Você está na página 1de 36

Imagem: Wish Upon a Star - Julianne.

Hide - CC

Introdução à Bruxaria
Para os Iniciantes na Arte Antiga
Magia
Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Bruxa Página 1
Conteúdo
Índice
Antigas Bruxas Nos Tempos Modernos ......................................................... 3
E Os Caldeiros Aumentam… ....................................................................................4
Sobre Este Manual ....................................................................................................4
Antigas Divindades: ................................................................................................5
Deusas & Deuses .......................................................................................................5
Falando de Símbolos...............................................................................................6
Lei do “Três Vezes Três” ...........................................................................................6
As Armas de Poder das Bruxas ...........................................................................7
As Bruxas Ancestrais dizem... .................................................................................7
As Borboletas .............................................................................................................9
O Jardim da Mãe Terra ........................................................................................12
Deixarei... .................................................................................................................12
O Jardim ...................................................................................................................14
A Saudação do Altar ..............................................................................................15
Saudação do Altar Pela Manhã .............................................................................16
Saudação Da Noite - Antes de Dormir .................................................................16
Saudação ao Deus, o Consorte da Deusa .............................................................16
Magia e Sinfonia Universal ................................................................................17
One Orderly Springle For You ...............................................................................19
Ponderações Sobre a Magia ...............................................................................20
Planetas e Dias Mágicos ......................................................................................22
Tabela dos Dias Planetários ...................................................................................24
Tabela das Horas Planetárias ................................................................................25
Pode-se Fazer o Mal Através da Bruxaria? ..................................................26
Epilogo ........................................................................................................................28
No Fio da Navalha ...................................................................................................28
O Arco de Artêmis ..................................................................................................33
O Que Você Encontrará Na Escola? .....................................................................33
A Mãe Terra, A Deusa, o Espera .......................................................................34
Compartilhando o Conhecimento ...................................................................35

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 2


Imagem: Autumn Memories – Delphine - CC

Antigas Bruxas Nos Tempos Modernos

Espalhar o bem e conviver harmoniosamente com a natureza são


prioridades para as Brux@s na atualidade.

A imagem das antigas bruxas malvadas que somente viviam para fazer dano
aos outros está sistematicamente desaparecendo e dando lugar às pessoas
reais, que têm vidas normais mas se relacionam com o Sagrado de uma forma
diferente ao que a maioria das pessoas está habituada.

Uma bruxa é antes de mais nada uma sacerdotisa que vive em íntima conexão
com a natureza, praticando o bem e rendendo culto à Força da Vida em todas
as suas manifestações.

Para aqueles que praticam a Wicca ou a Bruxaria Antiga, trata-se de estar


comprometid@ com algo maior, e na maioria das vezes esta pratica é
considerada como parte de uma religião pagã.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 3


A Bruxaria Antiga ressurgiu nos tempos atuais através da Wicca, que apareceu
na Inglaterra em meados do século passado; trazendo o resgate de antigos
conhecimentos, ainda que seja uma pálida representação da verdadeira Arte
dos Caldeiros.
E Os Caldeiros Aumentam…
Mesmo assim a Wicca responde de certa forma aos anseios de muitas pessoas,
porque ela contém os valores mais prezados pelos seres humanos: a paz, o viver
em contato com a natureza e integrar-se a ela de forma a sentir-se pleno,
fazendo parte da Grande Mãe Terra, como um ser único e especial.

Por esse motivo, muitas pessoas buscam os ensinamentos e as tradições


antigas, e frequentemente não sabem por onde ou como começar seu
aprendizado.

O que nos traz à razão de ser deste documento, esta Introdução à Bruxaria.

Sobre Este Manual


Este pequeno manual tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos
sobre a Bruxaria, e nos situar num ponto que enlaça o antigo e o novo; para que
a partir daí possamos começar a entender os conceitos mágicos que fazem
parte de nossa vida.

Os pagãos regiam suas vidas pelos ciclos da natureza. Desta forma, ao estar
sintonizados com ela, suas vidas fluíam suavemente atraindo as coisas de que
necessitavam.

Hoje as pessoas esqueceram dessa sintonia, e é por essa razão que nossa vida
não é plena; sendo assim, a compreensão desta antiga forma de viver pode ser
a sua primeira pegada neste antigo e maravilhoso caminho em direção à
plenitude que todos desejamos.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 4


Antigas Divindades:
Deusas & Deuses

Imagem: God Speed – Freeparking - CC

Os que praticam a Arte Antiga acreditam na Deusa Tríplice e em seu


companheiro, o Deus Cornífero. Para os pagãos e wiccanos, a Deusa e o Deus
representam dois aspectos da mesma divindade única, mas que se expressa
numa rica diversidade de formas.

“Ela, a Deusa Tríplice, é quem canta a natureza; e Ele, o Deus


Cornífero, dança a Vida seguindo a melodia Dela.

"Ela gera a Vida, mas Ele é a faísca que inicia o processo harmônico,
sem a necessidade de domínio de nenhum dos dois, através da
união na liberdade”.

Podemos ver que aquel@s que praticam a Arte Antiga acreditam num Ser
Supremo, que ao dividir-se em dois criou o Homem e a Mulher - ou mais
acertadamente, os dois princípios: o feminino e o masculino.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 5


Falando de Símbolos
A idéia de que a bruxaria é algo ruim, foi criada pela igreja católica para
substituir o paganismo vigente em toda a Europa antiga, na época.
Imagem: Lady Godiva – Freeparking - CC

Hoje sabemos que toda a informação sobre a Arte Antiga foi transformada pela
igreja católica em algo maligno e em símbolo do mal, e disseminada dessa
forma até agora.

