Você está na página 1de 103

DADOS DE COPYRIGHT

Sobre a obra:

A presente obra é disponibilizada pela equipe Le Livros e seus diversos parceiros, com o objetivo
de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos acadêmicos, bem como o simples teste
da qualidade da obra, com o fim exclusivo de compra futura.

É expressamente proibida e totalmente repudiável a venda, aluguel, ou quaisquer uso comercial do


presente conteúdo

Sobre nós:
O Le Livros e seus parceiros disponibilizam conteúdo de dominio publico e propriedade intelectual
de forma totalmente gratuita, por acreditar que o conhecimento e a educação devem ser acessíveis e
livres a toda e qualquer pessoa. Você pode encontrar mais obras em nosso site: LeLivros.site ou em
qualquer um dos sites parceiros apresentados neste link.

"Quando o mundo estiver unido na busca do conhecimento, e não mais lutando por dinheiro e
poder, então nossa sociedade poderá enfim evoluir a um novo nível."
Wicca
Feitiços e Encantos
Eddie Van Feu
Wicca: Feitiços e Encantamentos

Copyright © 2003 Eddie Van Feu

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte dessa obra pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma, ou por qualquer meio,
eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito,
exceto em casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas.

Direitos reservados
Editora Linhas Tortas
Rua Engenheiro Adel, 83/102
Rio de Janeiro - CEP: 20260-210
Tel: (21) 3872-4971

Endereço Eletrônico: linhastortas@alcateia.com


Site: www.linhastortas.com

Revisão:
Josephine Samuelle

Conselho Editorial:
Renato Rodrigues
Luciana Werneck
Ricky Nobre

Eventos e marketing:
Carlos Magno Rodrigues
Carlos Tavares

Visite nosso endereço no outro plano (o virtual): www.linhastortas.com


Índice

Introdução

Leia as Letras Miúdas

Feitiços, encantos e outros bichos

Encantamentos

Maldições

Macumba

O Poder das Palavras

Visualização

Atitude

Tabela Planetária

Palavras Mágicas

O Abracadabra

A Tábua de Esmeralda

Uma palavra forte

Salmos de Davi

Para uma boa viagem

Para ser articulado

Para afastar a tentação e controlar baixos instintos

Para fazer nascer o amor em alguém

Para saúde e vigor

Palavras de amor

As palavras mágicas celtas O OGAM

Varas de condão

Um Parshell de Samhain

O Olho de Brighid

RITUAIS PRÁTICOS Pó encantado de amor

Uma moeda para Branwen

Essência de amor

Perfume de amor
Feitiço de fertilidade

Para ganhar mais poder

Feitiço de amor

Feitiço para seu dinheiro crescer

Feitiço de prosperidade

Encanto para um desejo impossível

Outra para desejo difícil

Jarra encantada para trazer um amor de volta

Encanto da alegria

Encanto da Boa Sorte

Encanto da conquista

Feitiço de união

Sopro de amor

Encanto da dança mística

Encanto da harmonia

Encanto da prosperidade

Encanto das asas

Encanto das palavras mágicas

Encanto de proteção com a hematita

Encanto para saúde financeira

Feitiço da tranca

Feitiço de proteção

Feitiço de separação

Feitiço dos lobos

Feitiço dos sete passos

Mais um feitiço de amor

Feitiço dos sonhos proféticos

Glamoury

Cântico do glamoury

Filtro da verdade

Filtro dos sonhos

Filtro para novos amores

Perfume de amor
A garrafa da fartura

Falando de cristais...

Limpeza dos cristais

Outro método de limpeza dos cristais

Programando seu Cristal

Feitiço de reconciliação

Feitiço para ver o futuro amoroso

Feitiço para chamar o amor

O CALDEIRÃO

Qual o tempo mínimo para se iniciar?

Problemas de amor

Gata sumiu!

A única coisa que não muda é a mudança

Bibliografia
“Como celta, a nada me apego e nada rejeito. Tenho total liberdade de examinar fés e crenças,
extraindo a verdade de todas elas.”
Andy Baggott
Introdução
Olá! E depois de quatro Luas, cá estamos nós em volta da fogueira para falarmos de magia.
Controversa, ilusória, poderosa, real... Tem-se cada vez mais discutido a magia: se é efeito do poder
da mente, da vontade de deuses antigos, um sinal do fim dos tempos, mais uma moda pra vender
bagulhos, etc. etc. etc...

E você? Já chegou a uma conclusão sobre o que é a magia? Ou prefere viver o momento e
deixar as coisas sem explicação se explicarem sozinhas, quando derem na telha? Antes de sair
queimando os neurônios em busca de uma explicação, vamos esclarecer uma coisa: cada um terá seu
próprio conceito do que é “mágico” ou não. Algumas pessoas não estão preparadas para ver e ouvir
certas coisas, muito menos para entender (e isso nos inclui). É bom, portanto, que estejamos sempre
abertos a novas possibilidades e que não nos apeguemos a certos pontos de vista. O mundo muda e
nós também. Ficar preso numa afirmação é assumir uma rigidez que dificilmente ajuda.

Recentemente eu estava com uns amigos num churrasco, em que comemorávamos nossa
sobrevivência ao mês de julho, onde estivemos em vários eventos promovendo nosso trabalho. No
finalzinho, aproveitando o Marte Retrógrado, enveredamos numa discussão polêmica sobre a
influência do ambiente na personalidade de uma pessoa. O debate estava interessantíssimo, e
questões sobre a eficácia do Feng Shui e da influência das cores foram levantadas. Sobre o Feng
Shui, tínhamos dois discordantes que não acreditam, mas nunca chegaram a se aprofundar no assunto.
Mas quanto às cores, alguém concordou que deve funcionar, porque já ouviu em algum lugar que a
ciência comprovou a influência das cores sobre as pessoas.

Usamos as cores por séculos. A ciência um dia diz que é verdade. O que era tabu, ou simples
lenda, vira um fato (agora) comprovado. O Feng Shui é uma técnica chinesa milenar para harmonizar
ambientes, (mas) nunca (foi) comprovado cientificamente, logo não merece atenção. Não parece um
tanto limitador, ter que esperar que uma velha senhora confirme a existência de algo que já
conseguimos comprovar na prática?

Magos e bruxas não devem se fechar para a ciência. Ela não é uma inimiga, embora às vezes
seja uma vizinha muito antipática. É bom saber como as coisas acontecem. No meu ver, conhecer as
causas científicas que fazem um feitiço funcionar não invalidam o fato dele funcionar. Funciona, ué!
Então qual o problema?

Você vai se deparar com um monte de gente te chamando de ingênuo por acreditar em
crendices. Vai encontrar um outro tanto que acredita em mais coisas do que você. Não fique confuso.
Continue descobrindo a magia dentro e fora de você, sem tentar provar alguma coisa a alguém o
tempo todo. Isso cansa! Cada um tem o seu cada um, não force ninguém e não se sinta forçado a nada
também. Questionar é bom, mas se lhe dá mais dúvidas que certezas, relaxe um pouco mais.

Eu cresci num ambiente místico, com uma mãe espírita e um pai cético. Num colégio de freiras
que acenava com o inferno a qualquer um que não seguisse Jesus, eu mantive meus rituais
espontâneos na mais completa inocência. Recebi as vozes e aprendi a lidar com elas. Fui estudando e
aprendendo todas as magias que me eram apresentadas. Eu sentia a diferença das entidades
envolvidas e me identificava mais com algumas que com outras. Sei que ainda há muita coisa para
descobrir, mas me sinto feliz em saber que há algo mais, além do que podemos ver. O mistério que
incomoda tantos, não assusta bruxas e magos. Com certeza não assusta você. Quando desvendamos
esse véu, passamos a fazer parte deste mundo mágico. As pessoas nos olham diferente, vemos mais
do que a maioria... A questão sobre a ciência ou a crendice desaparece quando fazemos parte de tal
mundo. Sabemos o que funciona e o que não funciona. Numa primeira análise, já basta. Daqui a
algum tempo, a ciência poderá comprovar que algumas coisas, chamadas de crendices, tinham
realmente mérito. Até lá, a grande maioria de nós já morreu e reencarnou umas quatro vezes. Mas
muito provavelmente nunca deixamos de tomar o caminho secreto só porque ele não constava no
mapa oficial. Melhor pra gente! Já viu uma vista mais bonita do que a paisagem dessa estrada
mágica?

Eddie Van Feu


Leia as Letras Miúdas
Falamos de rituais e de festividades voltadas para as principais divindades da antiga religião
celta. Agora, vamos falar de feitiços e encantos. Nenhuma bruxa que se preze dispensa um bom
feitiço. Nenhum mago inteligente se nega a aprender um encantamento novo. A magia é um caminho
infinito, há muito a aprender em cada passo.

Mas é bom que você saiba o que esperar de feitiços e encantos. Eles são meios de atingir um
objetivo através da energia canalizada. O que é energia? A luz é energia. O calor é energia. A vida é
energia. A energia mágica que usamos é facilmente sentida, mas pouca gente consegue lidar com ela.
É como aprender a controlar o fogo para os homens das cavernas. Depois que se aprende, não se
consegue mais viver sem aquilo, mas até se descobrir como funciona... É um suadouro!

Com muito estudo e alguma prática, você vai aprender a lidar com a magia e a usar essa
energia incrível ao seu favor. A magia é um caminho para entrar em sintonia com o mundo e
conquistar seus objetivos. Tudo pode ser feito através da magia: amor, trabalho, saúde, beleza,
prosperidade, sorte... Não há limites para quem se atreve a levantar o véu do óbvio.

Mas há de se ter cuidado. Nada vem sem sua etiqueta de preço pendurada. Algumas coisas
trazem o preço à vista. Outras, pagamos à prazo. Outras ainda ficam penduradas no nosso crediário
karma (faça agora e pague na próxima vida). Mas o importante é pagar, ou algum segurança enorme
vai te barrar na saída e pedir satisfação pela cara-de-pau.

O preço cobrado pela magia é, basicamente, responsabilidade. Sim, para ser um mago, você
terá que ser honesto (e isso às vezes é difícil, especialmente quando emoções estão envolvidas). O
que você deseja tem um porquê? Ou é um simples capricho? Você quer mesmo aquele cargo? Ou só
quer vencer seus concorrentes e provar que é melhor que eles? Você quer mesmo aquela pessoa
específica como seu par? Ou apenas se sente só e deseja ser amado? Todos temos motivos para fazer
o que fazemos, até mesmo os psicopatas. Ser honesto com esses motivos é que é uma tarefa árdua.

Bom, quando não somos honestos, cometemos equívocos. Fazemos pedidos dos quais nos
arrependemos depois, provocamos uma série de infortúnios e acabamos presos num teatro vendo uma
peça de Gerald Thomas, nos perguntando o que fizemos para merecer esse castigo. O preço é o
preço. Não interessa se você não viu a etiqueta pendurada, ou se achou que era um brinde. Passe pela
porta sem pagar e o segurança vai atrás de você e ponto final. Não existe impunidade. Nem jeitinho...

Por isso é importante que você analise muito bem o que vai fazer. Seja sábio. É sua obrigação.
Quando você descobrir o que realmente quer, poderá formular seu pedido com mais coerência e
realizar o feitiço adequado. Lembra quando falamos dos florais de Bach? Os florais tratam a causa,
enquanto os remédios químicos tratam o efeito. Uma pessoa com insônia pode se entupir de
tranqüilizantes para conseguir dormir, ou pode ir fundo em sua alma e descobrir o que faz com que
seu corpo se recuse a dormir. A magia atenderá seus pedidos. Se você não souber o que quer e usar a
magia para seus primeiros instintos, sua vida vai virar uma bagunça. O vento não sopra na direção de
quem não sabe pra onde vai.

Outra coisa: muita gente se ilude com a magia achando que vai montar numa vassoura e sair
voando por aí, jogar bolas de fogo e ser o foco de grandes efeitos especiais. A magia da série
Charmed, por exemplo, são encantadoras, mas não representam a realidade da magia. O mesmo
acontece com as bruxas de Buffy, Angel e uma penca de outros filmes de TV e cinema que dão sua
cota de exagero à magia. Lembre-se de que é entretenimento. O efeito visual deve ser passado para o
espectador, não quer dizer que seja sempre daquele jeito.

Sempre acreditei na magia natural. Ela é simples e eficaz, mas não demonstra grandes efeitos
visuais. Você vai lá, prepara um pozinho, vê os efeitos práticos e fica feliz. Nos rituais mais
elaborados que fiz, percebi efeitos físicos: sons de passos, respiração, vultos, chamas que se erguem
inexplicavelmente a quase meio metro da vela e até música. Mas tudo me pareceu natural. Para
algumas pessoas era motivo pra sair correndo, gritando pela casa. Pra mim, era apenas um ritual.
Outros magos e bruxos muito poderosos são capazes de verdadeiros prodígios de efeitos visuais,
como provocar tempestades de raios, voar e ficar invisível, mas não esses são Bruxos com B
maiúsculo, como São Patrício e São Cipriano. Não espere chegar a esse nível em pouco tempo.
Acostume-se com efeitos mais modestos e, conforme você crescer na magia e seu poder aumentar, um
dia você poderá provocar uma tempestade de raios.

Um último recado antes de adentrarmos no mundo dos feitiços e encantamentos. Algumas


pessoas tem mais poder que outras, ou tem seu poder mais desperto que outras. Assim, não tente se
comparar com outra pessoa que conheça. Você é único e seu ritmo é só seu. Algumas pessoas tem
poder mágico e podem alcançar um objetivo com um simples pensamento. Um sinal das pessoas que
tem esse dom/maldição é a dupla linha de Mercúrio. Mentalizações feitas por essas pessoas farão as
duas linhas de Mercúrio ficarem vermelhas. A dupla linha de Mercúrio se localiza na palma da mão
e segue a direção do dedo de Mercúrio (o mindinho). Nem todos a possuem, então não fique
preocupado se não a tiver. É bem possível que assim que você começar a trabalhar a magia e a
mentalização, ela venha a aparecer.

