Você está na página 1de 12

L´apetite

www.lapetite.com.br

TODAS
AS
AS RECEIT
S&
TESTADA
DAS
APROVA

AMORA E MORANGO:
frutas da estação

- Alimentos gostosos, porém perigosos! Confira na


página 6.
- O Filme Julie & Julia conta como podemos ser
mais felizes na cozinha. Leia na página 10.
- Ovos sem casca? Essa novidade já é possível nas
padarias. Entrevista com a Naturovos na página 9.

L´apetite - Novembro de 2010 - pág 1


L´apetite - Novembro 2010 - pág 2
Editorial
POR KEITERSANI HOFFMANN

Os sabores estão presentes em nossas vidas a todo o


momento. Como em situações do nosso dia a dia, e até
mesmo no nosso vocabulário, quando dizemos “o Carlos é
um doce de pessoa” ou “ nossa, como Carlos está azedo
hoje!”. Mas é claro que quando falamos em sabor, a pri-
meira lembrança que nos remete são o sabor dos alimen-
tos. E é por isso que nossa revista é direcionada a esse gran-
de prazer da vida, que é a boa alimentação. Procuramos
apresentar não só alimentos que são gostosos, mas tam-
bém que fazem bem a saúde, e ao mesmo tempo, nos preo-
cupamos em mostrar que é possível se alimentar muito bem
sem gastar muito dinheiro. Hoje em dia, a gastronomia é
diversificada, alimentos que antes eram sofisticados, hoje
estão a disponibilidade de todas as pessoas, e muitos ou-
tros pratos populares viraram especialidades de grandes
cheffs de cozinha. Também há pratos que são desconheci-
dos por muitas pessoas, e por isso trazem grande espanto e
estranhamento pela sua aparência, mas que ao experimen-
tar, são muitos apetitosos.
O interessante da gastronomia é arriscar, inventar mis-
turas, provar novos temperos, procurar inovar. Isso trás um
sabor especial a vida, pois quem não gosta de se alimentar
bem e de forma saudável.
E é sempre bom lembrar que um ótimo tempero para
uma boa refeição é estar bem com si mesmo, reunir a famí-
lia e as pessoas que você gosta, e juntos partilhar dos bons
momentos que as refeições nos oferece. Pois nós somos o
que comemos não é, e a gastronomia está aí para sugerir os
mais diferenciados pratos, que podem nos salvar de doen-
ças, podem nos proporcionar momentos deliciosos, como
também podem nos prejudicar. Por isso, alimente-se bem,
e procure sempre estar juntos das pessoas que gosta. Isso
sim é bem estar. Bom L’apetite a todos!

L´apetite - Novembro de 2010 - pág 3


Artigo de Opinião

Sofisticado no gosto popular


e o popular no gosto
dos sofisticados
Os sabores da comída popular com o cuidado no
preparo de grandes chefs levam aos alimentos uma
nova oportunidade de conhecer novos sabores
que caem no gosto de todas as classes
A procura por alimentos antes considerados só de classes altas
chegou às classes populares. Após a novela da Globo, Cobras e Lagartos,
Com essa abertura uma nova revolução nos últimos tempos, o popu-
lar se tornou sofisticado. É comum agora entrar em restaurantes e conferir
exibida em 2006, onde o personagem principal, após ganhar uma herança, no cardápio o famoso risoto, alimentos com farinha, entre outros. No Nor-
deixava de ser pobre e ficava milionário, revelou gosto por profiteroles, deste do país, por exemplo, o uso da farinha nos alimentos é muito co-
sobremesa requintada da França, a população começou a buscar mais mum, e os restaurantes tem utilizado esse maravilhoso sabor popular em
requinte nas suas mesas. Os programas de televisão tem levado acesso suas receitas. A carne de sol, que antes também era vista como comida de
a receitas que antes eram desconhecidas pela maioria, como outra so- classes populares, ganhou nomes mais sofisticados e foi para o prato de
bremesa oriunda da França, o creme brulee, e ainda os fondues de queijo todas as pessoas que se interessam por novidades no paladar. Ou seja, a
e chocolate com morangos. Com o acesso a internet então, o desconhe- junção de alimento popular e sofisticado dá mais amplitude ao sabor, e os
cido mudo das especialidades em alimentos sofisticados ficou para trás, pratos regionais se tornaram alimentos sofisticados e de bom gosto. O
qualquer dona-de-casa tem acesso a receitas diferenciadas e pode surpre- importante é a alquimia, a magia dos alimentos, quanto mais misturas,
ender seus familiares. novas cores, novos sabores surgem e ganham o mundo com isso.
POR KEITERSANI HOFFMANN