Isso é absolutamente uma distorção da Verdade; pois entre outras coisas, os


brux@s modernos somente usam os objetos mágicos como extensões de seu
próprio poder para obter uma vida mais digna e justa para si mesmo, para seu
entorno e em definitiva para o grupo humano como um todo.

Lei do “Três Vezes Três”


Meus Maestros dizem que todos vamos estreitamente unidos, porém
perfeitamente separados. E penso que tanto na Wicca como na Bruxaria isto se
aplica perfeitamente, pois sendo que todos fazemos parte do corpo da Deusa,
devemos considerar o outro como consideramos a nós mesmos.

Desta forma estaremos respeitando a Lei de Tríplice Retorno, que diz que
tudo o que façamos ao outro retornará a nós triplicado. É fácil
imaginar no que se tornaria nossa vida se fizéssemos maldades.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 6


As Armas de Poder das Bruxas
As Bruxas Ancestrais dizem...
“Nos lugares onde se comercializam imagens de qualquer tipo, como
representações de bruxas, existe uma conexão com a linha de antigos
espíritos ancestrais de bruxas que viveram a responsabilidade das Linhagens
Sagradas em outras épocas.
Esses espíritos deambulam pela Terra em busca de mulheres que sejam
dignas de ser chamadas “bruxas”; elas dizem isto referindo-se à mulheres que
se sintam honradas de ser reconhecidas como tais.
As flores no campo são as bruxas da natureza, pois enfeitiçam e encantam a
todos os que passam por elas; e somente pelo fato de que praticam a magia
natural, devem ser honradas, respeitadas e amadas.
Elas, as flores, são o alimento natural das Sacerdotisas da Grande Mãe, a
Terra; pois seu perfume é o Maná do qual as mulheres precisam para poder
Ser parte integrante do eixo que mantém o equilíbrio da Mãe Terra.
Ingerir alimentos que contenham a essência das flores reforça o elo com o
sagrado que existe na natureza.
As flores, esses seres perfumados que se embalam num eterno ritmo
encantado ao sabor do vento, têm muito a oferecer-nos como exemplo de
Força e Poder.
São bruxas naturais que servem
à Força da Vida de forma vital e
inexorável, pois nada pode deter
a conexão delas com as abelhas,
Imagem: Edmond Aman-Jean – Freeparking - CC

com as Sacerdotisas, com as


mulheres...
Pois elas, as flores, chegam aos
grandes centros urbanos em
uma forma essencial e
transformadora: o mel.
Por isso, a magia com perfume
(água de cheiro), flores e mel, é a
mais poderosa que existe;
porque une a Força e o Poder
das quatro Linhagens Sagradas,
criando o Poder Real da Lua das
Estações Terrestre.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 7


Se a esta magia se soma uma borboleta, você terá no mesmo feitiço a aliança
da Lua das Estações Terrestre com a Lua das Estações Celeste; o maior Poder
concentrado em gotas, aromas e cores que jamais existiu: o Poder Real do
Nada, o Verdadeiro Poder de Akasha.
Por tudo isto, estes quatro elementos não podem faltar no altar de uma
bruxa, que deve ser consagrado com estes elementos à Força da Vida,à Mãe
Terra, à Mulher.
"As flores representam o elemento Terra; o perfume (água de cheiro)
representa o elemento Água; o mel, o elemento Fogo; e por último, a
borboleta representa o elemento Ar, O Sopro Criador.”
Como é possível comprovar, as quatro “armas” de poder da bruxa e das
mulheres, das Sacerdotisas da Grande Mãe, são diferentes das “armas” que
nos ensinaram até agora: a espada, o ouro, as copas e os paus, que são armas
masculinas, de um mundo masculino, do patriarcado.”
Imagem: Fairy – Bronwyn - CC

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 8


Imagem: Confidence – Delphine - CC

As Borboletas

“Quero amar-te e não me deixas,


Quero ensinar-te e não me permites,
Quero que vivas em meu coração
E me dizes que não.
Chego a ti e não me recebes, me aproximo,
E constróis barreiras
Que nos separam.
Que queres que faça,
Se do único que entendo
É de Amor e compreensão?

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 9


Que queres que fale,
Se o único que conheço
É a união e a plenitude?
Que queres de Mim
Se o único que tenho
Para oferecer-te é a Paz?

Tu me precisas mais que Eu a ti,


Mas Eu sofro mais que tu
Quando te afastas e
Não me deixas querer-te.

Porque somos irmãos,


Porque somos amores,
Porque somos corações,
Que vivem no infinito,
Perfeitamente unidos
E estreitamente separados.