Eu falei que isso era um dom/maldição por um motivo. Pessoas com dupla linha de Mercúrio
TÊM que vigiar seus pensamentos. Tudo o que elas pensarem será encarado como ordem e o
Universo conspirará para atender a esta ordem. Então, pensar num assalto, na fome, na pobreza, tudo
isso se reverterá contra a pessoa. Isso na melhor das hipóteses.

Uma vez eu estava aguardando numa sala com outras pessoas para um trabalho de figuração. Eu
fazia uns bicos em TV pra descolar uns trocados, pra ir ao cinema e comprar livros e era até
divertido. Uma colega estava conversando comigo e eu estava distraída mexendo num chaveirinho de
uma bolsa próxima. O chaveirinho era um bagulhete de plástico que parecia ter um laço que eu, sem
prestar atenção, desfiz. O dono da bolsa era um velho que estava observando o tempo todo,
percebendo que eu ia estragar o troço. Depois que eu estraguei, ele exigiu que eu consertasse e é
claro que eu não consegui. A sala devia ter uma 12 ou 15 pessoas e todos pararam para ver a cena.
Eu morri de vergonha e me ofereci pra comprar outro, mas o homem estava uma fera e me deu uma
tremenda bronca sobre mexer no que não me pertencia.

Nessa hora, a vergonha passou e eu fiquei muito brava. Se ele estava vendo o tempo todo,
então porque não tirou o troço da minha mão? Um rapaz chegou perto de mim e disse:

- Liga não! Esse cara é grosso com todo mundo! Não sei porque ainda chamam ele.

Então tinha precedentes??! Que cretino!!! Ele me humilhou de propósito, sei lá por quê e eu
não tinha conseguido responder. O meu ódio cresceu e eu desejei que algo terrível acontecesse. Eu
olhei pra ele que nesse momento, caiu no chão, estrebuchando. As pessoas correram pra acudir e eu
não me mexi. Fiquei ali, olhando pra ele tremendo e babando no chão. Então eu ouvi uma voz dizer
pra parar com aquilo e me distraí. Nessa hora, ele voltou ao normal. Era um ataque epilético, mal
que ele sofria. As pessoas da sala estava olhando meio assustadas, olhando pra mim e eu me toquei
de que podiam achar que eu tive alguma coisa a ver com aquilo. Eu achava que não, mas percebi que
não havia ninguém ao meu lado naquele momento. Então, quem tinha dito pra parar? Fiquei bolada.
Pode ser que ele tivesse um ataque comigo ou “sem migo” ali. Ou pode ser que eu tivesse dado um
empurrãozinho. Fiquei com um tremendo remorso e só fui descobrir essa parada da linha de
Mercúrio, alguns anos depois, quando fiz o curso de quiromancia. Percebi que muitas vezes utilizei
poderes mágicos, rituais ou não, contra pessoas que me incomodavam ou que eu julgava estarem no
meu caminho. Passei a ficar mais atenta e tenho sido bem cuidadosa. É imperdoável para uma bruxa
usar seus poderes levianamente. Não se subestime e faça a coisa certa, mesmo que na hora seu
temperamento diga o contrário. Não vale o preço.
Feitiços, encantos e outros bichos
Antes de tudo...

...Vamos tirar umas dúvidas.

Nesta edição da Série Wicca, iremos aprender um pouco mais sobre feitiços e encantamentos,
elementos imprescindíveis na vida de um bruxo. Muita gente fica meio perdida quando se fala de
encantos e feitiços. Alguns ficam com medo de ser macumba. Outros acham que é simpatia e não tem
valor. Então vamos entender melhor o que é um encantamento pra começar direito.

Simpatia

Simpatia é como chamam a magia popular, passada verbalmente de geração em geração.


Algumas são corruptelas de feitiços muito antigos, outras permanecem em essência como magias
poderosas.

É perfeitamente possível transformar uma simples simpatia em uma magia eficaz. Se você tiver
um conhecimento razoável de magia, saberá que tipo de artifício ajudará o feitiço a funcionar, como
melhores horários, dias, tipos de cristais e cores de vela.

Feitiços

São magias feitas com elementos, na maioria naturais, para atingir um objetivo. A magia
tradicionalista nunca aprovou a magia popular e taxa qualquer um que se utilize dela como feiticeiro,
um termo pejorativo utilizado pelos magos iniciados da Alta Magia. Feitiços podem ser
manipulativos ou não manipulativos.

Feitiço não manipulativo

É um feitiço com elementos naturais que simbolizam o que você deseja alcançar. A fabricação
de amuletos e talismãs se inclui na categoria feitiços e seus objetivos não devem interferir na vontade
alheia. Elementos comuns em feitiços são: velas, ervas, cristais, essências, agulhas e linha.

Feitiço manipulativo

É quando você enfeitiça alguém em especial. Isso acontece ao usarmos elementos ligados a
essa pessoa, como fios de cabelo, unhas, roupas, assinatura ou simplesmente o nome completo dela.
Feitiços manipulativos são contra-indicados por magos e bruxas experientes, e são, no entanto, os
mais procurados pelos novatos. Isso acontece porque os sentimentos para os jovens são maiores do
que o conhecimento do risco que correm quando fazem um feitiço desse tipo. Quando um jovem está
apaixonado, ele acredita que pode mover o mundo para conquistar seu amor. Quando ele tem um
desafeto, crê que pode matá-lo com um simples olhar fulminante. Na adolescência, tudo é
superlativo. Daí o uso indiscriminado de feitiços manipulativos por parte dos maIs jovens.

Um feitiço manipulativo interfere no direito primordial de todo ser humano: o livre arbítrio.
Quando você gira a energia mágica do universo para uma pessoa em especial, obrigando-a a te amar,
por exemplo, você interferiu na vontade dela. Além de ser muito pouco polido não confiar na Deusa
que só quer o seu bem e poderia escolher um caminho melhor, foi cometido um ato grave. O que
acontece em seguida é algo parecido com os desejos de Brandon Fraser nas mãos de Elizabeth
Hurley em Endiabrado. Algo sempre acontece para estragar tudo.
Nos feitiços manipulativos de amor, por exemplo, a pessoa que enfeitiçou perde o interesse
pelo enfeitiçado, ou o enfeitiçado se torna um zumbi, uma pessoa sem vontade, sem ânimo, totalmente
dominada.

Recentemente eu me encontrei com um velho amigo. Extrovertido, ele estava sempre alegre e
falante, rindo e falando coisas engraçadas. Nesse encontro recente, ele estava magro, branco, de
olhos fundos e nem sorriu ao me cumprimentar. Ele estava muito esquisito, todo vestido de preto,
parecia um urubu. Nada a ver com a pessoa que eu conheci, tanto que demorei para reconhecê-lo. Ele
me apresentou à esposa. Quando o conheci, ele não era casado, namorava uma menina linda e alegre
há um ou dois anos, se não me engano. A esposa era outra, apagada e sem nenhum encanto. Nos
cumprimentamos e ele disse que se conheceram, namoraram e casaram em poucos meses. Muito
estranho...

Pode ter sido fruto do cansaço, ou ele estava se recuperando de uma gripe forte, mas meus
olhos de bruxa detectaram uma magia poderosa ali. Algo como um médico vendo os sintomas claros
de uma doença, sabe? O mais interessante é que outras pessoas que não são bruxas perceberam a
mesma coisa, antes mesmo que eu falasse. Não foi o primeiro casal que eu vi naquela situação, muito
pelo contrário. Já vi muitas pessoas caírem na teia de um feitiço desesperado de amor, acreditando
que é o único caminho. O resultado é uma relação sem sal, sem açúcar, sem gosto e sem graça.
Feitiços manipulativos também não duram. O amor verdadeiro é uma magia muito mais poderosa e
quando ele pintar na área, vai jogar todo o trabalho do bruxo por água abaixo. Por isso, amiguinho,
ouça a Tia Van: fuja dos feitiços de amor manipulativos, mesmo que você acredite que é o único
caminho. Tenha um pouco de confiança. As forças com que você está lidando são sábias e
reconhecem o que é melhor para você. É preferível fazer um feitiço não manipulativo para atrair o
amor do que um manipulativo para atrair um amante.
Encantamentos

Encantamentos são mini-rituais que se utilizam de palavras para emprestar poder a um objeto,
provocar atração de uma situação ou proteção em outra. Quando se diz que um objeto está encantado,
ele recebeu determinadas ordens do mago ou da bruxa para cumprir determinada função. Em geral,
são funções benéficas. Se forem funções maléficas (negativas), são maldições.
Maldições

São palavras de ordem para a destruição de algo ou alguém. Magos e bruxas de todas as linhas
têm um grande poder para lançar maldições, o que é um lembrete para que tenham cuidado extra com
as palavras que saem de sua boca.
Macumba

Chamada nos Estados Unidos de santeria, é a magia de origem afro-brasileira (umbanda,


candomblé e quimbanda). Extremamente poderosa, e se utiliza de espíritos da natureza (Ogum,
Iemanjá, Oxossi, dentre outros)... Elementais e espíritos desencarnados direcionados para alcançar
determinados objetivos. Costuma-se dizer que a macumba é a religião mais democrática que existe,
pois todo mundo acaba indo parar lá. Os sacerdotes das religiões afro-brasileiras são chamados pai
e mãe de santo e têm o poder de vidência, ativado através do jogo de búzios (às vezes, cartas
também). Há uma poderosa hierarquia e trabalhos costumam sair caros, o que acaba espantando
algumas pessoas. Para o leigo que pouco entende, qualquer feitiço é chamado de macumba, mas a
macumba na verdade é um instrumento musical. Para o entendimento comum (mesmo que
equivocado), é um tipo de feitiço (também chamado trabalho), típico destas religiões.
O Poder das Palavras

As pessoas não têm a menor idéia do poder que possuem com as palavras. Você, como um
iniciado, tem obrigação de prestar atenção no que fala, pois magos e bruxas têm um poder enorme em
tudo o que fazem. Algumas palavras são mágicas por essência, outras têm mais poder em sua língua
natal, mas nada será mais poderoso do que uma ordem direta ao cosmo vinda da boca de alguém com
carga mágica. Cuidado com tudo o que você fala, mesmo em situações triviais (“Tomara que fulano
morra”, “Não tenho dinheiro”, “Sou um miserável”, “Ninguém me quer”, “Sou tão infeliz...”). Vigie-
se 24 horas por dia e engula qualquer coisa que possa prejudicá-lo ou a outras pessoas. Pode parecer
cansativo no início, mas logo você se acostuma e é um pequeno preço a pagar pelo poder que você
recebeu.
Visualização

Faz parte de todo processo mágico. Interessante que a visualização é um método eficaz de
controle do subconsciente tão corrente nos livros de auto-ajuda (veja os livros do Dr. Joseph Murphy
e Lair Ribeiro). A visualização é super importante na magia, embora feitiços funcionem sem ela.
Treinar a visualização, fortalece a situação desejada no plano astral e manda uma mensagem visual
para os seres do mundo encantado (e sabe como é, uma imagem vale mais que mil palavras).
Atitude

Evite agir contra a magia que você praticou. Muita gente faz magia para arranjar um emprego,
mas sai de casa na certeza de que tudo é muito difícil e que nada vai dar certo. Ou sai de casa com
medo de haver candidatos melhores. Seu medo é tão poderoso que provoca imagens do que você
mais teme e as projeta para o reino mágico. Assim, seu feitiço acaba perdendo poder e você atrai
para si o que mais teme. Se você está fazendo feitiços para prosperidade, não fique contando
mendigarias. Se você for mesquinho e agir como se cada palito na sua vida valesse ouro, o feitiço
vai atrair dinheiro e ele vai embora tão depressa quanto entrou. Sua atitude deve conferir com o que
você deseja. Se você deseja possuir beleza, cuide-se e sinta-se belo. Se você deseja atrair o amor,
pare de pensar que ninguém vai se interessar por você. Pare de se concentrar nos seus defeitos,
concentre-se nas suas qualidades. Se deseja ser próspero, não seja mesquinho e sovina. Fazer um
feitiço é simples. Mantê-lo é que é o problema.
Tabela Planetária

Todos os seus rituais devem seguir a tabela planetária para uma melhor eficácia. Veja a seguir
os planetas que regem as horas e dias da semana e do ano.

É comum que se use a tabela cabalística dos anjos de acordo com suas especialidades. Como
sigo a linha angélica, costumo muito usar essa tabela, aliada à tabela dos planetas. Alguns wiccanos
se utilizam das deidades do dia para realizar seus rituais, mas dentre todas, a tabela dos planetas é a
mais utilizada.

Sua consulta é muito simples. Você precisa saber quais as influências que cada planeta exerce e
consultar as horas e dias de acordo com a intenção de seu ritual ou encantamento. Saber a influência
dos planetas em seu mapa astral também pode ajudar, mas não é tão necessário.

Sol

Influencia fama, fortuna, brilho pessoal, prosperidade e sucesso.

Lua

Vidência, sensibilidade, sonhos, coisas ocultas, viagens e mudanças (não definitivas).

Marte

Lutas, batalhas judiciais, conquistas, coragem, força e ousadia.

Mercúrio

Assuntos da mente, intelectualidade, resolução de enigmas, estudos e projetos. Mercúrio rege


as coisas escritas, o mundo editorial e literário.

Júpiter

Assuntos financeiros, novos negócios, novos projetos e empresas.

Vênus

Amor, afeição, uniões, casamentos e arte.

Saturno

Saturno rege tudo o que tiver natureza durável e responsável. Compra de casa ou terras,
construções e coisas de resultado a longo prazo.