L´apetite - Novembro 2010 - pág 4


Alimentação VS Economia?
POR ALEXANDRE SEIXAS

Uma “boa alimentação” não significa comer muito nem comer


alimentos caros. É sim uma alimentação equilibrada e bem cuidada. Só
-Ricos e baratos;
por que uma pessoa tem dinheiro e gasta muita grana para preparar um Receitas feitas com frutas são um ótimo exemplo de como
prato de comida, não significa que ela tem uma alimentação “rica”. Da comer de maneira saudável e gastar muito pouco, frutas são ricas em
mesma forma que gastar pouco também não significa comer mal, como vitaminas e a grande maioria delas são de fácil acesso e muito baratas
veremos na reportagem a seguir: com relação a outros alimentos.

Bolo de Frutas
Bolo com um sabor leve e muito macio, essa mistu-
ra com a salada de frutas é uma grande idéia e fica delici-
oso, além de ficar um prato muito bonito.
Rende 12 porções de 100 gramas, e o tempo estima-
do de preparo é de 25 minutos +35 de forno.
Ingredientes
· 1 xícara de chá de farinha de trigo . 170 g
· 1 xícara (chá) de maisena. 50. g
· 2 colheres (sopa) de fermento em pó . 11 g
· 4 claras . 100 g
· 2 gema . 14 g
· 1 xícara (chá) de açúcar. 85 g
· 7 colheres (sopa) de azeite de oliva espanhol . 50 g
· 12 colheres (sopa) de leite desnatado aquecido. 190 ml
Recheio
· 5 colheres (sopa) de geléia de abacaxi diet . 45 g
· 2 xícara (chá) de salada de frutas sem açúcar. 650 g
· 2 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro . 12 g

Modo de Fazer · Remova a parte do centro da outra fatia do bolo, com a ajuda de
· Ligue o forno em 180ºC. cortador redondo de 20 cm de diâmetro aproximadamente. Ajeite sobre a
· Bote em uma tigela, farinha peneirada com a maisena e o fermento outra parte de bolo que está com o recheio espalhado. Na cavidade do cen-
em pó. E deixe separada. tro que ficou na parte superior do bolo, ajeite a salada de frutas e sirva.
· Bote as claras na tigela da batedeira, ligue, e bata por 3 minutos. Valor nutricional por pedaço
Despeje as claras em neve numa outra tigela e deixe separada também. No final, são:
· Ponha na tigela da batedeira a gema, o açúcar e 5 colheres de sopa · 210 calorias por fatia
de azeite de oliva (50 g). Ligue e bata por 3 minutos. Coloque os ingredi- · 5 gramas de proteínas
entes secos peneirados junto do leite. Misture movimentando de baixo · 7,6 gramas de gorduras totais
para cima sem bater, até chegar a uma massa homogênea. Junte as claras · 2 grama de gordura saturada
e mexa suavemente. · 5 gramas de monoinsaturada
· Com o azeite de oliva que sobrou, unte uma assadeira, de aproxima- · 0,6 grama de poliinsaturada
damente 25 cm de diâmetro, e polvilhe farinha de trigo. Derrame a massa, · 14 miligramas de colesterol
bote no forno por 35 minutos. Retire do forno. Desenforme, coloque so- · 20 miligrama de ferro
bre uma grade de metal até diminuir a temperatura, corte o bolo ao meio. · 35,5 gramas de carboidratos e 12 miligramas de cálcio
Ponha uma parte do bolo no prato e derrame a geléia de abacaxi. Valor total da receita: R$ 10.00