Isso é o que representam as borboletas, os corações que nascem da separação e


se unem num vôo único em busca de novos e distantes horizontes, além do
infinito, além da própria morte.
Se você observar, algumas delas têm quatro asas, pois são quatro corações: a
união perfeita entre dois seres e suas essências. Cada borboleta que você vê, de
duas ou quatro asas, é a testemunha, a muda e alada prova de que em algum
lugar dois corações que estavam sozinhos decidiram unir-se e evoluir juntos.
Podem ser dois irmãos, dois pais, um casal, duas amigas ou dois amigos, um
filho e sua mãe ou pai; mas sempre dois, nunca um só, pois jamais a Noite
Escura traz evolução, somente dor e sofrimento, nada mais.
Sua vida - que é a nossa, porque estamos irremediavelmente unidos -
assemelha-se a uma tormenta que não tem princípio nem final. No entanto, o
que você chama de tormentas não são mais que mudanças, saltos na sua
evolução, em seu caminho; que se torna alado cada vez que você se torna
borboleta com mais alguém ao seu redor.
Sim, pois você pode formar parte de muitas dessas criaturas aladas, viventes
existenciais que dão origem a outros seres espirituais, embriões do seu
conhecimento com e no outro.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 10


Novas existências que durante algum tempo se arrastarão pela terra, à espera
de outros dois seres que decidam unir-se e iniciar a grande caminhada juntos;
dando origem a outros seres existenciais que esperam tornar-se símbolo de
novas evoluções. E assim sucessivamente numa corrente de Graças infinitas,
que começa nas tormentas, nos saltos evolutivos.
Por isso as borboletas são encantadas, por isso são uma das quatro “armas” que
compõem o Altar Maior; na realidade são o símbolo exato da Força da Vida que
se faz presente no cotidiano de todos.
Imagem: Gaia– Alice Popkorn - CC

A natureza guarda muitos mistérios, e com ela você pode aprender tudo o que
precisa. Basta que se “conecte” com suas criaturas, e elas lhe contarão muito
sobre sua vida e a vida da Humanidade.
Além do mais, são lições da Grande Mestra, a Mãe Terra que não somente está
aqui para nutrir seus filhos no sentido literal da palavra, como
metaforicamente, através de suas testemunhas silenciosas que andam por aí,
ao seu redor, à espera de um ato de compreensão pura.
São belos ensinamentos que estão disponíveis para todos aqueles que se
empenham na luta diária contra a desdita, lembra?

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 11


O Jardim da Mãe Terra

Imagem: The Flower Picker – Freeparking - CC Deixarei...

Deixarei que as sementes falem do Meu jardim,


e estenderei escadas de trevos
para que todos tenham a mesma vantagem,
para que todos sejam honestos no arar e no carpir.
Deixarei que as sementes falem do Meu jardim,
Para que sempre seja primavera,
Para que ninguém fique sem saber o que é uma flor,
para que ninguém fique sem seu amor.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 12


Deixarei que as sementes falem dos sulcos na terra árida,
Onde não crescem nem sequer os maus pensamentos,
Porque esses lugares não são para serem contemplados,
Mas sim escutados.
Deixarei que as sementes falem dos Nomes
Que crescem sem que sejam vistos,
Esses que se tornam, crescem
E se fazem Rosas, Margaridas, Açucenas...
Deixarei que as sementes falem dos “Claveles Gitanos” (Cravos Ciganos),
Que nos envolvem com suas preces
De dias e sóis melhores.

Deixarei que as sementes falem dos valentes,


Que lutam por sua Vida e a nossa,
Vencendo a cada dia a batalha
Contra a desdita.
Deixarei que as sementes falem do tempo
em que estiveram adormecidas
nas profundidades abissais
de cada um de nossos desejos encobertos,
crescendo e germinando,
até que lhes demos asas, e puderam
levantar seu vôo, a novos e perfeitos jardins.
Deixarei que as sementes falem do Meu jardim,
No qual durmo e acordo
A Graça de seu existir.
Deixarei que as sementes falem
do canto dos pássaros,
do trinar dos Rios de Vida,
que o regam, e o tornam fértil de idéias,
pessoas e sabores de grandes amores.
Deixarei que as sementes falem,
Ainda que seja somente
Para contar-lhe do Meu jardim,
E convidar-lhe a que o visite,
Pois se você desejar comparti-lo,
Seremos dois, a deixar...
Que falem as sementes.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 13


O Jardim
Seu jardim, o da Mãe
Terra, o Altar Sagrado
Imagem: Hamilton – Freeparking - CC

da Deusa; e para vocês,


o paraíso de que tanto
falam.
O paraíso que
acreditam que está
perdido, porque foram
expulsos dele; mas isso
não é verdade.
A verdade é que
quando comeram o
fruto proibido,
fecharam seus olhos à
Mãe Terra, à sua
própria origem, ao seu Real destino. E os abriram à separação, à morte, à
aceitação de uma não existência, à ilusão de que estão sozinhos e abandonados.
A árvore proibida, a Árvore da Vida, da Vida do outro; isso é o que fizeram:
devorar o outro, não nutri-lo, não amá-lo, mas sim devorá-lo, em uma tentativa
de possuir aquilo que jamais será de vocês: a vontade do outro.
Porque cada um deve ser livre para unir-se na separação, e romper com o
círculo infinito que aprisiona os corações e os mantém separados, até que por
um ato de compreensão pura, decidem abrir novamente os olhos à sua própria
natureza, à Natureza, à Mãe Terra.
Porque esse é o seu destino, para isso foram criados: para ser Mãe. Por isso a
Humanidade é feminina, porque essa é a sua vocação: alimentar e nutrir ao
outro, aos seus filhos, às suas uniões, que somente se verificam quando não se
devoram entre si, quando abandonam a violência e fazem que a morte abdique
– a favor da Vida - do seu direito de supremacia sobre vocês.
Se desejar, pode levantar-se e ir-se de Meu lado; mas ainda assim a Verdade irá
com você e lhe abrumará com seus gritos, até que você abra seus olhos, os
olhos do coração, e ouça os sons que o Universo lhe envia através de sua
própria natureza como nutridor.
Você é o que você é, assim como a Humanidade; todos são o que são,
nutridores, e nada pode mudar isso. Somente podem atrasar os
acontecimentos, gerando dor e sofrimento para todos.
Mas... estamos aqui, permanentemente aguardando vosso chamado, para que
juntos possamos acelerar o nascimento de tantas y quantas borboletas estejam
dispostos a criar.
Desde aqui, ao vosso lado, os saudamos como nossos iguais, como
co-autores y co-criadores de infinitas correntes de Graça e evolução.
“Que assim seja, pelos séculos dos séculos, Amém.”