Domingo: Sol

Horas do dia

07h – Sol
08h – Vênus
09h – Mercúrio
10h – Lua
11h – Saturno
12h – Júpiter
13h – Marte
14h – Sol
15h – Vênus
16h – Mercúrio
17h – Lua
18h – Saturno

Horas da noite

19h – Júpiter
20h – Marte
21h – Sol
22h – Vênus
23h – Mercúrio
24h – Lua
01h – Saturno
02h – Júpiter
03h – Marte
04h – Sol
05h – Vênus
06h – Mercúrio

Segunda-feira – Lua

Horas do dia

07h – Lua
08h – Saturno
09h – Júpiter
10h – Marte
11h – Sol
12h – Vênus
13h – Mercúrio
14h – Lua
15h – Saturno
16h – Júpiter
17h – Marte
18h – Sol

Horas da noite

19h – Vênus
20h – Mercúrio
21h – Lua
22h – Saturno
23h – Júpiter
24h – Marte
01h – Sol
02h – Vênus
03h – Mercúrio
04h – Lua
05h – Saturno
06h – Júpiter

Terça-feira – Marte

Horas do dia

07h – Marte
08h – Sol
09h – Vênus
10h – Mercúrio
11h – Lua
12h – Saturno
13h – Júpiter
14h – Marte
15h – Sol
16h – Vênus
17h – Mercúrio
18h – Lua

Horas da noite

19h – Saturno
20h – Júpiter
21h – Marte
22h – Sol
23h – Vênus
24h – Mercúrio
01h – Lua
02h – Saturno
03h – Júpiter
04h – Marte
05h – Sol
06h – Vênus

Quarta-feira – Mercúrio

Horas do dia

07h – Mercúrio
08h – Lua
09h – Saturno
10h – Júpiter
11h – Marte
12h – Sol
13h – Vênus
14h – Mercúrio
15h – Lua
16h – Saturno
17h – Júpiter
18h – Marte

Horas da noite

19h – Sol
20h – Vênus
21h – Mercúrio
22h – Lua
23h – Saturno
24h – Júpiter
01h – Marte
02h – Sol
03h – Vênus
04h – Mercúrio
05h – Lua
06h – Saturno
Quinta-feira – Júpiter

Horas do dia

07h – Júpiter
08h – Marte
09h – Sol
10h – Vênus
11h – Mercúrio
12h – Lua
13h – Saturno
14h – Júpiter
15h – Marte
16h – Sol
17h – Vênus
18h – Mercúrio

Horas da noite

19h – Lua
20h – Saturno
21h – Júpiter
22h – Marte
23h – Sol
24h – Vênus
01h – Mercúrio
02h – Lua
03h – Saturno
04h – Júpiter
05h – Marte
06h – Sol

Sexta-feira – Vênus

Horas do dia

07h – Vênus
08h – Mercúrio
09h – Lua
10h – Saturno
11h – Júpiter
12h – Marte
13h – Sol
14h – Vênus
15h – Mercúrio
16h – Lua
17h – Saturno
18h – Júpiter

Horas da noite

19h – Marte
20h – Sol
21h – Vênus
22h – Mercúrio
23h – Lua
24h – Saturno
01h – Júpiter
02h – Marte
03h – Sol
04h – Vênus
05h – Mercúrio
06h – Lua

Sábado – Saturno

Horas do dia

07h – Saturno
08h – Júpiter
09h – Marte
10h – Sol
11h – Vênus
12h – Mercúrio
13h – Lua
14h – Saturno
15h – Júpiter
16h – Marte
17h – Sol
18h – Vênus

Horas da noite

19h – Mercúrio
20h – Lua
21h – Saturno
22h – Júpiter
23h – Marte
24h – Sol
01h – Vênus
02h – Mercúrio
03h – Lua
04h – Saturno
05h – Júpiter
06h – Marte
Palavras Mágicas
A maioria das pessoas subestima o poder das palavras. Se na vida já é imprescindível dar
valor a elas, na magia é muito mais. Nada mais poderoso que uma palavra mágica.

Algumas palavras abrem canais, portas e fendas entre este mundo e outros. Outras funcionam
como um gatilho, ativando um feitiço como se dispara uma arma. Algumas são tão poderosas que
basta que mentalizemos e os efeitos já são sentidos. Poéticas, líricas, fortes, as palavras mágicas
devem fazer parte de sua vida e, mais do que isso, devem estar sempre à mão (ou à mente) para uma
emergência.

A seguir, dou algumas palavras mágicas poderosas de diversas correntes mágicas que podem
ser usadas por magos e bruxas de toda espécie. Lembro mais uma vez que a maioria dessas palavras
não são de origem celta, ou mesmo da wicca ortodoxa. São palavras usadas há milênios por magos e
feiticeiros e passadas através de grimórios e antigos livros de magia, através dos tempos. Os celtas
nos deixaram muito pouco de sua magia. O que sabemos é muito pouco, fruto de testemunhos de
estrangeiros e, se tinham palavras mágicas, elas sobreviveram apenas no coração das almas que
viveram aquele tempo e em raríssimos documentos datados de tempos antes de Cristo.
O Abracadabra

Em Harry Potter, vemos um feitiço mortal chamado Avada Kedavra, um dos três feitiços mais
mortais conhecidos como Maldições Imperdoáveis. No universo criado pela escritora J. K. Rowling,
se um mago a utilizar contra um humano, pode ir parar em Azkaban. Foi o feitiço que matou Cedrico
Diggory e os pais de Harry, que, por sinal, foi o único que sobreviveu ao Avada Kedavra.

O nome do feitiço inventado por Rowling vem de uma frase do aramaico, uma antiga língua do
Oriente Médio, abhadda kedhabra, que quer dizer “desapareça como essa palavra”. Era utilizada por
antigos bruxos em feitiços de cura. Nunca se ouviu dizer que tenha sido utilizada em feitiços de
destruição. Outra versão diz que a palavra veio da expressão hebraica abreg ad hàbra, que significa:
arremessa teu raio até a morte.

Em hebraico, a expressão possui nove letras e a letra alef sobre a linha esquerda do triângulo
representa um papel mágico pela sua repetição nove vezes.

O médico romano Quintus Serenus Sammonicus que viveu em 200 a.C., a utilizava para baixar
a febre de seus pacientes. Sua receita prescrevia escrever a palavra onze vezes, retirando uma letra
por vez, assim:
O papel era então amarrado ao pescoço do paciente por nove dias, quando era jogado por cima
do ombro em um rio que corria pelo Leste. A febre desapareceria com a tinta lavada pela água. Esse
feitiço foi usado amplamente contra a Peste Negra e a tradição de se jogar algo que não se quer mais
por cima do ombro permanece até hoje em diversas formas de magia popular. O fato é que depois de
nove dias, era bem provável que a febre já tivesse desaparecido por conta própria. Se o feitiço tinha
alguma coisa a ver com isso, não podemos ter certeza, mas podemos imaginar que, com certeza,
influía na mente do paciente e em seu estado de espírito, dando-lhe esperança e certeza de uma cura e
combatendo o desânimo e o sentimento de que nada podia ser feito, a não ser esperar a morte.

Hoje, a palavra virou fala de mágicos de palco, mas foi bastante popular nos tempos antigos,
sendo usada por toda a Idade Média. Porém, quem conhecer seu significado secreto, pode usar seus
poderes ocultos a seu favor, conseguindo proteção contra todo o mal ou dispersando energias
negativas que estejam atrapalhando. A disposição triangular do amuleto atrai o mal e o precipita para
um abismo, cuja volta beira o impossível. Imagine que essa figura é tridimensional. Este aparente
triângulo se transformaria num funil, cujo poder mágico atrai as forças negativas e as joga para baixo.
A Tábua de Esmeralda

A Tábua de Esmeralda é uma das principais claves utilizadas para iniciar uma operação
mágica. De grande poder e significado oculto, deve-se meditar sobre suas palavras por longos
períodos, até que a luz do conhecimento se acenda sobre nossas cabecinhas de ovo. Particularmente,
eu gosto muito de usar essa clave para meus rituais e gosto da energia que ela transmite. Segue a
Tábua de Esmeralda retirada do meu livro favorito de magia, o Formulário da Alta Magia, do Mestre
Piobb, que já me acompanha há dez anos.

1. É verdade, sem mentira, muito verdadeiro.


2. O que está embaixo é como o que está no alto, e o que está no alto é como o que está
embaixo, para produzir os milagres de uma só coisa.
3. E como todas as coisas tem sido e são vindas de um, assim todas as coisas nasceram dessa
coisa única, por adaptação.
4. O Sol é o pai, a Lua é a mãe, o vento a carregou em seu ventre e a terra é sua nutriz.
5. O pai de toda a Telema está por aqui: sua força está inteira, se ela é convertida em terra.
6. Tu separarás a Terra do Fogo, o sutil do espesso, docemente, com grande desvelo.
7 .Ele se eleva da terra ao céu e desce novamente sobre a terra e recebe a força das coisas
superiores e inferiores.
8. Por este meio, tu terás toda a glória do mundo e toda a obscuridade se afastará de ti.
9. É a força forte de toda força, porque ela vencerá toda coisa sutil e penetrará toda coisa
sólida.
10. Assim foi criado o universo.
11. Disto serão e sairão inumeráveis adaptações, das quais o meio está aqui.
12. Eis porque fui chamado Hermes Trismegisto, tendo as três partes da filosofia do mundo.
13. O que eu disse da operação do Sol está cumprido e terminado.
Uma palavra forte

Esse encanto simples eu aprendi com uma bruxa que trabalhava com cristais. A partir do final
do ano e até o dia 06 de janeiro, despeça-se das pessoas com a palavra “Prosperidade”. Fiquei
bastante impressionada como esse ato simples, praticamente uma gentileza, pode atrair a boa fortuna
durante o ano todo.
Salmos de Davi

Chamadas na Alta Magia de orações propiciatórias, estes Salmos foram utilizados por magos e
bruxas por centenas de anos e são de grande poder. Acredita-se que devem ser pronunciadas em seu
idioma original (hebraico), mas o latim também é permitido. Jamais em grego ou outra língua. As
instruções estão fiéis às antigas tradições, assim como o Salmo em si.
Para uma boa viagem

O Salmo XVI deve ser dito nove vezes e levado sob a axila esquerda. A Inteligência que lhe é
própria é Scema.

Exaudi, Domine, justitiam meam.


Para ser articulado

O Salmo XVIII deve ser dito sete vezes sobre uma taça cheia de vinho, ao nascer do Sol de
uma quarta ou sexta-feira. A Inteligência que lhe é própria é Mechel.

Coeli, enarrant gloriam Dei.


Para afastar a tentação e controlar baixos instintos

O Salmo XXXII deve ser dito três vezes, sendo a primeira pela manhã, a segunda ao meio-dia
e a terceira à tarde, postando-se acima de uma taça de óleo. A Inteligência que lhe é própria é Iola.

Exultate, justi, in Domino.


Para fazer nascer o amor em alguém

O Salmo XLIII é muito poderoso e deve ser dito toda sexta-feira, assim que se acordar. Se
possível, tente tocar a pessoa, mesmo que brevemente, nesse mesmo dia. A Inteligência que lhe é
própria é Se-Fava.

Deus, auribus nostris audivimus.


Para saúde e vigor

O Salmo LX deve ser pronunciado às segundas e aos domingos, pela manhã. Segundo as
antigas tradições, deve ser escrito numa pele de urso e envolto num tecido novo. Eu, na minha
humilde ignorância, acredito que um pergaminho virgem (ou seja, um papel em branco), já resolve o
problema. A Inteligência que lhe é própria é Fevel (não confundir com Fievel, o ratinho).

Exaudi, Deus, deprecationem meam.


Palavras de amor

Encantamentos de amor são muito procurados e este é um encanto muito antigo e consta nos
mais velhos grimórios. Se a intenção for o inverso (ou seja, ódio), basta inverter usando termos
contrários, porque “o que está em cima é como o que está embaixo”. Ah, sim! Nem preciso dizer que
este é um encanto manipulativo, uma vez que pede o nome de uma outra pessoa que não tem a menor
idéia do que você está fazendo.

“Que fulano seja unido à fulana, da mesma forma como o Fogo, o Ar e a Água estão unidos
à Terra, e que o espírito de fulano seja estimulado por fulana, como o raio de Sol estimula a luz do
Mundo e de suas virtudes, e que ele componha fulana em suas obras, no objetivo de fulana, da
mesma forma que o céu é composto pelas estrelas e uma árvore por seus frutos. E colocai o
espírito, alto e sublime de fulano sobre o espírito de fulana, como a água sobre a terra. E fazei
que o dito fulano não tenha poder para comer, beber, caminha nem alegrar-se sem fulana.”
As palavras mágicas celtas O OGAM

Originado na Bretanha (calcula-se que foi em 2200 a.C.), o ogam era um alfabeto céltico usado
pelos druidas em magias, adivinhações, comunicações com o invisível e em inscrições. Muito do que
se sabe hoje dos celtas veio de inscrições em pedras memoriais e de um manuscrito do século XV, O
Livro de Ballymote, que prosseguiu com essas antigas tradições.

Segundo o Livro de Ballymote, o ogam surgiu na ilha de Hybernia, habitada pelos escoceses na
época de Breass, filho de Elathan, rei de toda a Irlanda. Ogma MacElathan era um especialista em
dialetos e poesia e inventou o ogam, um dialeto composto de sinais de uma fala secreta conhecida
apenas pelos eruditos e fora do alcance das pessoas comuns (e pobres). A casca de vidoeiro era o
pergaminho usado e dada a Lugh, filho de Etlem.

A palavra escrita era extremamente rara entre os celtas, não porque não soubessem usá-la, mas
por conhecerem seu profundo poder. A escrita era feita da esquerda para a direita ou de cima para
baixo e eles acreditavam que as palavras que possuíam a mesma letra inicial tinham uma ligação
mágica. Cada uma das letras do ogam era representada por uma árvore, uma profissão ou um pássaro,
sendo que algumas árvores eram na verdade plantas. Era muito complicado! Para os wiccanos, resta
estudar cada árvore e simbolismo de cada letra para utilizar o alfabeto tanto para compor
encantamentos, quanto para escolher um nome mágico para si mesmo ou para seus objetos
encantados. Veja a tabelinha (na página anterior) e depois alguns detalhes de cada letra do ogam.

