Você está na página 1de 57

Esquadrias

 No início da civilização humana, a moradia, em seu


primeiro estágio, caracterizava-se por possuir uma
pequena abertura, preenchido por um elemento, em
madeira, denominado de porta, que propiciava a entrada e
saída de seus moradores. No segundo estágio de moradia
do ser humano - cabanas ou choças – as habitações
apresentam o surgimento de uma pequena abertura para
entrada de luz, caracterizando as primeiras janelas. Nos
demais estágios de habitação, as esquadrias
consolidaram-se como componentes básicos das
edificações residenciais. (D’ÁVILA, 2000 apud
FERNANDES, 2004, p.22).
Definição Esquadrias

 Esquadria é o elemento de vedação usado no fechamento


de vãos que propicia:
 Circulação de pessoas,
 Luz (carácter de luminosidade e térmico)
 Ar (caráter térmico).
 Controle de passagem de insetos, poeira, intrusos
 Exemplos: portas, janelas
Normas Técnicas
 NBR 10821 – Esquadrias externas para edificações
 NBR 15873 - Coordenação modular para edificações
 NBR 7199 Projeto, execução e aplicações de vidro na
constr. civil
 NBR 6123 - Forças devidas ao vento em edificações –
Procedimento
 NBR 8037 - Porta de madeira de edificação – Terminologia
Tipos de Aberturas
 Janelas;
 Portas;
 Telas,
 Brises,
 Grades,
 Cobogós,
 Portões,
 Clarabóia
 Gradis
Exigência de Qualidade e Desempenho

 Segurança: no uso, limpeza, comportamento mecânico e


ao fogo;
 Habitabilidade: estanqueidade, acústica;
 Durabilidade: conservação das propriedades, manutenção
e reparos;
 Qualidade dos dispositivos complementares de
estanqueidade e dos acessórios;
 Estética: importância no "visual" da obra
 Facilidade no uso
 Manutenibilidade
Classificação das Esquadrias
 Função
 Ex.: portas, janelas, alçapão
 Tipo de Material
 Ex.: madeira, PVC, aço
 Manobra de Abertura das Folhas
 Ex.: movimento rotação, movimento translação, movimento
combinado
 Técnicas de Execução
 Ex: fixação por chumbamento, por parafusamento, por
colagem
Esquadrias – Quanto a função
 A classificação quanto à função baseia-se no caráter funcional da esquadria.
 É composta pelas:
 portas (função de circulação de pessoas, separação de ambientes);
 janelas (circulação de ar e luminosidade);
 grades (caráter de proteção da edificação);
 Telas (proteção contra insetos);
 Gradis (caráter de separação);
 cobogós (superfície vazada, com função de aeração, luminosidade e
estético);
 alçapão (possibilita acesso a porão e sótão);
 brise-soleil (elemento com caráter de proteger da luminosidade e calor).
Gradil
Grades
Telas
Cobogós
Alçapão
Brise
Portas
Janelas
Quanto a manobra de abertura das folhas
 Podem ser classificadas em:
 Fixas

 Com ventilação permanente


 Sem ventilação
Quanto à manobra de abertura
 Movimento de rotação:
 Dos eixos horizontais
Ex.:pivotantes, projetantes,
basculantes, de enrolar
(persianas), portas de
garagens e persianas
 Bascular: rotação de um
caixilho sobre um eixo
horizontal;
 Nas basculantes, o eixo é
centralizado - rotação da
parte superior para dentro
e a inferior para fora;
Quanto à manobra de abertura

 Nas pivotantes horizontais


– eixo (pivô) está em uma
extremidade da folha. Projeta-
se para fora (projetante).
 Em ambas, a folha (ou
caixilho) é presa a um eixo
horizontal
Quanto à manobra de abertura
 Dos eixos verticais
Ex.: Pivotante, giratória e de abrir
Quanto à manobra de abertura
 Movimento de translação:
 De correr: guilhotinada
(horizontal e vertical)
 Pantográfica: porta de
elevador antigo
Quanto à manobra de abertura
 Movimentos Combinados:
 De translação e rotação ao mesmo tempo
 Basculante de garagem;
 Sanfonadas (janela e portas tipo camarão
Quanto a técnica de fixação em vãos
 Por chumbamento: Com contramarco OU Sem Contramarco
Quanto a técnica de fixação em vãos
 Por parafusamento
Quanto a técnica de fixação em vãos
 Por colagem:
 Com espuma de poliuretano
 Com silicone
Quanto ao tipo de material
 Madeira: pintada ou
natural
 Alumínio: anodizado ou
pintado
 Aço: chapa dobrada ou de
perfilados
 Sintéticas: PVC
 Vidro: autoportantes
 Concreto
 Compostas: alumínio-PVC,
madeira-PVC, madeira-
alumínio
Quanto ao tipo de material - MADEIRA
 Tipos de madeiras: Freijó, Cedro, Cedro Rosa, Louro
Vermelho, Ipê, Cumaru e Grápia
 Vantagens: bom isolamento térmico e acústico; versatilidade
e personalização e, facilidade de manutenção
 Desvantagens: sujeita às alterações climáticas como a chuva
e a umidade, que podem danificar a esquadria tanto com
rachaduras quanto apodrecendo todo o material
 Condições de Entrega na obra: sem proteção superficial,
necessário executar a pintura e envernizamento após a
instalação
Quanto ao tipo de material - MADEIRA
Quanto ao tipo de material - MADEIRA
Quanto ao tipo de material - Alumínio
Quanto ao tipo de material - Alumínio

 ANODIZAÇÃO  PINTURA ELETROSTÁTICA


 Formação de camada uniforme  Tinta em pó;
de óxido de alumínio na  Pintura resistente;
superfície do alumínio;
 Princípio eletrostático: cargas
 Benefícios: protege contra elétricas de sinais contrários se
corrosão ou outro ataque do atraem. A tinta é carregada com
meio ambiente, tipo ar salino, carga elétrica contrária ao perfil;
fumaça industrial, etc.
 Cobertura uniforme e de qualidade.