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 14


A Saudação do Altar
O ato de saudar o altar quando acordamos e antes de dormir, estabelece uma
conexão entre nós e ele, entre nós e a Divindade, em níveis muito profundos.

Com o passar dos dias, poderá comprovar como a saudação da noite realmente
tem fundamento, pois sempre vencemos batalhas e alcançamos vitórias
durante a jornada que estamos encerrando.

Além disso, ainda que não tenhamos alcançado a vitória que desejamos, o fato
de agradecer tem o mesmo significado que fazê-lo depois de um ritual, quando
se agradece como se nosso pedido já tivesse sido concedido; é um ato de fé
pura.

Também penso que pedimos muito mais do que agradecemos. Sempre


lembramos de pedir quando necessitamos alguma coisa, mas é raro
lembrarmos de agradecer, somente por fazê-lo. A saudação da noite corrige
essa falha comum em nós.

Na saudação da manhã, podemos incluir no pedido das bênçãos, coisas


específicas que necessitemos. Por exemplo, depois de dizer: “E a Paixão pela
Vida”, podemos acrescentar: “a cura de...” ou “a saúde para...” ou “a solução
de tal problema...”, etc.

No caso de não ter um altar, se for mulher pode fazer a saudação diante do
espelho, reverenciando a Deusa que existe em cada mulher (neste caso, você
mesma); ou pode fazê-lo olhando para sua filha, irmã, mãe, ou qualquer das
mulheres da sua vida.

Certamente a Deusa ficará


satisfeita com qualquer
uma destas duas formas.

A saudação do Deus pode


Imagem: Floating– Pareerica - CC

ser feita olhando o Sol, a


Natureza, ou uma árvore
que seja de polaridade
masculina; no entanto, não
creio que o Deus ache ruim
se você escolher uma
árvore de polaridade
feminina.

O que importa é
estabelecer a conexão.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 15


Saudação do Altar Pela Manhã
Saudações, Grande Deusa,
Mãe da Mãe da Mãe de Minha Mãe,
Origem das Linhagens Sagradas,
Eu (diga seu nome mágico) peço Tua benção
Neste dia que começa,
Para que a fortuna, a prosperidade, a abundância,
A plenitude, o Amor, a Paz, a harmonia, a saúde,
O Desejo e a Paixão pela Vida,
Entrem na minha vida, na vida da minha família, e nesta casa,
Por todo o sempre, pelos séculos dos séculos. Amém.

Havendo outras pessoas, se o desejarem poderão responder

Que assim seja!

Saudação Da Noite - Antes de Dormir


Grande Deusa
Nós que alcançamos a Vitória,
Nós que vencemos as batalhas
Graças a Ti, Grande Mãe
Que nos acolheste em teu seio
Até que estivemos prontas (os) para recomeçar,
Te saudamos e reverenciamos Tua Presença Infinita.

Havendo outras pessoas, se o desejarem poderão responder

Que assim seja!

Saudação ao Deus, o Consorte da Deusa


Graças Pai,
Que nos ungiste
Para que possamos Ser,
No ventre da Mãe Terra,
No seio da Grande Deusa,
Que nos acolheu
Até que estivemos prontos.
Te saudamos e reverenciamos
Tua presença Infinita,
Como consorte da Deusa.

Havendo outras pessoas, se o desejarem poderão responder

Que assim seja!

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 16


Magia e Sinfonia Universal
Imagem: Hope– Alice Popkorn - CC

A Magia é a corda por onde passam todas as notas da Sinfonia Natural,


executada pela Mãe Terra.

A ela somam-se as estrelas, que fazem o total dos elos com os quais se
compõem os acordes que tornam eterna a Melodia.

Se quiser entender a Sinfonia, deverá praticar a magia das cores e das formas,
(Tatwas) do Tempo e do Vento, o Infinito Sopro que dá Vida a todos os acordes
quando os transformamos em encantamentos, ritmos perfeitos que ecoam
além das estrelas e do Sol poente.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 17


Se você entender a magia, pode acompanhar a Mãe Terra na execução da
Sinfonia Cósmica, fazendo com que a “orquestra” cresça, e propague a Vida
para além mar, além do inconsciente terrestre, preenchendo de harmonia
todos os recantos do Universo.

São palavras simples, mas de conteúdo profundamente real e verdadeiro; esta é


uma clave que todo mag@ deve desvendar, ou nunca passará de um mero
ilusionista.