Beth
Letra B
Pássaro: faisão (Besan)
Árvore: vidoeiro (Beth)
Cor: branco (Ban)
Significado original: Deusa Mãe, renovação, purificação
Valor numerológico: 8

Luis
Letra L
Pássaro: pato (Lachan)
Árvore: sorveira brava (Luis)
Cor: cinza (Liath)
Significado original: chama, proteção contra ataques psíquicos
Valor numerológico: 7

Fear
Letra F
Pássaro: gaivota (Faelin)
Árvore: amieiro (Fearn)
Cor: carmesim (Flann)
Significado original: sangue, libertar a terra da água, fogo
Valor numerológico: 8

Saille
Letra S
Pássaro: falcão (Seg)
Árvore: salgueiro (Saille)
Cor: fogo
Significado original: luz, harmonia, crescimento, renascimento
Valor numerológico: 22

Nion
Letra N
Pássaro: narceja (Naescu)
Árvore: freixo (Nion)
Cor: transparente (Necht)
Significado original: renascimento, ligação com os mundos superiores e inferiores.
Valor numerológico: 7
Huath
Letra H
Pássaro: corvo noturno (Hadaig)
Árvore: pilriteiro (Huath)
Cor: espinho (Huat)
Significado original: sexualidade e o aspecto da anciã na tríplice deusa
Valor numerológico: 22

Nuir
Letra D
Pássaro: cambaxirra (Droen)
Árvore: carvalho (Nuir)
Cor: preto (Dub)
Significado original: pleno verão, druida, porta.
Valor numerológico: 7

Tinne
Letra T
Pássaro: estorninho (Truith)
Árvore: azevinho (Tinne)
Cor: cinza escuro (Temen)
Significado original: fogo, paternidade, intrepidez.
Valor numerológico: 8

Coll
Letra C
Pássaro: grou (Corr)
Árvore: aveleira
Cor: marrom (Cron)
Significado original: sabedoria, advinhação.
Valor numerológico: 6

Quert
Letra Q
Pássaro: galinha (Querc)
Árvore: macieira
Cor: cor de camundongo (Quair)
Significado original: renascimento, eternidade.
Valor numerológico: 9

Muin
Letra M
Pássaro: chapim (Mintan)
Árvore: matizado (Mbracht)
Cor: branco (Ban)
Significado original: assimilação, reunião, aprendizado.
Valor numerológico: 3

Gort
Letra G
Pássaro: cisne (Geis)
Árvore: hera (Gort)
Cor: azul (gorm)
Significado original: colheita inadequada, escassez, vinho, sonhos e visões proféticas.
Valor numerológico: 6

Ngetal
Letra Ng
Pássaro: ganso (Ngeigh)
Árvore: bambu (Ngetal)
Cor: verde (Nglas)
Significado original: a palavra escrito, preservação.
Valor numerológico: 5

Straiff
Letra St
Pássaro: tordo (Stmolach)
Árvore: ameixeira brava (Satraif)
Cor: brilhante (Sorcha)
Significado original: autoridade espiritual
Valor numerológico: 1

Ruis
Letra R
Pássaro: gralha (rochat)
Árvore: sabugueiro (Ruis)
Cor: vermelho sangue (Ruadh)
Significado original: sagrado para o ancião, eternidade.
Valor numerológico: 22

Ailm
Letra A
Pássaro: ventoinha (Aidhircleog)
Árvore: olmo (Ailm)
Cor: malhado (Alad)
Significado original: cura, previsão, elevar-se acima da adversidade.
Valor numerológico: 8

Onn
Letra O
Pássaro: cormorão (odoroscrach)
Árvore: tojo (Onn)
Cor: parda (Odhar)
Significado original: fertilidade
Valor numerológico: 7

Ur
Letra U
Pássaro: cotovia (Uiseog)
Árvore: urze (Ur)
Cor: resinova (Usgdha)
Significado original: frescor, sorte.
Valor numerológico: 3

Eadha
Letra E
Pássaro: cisne sibilante (Ela)
Árvore: álamo (Eadha)
Cor: vermelho (Erc)
Significado original: evitar a morte.
Valor numerológico: 1

Jubhar
Letra I
Pássaro: aguiazinha (Illiat)
Árvore: teixo (Jubhar)
Cor: branco (Irfinf)
Significado original: renascimento, último dia do ano.
Valor numerológico: 5

Para conhecer melhor o significado oculto do alfabeto ogam, estude os animais, cores e
pássaros relacionados! No futuro falaremos deles, mas nada impede que você já comece sua
pesquisa agora. Quer dizer, agora não! Termina esse livro primeiro, depois você começa outro.
Varas de condão
Os celtas eram usuários das famosas varas de condão, utilizando-a para traçar círculos
mágicos ou direcionar energia. Para fazer sua vara de condão, escolha uma árvore. A aveleira era a
favorita por causa de seus galhos lisos, mas você pode escolher qualquer árvore com que tenha
afinidade (especialmente nós, que fomos contemplados com a diversidade).

Sua vara vai adquirir propriedades especiais de acordo com o horário em que você recolhê-la
(ao amanhecer, ao meio-dia, ao entardecer ou no meio da noite). Aproxime-se da árvore escolhida e
sintonize com ela. Respire profundamente e toque-a como achar melhor. Peça-lhe permissão para
recolher um galho dela e explique que é para uma vara mágica, para que ela deixe para você sua
energia no galho cortado.

Agora, é hora de usar sua intuição. Você já deve estar sintonizando com energias sutis, e já vai
começar a distinguir o que está bom e o que não está. Assim, veja como se sente depois que fez o
pedido. Se uma sensação de paz e confiança invadir você, tudo bem, seu pedido foi aceito. Se, no
entanto, você se sentir meio desconfortável, prefira errar por precaução e procure outra árvore.

Sua vara deve ser cortada da árvore com o athame de cabo branco e levada para sua casa,
onde você pode deixá-la descansando até secar. Se preferir, pode deixá-la em seu altar. Se desejar
retirar a casca, faça isso enquanto ela ainda está fresca. Depois de seca, pode decorá-la como bem
entender. Algumas pessoas gostam de desenhos, outras preferem símbolos rúnicos, enquanto outras
utilizam cristais, penas, lacinhos etc. Pode papagaiar à vontade sua varinha. Os deuses estarão bem
perto de você, ajudando-o, a confeccionar esta nova companheira no caminho mágico.
Um Parshell de Samhain

Um parshell era uma espécie de amuleto utilizado pelos celtas para os tempos difíceis de
inverno. Como sábios que eram, os celtas sabiam que tempos difíceis vêm e vão e a única coisa a
fazer era manter o equilíbrio, enquanto o barco balança. Uma hora ele pára de balançar e somente os
que conseguiram se equilibrar permanecem de pé.

O parshell representava o equilíbrio entre os quatro elementos e era feito na época de Samhain.
Era colocado nas portas das casas, para atrair equilíbrio e harmonia. É muito fácil confeccionar seu
próprio parshell. Você vai precisar de um graveto de uns 60cm de comprimento e 1cm de diâmetro e
alguma palha ou fita.

Sente-se em um lugar tranqüilo, ouvindo a natureza ou uma boa música. Respire profundamente
três vezes antes de começar e limpe sua mente. Parta o graveto ao meio. Faça uma cruz com os dois
gravetos e comece a enrolar o centro da cruz com a palha ou fita em sentido horário, enquanto
mentaliza momentos felizes, campos, flores, liberdade, sinta-se em perfeita sintonia com um mundo
maravilhoso. Faça isso até sobrar cerca de 7 ou 10 cm de cada lado da cruz. Enfie a pontinha dentro
do rolo e coloque-o sobre sua porta com o firme pensamento que ele trará a força e beleza dos
elementos para seu lar e sua vida, dando-lhe equilíbrio para superar qualquer situação.
O Olho de Brighid

Este é um artefato muito comum entre os antigos celtas na época do Imbolc, onde festejava-se
Brigit (Santa Brígida, para os cristãos), uma tríplice deusa muito querida. A confecção é muito
parecida com o Parshell.

Pegue um graveto de aveleira com no máximo 60 cm de comprimento e 1 ou 2 cm de espessura.


Cruze os dois gravetos e una-os em cruz com lã. Vá enrolando o centro da cruz no sentido horário até
uma boa parte. Corte a lã e comece a passar outra lã, de cor diferente. Você pode usar até oito cores
de lã diferente, dando um resultado final muito bonito. Este talismã pode ser colocado em qualquer
parte da casa para atrair a alegria e os bons pensamentos, além, é claro, da proteção de Brighid, que
ficará de olho bem aberto contra energias indesejáveis.
“Não acrediteis em nada, ó monges, simplesmente porque vos foi dito... ou porque é
tradição, ou porque vós mesmos o imaginastes. Não acrediteis no que vosso mestre vos diz,
simplesmente por respeito ao mestre. Se, entretanto, após exame e análise cuidadosos,
verificardes que é condizente com o bem, o benefício de todos os seres – em tal doutrina
acreditai e apegai-vos a ela, usando-a como vosso guia.”
Buda (563-483 a.C.)
RITUAIS PRÁTICOS
Pó encantado de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:
Um punhado de pétalas de rosa
Um punhado de semente de cardamomo em pó
Um punhado de pimenta da Jamaica em pó
Um punhado de lavanda
Cinco gotas de essência de rosa seca
Cinco gotas de essência de sândalo
Sete gotas de essência de lavanda

Esmague as pétalas de rosa seca e a lavanda. Misture com os outros ingredientes no seu
caldeirão e visualize uma luz rosa e morna crescendo. Invoque suas deidades de amor favoritas e
misture com sua vara mágica.

Modo de uso 1:

Para que alguém se apaixone por você ou simplesmente se aproxime, salpique este pó sobre os
pertences da pessoa e um pouquinho sobre você mesmo, sempre depois do banho.

Modo de uso 2:

Se você quer que um(a) amigo(a) ou namorado(a) mantenha os pensamentos em você mesmo à
distância, faça o seguinte. Pegue seu caldeirão (se ele for grande, pode usar sua mão mesmo) e vá a
um lugar ao Sol e ao ar livre. Sopre um pouco do pó da palma de sua mão na direção de cada um dos
pontos cardeais (Norte, Sul, Leste, Oeste), mentalizando a pessoa e desejando que ela volte logo.
Uma moeda para Branwen

Parece nome de filme de bangue-bangue. Pra quem não andou estudando sua lição de casa,
Branwen, mais conhecida como a Dama do Lago, é a deusa da beleza e do amor em Gales. É irmã de
Bran e uma das três matriarcas da Grã-Bretanha. Este feitiço simples dá direito a um favor desta
deusa.

Vá até um lago com uma moeda ou uma pequena jóia (não precisa ser de valor, mas que seja
bonita) e chame por Branwen, de braços abertos. Chame-a três vezes e diga-lhe que gostaria de pedir
um favor. Nesse momento, peça.
Branwen é mais suscetível a pedidos de amor e beleza, mas ela também concede proteção em
batalhas idealistas. Fique uns minutos em silêncio e agradeça a Branwen pela ajuda e peça que ela
aceite seu humilde presente por ela ter lhe ouvido.

Nesse momento, sopre a moeda ou a jóia que tem em sua mão, mentalizando seu pedido
realizado. Então jogue a moeda ao lago e faça uma reverência. Vá embora sem olhar pra trás e
aguarde os resultados.
Essência de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:
Uma gota de óleo essencial de cravo da índia
Duas gotas de óleo essencial de patchouli
Duas gotas de óleo essencial de canela
Duas gotas de óleo essencial de laranjeira

Modo de usar:

Misture tudo e use como aromatizador no ambiente em que você e a pessoa desejada vão se
encontrar. Esse aroma atrai as entidades do amor e desperta a inspiração nos amantes.

Sopro de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:

Uma vela rosa


Baunilha

Sente-se no chão e segure a vela com as duas mãos. Diga:

“Espíritos do Alto, entidades do amor, eu as invoco. Ouçam meu pedido, sintam meu coração
e realizem meu desejo.”

Então passe a baunilha de baixo para cima, por toda a vela com as pontas dos dedos enquanto
visualiza todas as coisas que deseja encontrar numa pessoa (diga as qualidades). Coloque a vela
equilibrada no chão, onde você já vai acendê-la (seria bom que fosse em um lugar na terra, perto de
flores, mas se não der, pode ser num aposento. Nesse caso, use um pires pra não colocar fogo na
casa, ou as pessoas vão ficar um pouco chateadas com você). Concentre-se no seu desejo e diga:

“Eu atraio o amor, pois eu sou o amor.”