Os perfis de alumínio deverão ser protegidos por anodização ou


pintura, conforme especificado na ABNT NBR 12609 e ABNT NBR
12613 (anodização) e ABNT NBR 14125 (pintura).
Quanto ao tipo de material - Aço
Quanto ao tipo de material - Aço
De acordo com a NBR 10821

 Das esquadrias de aço  Das esquadrias de aço inoxidável


carbono ou Liga aço-cobre
 Aço inoxidável não necessita de
 Se não for galvanizado, o perfil proteção adicional de superfície
deve receber pintura ou
tratamento que assegure a
proteção contra corrosão
durante sua vida útil, prevendo-
se manutenção.

AÇO : chapa dobrada ou de perfilados


Quanto ao tipo de material - PVC
Quanto ao tipo de material PVC
 PVC: polímero mais utilizado em perfis para esquadrias
 Aditivos: garantem maior estabilidade térmica e resistência
ao intemperismo. A alta concentração de pigmentos
brancos acentua a resistência a UV
 O PVC é diferente do usado em tubos e forros
 Os perfis de PVC são obtidos por extrusão
 Qualidade depende da mistura de materiais básicos
 Disponibilizada em poucas cores: branco, marfim, bege e
cinza
 Boa resistência às oscilações de temperatura e UV
Quanto ao tipo de material PVC - Vantagens
 Ideais para aplicações em ambientes agressivos, como em regiões litorâneas
 Não precisam ser pintadas, não mancham e nem perdem o brilho
 Facilidade de limpeza e manutenção: sabão, detergente neutro ou álcool etílico
hidratado.
 Fornecidas prontas para colocação na obra, com os vidros e as ferragens,
reduzindo os custos com a mão-de-obra
 São auto-extinguíveis: não propagam chamas
 Têm baixo coeficiente de transmissão de calor: capacidade de manutenção da
temperatura interna dos ambientes superior às proporcionadas elas esquadrias
de aço e alumínio;
 Permitem a utilização de vidros duplos intercalados por espaçador metálico,
para um melhor desempenho termo acústico;
 São resistentes aos agentes biológicos, não sendo atacadas por fungos,
bactérias, brocas ou cupins
 Não enferrujam e nem apodrecem
Quanto ao tipo de material PVC
Quanto ao tipo de material - Vidro
Quanto ao tipo de material - Vidro
Tipos de janelas
 Janela veneziana de correr com  Janela integrada com duas ou quatro
três folhas folhas de correr e persiana de enrolar
 Janela veneziana de correr com  Janela tipo maximar de uma folha
quatro folhas  Janela tipo maximar de duas ou três
 Janela veneziana de correr com folhas horizontais
seis folhas  Janela tipo maximar de duas ou três
 Janela de correr com duas folhas verticais
folhas  Conjunto de janela composto de uma
 Janela de correr com três folhas folha intermediária tipo maximar e/ou
um peitoril fixo e/ou uma bandeira
 Janela de correr com quatro
fixa
folhas
 Janela tipo basculante de uma até
 Janela veneziana de giro com
quatro folhas
folhas tipo guilhotina
 Porta de giro em dois planos
Tipos de Portas  Porta de giro em dois planos com duas
 Porta de giro de duas ou três folhas folhas
(uma folha de giro e as demais  Porta de giro com dois planos com
folhas fixas) quatro folhas
 Porta de um giro em um plano  Porta pivotante horária
 Porta de giro em um plano com  Porta pivotante anti-horária
uma folha
 Porta de correr com uma folha
 Porta de giro no sentido horário sobreposta
 Porta de giro no sentido anti-horário  Porta de correr com uma folha inclusa
 Porta de giro em um plano com  Porta de correr com uma folha
duas folhas embutida
 Porta de giro com duas folhas  Porta de correr com duas folhas
simétricas sobrepostas
 Porta de giro com duas folhas  Porta de correr com duas folhas
assimétricas inclusas
 Porta de giro em um plano com  Porta de correr com duas folhas
quatro folhas embutidas
Porta tipo vai-vem industrial (cozinha)
Porta Pivotante
Porta de Correr
Porta Sanfonada
Porta Camarão
Porta Giratória
Porta Eclusa
Pingadeiras e Peitoris em Janelas
Tipos de Ferragens - Maçanetas
Trincos de Portas e Janelas
Trabalho em sala

 Cada grupo deverá apresentar as vantagens e desvantagens de cada


tipo de janela.
 Janela de correr
 Janela Guilhotina
 Janela maxim-ar
 Janela de abrir com eixo vertical
 Janela basculante
Trabalho em grupo – em grupo
Entrega: 06/04
 Elaborar planilha de esquadrias para a residência do
projeto de orçamento, conforme dados a seguir:

Largura Altura Peitoril


Código Localização Tipo Material
(m) (m) (m)
GIRO UMA
P1 SALA MADEIRA 0,90 2,10
FOLHA
J1 BANHEIRO MAXIM-AR ALUMÍNIO 0,80 0,80 1,60