No entanto, se conseguir entender esta equação:

“Magia/Sinfonia/ Encanto/ Sopro = Vida”,

Você poderá obter tudo aquilo que deseja, e ainda assim estará dentro do
Grande Plano Universal, ideado pelo Criador (Mulher) e executado pela Deusa,
a Mãe Terra.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 18


One Orderly Springle For You
Somos todos parte de uma sinfonia que Ele Criou;
Cada um é uma nota nessa sinfonia; a cada respiro Dele
Nasce uma nota, e assim a sinfonia é eterna.

E muitas notas se repetem fazendo novos acordes,


E às vezes Ele junta as mesmas notas, numa harmonia
Eterna como a própria sinfonia.

Notas antes, notas depois,


Mais embaixo ou mais encima,
Em Luzes (tempos) diferentes,
Formando um arco-íris de cores,
Emoções, sentimentos, amores.

Velhos amores esquecidos,


Novos amores relembrados;
Futuros que já aconteceram
E que se repetem numa dança
Eterna como o Universo.

Escolhas e mais escolhas,


Todas convergindo para
Um único acorde: o Amor.

Mais evolução, menos evolução,


O lugar não importa,
O lugar é o sempre, pois...
No amor, longe é um lugar
Que não existe.
Imagem: The Spring Queen – Eddi 07 - CC

Só na Luz do Amor
Podemos encontrar
A justiça dos fatos,
Encontrando a nota que somos,
Na mágica Sinfonia do Universo.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 19


Ponderações Sobre a Magia

Imagem: Lady – Freeparking - CC

A magia é ilimitada, o problema muitas vezes é que não sabemos usá-la


corretamente; quando o saibamos, todos os males terminarão.

Para saber usá-la é preciso conhecer as regras pelas quais se rege, e dessa
forma poder usar as forças da natureza, para fazer mudanças à vontade.

Essas regras se baseiam em três princípios fundamentais, a saber:

1) Sintonia - a longitude de onda na qual vibra o objeto de nosso desejo.

2) Sincronia - o momento exato no qual se abre o tempo, por onde passa a


longitude de onda que desejamos.

3) Espaço - a forma através da qual nosso desejo se fará realidade.

Cada um desses princípios tem suas próprias regras, que são:

1) Sintonia é o mais difícil de conseguir. É preciso para isso uma


consciência completamente dirigida ao que desejamos, ainda que essa
consciência dure somente um instante; contanto que nada nem ninguém mais
ocupe nosso pensamento nesse instante.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 20


Imagem: One Day I’ll Fly Away - Julianne.Hide - CC

2) Sincronia depende do ciclo da Lua, o Sol e os planetas; deve ser o


momento exato onde todas as correspondências cósmicas estão a favor do que
precisamos fazer.

3) Espaço é um canal para a materialização, que deve ser aberto para o


surgimento do que queremos ter.

Por exemplo: se quiser ganhar na loteria, deverá comprar o bilhete; se quiser


progredir em seu trabalho, seja responsável com seu horário e nas suas
funções, demonstrando que você merece a promoção e/ou o aumento em
dinheiro. Se quiser melhorar sua vida amorosa, seja amoroso, compreensivo,
etc. A lista de possibilidades é infinita.

Abrir o canal implica mais que nada em desenvolver os aspectos positivos de


Marte, que são a Honra, o Valor e a Coragem.

HONRA: Ser honesto consigo mesmo para depois poder ser honesto com os
demais.
VALOR: Para admitir quando estamos equivocados e dessa forma corrigir o
rumo das coisas.
CORAGEM: De levar nossas decisões adiante, quando depois de ter
ultrapassado os pontos anteriores sabemos estar no lugar correto; e atuar de
acordo com nossas decisões, ainda que o mundo ao nosso redor se volte contra
nós.
Estes são os três aspectos que devemos desenvolver em nós, e que juntos
compõe o lado positivo de Marte, se queremos trabalhar com a Magia Sagrada.

Se você procurar trabalhar dentro destas regras que regem a magia,


certamente obterá resultados mais rápidos e positivos.
APROVEITE-AS!

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 21


Planetas e Dias Mágicos
Imagem: Planet – Pareerica - CC

SOL

Dia : Domingo

Cor: Laranja

Magias para a ascensão social, jogos de azar, grandes ganhos financeiros, e


tudo o que estiver relacionado com a prosperidade e a fortuna.

O Sol incentiva a criatividade, o desejo de progredir e a concentração em si


mesmo. Favorece encantos para iniciar alguma coisa ou uma sociedade.

LUA

Dia: Segunda-Feira

Cor: Azul Celeste

Magias para as mudanças, e para todos os assuntos


relacionados com as mulheres; traz a moderação dos
sentimentos, acalmando ânimos explosivos.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 22


MARTE

Dia: Terça-Feira

Cor: Vermelho

Ideal para os trabalhos mágicos que nos darão coragem


em situações difíceis, que se apresentam no dia a dia.

As magias "marcianas" também servem para terminar com a preguiça; para


vencer batalhas de qualquer cunho lutando o bom combate; e feitiços para
assuntos relacionados com a ação concreta.

MERCÚRIO

Dia: Quarta-Feira

Cor: Marrom ou Amarelo (para saúde)

Neste dia, serão excelentes as magias e encantamentos


para Atrair a energia necessária para o trabalho; resolver
assuntos relacionados com papéis ou questões judiciais, ou que envolvem
comunicação de alguma forma.

Trazer claridade mental, desejo de estudar e boa memória. Magias no início


dos períodos de estudos favorecem a realização de exames escritos e orais.