E sopre de baixo para cima a vela, visualizando uma névoa rosa e luminosa envolvendo-a.
Acenda a vela (sempre use fósforos) e medite um pouco, olhando para sua chama, visualizando todas
as cenas bonitas que você gostaria de viver com alguém (correr na praia, tomar um milk shake com
dois canudinhos e todas as cenas bregas que você quiser imaginar e gostaria de vivenciar). Deixe a
vela queimar até o fim. Repita a operação toda sexta-feira de Lua cheia por nove vezes.
Perfume de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:
Uma gota de óleo essencial de cravo da índia
Duas gotas de óleo essencial de patchouli
Duas gotas de óleo essencial de canela
Duas gotas de óleo essencial de laranjeira
Três colheres de azeite de oliva virgem

Modo de usar:

Misture tudo e sacuda bem. Use algumas gotas em si mesmo, na pele, para atrair o amor.
Feitiço de fertilidade

Arrume uma porquinha branca de porcelana, louça ou madeira. Se não encontrar, pode
confeccionar uma com argila e pintá-la de branco. Deixe um orifício, como se a porca fosse um
cofrinho. Preencha a porquinha com sementes de toda espécie enquanto chama por Ceridwen. Peça-
lhe que lhe conceda um filho e você devolverá todas as sementes à Grande Mãe para que elas
floresçam. A cada dia, coloque mais sementes dentro da porquinha, até que seu pedido seja atendido.
Então, quebre a porquinha e jogue todas as sementes em boa terra, para que floresçam. Este feitiço
funciona também para se recuperar de uma doença.
Para ganhar mais poder

Ceridwen também é a deusa dos encantamentos. Se você quiser, pode invocá-la em seus
encantos para dar mais força para sua magia. Basta chamar seu nome e pedir um pouco de seu poder.
Feitiço de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:

13 velas pequenas vermelhas


Duas gotas de óleo essencial de vetiver
Uma gota de óleo essencial de cravo da índia
Duas gotas de óleo essencial de patchouli
Duas gotas de óleo essencial de canela
Duas gotas de óleo essencial de laranjeira
Três colheres de azeite de oliva virgem

Modo de usar:

Misture tudo e pingue sobre as treze velas. Chame pelo nome da pessoa 169 vezes. Vá
mentalizando o desejo invadindo a pessoa e ela querendo estar com você a cada vez que chama pelo
nome dela. Quando terminar de chamá-la, apague as velas. Se achar necessário, guarde as velas em
um pedaço de seda vermelha e repita o encantamento na sexta-feira seguinte (nesse caso, como é a
continuação do feitiço, não tem importância se a Lua não for a ideal).
Feitiço para seu dinheiro crescer

Melhor dia: quinta-feira


Melhor horário: Júpiter ou Sol

Ingredientes:

Sete pétalas de rosa amarela


Uma moeda
Um pedaço de canela em pau

Modo de usar:

Pegue sete pétalas de rosa amarela, um pedaço de canela em pau e uma moeda de qualquer
valor. Abra uma pequena fenda no seu travesseiro e coloque tudo lá dentro. Costure de novo e peça
todas as noites, antes de dormir, que a fartura nunca lhe falte.
Feitiço de prosperidade

Melhor dia: quinta-feira


Melhor horário: Júpiter ou Sol

Ingredientes:

Moedas (o mesmo número de cantos que você tem em casa)


Essência de canela
Uma vela amarela

Modo de usar:

Unte a vela com a essência de canela e acenda-a, cercando-a com as moedas. Peça aos deuses
da prosperidade e da boa fortuna que abençoem sua casa, atraindo trabalho e fartura. Vá em cada
canto da casa e jogue uma moeda. Deixe-as lá.
Encanto para um desejo impossível

Este feitiço me foi passado pela minha mãe, que já realizou e comprovou os resultados. Você
vai precisar de sete moedas de qualquer valor. Levante antes do Sol nascer e saia de casa. Siga sete
caminhos diferentes, jogando em cada um uma moeda, sem olhar pra trás. Faça o pedido a cada
moeda que jogar (jogue-a ao lado). No primeiro caminho, peça às almas dos necessitados. No
segundo, às almas dos que morreram com sede; no terceiro, às almas dos que morreram com fome; no
quarto, aos que morreram de morte súbita; no quinto, às almas dos desesperados; no sexto, às almas
dos cansados e por fim, no sétimo caminho, peça às almas dos aflitos, onde você deve acender uma
vela branca. Vá pra casa sem olhar pra trás e aguarde os resultados.
Outra para desejo difícil

Esta faz parte da tradição popular brasileira e também me foi passada pela minha mãe, uma
bruxa e tanto. Vá à praia de manhã bem cedo e leve uma garrafa de aguardente. Peça licença e entre
no mar. Destampe a garrafa e peça ao Rei Marinheiro que o ajude a realizar o desejo difícil. Deixe a
garrafa na água e vá pra casa, sem olhar pra trás.
Jarra encantada para trazer um amor de volta

Melhor dia: sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:

Uma jarra de barro


Perfume de rosas
30 anzóis
Cinco velas vermelhas
Mel
Açúcar
Canela
Uma fotografia da pessoa desejada

Modo de fazer:

Perfure a fotografia com os trinta anzóis (eles devem ser novos). Coloque-a dentro da jarra
com mel e o perfume de rosas. Faça um círculo com as cinco velas vermelhas e unte cada uma delas
com mel, usando as pontas dos dedos. Polvilhe açúcar e canela e acenda as velas. Com cuidado,
coloque a jarra no centro. Chame a pessoa 109 vezes e visualize-a voltando para você. Deixe as
velas queimarem até o fim e guarde a jarra em um lugar em que ninguém toque.
Encanto da alegria

Melhor dia: Domingo


Melhor horário: Sol

Este encanto é muito simpático e atrai as forças das entidades infantis. Ela é indicada quando o
clima em casa ou no trabalho está tenso, ou a tristeza se tornou uma companhia incômoda que já
deveria ter isso embora.

Você vai precisar de:

Um bolo redondo
13 pratinhos coloridos de papelão (não serve plástico)
Guanará
13 copinhos de guaraná (de preferência de papel)

Faça um bolo você mesmo numa fôrma redonda. Quando o bolo estiver pronto, diga com as
mãos sobre ele:

A roda da fortuna gira e não pára. A roda do Carro traz a conquista. A roda do Mundo traz a
alegria. Que a roda que não pára de girar recicle a energia deste lar e traga de volta a alegria e
os sorrisos sinceros. Assim eu digo, assim o é!

Divida o bolo em três pedaços e separe o primeiro pedaço. Encha os copinhos de guaraná e
separe o primeiro copo que você encher. Coloque em um local alto na casa e distribua o restante
entre crianças (que podem ser de casa, conhecidas ou totalmente estranhas). A alegria voltará pra sua
casa rapidinho.
Encanto da Boa Sorte

Melhor dia: qualquer um, porque o azar não marca hora.


Melhor horário: depende do seu desespero.

Este é para aquelas épocas em que você acorda com o pé esquerdo e já sai tropeçando logo de
cara, o leite ferve e derrama, o telefone toca, o gato fica doente e todas as mulheres da casa parecem
histéricas dizendo que você tem culpa de alguma coisa que você fez, não fez, ou fez, mas não fez
direito. Esse banho encantado vai limpar sua aura e atrair entidades da boa sorte, ao mesmo tempo
em que afasta esses duendes e espíritos de porco que estão se divertindo com a sua cara.

Você vai precisar de:

2 litros de água
Um punhado de sal grosso
Um punhado de guiné
Um punhado de alecrim
Folhas de eucalipto
Um cristal de quartzo branco

Modo de uso:

Ferva dois litros de água com sal grosso e apague o fogo. Dentro de uma vasilha, jogue a guiné,
a arruda, o alecrim e as folhas de eucalipto (já com o fogo apagado). Coloque o cristal dentro do
vasilhame e deixe descansar tampado por mais ou menos uma hora. Quando esfriar, depois do seu
banho normal, banhe-se do pescoço para baixo. Pegue as ervas e coloque-as de volta à terra,
agradecendo pela ajuda e retire o cristal. Não se seque com toalha. Deixe-se secar naturalmente e
carregue o cristal consigo.
Encanto da conquista

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Este encanto é indicado para se usar pouco antes de se sair para encontros ou festas (ou
situações propícias para encontros).

Você vai precisar de:

Dois litros de água


Pétalas de rosas vermelhas
8 gotas de essência de patchuli
1 punhado de alecrim
Um pouco de açúcar branco fino (não serve o cristal)

Modo de uso:

Ferva a água e apague o fogo. Junte as pétalas, a essência de pachuli e o alecrim. Deixe esfriar
e jogue do pescoço para baixo depois do seu banho normal antes de sair de casa. Devolva as ervas à
terra, mesmo que seja num vaso de plantas. Passe um pouquinho do açúcar nos seus lábios e deixe
cair um pouco no seu decote, dizendo:

Assim como o açúcar atrai formigas, eu atraio pessoas doces.

E boa sorte!
Feitiço de união

Melhor dia: sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Este é um feitiço manipulativo muito poderoso e você deve recorrer a ele apenas em último
caso.

Você vai precisar de:

Pano virgem (podem ser retalhos)


Essência de rosas
Agulha
Linha branca
Algodão
Açúcar
Canela em pó
Canetinhas

Em noite de Lua cheia, costure dois bonecos representando as pessoas que você deseja unir.
Podem ser duas trouxinhas, se você é for muito ruim com uma agulha na mão. Se quiser e tiver como,
pode usar pedaços das roupas dessas pessoas para fazer os bonecos. Num recipiente (que pode ser
seu caldeirão), misture a essência de rosas, o açúcar e a cane;a em pó. Embeba o algodão e preencha
o boneco que representa a pessoa que deseja atrair a outra. O outro boneco, preencha com algodão
comum. Coloque os bonecos abraçados e amarre com um laço de fita rosa, enquanto envia uma
ordem para as entidades que tragam este amor para você. Embrulhe em um pano verde e enterre ao
pé de uma árvore frutífera.
Sopro de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:

Uma vela rosa


Baunilha

Sente-se no chão e segure a vela com as duas mãos. Diga:

“Espíritos do Alto, entidades do amor, eu as invoco. Ouçam meu pedido, sintam meu coração
e realizem meu desejo.”

Então passe a baunilha de baixo para cima por toda a vela com as pontas dos dedos enquanto
visualiza todas as coisas que deseja encontrar numa pessoa (diga as qualidades). Então coloque a
vela equilibrada no chão, onde você já vai acendê-la (seria bom que fosse em um lugar na terra,
perto de flores, mas se não der, pode ser num aposento. Nesse caso, use um pires pra não colocar
fogo na casa, ou as pessoas vão ficar um pouco chateadas com você). Concentre-se no seu desejo e
diga:

“Eu atraio o amor, pois eu sou o amor.”

E sopre de baixo para cima a vela, visualizando uma névoa rosa e luminosa envolvendo-a.
Acenda a vela (sempre use fósforos) e medite um pouco olhando para sua chama, visualizando todas
as cenas bonitas que você gostaria de viver com alguém (correr na praia, tomar um milk shake com
dois canudinhos e todas as cenas bregas que você quiser imaginar e gostaria de vivenciar). Deixe a
vela queimar até o fim. Repita a operação toda sexta-feira de Lua cheia por nove vezes.
Encanto da dança mística

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Este é um encanto para despertar o amor em alguém à distância. É interessante que você o faça
sozinho para que nada quebre a sua concentração. Pode repetir o encanto quantas vezes desejar.
Apesar de você estar concentrado em uma pessoa específica, você não está agindo sobre a vontade
dela, está agindo sobre você mesmo, o que torna este feitiço não-manipulativo.

Você vai precisar de:

3 velas vermelhas
1 incenso de ópium
Uma boa música

Acenda as velas e o incenso. As velas devem estar em forma de triângulo espalhadas pelo
ambiente e em lugar seguro para que em um dos seus movimentos estabanados não coloque fogo na
casa (já disse que as pessoas ficarão chateadas com você se isso acontecer?). Coloque uma música
de que goste e dance o melhor que puder, imaginando que está dançando para a pessoa amada. Repita
isso sempre que desejar e sempre imagine-se dançando para a pessoa. Apesar de não haver mal
algum em fazer este feitiço durante o dia, o ideal é durante a noite, quando a pessoa em questão deve
estar dormindo ou quase, tornando-se assim mais suscetível a receber uma mensagem.
Encanto da harmonia

Melhor dia: Segunda, terça ou sexta-feira


Melhor horário: Lua

Sabe aquelas épocas em que você parece estar sempre 20 minutos atrasado para tudo? Sem
sintonia, parece que tudo está fora dos eixos, que o mundo continua andando e você está em
câââmaaaraaa leeenta... É muito frustrante. Você precisa restabelecer sua sintonia e recuperar a
harmonia de viver, ou vai acabar tendo uma síncope. Em alguns dias, o melhor que você faz é se
render. É, desista, este dia venceu você, pare de correr. Mas quando chegar em casa, reserve alguns
minutos para este encantamento simples e faça as pazes com o relógio.

Você vai precisar de:

3 litros de água
Folhas de laranjeira
Folhas de fortuna
Ervas de camboim
Três rosas brancas

Modo de uso:

Ferva os três litros de água e apague o fogo. Jogue na vasilha folhas de laranjeira, a fortuna, as
ervas de camboim e as rosas brancas. Deixe descansar por meia hora enquanto você relaxa deitado
em algum lugar confortável. Depois do seu banho normal, jogue a mistura do seu pescoço para baixo.
Acenda um incenso, deite as folhas usadas em algum lugar com terra (pode ser um vaso de plantas) e
agradeça pela ajuda. Deite-se e diga antes de dormir.

Deus do Tempo, eu faço agora as pazes contigo. Por favor, devolva a sintonia de minha vida
e que a harmonia seja novamente minha companheira.
Encanto da prosperidade

Melhor dia: Domingo


Melhor horário: Júpiter

Eis outro encanto para aumentar seus recursos. Este encanto serve para qualquer pessoa, não
importando seu ramo de atuação.

Você vai precisar de:

Uma caneca de água


Um punhado de três dedos de erva doce
Três pedaços de canela em pau
Três cravos
Uma noz moscada

Modo de uso:

Ferva a água com a erva doce, a canela em pau, os cravos e a noz moscada. Coe e retire
devolva os ingredientes à terra. Depois do seu banho normal, jogue essa água do pescoço para baixo.
Repita este banho de sete em sete dias, até achar que seus negócios já estão andando bem.
Encanto das asas

Este encantamento é muito bonito e eu o praticava frequentemente. Ele é indicado quando você
se sentir inseguro quanto a alguma situação. Trabalho, amor, vida social, qualquer situação pode ser
um motivo de insegurança. Inicialmente, você precisará de uma vela branca e um incenso do seu
gosto para facilitar a visualização, mas depois ficará mais fácil e você poderá fazê-la em qualquer
hora, em qualquer lugar, sem ajuda de artefatos.

Ajoelhe-se diante de uma vela branca e energize-a com as duas mãos. Coloque-a sobre um
pires e acenda-a, assim como o incenso. Respire profundamente e olhe fixamente para a chama,
dizendo:

Como essa chama, eu brilho. Como essa chama, eu aqueço e ilumino o mundo.

Feche os olhos e visualize asas de energia crescendo nas suas costas. Esteja pronto para todo
tipo de asas, diferentes do que você estava imaginando, pois a visualização tende a tomar vida
própria e não seguir suas instruções exatas. Algumas pessoas conseguirão ver asas pequenininhas,
como de querubins. Outras verão asas de falcão ou de outro animal. Outras ainda verão asas de
borboletas, ou asas quádruplas. As asas que eu visualizava no começo eram brancas e grandes,
maiores do que as que eu imaginava. Conforme fui crescendo, as asas se tornaram furta-cor, brancas
mas com reflexos das cores do arco-íris.

