P. 1
ESTRUTURA DA INICIAÇÃO DOS ADULTOS

ESTRUTURA DA INICIAÇÃO DOS ADULTOS

|Views: 594|Likes:
Publicado porarquicatequesepb

More info:

Published by: arquicatequesepb on Mar 20, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPSX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/11/2015

pdf

text

original

INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ Um Processo de Inspiração Catecumenal

JORGE IVAN DO NASCIMENTO

O QUE É O CATECUMENATO?

Catecumenato: é o segundo tempo da iniciação cristã “dedicado à catequese completa (...) um espaço de tempo em que os candidatos recebem formação e exercitam-se praticamente na vida cristã” (RICA, n. 7,19). Estritamente falando, catecumenato seria o “segundo tempo” da iniciação cristã, ou “catecumenato propriamente dito” (RICA, n. 134; cf. Estudos da CNBB 97, n. 82), porém muitos chamam de catecumenato todo o processo da iniciação (cf. DNC, n. 36, 45-50).

PROCESSO CATECUMENAL

Processo Catecumenal: o mesmo que “catecumenato”: os procedimentos, práticas, ritos e celebrações que constituem a autêntica iniciação à vida cristã. Conforme o catecumenato antigo, o processo catecumenal é constituído em 4 tempos: pré-catecumenato, catecumenato, purificaçãoiluminação e mistagogia; e três grandes celebrações: admissão ao catecumenato, preparação para os sacramentos (eleição) e celebração dos três sacramentos da iniciação.

QUAIS AS ETAPAS DO CATECUMENATO PRIMITIVO?

MISSIO NÁRIA OU DE EVANGE LIZAÇÃO, KERIGMA

CATECU ME NATO

QUARES MAL

PASCAL COMPORTA DUAS FASES

O QUE É O RICA?

TEMPO NO CATECUMENATO

Tempo: no catecumenato “tempo” é o período em que transcorrem as quatro grandes partes do processo de iniciação à vida cristã: o précatecumenato, o catecumenato, a purificaçãoiluminação e a mistagogia. Entre um tempo e outro há as etapas ou grandes ritos de passagens (cf. RICA n. 6-7; Estudos da CNBB 97, n. 72, 153; DNC n. 46).

ETAPAS NO CATECUMENATO
 Etapas:

conforme o RICA, são “passos, pelos quais o catecúmeno, ao caminhar, como que atravessa uma porta ou sobe um degrau” (n. 6). São as três grandes celebrações que marcam a passagem de um tempo para o outro, dando o sentido de gradualidade ao processo catecumenal (cf. Estudos da CNBB 97, n. 75

Quadro geral da Iniciação Cristã conforme o RICA Fonte: Documento 97 CNBB

3° TEMPO
1° TEMPO

2° TEMPO

4° TEMPO

Candidatos ao Catecumenato (entrada)

2ª ETAPA - Preparação para os

Iluminação

Tempo do acolhimento na comunidade cristã: Primeira evangelização -Inscrição e colóquio com o catequista. - Ritos: Catequistas + Equipes litúrgicas

Tempo suficientemente longa para: -CATEQUESE, REFLEXÃO, APROFUNDAMEN TO. - Vivência cristã, conversão, entrosamento com a Igreja. - Ritos: Catequistas + Equipes litúrgicas

Preparação próxima para Sacramentos: Escrutínios. Entregas do Símbolo e da Oração do Senhor CATEQUESE Práticas quaresmais (CF, etc.) Ritos: Catequistas + Equipes litúrgicas

de Iniciação : Vigília Pascal

Sacramentos (eleição)

(querigma)

(quaresma)

3ª. ETAPA - Celebração dos sacramentos

1ª ETAPA - Rito de Admissão dos

PréCatecumenato ou Primeiro Anúncio

CATECUMENATO (tempo mais longo de todos)

Purificação e
M ISTAGOGIA (tempo pascal)

Aprofundamento e maior mergulho no mistério cristão, no mistério pascal. Vivência na comunidade cristã.

Fim do período
Catecumenal. O cristão continua a formação permanente na comunidade, ao longo de toda vida

PRÉ-CATECUMENATO
O

que é o PRÉ-CATECUMENATO? aplicar? Como fazer acontecer?

 Como

O

que é a 1ª Etapa?

O

que precisamos organizar/providenciar para o 1º Tempo?

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A práxis catequética se realiza no campo da vida e da história, a serviço das pessoas e das comunidades. Portanto, não se pode distanciar da vida nem se desinteressar dos acontecimentos do cotidiano do homem de fé.

ESTRUTURA DA INICIAÇÃO DOS ADULTOS
4. A iniciação dos catecúmenos processa-se gradatividamente no seio da comunidade dos fiéis que, refletindo com os catecúmenos sobre a excelência do mistério pascal e renovando sua própria conversão, os induzem pelo exemplo a obedecer com maior generosidade aos apelos do Espírito Santo. 5. O Rito de iniciação adapta ao itinerário espiritual dos adultos, que varia segundo a multiforme graça de Deus, a livre cooperação dos mesmos, a ação da Igreja e as circunstâncias do tempo e do lugar.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->