Também é ideal para qualquer magia relacionada com a saúde.

JÚPITER

Dia: Quinta-Feira

Cor: Azul Escuro

Este planeta é conhecido como "O Grande Benéfico"; e


sua influência quando atuamos magicamente nesta
jornada nos traz o triunfo financeiro em qualquer área na qual estejamos
decididos a progredir.

Porém é preciso levar em conta que ele aumenta o muito que já temos, ou nos
tira o pouco que já conseguimos obter

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 23


VÊNUS

Dia: Sexta-Feira

Cor: Rosa ou Verde (para finanças)

Conhecida como "A Pequena Benéfica", este dia é ideal


para magias que captarão a influência amorosa que une os
Seres; por isso favorece as questões amorosas, as atividades artísticas, o
equilíbrio pessoal, as atividades criativas.

A cor rosa é a indicada para trabalhar nestes assuntos; e a verde quando se


tratar de questões relacionadas a ganhos de dinheiro provindos de nosso
trabalho

SATURNO

Dia: Sábado

Cor: Branco

Este é o planeta dos obstáculos e do Karma; sendo assim este dia é o melhor
para trabalharmos magicamente para remover obstáculos, para refrear ações
de nossos inimigos, ou para cristalizar assuntos que estão se desenvolvendo e
que podem nos prejudicar de alguma forma.

Também é ideal para afiançar nossa força na magia.

Tabela dos Dias Planetários

Dia da Semana Planeta

Domingo Sol
Segunda-Feira Lua
Terça-Feira Marte
Quarta-Feira Mercúrio
Quinta-Feira Júpiter
Sexta-Feira Vênus
Sábado Saturno

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 24


Tabela das Horas Planetárias
(São as mesmas para todos os dias da semana)

Hora do Dia Planeta

00: 00 - 01: 00 Júpiter


01: 00 - 02: 00 Vênus
02: 00 - 03: 00 Saturno
03: 00 - 04: 00 Saturno
04: 00 - 05: 00 Sol
05: 00 - 06: 00 Lua
06: 00 - 07: 00 Marte
07: 00 - 08: 00 Mercúrio
08: 00 - 09: 00 Júpiter
09: 00 - 10: 00 Vênus
10: 00 - 11: 00 Saturno
11: 00 - 12: 00 Saturno
12: 00 - 13: 00 Sol
13: 00 - 14: 00 Lua
14: 00 - 15: 00 Marte
15: 00 - 16: 00 Mercúrio
16: 00 - 17: 00 Júpiter
17: 00 - 18: 00 Vênus
18: 00 - 19: 00 Saturno
19: 00 - 20: 00 Saturno
20: 00 - 21: 00 Sol
21: 00 - 22: 00 Lua
22: 00 - 23: 00 Marte
23: 00 – 00: 00 Mercúrio

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 25


Pode-se Fazer o Mal Através da Bruxaria?
Imagem: As The Crow Flies– Pareerica - CC

Todos os que se interessam pela ciência do ocultismo ou a praticam, procuram


o conhecimento em busca de fórmulas que possam satisfazer os seus desejos e
melhorar a sua vida e o seu entorno.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 26


Ao menos este deveria ser o propósito único que “norteara” seus corações...

Mas como nem sempre é assim, não publicarei nada que a meu parecer possa
levar alguém a fazer dano a si mesmo ou a outras pessoas, assim como também
prejudicar o equilíbrio cósmico.

Porquê? Porque isso seria um erro de minha parte, e cada vez que alguém
usasse a magia aprendida aqui para fins obscuros ou egoístas, a “Lei de
Transfer”, também me alcançaria; fazendo-me menos feliz, até que finalmente
minha vida se transformaria num caos.

Muitos estarão pensando: “Então as Bruxas Ancestrais também lhe


ensinaram como fazer o mal...”

A verdade é que depois de que nos conectamos com os Poderes Maiores,


acedemos a um vasto mundo espiritual, onde se pode aprender sobre qualquer
coisa que se deseje; desde cozinhar até a armar um computador, ou construir
uma bomba atômica.

Ou seja: fazer o mal, ou saber como fazê-lo, é muito simples; basta que a pessoa
o deseje. No entanto, como todas as coisas, esta possibilidade tem as suas
vantagens e as suas desvantagens.

Quando acessamos o mundo espiritual, se o fazemos da forma correta


(procurando o bem e a evolução da humanidade e do planeta como um todo), a
primeira lição que aprendemos é sobre o equilíbrio em si mesmo.

Tudo no cosmos é equilíbrio: onde está a luz está a sombra; onde está o bem
está o mal; se há direita, há esquerda; se existe “em cima”, existe embaixo; se
há preto, há branco; e assim indefinidamente.

Sendo assim, no momento em que compreendemos a lição sobre o equilíbrio e


as consequências de quebrá-lo, nos é permitido aprender sobre as leis que
regem a Magia Sagrada.

Depois disso, somente depende do nosso livre arbítrio o que façamos. Temos
então a liberdade de fazê-lo, sempre e quando sejamos conscientes de que
vamos a gerar consequências que afetarão nossa vida de forma inexorável.