Esse encanto lhe dá paz de espírito e muita segurança, pois você se sente aquecido e protegido.
O efeito parece ser sentido pelas pessoas em volta. Crianças, especialmente as pequenas, sorriem e
animais ficam felizes com a sua presença.
Encanto das palavras mágicas

Melhor dia: Quarta-feira


Melhor horário: Mercúrio

Este é um encanto para dar mais poder às suas palavras. Mas vai lhe pedir um certo sacrifício.
Você terá que passar um Sol e uma Lua sem falar nada, ou seja, um dia e uma noite caladinho. Este é
um encanto difícil de se levar até o fim, porque sempre vai acontecer alguma nesse dia para tirar
você do seu jejum de palavras. Mas se conseguir, depois do período mudo, acenda uma vela e um
incenso e diga:

Minhas palavras emudeceram pela magia e pela magia elas voltam. Que tudo o que eu
disser tenha seu poder triplicado. Que assim se faça!
Encanto de proteção com a hematita

Melhor dia: quinta-feira


Melhor horário: Marte

Este encanto é indicado especialmente para pessoas que trabalham ou lidam com o público. A
energia que perdemos ao lidar com muita gente é muito grande e nem todos tem os canais fechados
para lidar bem com isso. Se é o seu caso, faça este encanto.

Você vai precisar de:

Uma hematita
Uma vela branca
Folhas de arruda

Acenda a vela. Depois de limpar sua hematita (veja limpeza de cristais), coloque-a num
saquinho de pano azul escuro cheio de folhinhas de arruda. Peça proteção às entidades e deixe a vela
terminar. Ande com o saquinho por sete lugares fortes (igrejas, círculos de fadas, templos, etc...).
Retire a hematita do saquinho e carregue-a sempre consigo. A hematita é um cristal que funciona
como poderoso escudo protetor, pois é capaz de absorver as energias negativas. Deve ser utilizada
por todas as pessoas que lidam com público. Revigora a circulação sangüínea, regenera e tonifica os
tecidos, prevenindo a anemia comum na gestação.
Encanto para saúde financeira

Melhor dia: Domingo


Melhor horário: Sol

Este é para os que estão procurando uma melhoria nas finanças. Nós bruxos sabemos que nem
sempre adianta fazer tudo certo, pois coisas podem dar errado. Na verdade, se formos pensar em
tudo que pode dar errado, teríamos medo até de respirar. Então o jeito é continuar na batalha, não dar
mole e fazer um seguro-magia pra garantir.

Você vai precisar de:

4 litros de água
Folhas de uma alface
Folhas de amendoeira
Folhas de bambu
Uma pirita
Sete gotas de essência de verbena
Sal grosso

Modo de uso:

Ferva a água e apague o fogo. Junte as folhas de alface, as folhas de amendoeira e de bambu.
Acrescente sete gotas de perfume de verbena. Deixe esfriar, coe, acrescente sal grosso e a pirita.
Depois de seu banho normal, jogue este banho do pescoço para baixo. Retire a pirita e devolva as
folhas para a terra. Não se seque e mantenha a pirita dentro de um saquinho dourado, junto com as
coisas que mais representam suas finanças (uma gaveta específica pra isso, sua carteira ou bolsa).
Feitiço da tranca

Este é um feitiço manipulativo e de separação. Desaconselho esse tipo de magia, mas não
posso tirar seu direito de escolher o que fazer. No geral, faça-o apenas se você for um dos
envolvidos e decidir acabar com um relacionamento perigoso.

Consiga uma tranca e uma chave. Pode ser dos antigos. Com a tranca aberta, sussurre três vezes
pela fechadura o nome do casal que você deseja que se separe. Então coloque a chave e tranque. A
paixão entre o casal cessará completamente, até que a chave abra novamente a tranca. Caso isso
aconteça, o casal voltará a se apaixonar e o feitiço se voltará contra quem o lançou. Vai por mim, é
perigoso e não vale a pena. Há outros feitiços bem menos kármicos pra conseguir o que você deseja.
Feitiço de proteção

Para este feitiço, você não precisa de nada além de alguns minutos de concentração. Quando
sentir-se desconfortável em algum local, é possível que as energias estejam em conflito. Isso pode
acontecer por diversos motivos. Ou você está num lugar com pessoas hostis (tipo uma entrevista de
trabalho muito concorrida, ou numa festa cuja concorrência por atenções é grande), ou há entidades
hostis presentes.

Para estes casos, você pode fazer um feitiço simples, porém eficiente de proteção. Você deve
expandir sua aura, imaginando uma forte luz a sua volta. Assim, você estará protegido contra
qualquer desejo negativo contra você ou o que você representa.

Se você sentir dificuldade em visualizar sua aura se fortalecendo, você pode estar com baixa
de energia. Procure tomar banhos de limpeza e recarregar sua energia mística conectando-se com
a natureza.
Feitiço de separação

Melhor dia: Terça-feira


Melhor hora: Saturno

Este feitiço é muito perigoso e é bom que você saiba o que está fazendo. Um feitiço de
separação é, basicamente, um feitiço de afastamento e só deve ser usado se você realmente acreditar
que é o melhor a fazer para as pessoas envolvidas. É um feitiço manipulativo e nem preciso lembrar
que você está infringindo uma das regras da bruxaria politicamente correta que é não interferir no
livre arbítrio de outras pessoas. Mas toda regra tem exceção, e nesse caso pode ser feito para fazer
uma pessoa desagradável sair de sua vida, ou contra atacar uma pessoa que tenha feito um feitiço
contra você tirando a pessoa amada. Pode ser feito, em última instância, para afastar uma pessoa
perigosa do convívio de alguém, especialmente se for próxima. Afinal, bruxos também sabem cuidar
dos seus.

Você vai precisar de:

Pano virgem (podem ser retalhos)


Agulha
Linha preta e branca
Algodão
Vinagre
Sal
Pimenta
Canetinhas

Em noite de Lua minguante, costure dois bonecos representando as pessoas que você deseja
separar. Podem ser duas trouxinhas, se você é medíocre com uma agulha na mão. Use a linha preta
para o boneco que representa a pessoa que você deseja afastar e a linha branca para o outro. Se
quiser e tiver como, pode usar pedaços das roupas dessas pessoas para fazer os bonecos. Num
recipiente (não use seu caldeirão), misture o vinagre, o sal e a pimenta. Embeba o algodão e
preencha o boneco da pessoa que você quer que se afaste. O outro boneco, preencha com algodão
comum. Coloque os bonecos de costas um para o outro e embrulhe num pano preto. Enterre ao pé de
uma planta com espinhos e aguarde.
Feitiço dos lobos

Melhor dia: sexta-feira


Melhor horário: Júpiter

Este é um feitiço para manter a fidelidade de um casal que se ama. Consiga em um zoológico,
um punhado de pêlos de um lobo e de uma loba. Numa noite de lua cheia, vá a algum lugar ao ar livre
e, em seu caldeirão, queime os pêlos misturados com ervas secas (arruda, rosas e alecrim). Vá
dizendo:

A arruda é pra proteger


A rosa é para aquecer
O alecrim é para fortalecer
O amor dos lobos que nunca termina
Bruxas Ancestrais, ouçam meu pedido!
Irmão Lobo, por favor me atenda!
Que meu amor seja fiel como você!

Sinta o cheiro das ervas e pêlos queimados e faça uma visualização. Essa visualização dirá se
seu pedido foi aceito ou não.

Caso não tenha conseguido ou tenha dificuldades de arrumar pêlos de lobos, faça o mesmo
encanto com animais que fiquem com o mesmo parceiro a vida toda, como falcões e cisnes. Ah, sim!
Os pêlos e penas não podem ser arrancados dos animais. Eles devem ser recolhidos do chão.
Feitiço dos sete passos

Melhor dia: Terça-feira


Melhor horário: Júpiter

Este é um feitiço para combater o medo, a insegurança e o receio em todas as áreas da vida.
Ele também ajuda a terminar um projeto que pareça difícil. Sabemos que todo projeto empaca feito
mula e muita gente não consegue realizar nada porque desiste no meio do caminho. Se este é o seu
caso, não desista de mais nada. Faça este feitiço e faça seu trabalho. Já desistimos de coisas demais
na vida, já chega, né?

Você vai precisar de:

Uma vela branca


Pétalas de rosa branca

Você pode realizar este feitiço tanto num aposento quanto ao ar livre, mas é importante que
você esteja sozinho. Acenda a vela branca e segure-a (use um pires para a cera quente não pingar em
você). No bolso ou em uma bolsinha improvisada, coloque as pétalas de rosas. Escolha o local e fixe
os dois pés com firmeza, dizendo.

O primeiro passo é dado, com certeza e convicção.

Jogue um punhado de pétalas na sua frente e dê um passo firme.

Todos os obstáculos são removidos, sou hábil e tenho coragem para ir adiante, pois as
forças da Luz estão comigo contra todas as Trevas. E com coragem, dou o segundo passo.

Jogue mais um punhado adiante e dê mais um passo.

Para o fogo, eu trago a água, para o Mal eu trago o Bem, para o injusto eu sou a Justiça. E
com sabedoria, eu dou o terceiro passo.

Jogue mais um punhado adiante e dê mais um passo.

As forças do Bem me movem adiante. É impossível parar ou deter-me. Minha luz agora é
forte. E com honestidade eu dou o quarto passo.

Jogue mais um punhado adiante e dê mais um passo.

O mundo é meu jardim, as feras não me ameaçam, pois sei que não estou só. E com
humildade, eu dou o quinto passo.
Jogue mais um punhado adiante e dê mais um passo.

O cansaço não me abate, a tristeza não me atinge, minha realização é como o Sol que
aquece e ilumina a todos. Meu sucesso é inevitável. E com garra eu dou o sexto passo.

Jogue mais um punhado adiante e dê mais um passo.

E como estava previsto e escrito, eu alcanço meus objetivos. Minhas intenções retas foram
recompensadas, pois minha glória é a recompensa a todos os que me apoiaram e protegeram até
aqui. É com amor que dou o sétimo passo.

Jogue mais um punhado adiante e dê mais um passo.

Tudo o que eu fizer, será realizado. Tudo o que eu disser, será ouvido. Eu trago em mim o
poder dos exércitos e como guerreiro, não abandonarei esta batalha. Obrigado a todas as forças
que estiveram comigo nesses sete passos. Que possam estar comigo em cada passo que eu der a
partir de agora na realização de meus projetos.

Apague a vela com as pontas dos dedos e guarde-a envolta em um pano preto, caso precise
fazer o feitiço de novo. Faça-o sempre que se sentir fraquejar no meio de seus projetos. Lembre-se:
começar coisas é fácil. Ter idéia brilhantes, mais ainda. Até meu cachorro tem idéias brilhantes.
Difícil mesmo é levá-las até o fim.
Mais um feitiço de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Este é um feitiço bem simples que pode ser feito para unir duas pessoas. É manipulativo, pois
inclui fotos das pessoas específicas.

Você vai precisar de:

Um fotografia sua
Uma fotografia da outra pessoa
Açúcar
Mel
Uma vela rosa
Purpurina vermelha
Uma fita rosa
Uma fita azul

Acenda a vela rosa. Una as fotografias das duas pessoas que você quer que se aproximem ou
que se apaixonem cara a cara com mel entre elas e enrole-as com as duas fitas, dando um nó e três
laços. Coloque diante da vela as fotografias sobrepostas. Com três dedos da mão dominante (a mão
que escreve), vá jogando açúcar em volta da foto e da vela, formando um círculo e dizendo para as
forças do amor que unam aquelas duas pessoas. Quando terminar, jogue um pouco de purpurina sobre
a chama da vela, dizendo:

Que o coração de fulano se incendeie assim cada vez que vir fulana.

Repita isso pr três vezes (jogando três vezes a purpurina). Deixe a vela queimar até o fim e
retire tudo do local. Enbrulhe as fotos em um papel verde e enterre em um jardim florido.
Feitiço dos sonhos proféticos

Melhor dia: segunda-feira


Melhor horário: Lua ou Vênus

Quando for a um casamento onde a pessoa que você esteja interessado também esteja, recolha
alguns farelos do bolo de casamento da pessoa e seu. Se houver mais de uma pessoa em que você
esteja interessado, separe bem os farelos e anote quem é quem.

Em casa, faça um patuá com um pano azul escuro e linha preta. Dentro coloque os farelos (os
seus e os da pessoa) e algumas folhas de artemísia seca ou jasmim. Feche o patuá e fique com ele
durante o dia. À noite, coloque-o preso com alguns pontos de costura do lado de dentro da sua fronha
e vá dormir com o firme propósito de ver seu futuro com aquela pessoa. Diga alto:

Agora eu durmo e meu espírito está livre


Espírito da artemísia, abra os véus do oculto
Deixe-me ver meu futuro com fulano
Em tuas asas, nesta noite eu viajo para o futuro.

Ao acordar, anote todas as suas impressões dos sonhos. Faça isso por três noites seguidas,
sempre anotando. Se tinha mais pretendentes, reserve três dias para cada um, sem misturá-los jamais.
Glamoury

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Sol

Você já deve ter visto um filme chamado As Jovens Bruxas, onde adolescentes descobrem o
poder da magia. O filme é fantasioso como a maioria dos filmes sobre magia, pois como já expliquei,
um filme tem que ser visual. Nesse filme havia um feitiço chamado glamour, onde a bruxa mudava
sua aparência com um encanto simples. Este feitiço existe e os celtas o praticavam. Ele se chamava
então glamoury, e daí veio a palavra glamour. O povo das fadas, como eram chamados os druidas e
os seguidores da deusa, usavam o glamoury para alterar sua aparência e parecerem mais
encantadores para os visitantes e estrangeiros. Você também pode usar o glamoury, mudando sua
aparência conforme desejar.

Antes de praticar este feitiço, é bom você saber que o encantamento que fizer durante o feitiço
será levado ao pé da letra, então cuidado com o que vai dizer. Eu dou aqui um cântico simples, mas
você pode criar outros. É importante que você tenha cuidado pois palavras mal colocadas podem
acarretar em um efeito desastroso. A escritora Edain McCoy relatou em seu livro Encantamentos de
Amor sobre um dos versos do encantamento que ela havia criado. O verso, E que eu tenha um rosto
juvenil, acarretou uma crise de espinhas adolescentes que durou semanas, até que ela retirou o verso
e o encanto funcionou perfeitamente. Outro perigo é pedir nesse feitiço para “perder peso”,
especialmente se você estabelecer um número de quilos. Quanto pesará um braço? Ou uma perna?...
Pois é, palavras são perigosas. Palavras mágicas são mais perigosas ainda.

