

Análise do filme: Somos todos diferentes em:>>>>> https://www.youtube.com/watch?v=bB5nxfiIkeE

Foccus Import©
Direitos Reservados
2018
Vermelho como o céu

Título original: “Rosso como il cielo” (2006)


Direção: Cristiano Bortone
Roteiro: Cristiano Bortone, Paolo Sassanelli, Monica Zapelli.
Gênero: Drama
Origem: Itália
Duração: 96 minutos

O filme retrata a história real de Mirco Mencacci, um renomado editor de som, com deficiência visual, da
Itália.

Mirco, personagem apresentado no longa metragem,


sofre um acidente e perde a visão com 10 anos, com isso é
obrigado a ir estudar num internato para deficientes visuais,
pois na Itália dos anos 70 havia uma lei que proibia essas
pessoas de frequentar a escola pública regular.

O garoto sempre foi apaixonado por cinema. Antes do


acidente, seu pai o levava sessões de cinema e, mesmo depois
que perdeu a visão, ele não deixou de gostar. Ele declara no
filme que ainda entende a história porque há vozes e sons
ambientes e foi por causa disso que Mirco começa a
desenvolver o gosto pela edição de som.

No internato, ele descobre um gravador e começa a desvendar seus outros sentidos, principalmente a
audição. Usa-o para representar sons da natureza, e com a ajuda de amigos constrói histórias fascinantes.
O problema é que o diretor do colégio, que também é cego, possui uma visão muito limitada sobre as condições dos
garotos com a deficiência visual. Direcionava-os para serviços manuais como a tecelagem, o que infelizmente ainda
retrata grande parcela da realidade atual.

Por isso, a história de Mirco é de superação. Ele não ficou limitado a sua condição, buscou seus sonhos se
adaptando ao novo modo de vida.

Porém, além disso, hoje em dia a sociedade pode promover maiores condições de adaptação para os
deficientes visuais como: a audiodescrição. Com ela, é possível proporcionar maior vivência dos materiais audiovisuais
aos deficientes visuais. Imagine como é importante ter acesso não só ao conteúdo sonoro de filme, mas à descrição
das cenas?

Fonte: MÍDIA ACESSÍVEL E TRADUÇÃO AUDIOVISUAL


GRUPO DE PESQUISA MATAV – UNESP BAURU

Trailer oficial do filme: Vermelho como o céu em: >>>>>https://www.youtube.com/watch?v=Y-DClxApUoo

Foccus Import©
Direitos Reservados
2018
Cordas

Título original: Cuerdas


Gênero: Curta-Metragem/Animação/Drama
Duração: 10 Minutos (0h10min)
Diretor: Pedro Solís García
Elenco: Mirian Martín, Belén Rueda, María Temprado, Blanca Formáriz e Estefanía Nussio
Nacionalidade: Espanha

Consagrado com o Prêmio Goya de 2014, o curta animado “Cordas” vem emocionando crianças e adultos ao
redor do globo. O filme narra a amizade entre Maria, uma garotinha muito especial e Nicolás, seu novo colega de
classe, que sofre de paralisia cerebral. A
pequena, vendo algumas das impossibilidades
do amigo, não desiste e faz de tudo para que
ele se divirta e consiga brincar.

Reconfigurando e recriando jogos e


atividades, Maria celebra a vida do colega,
aprende ao passo que ensina e emociona a
todos – inclusive os espectadores -, com as
possibilidades do sonho e de uma amizade
verdadeira.

Ao final, uma surpresa especial, que


lembra a todos da importância do educar e da relação que se estabelece no processo ensino e aprendizagem, abrindo
caminhos para reflexões sobre “adaptação curricular”.

O filme é baseado na vida do diretor Pedro Solís, que é pai de outro Nicolás, que também sofre de paralisia
cerebral e de Alejandra que, assim como Maria, faz de tudo pelo irmão se sentir pleno em sua infância. Ao vencer a
premiação, Solís agradeceu seus filhos pelos ensinamentos e à esposa Lola, por todas as vezes que ela não chorou na
sua frente. “Há cordas que não amarram e sim libertam”, concluiu sua fala, durante uma premiação em Madri, na
Espanha.

Fonte: Centro de Referencia em Educação Integral

Trailer oficial em espanhol, do Curta metragem Cuerdas:>>>>https://www.youtube.com/watch?v=V3X47zXsBAk

Foccus Import©
Direitos Reservados
2018