Ricos e baratos

Caviar de Berinjela
Bem preparada e comum toque de coentro. Na
verdade é uma é uma pasta de berinjela temperada e
assada com o alho, limão, cominho e azeite de oliva.
Tem um cheiro maravilhoso e pode ser servido com
alguma massa ou torrada.
Rende 29 colheres de sopa de 12 gramas.
Tempo estimado de preparo: 15 minutos
Ingredientes
· 4 Berinjelas medianas
· Um maço de coentro
· 4 dentes de alho
· 1 limão mediano
· 2 colheres de cominho em pó
· 5 colheres de azeite de oliva
· Sal e pimenta moída (a gosto)
· 200 gramas de caviar
Modo de Fazer
Ligue o forno a 180°. Limpe as berinjelas e as coloque
em uma assadeira juntamente de papel alumínio e coloque
no forno por uma hora até elas ficarem macias e murchas,
depois retire-as. Ajeite as berinjelas em uma placa de
lipropileno, reparta ao meio, tire a polpa e deixe-as em um
preto fundo e espere. Limpe o coentro, coloque em uma ti-
Valor nutricional por pedaço gela. Descasque os dentes de alho e amasse-os. Lave os li-
· 20 calorias · 2 gramas de carboidratos · 0,1 grama de proteínas mões. Retire o caviar da embalagem e coloque-o em uma
· 1 grama de gorduras totais · 0 grama de colesterol · 1 grama de fibras panela anti-aderente aqueça-o em fogo baixo por 5 minutos.
· 1 mg de ferro · 5 mg de cálcio Junte com a berinjela o coentro, o alho, o suco de limão,o
azeite de oliva,o sal e a pimenta do reino e misture-os bem.
R$1.400 apenas 100 gramas de caviar. Coloque o caviar sobre a massa e sirva-os com torradas.
L´apetite - Novembro de 2010 - pág 5
Alimentos gostosos e perigosos!
POR MAITÊ DE ALENCASTRO
Uma cereja no bolo pra enfeitar.
Uma doce barra de chocolate com amêndoas.
Um saboroso peixe grelhado.

Já imaginou alguém morrendo por ingerir algum desses alimentos? Pois é, mas
pode acontecer até mesmo com você.

As cerejas, aparentemente inofensivas, são frutas de sabor doce que contêm


glicosídeos cianogenéticos em suas sementes. Esta substância produz um veneno po-
deroso conhecido como ácido cianídrico. Ao ser ingerida, causa uma paralisia respira-
tória letal. As mortes por ingestão de cerejas são raras; no entanto, é útil recordar não
mastigar nem chupar suas sementes. Cuidado.

As sementes das amêndoas são compostas de uma quantidade significativa de áci-


do cianídrico. A toxicidade destas sementes é eliminada ao esquentá-las. Então, nunca
coma amêndoas selvagens que não foram processadas para seu consumo: podem ser
altamente venenosas e causar a morte.

Baiacu (ou peixe-balão) é um prato extremamente saboroso e de grande valor na


cozinha japonesa. No entanto se não souber limpá-lo com a retirada de órgãos internos
inteiros e intactos, pode facilmente causar a morte de seu consumidor por causa da
ingestão da tetradotoxina, que está disperso no fígado, intestino, gônadas e pele do
animal. É unicamente permitido que seja preparado por chefs que recebem um certifi-
cado especial ao fazer um curso específico, devido ao grau de risco de morte. A
tetradotoxina causa paralisia muscular, afeta a fala, reduz a pressão arterial, produz
convulsões, arritmias, deficiência mental e a morte. O primeiro sintoma de intoxicação
é um leve adormecimento pouco antes da primeira hora após a sua ingestão.