Você vai precisar de:

Uma vela laranja


Uma vela verde
Um espelho virgem
Uma jóia a sua escolha

Bem, em primeiro lugar, sempre foi um mistério pra mim como conseguir um espelho virgem,
mas já basta fazer uma limpeza nele e mantê-lo enrolado e um pano preto até o momento do feitiço.

Numa Lua cheia, leve seu espelho para o ar livre e faça-o refletir a Lua por alguns minutos.
Então ele estará pronto para o feitiço. Enrole-o no pano preto e em um quarto sem iluminação, faça
um triângulo da seguinte maneira. As duas velas acesas farão a base do triângulo. O espelho fará a
ponta superior do triângulo, voltado para o Oeste (o pôr do Sol). Você ficará no meio, de costas para
as velas e de frente para o espelho.

Pegue o espelho com a mão esquerda e a jóia com a mão direita. A jóia será um amuleto que
funcionará como gatilho do feitiço. Não reflita as chamas das velas no espelho, apenas seu rosto.
Uma luz dourada vai envolver sua cabeça e seu rosto estará escuro. Recite o encantamento quantas
vezes forem necessárias, até que, em dado ponto, seu rosto vai começar a se mexer, como se sua
forma estivesse mudando. Não se assuste nem saia correndo! Seria um vexame para a comunidade
mágica! A mudança é apenas um sinal de que o feitiço está funcionando. Nesse momento, conclua o
encantamento pela última vez e coloque a jóia em você. A partir de agora, a jóia acionará o feitiço
sempre que você a usar. Você pode repetir quantas vezes quiser o glamoury, sempre tendo cuidado
com as palavras, claro. Segue uma sugestão criada por mim que você pode adaptar ao que espera de
você mesmo. Ah, o feitiço vai ativar também costumes que você não tinha antes e que podem levar
você à imagem conquistada com o glamoury. Isso acontece porque você mudou sua imagem astral e a
realidade tenderá a copiá-la. Aproveite e cuide-se mais. Beleza nunca é demais.
Cântico do glamoury

Lua Cheia que iluminou os Tuatha


Lua Cheia que iluminou os celtas
Lua Cheia que ilumina as fadas
Lua Cheia que ilumina o mundo das bruxas

Empreste-me seu poder


Desperte minha beleza
Que a partir de agora,
Eu reflita um belo rosto
Que o que eu sempre quis ser agora seja

Um corpo atlético e belo


Que manterá a graça
Em toda situação
E cabelos lindos que a todos enlaça
Que emoldura o rosto como o rabo do pavão

Que a Grande Mãe me conceda


A beleza e graça de sua face de donzela
Que a todos eu encante
Que seja sempre a mais linda e bela

E agora eu finalizo
Este feitiço do antigo povo
Que todos que me vejam se apaixonem
Que eu voe em seus sonhos
Que eu inspire com a beleza
Os mais belos sentimentos
Que minhas palavras sejam levadas pelos ventos
Ao antigo povo das fadas
Para que concedam meu desejo.
Filtro da verdade

Melhor dia de preparo: Sábado


Melhor horário: Mercúrio

Você vai precisar de:


1 colher (sobremesa) de óleo de açafrão
1 prímula fresca, ou um punhado de pétalas secas, ou 3 gotas de óleo de prímula.

Numa Lua negra, esmague a prímula ou suas pétalas secas e faça um filtro. Coloque dentro de
um vidro verde e use-a para fazer alguém dizer a verdade. Você pode fazer uma pessoa que dorme
sentir seu aroma e fazer perguntas. Ou usar o filtro em si mesmo quando quiser ter uma conversa
realmente honesta com alguém que deixará transparecer suas verdadeiras intenções.

A prímula é uma erva florífera muito comum em contos da Idade Média. É uma das ervas do
Povo Encantado, que se diverte utilizando-a nos humanos e vendo-os sendo honestos uns com os
outros.
Filtro dos sonhos

Melhor dia de preparo: Segunda-feira


Melhor horário: Vênus

Você vai precisar de:

1 vidrinho vermelho com rolha


Óleo de amêndoas
2 gotas de ervilha de cheiro
um punhado de pétalas de rosas vermelhas
1 gota de óleo de rosas
1 fio de seu cabelo

Numa Lua cheia ou crescente, esmague as pétalas de rosa em um pilão com o óleo de
amêndoas. Acrescente os outros ingredientes e gire tudo no sentido horário. Derrame no vidrinho
vermelho, junto com o fio de cabelo e coloque-o dentro de suas mãos em concha. Respire
profundamente e concentre-se na pessoa que você deseja que sonhe com você. Diga então:

Que nas asas dos ventos, os sonhos caminhem e me levem até você, com o poder da Lua. Em
nome das bruxas ancestrais, este feitiço está assim realizado.

Sopre dentro do vidrinho e tampe com uma rolha. Use algumas gotas da essência por sete dias,
nos pulsos, no chakra cardíaco e atrás da nuca (veja se você não é alérgico a algum dos óleos
usados). Depois disso, dê de presente à pessoa que você deseja que sonhe com você. Peça-lhe para
usar o filtro antes de dormir e vocês se encontrarão no plano astral.
Filtro para novos amores

Melhor dia: sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Você vai precisar de:

Óleo de oliva (uma colher de chá)


2 gotas de flor de macieira
3 gotas de água de flor de laranjeira
Um quartzo rosa
Um vidro rosa de boca larga e rolha

Misture tudo e jogue o quartzo rosa dentro da mistura. O aroma deve ser agradável e
refrescante. Com suas mãos em concha, magnetize o vidrinho e concentre-se em uma luz rosa
envolvendo você e o feitiço. Use este filtro sempre que for sair, pois ele torna a pessoa atraente e
agradável como uma brisa de verão, tornando-a visível para novas possibilidades de amor.
Perfume de amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:

Uma gota de óleo essencial de cravo da índia


Duas gotas de óleo essencial de patchouli
Duas gotas de óleo essencial de canela
Duas gotas de óleo essencial de laranjeira
Três colheres de azeite de oliva virgem

Modo de usar:

Misture tudo e sacuda bem. Use algumas gotas em si mesmo, na pele, para atrair o amor.
A garrafa da fartura

Melhor dia: Domingo


Melhor horário: Júpiter

Este é um ótimo encanto para aumentar riquezas e é bastante simples. É bastante utilizado no
Caribe.

Você vai precisar de:

Um punhado de canela em pó
A casca inteira de uma laranja
Um pouquinho de pimenta da Jamaica ou pimentão em pó
Açúcar
Um punhado de folhas de manjericão secas
Uma colher (sobremesa) de anilina verde
Um punhado de folhas de hortelã secas
Uma xícara de álcool
Uma pirita
Uma garrafa verde com rolha
10 moedas

Modo de uso:

Misture todos os ingredientes numa panela, menos o álcool. Ferva por uma hora, colocando
mais água quando necessário. Apague o fogo e deixe esfriar. Coe a mistura e deite-a na garrafa.
Acrescente o álcool, as dez moedas e a anilina, a pirita e sacuda bastante. Retire um copo dessa água
da fartura e misture à água do seu banho. Quando precisar. Quando a água terminar, carregue a pirita
com você para atrair a fortuna.
Falando de cristais...
Muitos encantamentos e feitiços citados aqui pedem um ou mais cristais. Já falamos deles nos
livros anteriores, mas é possível que você tenha perdido a edição ou, o que é mais provável ainda,
que nem se lembre do que foi falado. Tudo bem, eu falo pra caramba mesmo, é normal que as pessoas
às vezes parem de prestar atenção, eu não me ofendo. De qualquer forma, é importante que você
limpe seus cristais antes de utilizá-los nas magias. Assim você aumenta o poder dele e é como se
você estivesse limpando as lentes de um óculos, ficando mais claro para o cristal o que você espera
dele.
Limpeza dos cristais

Ponha seu cristal numa bacia com água limpa e sal grosso. Se forem vários, coloque todos
juntos. Deixe a bacia descansar em um local aberto. Caso more em apartamento, pode ser uma janela.
Durante o período mínimo de três dias e três noites, seus cristais devem ficar na bacia, expostos ao
Sol e à Lua, e até à chuva, se for o caso.

Cristais gostam de luz e de ficar à vista. Não os esconda numa caixa de jóias, embaixo da cama
ou seja lá onde for. Deixe-os sempre em locais onde possam ser vistos.

Um professor meu de quiromancia ensinou-me a limpar os cristais com leite, deixando-os num
potinho com leite durante uma noite. Nunca vi essa técnica em outro lugar, mas eu a utilizo de vez em
quando.

Quando trabalhamos com magia tornamo-nos alquimistas, transmutando energia. O cristal será
um reflexo seu. No processo de purificação dos seus cristais, você está também se purificando.
Durante esses três dias, note as diferenças que surgirão em você. Por isso mesmo, quando fizer a
limpeza dos cristais, você deve estar concentrado. Nada de fazer uma coisa pensando em outra, isso
é dispersão. Concentre-se, converse com eles, crie um elo, afirme que à medida em que eles estão se
purificando, você também está. A atenção dispensada ao seu cristal lhe será devolvida em dobro,
acredite.

No raiar do dia retire os cristais, um de cada vez. Deixe que a água corrente lhe dê uma
“chuveirada” revigorante, enquanto você mentaliza uma luz dourada saindo da torneira e lavando seu
cristal. Deixe os cristais então mais um dia e uma noite expostos ao Sol à Lua para secarem.
Outro método de limpeza dos cristais

Lave-o em água corrente, de preferência água mineral sem gás (água da fonte). Deixe-o
repousar em um prato ou vasilhame de vidro ou louça (de preferência branco e virgem) por toda uma
noite. No dia seguinte, coloque seu cristal em contato com a terra, pois este elemento é muito
próximo e muito importante para os cristais. Se puder enterrá-lo em um jardim de flores e plantas,
ótimo. Senão, qualquer vasinho de plantas serve. Quando a noite cair, retire o cristal da terra, lave-o
novamente em água corrente e deixe-o ao ar livre, onde ele deve permanecer também durante o dia
seguinte. Nesse local, ele deve poder tomar a luz do Sol e da Lua. Deixe-o lá até às 18 horas, quando
então deve retirá-lo e tornar a lavá-lo. Depois disso, ele pode ser guardado até ser utilizado em um
ritual. A ametista não deve tomar o banho de Sol, pois a luz solar afeta sua bela cor violeta,
deixando-a amarelada, retirando assim suas propriedades principais.
Programando seu Cristal

Diante de seu altar ou em um lugar sereno e tranqüilo, faça as orações e invocações relativas
ao seu ritual. As velas, incensos e outros acessórios dependem da natureza do pedido e devem ser
estudados à parte. Pegue seu cristal com as duas mãos e coloque-o no meio da testa (na região do
Terceiro Olho). Em profundo silêncio e grande concentração, visualize imagens relativas aos
benefícios que você deseja obter com a ajuda daquele cristal. Por exemplo, se seu desejo é relativo
ao amor, visualize você mesmo encontrando uma pessoa ideal, rindo, namorando, estando na mais
absoluta felicidade e vendo-se belo(a) e tranqüilo(a). Simples, não? Agora, sua pedra está
programada para lhe trazer muitas felicidades. Se a pedra será dada a uma outra pessoa, o
procedimento é o mesmo, só que a visualização é com a outra pessoa, claro. Convém lembrar que a
pessoa envolvida, mesmo que não acredite, deve ser informada, pois rituais não devem ser feitos sem
sua permissão, por maior que seja a vontade de beneficiá-la através de conhecimentos mágicos.
Feitiço de reconciliação

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:

Folhas de dois tipos de árvores diferentes


Papel de seda
Vela verde
Caneta

Escreva com a caneta no papel de seda o seu pedido de desculpas a pessoa que você ofendeu.
Apanha uma folha de cada tipo e coloque o papel de seda no meio das folhas.

Coloque-as num, envelope e queime tudo com o auxílio da vela verde.

Os seres encantados irào prepara o caminho para sua reconciliação. Quando for ao encontro da
pessoa, a reconciliação se dará de maneira favorável a sua causa.
Feitiço para ver o futuro amoroso

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Lua

Ingredientes:
Uma vela
Água mineral ou água de chuva.

Pegue uma vela rosa, vermelha ou azul e um copo com água da fonte (mineral) ou da chuva.

Concentre-se na pergunta cuja resposta deseja saber, mas preste atenção!

Mantenha a mente livre da resposta que deseja ou teme receber. Se não puder controlar sua
ansiedade não terá resposta confiável. Deixe a cera da vela acesa pingar sete vezes no copo d’água
enquanto você formula a pergunta.

Observe a figura que irá aparecer e faça sua interpretação.


Feitiço para chamar o amor

Melhor dia: Sexta-feira


Melhor horário: Vênus

Ingredientes:
Botões de flores primaveris
Vela branca
Uma cadeira

Apanhe dois botões de flores de primavera ou cornisos e carregue-os com força mágica.

Na sexta-feira, mostre-os para a Lua Cheia com um incenso de flores aceso e uma vela branca,
peça aos Deuses do amor que coloquem nos botões sua força mágica para ajudá-lo em seu encanto.

Deixe as flores na água até que a vela se apague. No dia seguinte, pegue as flores e coloque-as
numa cadeira.
Ao final do ritual, convide a pessoa amada a se sentar na cadeira e olhando em seus olhos
profundamente, sinta-se fascinamte.

Cuidado para nenhuma outra pessoa se sente naquela cadeira ou você terá um admirador
indesejável atrás de você.
O CALDEIRÃO
Reúna-se conosco em volta do nosso caldeirão de amigos encantados!

É possível fazer feitiços sem ser iniciado?

