Você está na página 1de 27

VoIP Gateway com Disc-OS 1.

1 com placa Digium x100p

-Cenário-
Instalando Disc-OS 1.1

Insira o CD de Instalação do DISC-OS no drive do computador onde deseja instalar a aplicação e reinicie
a maquina.

ATENÇÃO: Pressionando ENTER na tela inicial do DISC-OS irá apagar toda a informação contida no disco
rígido. Depois de alguns segundos após pressionar o ENTER inicial, será necessário que você clique no
botão “Próximo” ou pressione “ALT + P” em seu teclado.
Na tela a seguir você precisará definir a configuração de rede, em nosso exemplo usaremos a
configuração automática.
Faça as configurações de acordo com a sua rede.Na próxima tela, vamos definir as configurações de fuso
horário, ou seja, nossa localização.

A seguir vamos ajustar Data e Hora do sistema.


Em seguida, vamos definir a senha do administrador do DISC-OS.
Neste momento o HD será formatado e diversos arquivos serão instalados.

O tempo de instalação varia de acordo com a velocidade do computador. Em média demora em torno
de 10 à 15 minutos.
Instalação Concluída.Todo o sistema DISC-OS, funciona desta mesma forma, com uma interface
amigável, sem complicações e de fácil entendimento.Clique em reiniciar.
1- Configuração Disc -OS

Após ter feito a instalação e a maquina já ter sido reinicializada verifique se o IP que você
configurou durante a instalação está no Shell do Disc.Ex: 192.168.20.1

Digite o IP Disc no seu navegador para acessar a interfase web do DISC.Faça o Login de acordo com
a senha de administrador definida durante a instalação do DISC.
Na figura abaixo você tem a tela inicial após o Login feito com: “Resumo Geral do Disc” na parte
central,a esquerda o menu (Configurações e Gerenciamento) a direita tem o “Acesso Rápido” e
mais a baixo temos o “Status do Disc”.

2 – Configurando tronco

2.1 – Verificando se a placa X100p foi instalada corretamente

Clique em “Configuração” que está no canto esquerdo da tela na

seqüência clique na opção “Troncos” .

A figura a cima mostra exatamente como está configurado o a entrada da placa x100p que para esta
aplicação está configurada para funcionar como FXO.Na opção “Nome” temos o nome lógico da
interfase correspondente a entrada da placa.Caso não apareça a configuração a cima, desligue a
máquina e troque de slot PCI.Ligue a máquina e faça o mesmo procedimento inicial para configuração
de tronco.

2.2 – Configurando tronco SIP com Operadora VoIP

A configuração que será feita a seguir será usando uma conta VONO para exemplificar como configurar
um tronco sip com uma operadora VoIP.

Dentro de menu , clique em .


Tela de configurações do Tronco SIP

2.2 .1 – Configuração de tronco


2.2 .1 .1 – Nome

Nesse parâmetro coloque o nome do usuário da conta VONO.

2.2 .1 .2 – Identificação

Numero do CallerID ou seja identificador de chamador,no caso de um conta VONO não é preciso colocar

2.2.2 – Configuração de SIP

2.2.2. 1 – Usuário

Coloque nesse parâmetro o usuário da conta vono ou da operadora voip.

2.2.2. 2 – Senha

Coloque a senha fornecida pela operadora voip ou cadastrada por você na operadora voip.

2.2.2. 3 – Servidor

Coloque o domínio do servidor a qual você irá se conectar através operadora voip escolhida

2.2.2. 3 – Porta

É a porta SIP que o servidor da operadora responde. Esse parâmetro já vem configurado,podendo ser
alterado caso haja necessidade.

2.2.2. 4 – Numero de Canais

É o numero de ligações simultâneas usando o tronco com a operadora voip,lembrando que esse número
será limitado pela velocidade da conexão com a internet .No item 2.2.2. 6 será visto a banda que cada
codec usa por ligação. Inicialmente você pode colocar como 2

2.2.2. 5 – DDR

Caso você receba um numero para receber ligações da sua operadora digite-o nesse parâmetro.