L´apetite - Novembro 2010 - pág 6


Insetos fritos, cérebro de macaco, pênis de boi.
Tudo parece muito apetitoso, não? Não, né. Sabemos.
Mas em vários países essas “comidas exóticas”
são servidas como prato principal.
Bom L’appetit!
POR MAITÊ ALENCASTRO
- Mãe, mãe! Uma aranha! E parece bem suculenta. Topa?
Aranhas fritas (hmm!) são uma iguaria no Camboja e podem ser encontradas por todo o país. Na
cidade de Skuon, elas são servidas como lanche do dia-a-dia.
As aranhas utilizadas são uma espécie de tarântula do tamanho da palma de uma mão humana e,
depois de fritas, seu veneno torna-se inofensivo. O sabor é descrito como suave, com destaque para o
contraste entre o exterior crocante e o centro macio. O abdômen pode ser um problema, pois contém
uma pasta marrom composta por órgãos, ovos e excremento, mas... convenhamos: quem está comen-
do uma aranha não deve ligar muito para isso. Além desses, também é muito comum o gosto por
escorpiões, gafanhotos, grilos, baratas...
Que tal um feto de pato cozido?
Os ovos balut são ovos de galinha ou pato fertilizados com embrião
Omelete de larva de bicho-da-seda.
em desenvolvimento que são cozidos e servidos na casca. Na China, as larvas são fritas com cebola cortada e um molho grosso
As preferências variam conforme o país. Nas Filipinas, o balut con- ou misturadas em omelete com ovos de galinha. Se você não curtir a textura
siderado perfeito é aquele com um embrião de 17 dias. Já no Vietnã tenra do recheio, também dá para comer a crisálida que seria a “embala-
preferem-se os de 19 a 21 dias, quando os bebês pato tornam-se reco- gem” da larva, que parece uma casquinha crocante, quase um salgadinho
nhecíveis e seus ossos estão firmes, mas macios quando cozidos. (quase!). Na Tailândia, depois de ser incluída na lista de comidas locais, em
Servido geralmente com uma pitada de sal, há quem goste de com- 1987, a crisálida do bicho-da-seda passou a ser adicionada às sopas na ali-
plementar com chili e vinagre. É feita uma abertura na casca por onde se mentação de crianças nas escolas tailandesas. Adoraria ter estudado lá, não é?
pode chupar o caldo para depois comer a gema e o embrião. Nham!

Deixei o
melhor para o
final:
Um restaurante
Cérebros! Chinês está fazendo o
Séculos antes do Indiana Jones, os africanos já cultivavam o costume maior sucesso servindo
de deglutir miolos de primatas. Anote o modo de preparo: primeiro, lave o (por preços altos) pênis e
cérebro (do bicho, claro) com água fria. Depois, acrescente vinagre ou testículos de diversos
suco de limão, retirando membranas e vasos sanguíneos da camada mais animais para seus clien-
superficial. Conserve em salmoura e, finalmente, ponha a iguaria para co- tes! São pênis de bois,
zinhar. Em todas as espécies de macaco, o órgão é rico em fósforo, prote- burro, veado, carneiro e
ínas e vitaminas (e informações!). até mesmo cachorro. Al-
guns, dizem, que faz bem
pra pele. Outros, devido
a alta quantidade de
hormônios, ajudam na
masculinidade. Segundo
os chineses, todos os pê-
nis servidos no restauran-
te tem efeito de estimu-
lante sexual, só que na-
tural. Olha que beleza!
Na foto, um pênis de bur-
ro, num prato muito co-
lorido e... apetitoso?
L´apetite - Novembro de 2010 - pág 7
Mug Cake
Ingredientes
· 1 ovo pequeno
· 4 colheres (sopa) de leite
· 3 colheres (sopa) de óleo
· 4 colheres (sopa) rasas de açúcar
· 2 colheres (sopa) rasas de chocolate em pó
· 4 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo
· 1 colher (café) de fermento em pó

Cobertura (opcional)
· 2 colheres (sopa) de leite
· 1 colher (chá) de manteiga
· 1 colher (sopa) rasa de chocolate
· Granulado colorido a gosto
Modo de preparo
Coloque o ovo na caneca e bata com um
garfo. Adicione o óleo, o açúcar, o leite e o cho-
colate em pó e mexa. Incorpore a farinha de trigo
e o fermento, aos poucos, na massa. Em seguida,
leve ao microondas durante três minutos na
potência máxima.

Cobertura
Junte todos os ingredientes e ponha no
microondas por 30 segundos, também na potência
máxima. Despeje no bolo ainda quente e polvilhe
o granulado.

Outro ponto importante: o material deve


ser apropriado para uso em microondas. Cuidado
com os plásticos, pois eles podem derreter, e com
os metais, porque o eletrodoméstico corre o risco
de pegar fogo.