Portanto, posso dizer que se pode fazer tanto o bem como o mal através da
bruxaria; com poucas coisas, dependendo apenas do grau de conhecimento que
tenhamos sobre as leis que regem a Magia Sagrada.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 27


Epílogo
Para encerrar este pequeno presente, e dar meus agradecimentos à todos
aqueles que se inscreveram nesta lista de e-mail, para receber as novidades
sobre esta nova jornada em direção ao conhecimento que em breve estaremos
trilhando, lhes deixo as palavras do meu Amado Maestro Ratziel

Estas palavras explicam de uma forma simples os níveis aos quais podemos
chegar, se nos permitimos a oportunidade de estudar os Mistérios - ou mais
corretamente como meu Maestro diz: “... estudar as Estrelas!”

No Fio da Navalha
Imagem: Free – Alice Popkorn - CC

Meditar é encontrar a conexão entre as coisas, entre elas e os Seres, entre os


Seres e o Todo; é conhecer a essência intrínseca de tudo, de todos e do Todo; é
compreender a relação existente entre todas essas partes, é submergir-se na
Unidade.
É descobrir o porquê do lugar de cada coisa e colocar cada coisa em seu lugar; é
dar-lhe a tudo, a todos, sua dimensão exata no Todo.

Porém, encontrar essa conexão implica num ir cada vez mais a uma
consciência maior, é estar plenamente despert@s; mesmo quando entramos no
estado chamado sono.

O mais próximo que se conhece à essa consciência maior é a meditação na qual


nos submergimos por momentos mais ou menos extensos, sem perder a
percepção de nosso corpo, chegando a uma abstração temporal do entorno.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 28


No entanto, quanto maior se torna esta consciência, este conhecimento, mais
próximos estamos do Todo, de todos.

E cada vez as conexões tornam-


Imagem: Externsteine - Place of Power– Alice Popkorn - CC

se mais claras, chegando ao


ponto em que estamos em
permanente meditação, em
permanente conexão, sem
necessidade da abstração.

Enquanto dormimos nos


abstraímos não somente de
nosso entorno, como também de
nosso corpo.

Imagem: Bridge – Alice Popkorn - CC


Porém, quando a consciência
alcança determinado grau de
conexão, passamos a “não dormir”, pois a conexão é tão forte em todos os
níveis de nosso Ser que não dormimos; simplesmente nos abstraímos do
mundo, numa meditação mais profunda, sem perder a consciência, a conexão
com ele.

Isso faz com que ao acordar tenhamos uma sensação estranha de cansaço
mental, como se não tivéssemos dormido - e na realidade não o fizemos - pois
não conseguimos desconectar-nos totalmente como antes, da consciência
expandida.

É um estado de difícil adaptabilidade, pois à principio nossa parte física não


está habituada, o que pode provocar leves dores de cabeça e uma espécie de
sonolência constante.

Ao mesmo tempo, é como se estivéssemos padecendo de insônia; se nos


dispomos a dormir, nossa consciência continua tão lúcida como se tivéssemos
dormido varias horas.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 29


Inesperadamente em meio a

Imagem: The Angel of Light – Pareerica - CC


tudo isto, nos assalta o temor à
loucura, a loucura de ver tudo
com tanta clareza, e o medo de
perder-nos dentro dessa
claridade que nos atrai cada
vez mais; claridade da qual
precisamos como o ar que
respiramos, e sem a qual nada
faz sentido.

E assim, descobrimos que o


sentido de tudo é tão simples,
que basta pensar em algo e as
conexões sucedem-se de forma
espontânea, iluminando os
fatos com a Luz dessa clareza
que é a consciência maior, a
consciência expandida.

Essa linha pode levar-nos à


beira da loucura se não
mantemos um pé na pequena
consciência, na consciência
ordinária que é o
conhecimento das coisas
ordinárias, da ordem do dia a dia.

Do contrário podemos sucumbir sob o peso da consciência extraordinária, a


consciência fora do comum, fora da ordem estabelecida; a consciência do
significado das coisas e dos fatos por trás dessas coisas e desses fatos, o
significado dos Seres por trás desses Seres.

É como caminhar no fio da navalha. Se nos descuidamos, podemos cair numa


das duas consciências, e para quem conhece esse caminho, qualquer dessas
duas consciências, separada uma da outra, representa um perigo mortal.

Pois caindo na consciência ordinária nos perderíamos do Todo, e isso


significaria involuir - o que nos é insuportável - e fatalmente nos levaria ao
desespero, à imobilidade e consequentemente à perda do desejo de viver.

Caindo na consciência extraordinária nos perderíamos num mundo paralelo,


real e verdadeiro; porém separado de nosso entorno, de nós mesmos, e por
isso, como entes físicos, nos tornaríamos insanos.

O equilíbrio entre uma consciência e a outra fere nossos pés, pois esse
equilíbrio encontra-se num caminho tão fino, tão sutil como o fio de uma
navalha.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 30


Neste caminhar podem ocorrer duas coisas, se não conseguimos nos manter
nele: ou ser cortados, divididos ao meio no sentido vertical; ou cair inteiros em
uma das duas consciências; com a consequência própria de cada queda.

Imagem; The Passageway - Pareerica - CC


A única forma de não perder o equilíbrio é sermos tão leves como o Ar; que
flutua, que toca, mas não se apóia; que tudo trespassa, e é trespassado por
tudo.
E somente a absoluta pureza de coração, conjuntamente com um resgate total
da Alma, das memórias, do Karma, pode nos tornar Ar. Pode manter-nos como
Abel que nascemos, para não cairmos novamente na divisão, para que não
sejamos vitimados pela morte, que é o conceito da separação.