2.2.2. 6 – Enviar de pedido de registro

Habilite este parâmetro para que seja enviado a operadora voip o registro do Tronco SIP com a
operadora

2.2.2. 6 – Codec

É a lista de codec que será utilizado para o Tronco SIP com a operadora voip. Nesta lista estão codecs de
uso gratuitos.No caso do codec g729 e g723 o dis-OS realiza um passthrough ou seja não codifica.Para
que ocorra a codificação e decodificação do mesmo é necessário a licença do mesmo. Os Codecs
escolhidos são ordenados por prioridade ou seja se o primeiro da lista é que tem prioridade maior que
os demais.Cada codec consome uma banda para cada ligação e alguns casos o consumo dessa banda é
relativamente expressivo e significativo no quesito qualidade de áudio na ligação.Segue a baixo um a
tabela dos codecs de áudio.
Codec Banda por Taxa de Processamento Qualidade de Voz Atraso
ligação Compressão Adicionado

Alaw e Ulaw 82.1 kbps 48,56,64(sem Nenhum Excelente Nenhum


compressão)

Speex 22,4 kbps 8, 16, 32 Nenhum Boa Baixo

ILBC 28.0 kbps 8 Nenhum Boa Baixo

G729 30.0 kbps 8 Alto Boa Baixo

GSM 35.4 kbps 8 Nenhum Boa Baixo

G726 32 Kbps 32 Baixo Boa Muito Baixo

Aconselho fazer teste com os codecs para você descobrir o que melhor encaixa para a sua internet ou
rede.

2.2.2. 6 – Configurações avançadas do SIP

2.2.2. 7 – Fromuser

Usuário qual se conecta a operadora voip caso a operadora use SIP Proxy,no caso da VONO coloque o
usuário VONO

2.2.2. 8 – Fromdomain

Domínio qual se conecta a operadora voip caso a operadora use SIP Proxy,no caso da VONO coloque o
domínio VONO nesse parâmetro.

Após configurar todos os parâmetros a cima clique em . Na seqüência irá a parecer uma
mensagem de confirmação de configuração de tronco

jun

com o status do tronco. Se o status estiver como é por que o disc está

tentando registrar o tronco sip,caso não ocorra o registro o status mudará , caso
tenho sido registrado irá aparecer como .

3 – Configurações de rede
A s configurações relacionadas a IP já foram feitas durante a instalação.Agora é necessário configurar o
comportamento do protocolo SIP de acordo com a configuração da rede.Para configurar vá em

depois em .Clique em .

Tela de configurações de redes

3.1 – Configurações Protocolo SIP


3.1.1 – Porta SIP

É porta que o protocolo SIP atenderá,como padrão é 5060

3.1.2 – Parâmetro Nat

Se na sua rede há NAT selecione este parâmetro para “yes”

3.1.3 – Parâmetro localnet

Esse parâmetro refere-se a sua rede local, nele você coloca o <ip da rede>/<mascara> da rede.Ex:
10.1.1.0/255.255.255.0

3.1.4 – Parâmetro externip

Esse parâmetro refere-se ao ip estático do seu servidor da rede ou do disc.Caso você esteja usando ele
atrás de um modem ADSL você terá um ip dinâmico ou seja quando o modem for desligado ele ganhará
um novo ip válido, para evitar que você tenha que fazer essa atualização manualmente toda vês que o
modem for desligado e receber um novo ip válido, usa-se um script de atualização de ip dinâmico .Segue
a baixo esse script e como automatizar ele.

Salve todas as configurações feitas clicando em .

3.1.5 – Script para Atualizar IP Dinâmico do DISC-OS

Abra o vim ou vi, digite no console do disc vim <nome_do_script_escolhido_por_você>.sh ou ainda

vi <nome_do_script_escolhido_por_você>.sh copie ou cole o seguinte script a baixo:

#!/bin/bash

NOVOIP=`curl -s http://checkip.dyndns.org | cut -c 77-|cut -d \< -f 1`

sed -i s/^externip=.*/externip=$NOVOIP/g /etc/asterisk/sip.conf

asterisk -rx 'sip reload'

salve o arquivo.Depois de salve altere a permissão para execução do mesmo com o comando chmod
777. Para executar manualmente o script basta digitar no console do disc:
./<nome_do_script_escolhido_por_você>.sh

A automatização da execução do script é feita a traves do crontab (Agendador de tarefas) ele já vem
instalado na versão do CentOS que vem no Disc-OS 1.1 ou 1.0.Para adicionar esse script no crontab
basta digitar no console contab –e , ao digitar você vai entrar no arquivo onde são colocadas as regras
de agendamento.Digite ou copie a regra a baixo:

00-59/5 * * * * /diretório_do_script/nome_do_script.sh

Saia e salve da mesma forma que é feita ao usar vim ou vi.