Receitas Curiosas POR VINICIUS CARVALHO


Chegando em casa, num dia de semana corrido, olha para
dentro da geladeira e nada de restos do almoço, e começa a
dúvida. O que comer? Bom isso é uma situação pela qual to-
dos nós já passamos pelo menos uma vez por semana. Ficar
com preguiça de fazer um jantar, mas ao mesmo tempo ficar
com muita vontade de comer aquela comida caseira, e junto
com isso aquela imensa fome. Mas o que parecia um caso per-
dido, não é. Receitas alternativas e com muita criatividade e
sabor estão em todos os lugares. Não devemos apenas nos con-
tentar com os instantâneos, enlatados, embalados. Usufruir da
nossa capacidade de criar e juntar sabores pode ser muito mais
simples do que imaginamos.
O Mug cake, vulgo “bolo de caneca”. Além de ser muito
fácil de ser feito é um grande exemplo de praticidade e econo-
mia. O Mug Cake pode ser feito em menos de cinco minutos
em um microondas. E ser perfeito para acompanhar um belo
filme e matar a fome. Para saber qual a caneca ideal, separe
uma com capacidade de 300 ml. Se for menor do que isso,
você corre o risco de ver os ingredientes vazarem do recipien-
te. E mexa bem a cada ingrediente colocado, para uma mistura
mais homogênea.
L´apetite - Novembro 2010 - pág 8
Alimentos Populares
Populares
Alimentos que Salvam
Rotina Brasileira Sucesso no
A cada dia que passa, a correria do dia-
a-dia aumenta e o tempo que temos para nós
Vamos dar destaque à popularidade da
banana. A fruta tropical mais reconhecida
Botequim
POR FERNANDA BIERHALS

mesmos diminui. Por isso, muitas pessoas mundialmente e que nós, brasileiros, encon- O mundo inteiro conhece o brasileiro pelo seu jeito
despojado de encarar o cotidiano e a cervejinha no final da
descuidam da alimentação ou ingerem ali- tramos em qualquer feira e supermercado, tarde é um clássico em todos os estados do país.
mento mais práticos, porém, não tão benéfi- mas que nem sempre prezamos como Os bares, carinhosamente chamados de botecos ou
cos. deveriamos. botequins pelos seus fiéis freqüentadores, lotam a cada fim
É conhecido de todos que a verdadei- A banana, além de prevenir doenças de tarde e principalmente nos finais de semana. Os clien-
ra boa alimentação é regrada a base de fru- cardíacas, derrames e demais problemas tes, que buscam um refresco para o estresse,
tas e legumes, com algumas carnes brancas. vasculares, é rica em potássio e ferro, o que também são exigentes quanto aos acompanhamentos
comestíveis.
Pelo simples hábito de manter uma alimen- ajuda no combate contra a anemia e câimbra O cardápio variado de um bar não é matéria fácil.
tação saudável e balanceada, já é possível muscular. É um regulador natural do intes- Nos bares mais populares, os petiscos admirados são os
estabelecer uma melhor qualidade de vida. tino e previne problemas gastrointestinais. que estão sempre fresquinhos, como os picadinhos ou por-
Existem alimentos que, conforme quantida- Existem várias curiosidades a respei- ções. Já nos bares um pouco mais refinados, cada ingredi-
de e freqüência ingerida, podem combater to dessa fruta, pois, por mais que ela seja ente que compõe um prato é pensado conforme a
ou evitar vários tipos de problemas de saú- calórica, colabora em várias dietas indicadas harmonização com a bebida que o cliente quer, e então cabe
de. por nutricionistas. Isso porque a fruta ajuda ao garçom fazer as indicações e garantir ao paladar uma
sensação impressionante.
Os hábitos de optar por alimentos na- a combater a ansiedade, evitando a Ganha destaque e reconhecimento, além dos petis-
turais e frescos, assim como o de ingerir bas- compulsão. cos preparados por profissionais e dos petiscos tradicio-
tante líquido e montar um prato leve e de Produzimos, em terras brasileiras, nais industrializados, os bares que servem uma receita .
saladas coloridas resultam em benefícios em quase 7 milhões de toneladas de banana por Inventada, ou de família, os segredos dos temperos ou do
todas as partes do corpo. Auxiliam na ano e, tanto pela abundância quanto pela preparo da comida singularizam o sabor, fazendo grande
regulagem de peso, na pele, e no funciona- praticidade do consumo, devíamos nos fa- sucesso entre a clientela.
Porém, especialistas em degustações de cervejas afir-
mento de todos os órgãos vitais do corpo zer um prato cheio.
mam que a maioria desses pratos servidos nos bares, não
humano. Existem ainda variadas formas de pre- são adequados para acompanharem as biritas. Porções como
Sabemos que os alimentos possuem parar a fruta ou de acrescenta-lá em alguma as de batata frita ou polenta, contém grande quantidade de
vitaminas e substâncias que combatem e cu- receita. Bolos, tortas, biscoitos, batidas... Em gordura, o que afeta as papilas gustativas e desconta sa-
ram alguns problemas de saúde. Outros, con- todas as formas de preparo a banana man- bor. Ainda assim, são os petiscos tradicionais e acessíveis
forme crença, salvam e evitam doenças pe- tém as mesmas propriedades vitamínicas e a qual todo o brasileiro se entrega.
rigosas. continua desempenhando o seu papel ali- Alguns desses petiscos ou pratos também podem ser
feitos em casa para acompanhar um encontro de amigos,
Acontece que, os benefícios da maio- mentar. jogo de futebol ou aquele happy hour com os vizinhos. Mas
ria dos alimentos, só é adquirido a longo pra- É curioso e interessante acrescentar que a verdadeira diversão gastronômica se encontra nas ruas.
zo. Algumas poucas receitas, geralmente de a banana é rica em vitamina B6, responsável As peculiaridades como os ovos em conserva, car-
chás, são feitas para os momentos de enfer- por relaxar a mente. Por isso, aqui fica a dica nes fritas e demais comidas duvidosas que se encontra nos
midade. Os verdadeiros salvadores alimen- para desestressar e matar a fome no trabalho balcões do bares divertem os clientes e quem se arrisca a
tícios são os que incluímos na nossa rotina. ou para se começar um longo dia. petiscar, vira um sobrevivente, verdadeira lenda entre os
amigos. A vigilância sanitária não fiscaliza os menores
POR FERNANDA BIERHALS
botequins, garantindo condições saudáveis apenas aos de
grande porte.
Entrevista

