Você está na página 1de 10



|






Processo de alta generalizada dos


preços de uma economia, em
determinado período, com redução
do poder de compra.

÷
  
 

Ä Ynflação rastejante: até 10% ao ano;


- ³lubrifica´ a economia (estimula);
Ä Ynflação alta: acima de 20% ao ano;
Ä Hiperinflação: acima de 50% ao mês:

¢
  


       


Ä åedução do poder aquisitivo das classes


assalariadas;
Ä ³Ymposto dos pobres´;
Ä Perda de rendimento real dos rendatários de
aluguel;
Ä Valorização dos imóveis;
Ä Manutenção dos lucros empresariais e do
governo.
Quanto mais alta a taxa de inflação maior a
r desigualdade da distribuição da renda.
     !
  "#
 

Ä Încarecimento do produto nacional em relação


ao produzido no exterior;
Ä Îstímulo a importação e desestímulo às
exportações;
Ä åeduz o saldo da Balança Comercial.
Ä Déficit cambial (desvalorização da moeda);
Ä Îstimular a colocação dos produtos nacionais no mercado
exterior
Ä åeduzir as importações (porém essas são essenciais).
     
$ 
 
  

Ä Yncertezas às expectativas futuras ± decisão


de investir;
Ä Ynstabilidade e imprevisibilidade de lucros;
Ä Îstagnação da capacidade produtiva;
Ä Negatividade do nível geral de empregos.
     %   &

Ä Desestímulo à aplicação de recursos no


mercado de capitais financeiros;
Ä Cadernetas de poupança e títulos.
Ä Îstímulo à aplicação de bens de raiz;
Ä Terras e imóveis.

Correção monetária: investimentos reajustados por índice


associado ao crescimento da inflação.
&
 
  



Ä Îxcesso de demanda agregada em relação ao


produto disponível (bens e serviços);
Ä Dinheiro demais a procura de poucos bens.
Ä Proximidade com o pleno emprego de recursos;
Ä Medidas de controle:
Ä Îlevação da taxa de juros;
Ä åestrição de crédito;
Ä Aumento de impostos;
Ä åedução de gastos públicos.
ù

  &    

Ä Aumento de certos insumos importantes na


produção;
Ä A demanda permanece a mesma, porém os preços dos produtos
aumentam.
Ä Choques de oferta (preços das matérias-primas,
agrícolas, petróleo);
Ä Îstagflação: estagnação da economia com
inflação.

>
&

Ä Ynercialista: perpetuação das taxas de inflação.


Ä Congelamento de preços Memória inflacionária.

Ä Ynflação de expectativas: aumentos de preços


com base no possível aumento dos agentes
inflacionários.
Ä Corrente Îstruturalista.