Para consultar essa tarefa recém agendada digite no console crontab -l


4 – Configurando Rota Saintes para Tronco Analógico(Digium X100p)

Como o próprio nome já diz , é a rota a qual sairá a ligação originada num ramal interno usando o tronco

analógico FXO da placa Digium X100p. Para configurar clique em , depois

em e na seqüência em.

Tela de configuração das rotas saintes


4.1 – Identifique a sua rota

Digite o nome que identifica a sua rota nome campo “Nome da rota” ,Ex: Rota_X100p

4.2 – Senha

Este campo é para proteção caso você precise,Ex:Você quer que só alguns ramais acesse essa rota,então
você coloca uma senha quando essa rota for solicitada só será acessada mediante senha.Caso queira
deixar a rota livre,basta não preencher o este campo.

4.3 – Código

É o código de acesso a rota ou seja o número que é digitado ao tirar o telefone do gancho para usar o
tronco analógico(X100p).Ex: Se você colocar como 0 o código, ao tirar o telefone do gancho e discar 0
você fará a ligação através do tronco analógico(X100p) a qual está ligado uma linha telefônica.

4.4 – Prefixo

É o numero adicionado ao numero discado para fazer uma ligação usando esta rota.Ex: Se você quer
criar uma rota cujo o prefixo da ligação será sempre um DDD se você colocar o DDD nesse parâmetro
toda vez que você discar por essa rota será adicionado a discagem o DDD não havendo a necessidade de
você discar o DDD.

4.5 – Grupo de horários

Seleciona os grupos de horário de funcionamento, nesse caso selecione “SEMPRE”.

4.6 – Tronco Utilizado

Lista o tronco utilizado para essa rota ordenado por prioridade, ou seja esta rota pode ter vários trocos
que serão acessado pela ordem de prioridade ,caso um tronco esteja ocupado é acessado outro que
esteja disponível.Selecione a opção ZAP001 é referente a linha que está ligada no FXO da placa
x100p(tronco analógico),clicando em cima de ZAP001 depois mova para a

caixa ao lado clicando em para o tronco analógico ZAP001 referente a FXO da Placa X100p seja

usado por essa rota. Salve as configurações clicando em .

5 – Configurando Rota Saintes para Tronco SIP (Vono ou qualquer Outra Operadora VoIP)

Como o próprio nome já diz , é a rota a qual sairá a ligação originada num ramal interno usando tronco
SIP com a operadora VoIP configurada no item 2.2 . Para configurar clique em

, depois em e na seqüência em.


Tela de configuração das rotas saintes

5.1 – Identifique a sua rota

Digite o nome que identifica a sua rota nome campo “Nome da rota” ,Ex: Rota_X100p

5.2 – Senha

Este campo é para proteção caso você precise,Ex:Você quer que só alguns ramais acesse essa rota,então
você coloca uma senha quando essa rota for solicitada só será acessada mediante senha.Caso queira
deixar a rota livre,basta não preencher o este campo.

5.3 – Código

É o código de acesso a rota ou seja o número que é digitado ao tirar o telefone do gancho para usar o
tronco SIP com a operadora VoIP usada.Ex: Se você colocar como 1 o código, ao tirar o telefone do
gancho e discar 1 você fará a ligação através do tronco SIP com a Operadora VoIP que foi configurada
no item 2.2

5.4 – Prefixo

É o numero adicionado ao numero discado para fazer uma ligação usando esta rota.Ex: Se você quer
criar uma rota cujo o prefixo da ligação será sempre um DDD se você colocar o DDD nesse parâmetro
toda vez que você discar por essa rota será adicionado a discagem o DDD não havendo a necessidade de
você discar o DDD.

5.5 – Grupo de horários

Seleciona os grupos de horário de funcionamento, nesse caso selecione “SEMPRE”.

5.6 – Tronco Utilizado

Lista o tronco utilizado para essa rota ordenado por prioridade, ou seja esta rota pode ter vários trocos
que serão acessado pela ordem de prioridade ,caso um tronco esteja ocupado é acessado outro que
esteja disponível.Selecione a opção cujo nome é o nome que você colocou para o Tronco SIP

configurado para Operadora VoIP depois mova para a caixa ao lado clicando em para o tronco

SIP configurado no item 2.2 seja usado por essa rota. Salve as configurações clicando em .