Nesta consciência consciente a Paz interior se faz presente; e tudo se torna uma
fonte inesgotável de aprendizado, de prazer em seu mais alto grau: o prazer da
conexão, o prazer da respiração da fragrante essência que exalam os Seres e as
coisas.

Esta consciência consciente é estar permanentemente desperto e


acompanhado, é desintegrar o fantasma da solidão, é desterrá-lo de nossa
existência para sempre, por sempre, Amém.

É não precisar dos outros, porque temos plena consciência de estar neles e de
que eles estão em nós; não precisar no sentido de não desesperar-nos por ter o
outro, porque somos nele e ele é em nós.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 31


É poder dar-se, entregar-se totalmente sem restrições, com absoluta confiança;
porque é como dar-nos e entregar-nos a nós mesmos; é saber que o outro não
pode e não quer nos lastimar, nos fazer dano, assim como nós não nos faríamos
dano; assim como não faríamos dano a ele.

É Poder Ser e Estar. É a felicidade plena que bate à nossa porta, e nos convida a
Viver numa comunhão de Almas, com todos, com o Todo.

É passar pelo outro e deixar que ele passe por mim; é trespassá-lo e trespassar-
me ao mesmo tempo; é envolver-se infinitamente com o Ser, com a essência do
outro; é uma dança Cósmica de inigualável beleza e comunhão; é a dança dos
Seres que se deslizam na Harmonia Universal, ao compasso da Sinfonia da
Graça.

Imagem; Looking For Space - Eddi 07 - CC

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 32


Imagem:. Guardian of the Inner Sanctuary – Alice Popkorn - CC

O Arco de Artêmis
Durante muito tempo, me foi sugerido que eu criasse uma escola de magia.
Essa escola finalmente nasce, sob a proteção da deusa Artêmis; e foi batizada
como "O Arco de Artêmis", em sua honra. Esse nome nos inspirará a encontrar
nosso verdadeiro destino e a atingir nossos objetivos.

O Arco de Artêmis é um espaço onde a sabedoria e as tradições mais antigas se


encontram com a modernidade das tecnologias e ferramentas da Internet. É
uma escola virtual, que poderá ser acessada de qualquer lugar do mundo, e
onde os alunos poderão aprender no seu próprio ritmo; além de conhecer e
interagir com os outros alunos de múltiplas formas.

O Que Você Encontrará Na Escola?


Vários cursos em diferentes tópicos e campos da espiritualidade
Mini-cursos
Conteúdo inédito, conceitos originais e tradições antigas
Informação de apoio
Espaços personalizados para cada aluno
Ferramentas diversas
Companheir@s de jornada
Atividades em grupo
Os alunos poderão fazer todos os cursos, utilizar todas as
funcionalidades disponíveis no site e participar de todas as atividades,
por uma mensalidade única.

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 33


Conheça a Verdade sobre a Bruxaria Antiga e a Wicca, e tudo aquilo que ainda
não havia sido escrito, através das Bruxas Ancestrais e do conhecimento que
elas nos legaram através das Linhagens Sagradas e sua descendência.

Você é um dess@s descendentes?

Saiba a resposta dessa pergunta e tudo relacionado com este mágico assunto, e
aprenda os segredos mais bem guardados da Criação, fazendo parte da mais
antiga, moderna e original Escola de Magia “O Arco de Artemis”; e descubra
assim o seu lugar no Cosmos, e a sua missão neste Universo Encantado.

A Mãe Terra, A Deusa, o Espera


Imagem: Deusa – Freeparking - CC

Pois...

A cada dois mil anos, a verdadeira essência da


Bruxaria
Ressurge dentro da Wicca,
Resgatando antigos e arcanos mistérios,
Que são o epicentro dos acontecimentos
Que darão origem à Nova Era.

Se você deseja entender, aprender e colaborar


Com esses acontecimentos,
Se acredita que esse é o seu destino,
Seja um dos Arqueir@s da Deusa Artêmis
Participando do Sagrado Círculo do Poder,
Nesta Escola de Magia.

A Escola de Magia “O Arco de Artêmis” dá boas vindas a


todos aqueles buscam o seu lugar no Cosmos, assim como
saber qual é a sua missão neste Universo Encantado.

D’nara Rocco
_________________________

O Arco de Artêmis entrará em funcionamento dia 1º de Junho de 2009.

_________________________

Para mais informação, visite:

Magia Bruxa

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 34


Imagem; Eye Spy- Pareerica - CC
Compartilhando o Conhecimento
Se você deseja compartilhar este material, por favor , em
lugar de compartilhar o manual em si, envie estes links às
pessoas que você acha que podem se interessar pelo
assunto:

Uma Nova Jornada se Inicia...


http://br.groups.yahoo.com/group/magiabruxa/
http://magiabruxa.info/

Dessa forma, a pessoa pode encontrar mais conteúdo


relacionado, e receber toda a informação pertinente.

O texto deste documento não pode ser reproduzido,


republicado ou redistribuído, sem licença prévia de sua
autora.

Para mais informação, entre em contato clicando aqui.


Obrigada!

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 35


Introdução à Bruxaria
Para os Iniciantes na Arte Antiga
Magia Bruxa

Copyright Debora Rocco


Todos os Direitos Reservados

Introdução à Bruxaria – Magia Bruxa Página 36