Atenção donas de casa, está


POR KEITERSANI HOFFMANN
chegando o ovo sem casca
Você não consegue quebrar um ovo? Se- dível para que o produto seja ainda mais saudável. A
parar a clara da gema é complicado? Então a Naturovos inclusive fabrica a ração das aves. Após, já no
sua solução está nos ovos pasteurizados. Isso processo de pasteurização, os ovos passam pela linha de
mesmo, nada mais de casca, o ovo vem dentro quebra, onde as claras são separadas das gemas com per-
de garrafas PET ou longa vida, separados por feição, para depois serem filtrados e resfriados, e recebe-
clara, gema ou ovo integral. rem tratamento térmico para eliminar microorganismos
- L´apetite: Como surgiu a ideia de ovos patogênicos.
sem casca? L´apetite – Os ovos sem casca estão disponíveis para
Fábio Fernandes, diretor da Naturovos: donas-de-casa?
A idéia inovadora e pioneira no sul do país é Fernandes: A empresa trabalha apenas com a linha
da nossa empresa líder em exportação, a industrial. A produção atualmente é direcionada para a li-
Naturovos. A empresa nasceu e possui ainda sua nha industrial e food service, que são os restaurantes, pa-
sede em Salvador do Sul, na serra do Rio Gran- darias e hotéis, onde os ovos pasteurizados são utilizados
de do Sul. Foi fundada, em 1965, pelas famíli- na produção de massas, maionese. Porém, a partir do ano
as Muller e Wallauer com uma produção para de 2011 os ovos pasteurizados já estarão nas gôndolas dos
atender apenas as necessidades da região. E supermercados.
hoje, após 40 anos, a Naturovos tem uma es- L´apetite – E podemos esperar mais novidades?
trutura ampla e moderna, onde a produção de Fernandes: Além da chegada do ovo pasteurizado
ovos por dia chega a R$ 2 milhões. para o consumidor, a Naturovos tem mais um projeto ino-
L´apetite - Como é a produção desses vador para o ano que vem, os ovos em pó. Estamos traba-
ovos? lhando para que entre abril e maio estejamos lançando
Fernandes: A produção dos ovos in mais um projeto pioneiro no Rio Grande do Sul, o ovo em
natura, que dão origem aos ovos pasteurizados pó. O ovo em pó já está sendo produzido no país, mas a
tem produção totalmente automatizada e um ri- tecnologia que a Naturovos está utilizando nesse novo
goroso controle de qualidade. Mas antes de produto é inédita no Brasil. O ovo em pó será produzido
tudo, a seleção das melhores aves é imprescin- com a tecnologia do sistema box dríade.

