P. 1
Ronald Dworkin

Ronald Dworkin

|Views: 141|Likes:
Publicado porpdsmkrj

More info:

Published by: pdsmkrj on Sep 28, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/30/2012

pdf

text

original

Dworkin, Ronald - 1931 -, filósofo americano legal. b.

Worcester, Massachusetts Um professor da Universidade de Yale Law School (1962-1969) e depois professor de filosofia e jurisprudência em um compromisso comum com a New York Univ. e Oxford (1969 -), o trabalho de Dworkin, como tomar os direitos a sério (1977) rejeita as concepções positivistas do direito prevalente entre os realistas legais e postula que os direitos são premissa um conjunto de preceitos morais que tornam compreensíveis os direitos individuais. Um comentador freqüente em questões constitucionais, Dworkin criticado como impraticável Robert Bork s noção "de basear a jurisprudência contemporânea sobre a" intenção original "dos autores da Constituição. Seus outros trabalhos incluem uma questão de princípio (1985), Império da Lei (1986), Life'sDominion (1993), e da Lei de Liberdade: a Leitura Moral da Constituição Norte-Americana (1996).

Perfil Ronald Dworkin é amplamente considerada como a principal figura viva na filosofia jurídica e também entre os líderes poucas figuras da filosofia política. Ele também é um intelectual público, bem como um filósofo acadêmico e tem escrito artigos controversos e influentes em questões de controvérsias políticas públicas por muitos anos, especialmente no The New York Reviewof Books. Ele ganhou recentemente o prestigioso prêmio Holberg da Noruega e da Medalha de Luhmann da Alemanha, e em 2005 foi condecorado com a Medalha de Jefferson de Virgínia para a realização da vida. Inicialmente apontado como um Professor Visitante da jurisprudência para UCL, ele se tornou professor de jurisprudência Quain, em 1998, eo professor Jeremy Bentham em 2005. Ele também ocupa o Frank H. Sommer Cadeira de Direito e Filosofia na Universidade de Nova York, que ele tem feito desde 1985. Ele é membro da Academia Britânica e também membro da Academia Americana de Artes e Ciências. O que é especial e importante sobre o trabalho de Dworkin é a sua insistência em uma união entr e a filosofia pura e os negócios práticos e legais argumento político. Ele argumenta que a virtude mais importante que o direito pode apresentar é a da integridade, que deve ser entendida como a idéia de moral que o Estado deve agir em princípio, de modo que cada membro da comunidade é tratada como um), igual do império da Lei, (1986. Também para esse fim, ele produziu uma conta de argumentação política, em que a igualdade, entendida em termos de igualdade de dignidade e respeito, justifica a. a distribuição de recursos materiais, ignorando a distribuição de sorte na posse de deficiências e talentos (Sovereign Virtue,1999) b. o direito privado dos indivíduos para tomar decisões morais sobre as questões relativas valor intrínseco (Life'sDominion, 1993) e C. os elementos característicos e as estruturas de tomada de decisão democrática, incluindo a revisão judicial (Lei de Liberdade, 1996). Publicações Levando os direitos a sério (1977) Uma questão de princípio (1985) Império da Lei (1986) Questões de demência senil (1987) A Carta de Direitos para a Grã-Bretanha (1990) Domínio da Vida (1993) Lei da Liberdade: a Leitura Moral da Constituição Norte-Americana (1996) SovereignVirtue. A Teoria e Prática da Igualdade (2000) Justiça de Robes (2006) Aqui é possível democracia? Princípios para um novo debate político (2006).

o o o o o o o o o o

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->