Oi, tudo bem? Meu nome é Fernando e sou estudante da wicca há mais ou menos uns seis anos
e há pouco tempo eu, minha amiga e minha irmã fizemos um ritual contra uma pessoa que estava
atrapalhando nossa vida pessoal e deu certo! A minha pergunta é: uma pessoa que não fez o ritual de
iniciação pode fazer magias, feitiços, invocações e etc.? Ah, esqueci de acrecentar que eu gosto
muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito de você! Pelo que eu já li dá pra perceber que você é super legal! Espero que
você responda minha pergunta! Millllllllllllllllllllllllllll beijos!
Atenciosamente,
Fernando Azevedo Maio Junior
e-mail: fernandoamj@hotmail.com

Oi, Fernando!!! Brigadinha pelos mil beijos e por me acompanhar tão alegremente! Bem,
vamos lá! A questão da iniciação é muito interessante porque algumas linhas de magia acham
fundamental para que se pratique alguma coisa, como a Umbanda, o Candomblé e até algumas linhas
de wicca. O engraçado é que, nos meus estudos sobre a magia, vi muitas crianças se utilizando dela
sem nunca ter feito uma iniciação ou coisa parecida. Vi também povos, como os celtas, em que a
magia era tão natural que qualquer um poderia praticá-la. Acredito que a iniciação é uma forma de
selecionar as pessoas que realmente desejam ser parte da magia daquelas que querem utilizá-la por
motivos mais fúteis. É como assinar um contrato, saca? Quando você faz uma iniciação, você já
estudou o bastante pra saber onde está se metendo e quais serão suas responsabilidades. Um iniciado
tem uma proteção extra na hora de realizar um feitiço ou ritual, enquanto um não iniciado pode estar
vulnerável às forças negativas que transitam pelo local. Eu aconselho a todos fazerem uma iniciação
antes de praticarem feitiços mais complexos, mas sugiro que se pratique e estude ANTES de se
iniciar, para se saber se é isso mesmo que se deseja. Pois é, a Primeira Comunhão é um tipo de
iniciação também, assim como existe a iniciação das religiões afro-brasileiras. Essas iniciações,
apesar de não terem nada a ver com a wicca, já introduziram o indivíduo num outro patamar
espiritual, já formam um elo com o invisível, mesmo que as divindades em questão sejam diferentes.
Estude e pratique por algum tempo e faça um ritual de auto iniciação quando se sentir pronto para
ficar mais ciente do que faz (através do estudo) e mais protegido (através da iniciação). Seu poder
também tenderá a aumentar (afinal, agora você assinou o contrato, vai ganhar seguro desemprego,
plano de saúde, vale transporte e despesas nas viagens astrais...).
Qual o tempo mínimo para se iniciar?

Oi, Eddie, tudo bom? Meu nome é Ilan Derwin (nome bruxo) e estou com uma dúvida que está
me comendo a alma. Muita gente me diz que para você se iniciar na wicca é necessário no mínimo
um ano e um dia de estudos. Mas, tem o seguinte, uma amiga minha disse que existe um ritual de
iniciação básica, que para realizá-lo era necessário pelo menos 6 meses de estudo? Eu gostaria de
saber se isso é verdade? Gostaria de te perguntar mais uma coisa. Se esse ritual for verdadeiro, no
dia 23 de dezembro, o qual eu já pesquisei um pouco é dia de lua escura, eu irei fazer essa iniciação
básica, e depois dela eu gostaria de montar um coven com umas amigas minhas que estudam e não
são iniciadas, gostaria de saber se nesse coven eu posso ser o Sumo-Sacerdote, ou isso só depois de
muitos e muitos anos de estudo, ou se por eu ser iniciado e saber um pouco mais posso sim ser sumo
sacerdote. Depois que começei a ler leus livros passei a ser mais que um wiccano, me tornei um
bruxo fanático por wicca. Legal, né? Adorei o seu ritual do animal totem achei super legal e muito
interessante não vejo a hora de me iniciar para poder fazê-lo. Sei que você publica alguns e-mails e
cartas que recebe, se possível gostaria de pedir-lhe para publicar meu e-mail, pois quero muito
conhecer outros wiccanos assim como eu.
Ilan Derwin
Meu e-mail é : ilan_derwin@yahoo.com.br
Pra quem usa MSN Messenger é: ilan_tate@yahoo.com.br

Oi, Ilan! Tudo em cima? Esse período estabelecido por alguns wiccanos é um tempo médio
para estudar a magia. Como eu já disse, não adianta ler uma meia dúzia de palavras e sair por aí
fazendo feitiços. A magia é mais que isso e requer um estudo constante. Parar de estudar depois
desse período estipulado também é inadmissível. Você tem que ter em mente que VAI ESTUDAR A
VIDA INTEIRA. O tempo médio de um ano e um dia é um bom tempo para se estudar e eu o
aconselharia a qualquer um. É claro que cada um terá seu próprio desenvolvimento pessoal. Algumas
pessoas se dedicam mais que outras, então é normal o tempo delas ser menor. Quanto a ser sumo-
sacerdote, eu acho um tanto quanto superlativo. Saber mais que suas amigas não quer dizer que você
saiba o bastante. É como um passageiro que voou várias vezes dizer que está apto a pilotar um avião.
Aconselharia você a fazer primeiro um grupo de estudo e, depois de um ano, se o grupo se mantiver e
continuar evoluindo, depois da sua iniciação, formar um coven, no qual você pode até ser o
sacerdote (mas não o Sumo. O Sumo Sacerdote da Igreja Católica é o Papa! Um Sumo Sacerdote é
alguém com muito mais pontos de experiência que eu ou você.). Até lá, faça uma iniciação básica
para poder ir fazendo rituais mais simples, como o do animal totem. Beijinhos pra você e para suas
amigas!
Problemas de amor

Olá, Eddie! Como vai a força? Espero que esteja tudo bem! Bom, meu nome é Júnior, estou
estudando e pesquisando sobre magia e preciso muito de seus conselhos, pois estou atravessando
uma crise que muito está me abalando! Bom, eu preciso que você me diga se vale a pena usar magia
pra reavivar o amor entre duas pessoas (fique tranqüila que não é pra mim), com uma poção que tem
em um dos seus livros. Por favor, me ajude... Que a força esteja com você. Beijos,
Júnior Galvão
e-mail: jr_galvao@yahoo.com.br

Oi, Júnior! Magias de amor, quando honestas, são muito bem recomendadas. Pode usar um
feitiço para reaquecer um romance, mas deixe claro que isso se realize se for o melhor para todos e
de acordo com a vontade da Força Superior, que é muito mais inteligente que a gente e sabe o que é
melhor para todos. Um beijo e que a força esteja com você!
Gata sumiu!

Oi, Eddie! Tudo bom? Espero que sim, amiga! Afinal te considero uma grande amiga já.
Bem, é o seguinte, meu nome é Janaina tenho 25 anos e há alguns meses, depois de vários anos
de desejo, me tornei uma bruxa, uma wiccana!! Estudei alguns livros seus e de outros autores, mas
você é um canal aberto. Após alguns meses de depressão pesada, resolvi adquirir uma nova gata,
filhotinha, visto que minha outra foi lá para casa grandinha, e eu queria curtir um gatinho filhote.
Bem, a minha nova gatinha, chama-se Bessie, só que ela sumiu! Calma, não vou pedir para você
encontrá-la, mas é que eu estou preocupada. Como eu disse, estou no caminho da magia há bem
pouco tempo, fiz meu ritual de auto-dedicação no Sabbat de Imbolc (01/08/2003), pois conforme eu
li é o melhor Sabbat para começos, iniciações etc... Bem, arrumei todos meus instrumentos mágicos
em um altar no meu quintal, prendi minhas gatas dentro de casa, pois elas queriam subir no altar,
prendi meu cachorro na outra parte do quintal e dei início ao ritual. Segui todas as etapas, tudo certo,
acredito eu. Após o ritual, soltei os bichos e tudo bem, só que a Bessie – a nova gatinha – saiu para
dar sua volta noturna, voltou rapidamente no domingo (ela saiu na madrugada de sexta para sábado),
não comeu e não voltou mais. Será que alguma coisa no meu ritual afastou/assustou a minha gata?
Estou preocupada, depois deste dia estou com medo de realizar outros rituais (esbats, sortilégios
etc.) e meus bichos sumirem. Isto é possível? Eddie, querida, por favor responda-me!!! Urgente!!!
Um super bater de asas para você e muito amor. Sua amiga,
Janaina Silva Gomes
e-mail: janasg@hotmail.com

Oi, Jana! Estou preocupada também com sua gatinha! Não sei dizer ao certo o que aconteceu,
mas posso dar uma pista. Quando realizamos um ritual, especialmente se for de purificação, coisas
ruins que poderiam estar na casa ou na companhia da pessoa, podem ser sugadas para um recipiente.
Sua gatinha era, infelizmente, um recipiente atrativo. Em geral, gatos, cães e corujas são mais
resistentes. Eles recebem a carga negativa e a devolvem à terra, para que a Grande Mãe possa
reciclá-la. Mas um filhote costuma ser mais frágil, assim como pássaros de um modo geral. Não
estou acreditando que sua gatinha vá voltar, mas precisaria usar o pêndulo ou outro método de
vidência para saber exatamente o que aconteceu com ela e onde ela está agora (há uma boa
possibilidade que ela tenha ficado tonta com a energia e se perdido, sendo adotada por outra casa).
Da próxima vez que você for fazer um ritual, seja lá de que tipo for, retire filhotes da casa OU use
sete velas para atrair as forças negativas. Terminado o ritual, quebre as velas em três pedaços, enrole
tudo em um pano preto e jogue fora em um lugar fora de sua casa. Um beijinho pra você e espero que
você ache uma nova amiguinha logo!

Eddie
A única coisa que não muda é a mudança
Temos vivido tempos muito difíceis. Enquanto, povo, enquanto raça, enquanto espécie,
enquanto seguidores desta ou daquela religião. Temos passado por tempos difíceis em todos os
caminhos que escolhemos para nos separar. E tenho certeza que temos passado por momentos difíceis
enquanto pessoas também.

Todos passamos por um momento de dor, perda, desespero. Todos sentimos vontade de bater
com a cabeça na parede até aquela dor sumir. Todos tivemos vontade de sentar e chorar até a barriga
doer. O mais estranho é que os motivos da dor vão variar de pessoa pra pessoa, mas a dor em si será
a mesma. Eu já tive minha cota de dor e de vez em quando ela bate à minha porta pra me lembrar de
algumas coisas. Recentemente, foi minha cachorrinha que morreu. Lutei o quanto pude para mantê-la
comigo. E consegui, por um ano exato. Mas a prorrogação acabou e eu tive que deixá-la partir.
Prometi agir como gente grande e ficar repetindo que a vida era assim mesmo.
Eu sei que todos nós vamos passar por despedidas nessa vida e eu gostaria de dizer que fica
mais fácil com o tempo. Mas não fica. Nós vamos sentir cada perda, cada adeus, cada separação. Às
vezes serão pessoas tão especiais que vamos achar que não suportaremos. Vamos repetir pra nós
mesmos que nos encontraremos de novo, embora a saudade grite que qualquer minuto será tempo
demais pra suportar.

Então um dia você se sentirá melhor. Porque é da nossa natureza sobreviver e prosseguir,
porque sabemos, lá no íntimo que essa é a única chance de reencontro. E quando você achar que já
superou, numa noite, num filme, num café, algo vai lembrar você daquela saudade. E você vai querer
chorar...

Eu não estou falando só da minha cachorrinha. Eu a vi logo depois sendo tratada num outro
lugar e já sei que ela está muito bem (embora isso não afogue nossa saudade dela). Estou falando de
todas as coisas e pessoas que perdemos no caminho. Muitas pessoas perdem seus entes queridos e
acham que não vão sobreviver a isso. Quer saber de uma coisa?

Nós sempre sobrevivemos! E você deve chorar sim, não deve esconder seus sentimentos
embaixo de uma tonelada de desculpas amarelas para não pensar no assunto. Não fuja da dor, encare-
a e abrace-a. Ela também vai chorar com você. E depois que suas lágrimas tiverem lavado sua alma,
você vai perceber que ainda está aqui e que não está sozinho.

Acho que crescer é isso. Não crescer no sentido de usar terno e pagar contas, mas no sentido
de ficar maior. Crescer inclui encarar as coisas que doem. Tenho notado que vivemos num mundo que
“sente” cada vez menos e “racionaliza” cada vez mais. Isso não pode ser bom. Fingir que está tudo
bem, ignorar a dor, não pensar em quem partiu e atuar num teatro de sombras não passa de uma fuga e
fugir nunca foi solução.

Então, meu amigo, pare de segurar suas lágrimas e suas palavras. Assuma a importância devida
das coisas, não finja que as uvas estavam verdes e que você não as quer mais. São as SUAS uvas.
Você tem todo o direito de chorar e gritar por elas!

Espero não ter deprimido você. Achei que quando alguém, exatamente à meia-noite, começa a
chorar por sua cachorrinha que morreu, é porque tem um recado pra dar. Acho que alguém queria que
eu lhe dissesse que a dor não vai passar até você dar de cara com ela e parar de correr. Acho que
alguém queria que eu lhe dissesse muitas coisas. Espero ter conseguido dizer ao menos a metade.

Um bater de asas pra você, com felizes (re)encontros, nessa vida e em outras.

Eddie Van Feu


Bibliografia
Gente, muitos dos feitiços e encantamentos deste livro foram criados por mim (ou sussurrados
em meus ouvidos no silêncio da noite). Muitos foram testados e comprovei seus resultados. Como sei
que cada um tem seu cada um, sempre acrescento feitiços de outras fontes, pois pode ser que você se
identifique mais com uns que com outros. Eis os livros usados para esta edição, que você encontra
em livrarias. Se não encontrar, encomende com sua livraria favorita que tenho certeza de que não vão
te deixar na mão.

Feitiços, de Matthew Green, Editora Evoluir e W11 Editores


Muito simpático e com um bonito visual, ele traz encantamentos de vários países e culturas.
Achei uma gracinha.

Encantamentos de Amor, de Edain MacCoy, Coleção Gaia Alémdalenda


A autora é simpática e os feitiços são muito interessantes.

Rituais Celtas, de Andy Baggott, Madras Editora


Com um profundo conhecimento dos celtas e seus costumes, o autor adota a salada mística sem
remorso, o que torna a leitura não só mais interessante como muito mais rica. Um dos melhores livros
do gênero que já li.