L´apetite - Novembro de 2010 - pág 9


Filmes & Livros

Julie & Julia, 2009.


Sony Pictures Entreteimant.
A diretora especialista em comédias românticas, Nora Ephron,
apresenta esse delicioso filme de comédia e esperança, com a consa-
grada atriz Meryl Streep interpretando Julia.
Baseado em histórias reais, Julie & Julia é uma adaptação do
livro "365 days, 524 recipes, 1 Tiny Apartament Kitchen (365 dias,
524 receitas, 1 pequena cozinha de apartamento)" de Julie Powell,
interpretada por Amy Adams. A personagem que se sente frustrada
com a rotina sem emoção, decide mudar de vida e cria um blog que
influencia milhares de pessoas no mundo todo.
Apresentando a história dessas duas mulheres tão diferentes e
distantes, a diretora nos amarra nos prazeres da vida e entendemos que
o fundamental para a felicidade é a realização pessoal. Os laços que a
culinária criou para as duas personagens é emocionante.
Um filme alegre, onde as duas protagonistas nos envolvem em
um mundo de receitas e de leve sarcasmo. Interpretações espetacula-
res, destacando a de Meryl Streep, que resultaram na indicação ao
Oscar e ao BAFTA de Melhor Atriz e a faturar o Globo de Ouro da
mesma categoria, em 2009. Interpretando o marido, Stanley Tucci tam-
bém se mostrou um ótimo ator coadjuvante, interpretando convincen-
temente.
O filme é um prato cheio de esperança. A fotografia do filme cria
um clima caloroso e de harmonia nas cozinhas, o que desperta nos
telespectadores a vontade de colocar a mão na massa. De dar água na
boca e com uma trilha sonora meiga e compatível, é um filme de in-
tenção despretenciosa, mas que, do início ao fim, nos inspira.
POR FERNANDA BIERHALS

Título original: (Julie & Julia)


Lançamento: 2009 (USA)
Direção:Nora Ephron
Atores:Meryl Streep, Amy Adams, Stanley Tucci, Chris
Messina.
Duração: 123 min
Gênero: Drama

Mentes Insaciáveis:
Anorexia, Bulimia e
Compulsão Alimentar.
Ana Beatriz B. Silva Ano 2005
Um livro acessível a todos que buscam informações ou tem interesse na
área dos transtornos alimentares.
Neste livro, a médica Ana Beatriz B da Silva, autora também dos já
consagrados títulos Mentes e Manias e Mentes Inquietas, aborda a polêmica
da anorexia, bulimia, obesidade e compulsão alimentar. Ela narra as caracte-
rísticas, diagnóstico e tratamento com uma escrita clara acessível a todos os
leitores.
É muito importante informar que Ana Beatriz, além de se ex-
pressar de forma clínica, também se expressa socialmente, ao contar
sobre os obstáculos que seus pacientes transtornados enfrentam entre
amigos e familiares. Entre os relatos, é possível encontrar depoimentos
emocionantes de pessoas renomadas e anônimas que já sofreram de al-
gum transtorno alimentar ou com a forma estética.
Geralmente, o preconceito é o principal ponto de partida para se
desenvolver um transtorno alimentar. As piadinhas inocentes se tornam a
plataforma de impulso para um mundo horrível de dor e sofrimento. As pres-
sões familiares e no trabalho também são a resposta para muitas mentes insa-
ciáveis.
Através da leitura, o mundo das insanidades cometidas em busca
da excelência física, fica mais claro. Por mais que haja julgamento entre a
sociedade, os depoimentos sobre psicológico dos pacientes e entrevistados
da autora nos mostra um mundo distorcido, influenciável e realmente muito
perigoso.
Outros especialistas das áreas envolvidas que tratam as doenças
psicológicas vinculadas com comida também colaboram com a obra de Ana
Beatriz. Psicólogos, nutricionistas e psiquiatras contam casos, causas e trata-
mentos de pacientes inesquecíveis.
O livro custa entre $30 e $40 reais, e pode ser encontrado nas melhores
livrarias do Brasil, inclusive online.
POR FERNANDA BIERHALS

