P. 1
Máquina síncrona - gerador

Máquina síncrona - gerador

|Views: 816|Likes:
Publicado porMateus André

More info:

Published by: Mateus André on Nov 10, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/05/2013

pdf

text

original

Máquina síncrona: Gerador

Máquina síncrona
Motor; Gerador.

. Enrolamento de armadura: estator (predominante) ou rotor.Máquina síncrona como gerador Enrolamento de campo: rotor (predominante) ou estator.

. Forma de onda da tensão de saída correspondente a uma rotação completa da espira.Princípio de funcionamento Posição: 0° Posição: 90° Posição: 180° Posição: 270° Geração de 1 ciclo de tensão CA com um alternador de uma única espira.

Gerador elementar monofásico .

Gerador trifásico .

Frequência da tensão gerada O valor da tensão gerada por um gerador CA depende da intensidade do campo e da velocidade do rotor. como mostra a equação abaixo: f = p⋅n 120 . o valor da fem induzida (ou tensão gerada) é controlado através da excitação do campo. A freqüência da fem gerada depende do número de pólos do campo e da velocidade do rotor. Como a maioria dos geradores funciona com velocidade constante (geradores síncronos).

Frequência da tensão gerada Para uma máquina de um par de pólos.000 rpm 1.000 rpm 750 rpm 600 rpm . Os enrolamentos podem ser construídos com um número maior de pares de pólos.800 rpm 1. teremos um ciclo a cada par de pólos. Neste caso.3 rpm. que se distribuirão alternadamente (um norte e um sul). Os geradores da usina hidrelétrica de Itaipu possuem 78 pólos e giram a uma velocidade de 92.500 rpm 1.200 rpm 900 rpm 720 rpm f = 50 Hz 3.600 rpm 1. Número de Pólos 2 4 6 8 10 f = 60 Hz 3. a cada giro das espiras teremos um ciclo completo da tensão gerada.

Frequência da tensão gerada .

Geradores hidráulicos. . Grande quantidade de pólos.Tipos de rotor: Rotor de pólos salientes Velocidades baixas.

Velocidades altas (poucos pólos).Tipos de rotor: Rotor de pólos lisos. Turbogeradores. . cilíndricos ou não-salientes Enrolamentos distribuídos.

Campo magnético girante .

Campo magnético girante .

Conjugado eletromagnético Rotor alimentado através corrente contínua surge um campo magnético no rotor que gira com este devido a uma força mecânica aplicada ao eixo. a corrente trifásica que circulará no enrolamento de armadura cria um fluxo magnético através do entreferro que gira à mesma velocidade síncrona do fluxo magnético do rotor. . Estator quando os terminais da armadura são ligados a uma carga trifásica qualquer.

devido à tendências dos dois campos se alinharem (campo do estator tenta se alinhar ao campo do rotor). o conjugado se opõe à rotação. Nesse caso.Conjugado eletromagnético O fluxo de armadura reage com o fluxo criado pela corrente de campo (rotor) resultando em um conjugado eletromagnético. O conjugado é o mecanismo através do qual maior potência elétrica de saída exige maior potência mecânica de entrada. . a máquina motriz deve manter conjugado a fim de sustentar a rotação. Em um gerador.

Então. .Conjugado eletromagnético Equação de conjugado: De acordo com a equação acima. a maioria das entidades físicas pode ser considerada constante. as variações de conjugado devem ser acompanhadas pela variação do ângulo de carga δr.

quanto maior a corrente absorvida pela carga. Em uma hidrelétrica. maior deve ser o torque para rotacionar o rotor do gerador e maior o consumo de diesel. Desse o gerador exige maior potência da máquina que fornece força motriz. mais água é utilizada para manter a rotação da turbina. quanto maior for o consumo de energia.Conjugado eletromagnético Em um gerador a diesel. .

. Usam-se vários geradores para atender as flutuações da demanda. 2. Suprir o sistema elétrico em caso de contingência ou reparo de algum gerador.Sincronização Vantagens de operação de geradores em paralelo: 1. Aspectos econômicos: Não é econômico operar com um único grande gerador para suprir pequenas cargas.

3. A B C G1 G2 . As frequências das tensões dos geradores devem ser iguais. As tensões dos geradores devem ser iguais. 2. Os ângulos de fase das tensões dos geradores devem ser iguais.Sincronização Antes de dois geradores funcionarem em paralelo: 1.

. Aumentando a corrente de excitação. ou seja. A distribuição de potência ativa depende do conjugado de acionamento (máquina motriz). A distribuição da potência reativa depende da excitação do campo do gerador. é necessário aplicar torque mecânico ao rotor do gerador. Reduzindo a corrente no enrolamento de campo.Disponibilização de potência Ligando geradores em paralelo: 1. o gerador recebe reativos da rede. 2. o gerador fornece potência reativa à rede.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->