L´apetite - Novembro 2010 - pág 10


Car ta do Leitor
Carta EDITORA FHJ
Fundado por Fábio
Olá. Quero parabenizar a revista, não deixo de Henrique Juanes
ir as bancas um mês se quer. (1912 - 2006)
Adoro demais. Estou sempre atenta as dicas e Matérias:
curiosidades sobre a culinária! Keitersani Kalinca Freitas Hoffmann
Beijos. Mayite Alencastro
A.C.S. por e-mail. Vinicius Carvalho
Alexandre Seixas
Fernanda Bierhals
Adoro as receitas, e elas fazem o maior suces-
so na minha casa. Composição e diagramação:
Experimento fazer todas, e por serem práticas Keitersani Kalinca Freitas Hoffmann
e acessíveis, sempre dá tudo certo!
Parabéns a revista! Revista Português II
Juliana Malheiros. Professora Maga Lourenço Cyrre
Porto Alegre- RS. Universidade do Vale do Rio dos Sinos
2010/2
Queria dizer que gosto muito da revista

L´apetite
L’apetite. Ela é gostosa de ler e de colocar as
receitinhas em prática em casa. É inovadora! Bei-
jos.
Helen Freitas.
Canoas – RS.

Esta revista foca na saúde, e no bem estar das


pessoas. Adoro ler sobre como me alimentar bem,
Pesos e Medidas:
ainda mais na fase em que estou que é a adolescên-
cia. Parabenizo a revista, por ser autentica, e já bem Líquidos
vista apesar de tão jovem. Abraços.
Sara E. de Souza. 1 xícara .................................. 240 ml
Novo Hamburgo – RS. 1 colher sopa..............................15 ml
1 colher chá.................................5 ml
Olá. Não perco uma edição. É sempre bom sa-
ber como se alimentar bem, sem abusar da gula. E a Chocolate em pó
revista apresenta essa questão muito bem, de forma
clara e inteligente. 1 xícara ........................................90g
Samuel Rosa. 1 colher sopa.................................. 6g
Esteio – RS. 1 colher chá.................................... 2g

Oi. Eu me minha amigas adoramos ler a revis- Manteiga


ta e debater juntas sobre assuntos como a alimenta-
ção e bem estar. É por isso que lemos L’apetite sem- 1 xícara ........................................ 200g
pre! Adoramos. A revista está ótima. 1 colher sopa.................................15g
Janaina Ferreira Carvalho. 1 colher chá..................................... 4g
Sapucaia do Sul – RS
Açúcar
A revista L’apetite está muito interessante. Leio
cada página atentamente. E agradeço por respeita- 1 xícara........................................ 180g
rem a opinião dos seus leitores, e ainda colocá-las 1 colher sopa.................................. 12g
na revista. Isso é muito importante, nos faz também 1 colher de chá.................................. 4g
sentir contribuidores para a revista crescer e se tor-
nar cada vez melhor. Parabéns! Abraços. Farinha de trigo
Giovani Ritter.
Caxias do Sul – RS. 1 xícara ....................................... 120g
1 colher sopa............................... 7,5 g
1 colher chá................................ 2,5 g

Fale conosco Anuncie na revista


A Revista L´apetite recebe cartas e e-mails L´Apetite que mais
todos os meses com sugestões, reclamações e
ideias sobre as matérias divulgadas. entende de comida no
Mande você também a sua opinião. Todos Sul do Brasil.
os textos serão lidos com muita atenção e divul-

L´apetite
gados aqueles que se tratarem da opinião da
maioria.
Mande para:
Rua Procópio Ferreira, 2345
Bairro Amizade
Porto Alegre/RS
Cep - 9010-210 Ligue: 51 88899456
Email: cartadoleitor@revistalapetite.com.br

L´apetite - Novembro de 2010 - pág 11


L´apetite - Novembro 2010 - pág 12

Interesses relacionados