6 – Configurando Ramais SIP

Vá em depois em na seqüência clique em

.
Tela de configuração Ramal SIP
6.1 – Configuração do Ramal

6.1.1 – Nome

Neste campo digite o nome do ramal que deve ser igual ao usuário configurado no ATA. Ex: Fulano

6.1.2 – Número

Coloque neste campo o numero do ramal Ex: 2001(Já vem sugerido automático pelo disc-OS)

6.1.3 – PIN

Neste campo você adiciona uma senha para acesso do correio de voz do ramal.Ex:2001

6.2 – Configuração de SIP

6.2.1 – Senha SIP

Basta preencher este campo com a senha do ramal.Ex: fulano123

6.2.2 – Codecs

Lista os codecs permitidos para essa rota ordenados por prioridade escolha o que melhor servir para a
sua rede ou internet na dúvida consulte a tabela no item 3.1.5 para saber a relação qualidade x banda
de uso.

6.2.3 – Reinvites

Se habilitado permite que o áudio flua diretamente entre os peers passando pelo disc-os.Aconselho que
seja habilitado selecionando a opção “Não”.

6.2.3 – Latência Máxima

É Tempo máximo de latência do parâmetro qualify, especificado em milisegundos.Para habilitá-lo digite


2000.

6.3 – Configuração Adicionais dos Ramais

6.3.1 – Gravação

Habilita ou não a gravação do áudio para esse ramal.Caso você queira gravar as ligações nesse ramal
habilite como “SIM”.

6.3.2 – Correio de Voz

Habilita ou não correio de voz para esse ramal.Habilite essa opção com “Habilitado”

6.3.3 – E-mail

Endereço de e-mail que deve receber o correio de voz caso o mesmo esteja habilitado.Se não estive
habilitado deixe o campo vazio.Para essa aplicação informe o e-mail destino do correio de voz.Ex:
meuemail@meuprovedor

6.3.4 – Rotas de saída para que este ramal pode utilizar

Selecione a rota sainte cujo o ramal irá utilizar essa poderá ser .
6.3.5 – Desvios

Configura um telefone para cada tipo de desvio (Desvio Sempre, Desvio Ocupado, Desvio Não
atende),se não há desvio deixe em branco os 3 campos de tipo de desvio, que é o nosso caso.

Após configurado o ramal SIP clique em .

7 – Rotas entrantes para tronco analógico(Digium X100p)

São as rotas das ligações de entrada, ou seja, que o ramal ou telefone fixo vai receber.

7.1 – Identifique a rota

No capo “Nome da rota” coloque o nome da rota que lhe convém. Ex: Tronco_Analogico

7.2 – Troncos

Selecione a caixa correspondente ao tronco ZAP001 que é o tronco analógico da placa x100p

7.3 – Numero de origem

Digitando um numero de origem, é possível criar rotas especifica que dependam do número que fez a
ligação.Não é necessário deixar em branco.

7.4 – DRR
Ao digitar um numero no campo DDR é possível criar rotas entrantes baseadas no numero discado como

por exemplo, o serviço DDR. Deixando este campo em branco faz com que qualquer rota se aplique a
qualquer número que exatamente o que é preciso nessa aplicação.

7.5 – Grupo de horários

Seleciona os grupos de horário de funcionamento, no nosso caso é selecionada a opção “SEMPRE”.

7.6 – Destino

Campo para escolha do destino que as ligações da Rota de Entrada vão tomar temos 5
opções:Ramal,Grupo de Busca,Fila,Correio de Voz e Bridge. Selecione um ramal que irá atender essa

rota.Após selecionar clique em para salvar as configurações feitas.

8 – Rotas entrantes para tronco SIP(Caso a sua conta com a Operadora VOIP permita recebimento de
chamadas)
8.1 – Identifique a rota

No capo “Nome da rota” coloque o nome da rota que lhe convém. Ex: Nome_da_Operadora_VoIP

8.2 – Troncos

Selecione a caixa correspondente ao tronco SIP que é correspondente a operadora VoIP configurada no
item 2.2

8.3 – Numero de origem

Digitando um numero de origem, é possível criar rotas especifica que dependam do número que fez a
ligação.Não é necessário deixar em branco.

8.4 – DRR

Ao digitar um numero no campo DDR é possível criar rotas entrantes baseadas no numero discado como

por exemplo, o serviço DDR. Deixando este campo em branco faz com que qualquer rota se aplique a
qualquer número que exatamente o que é preciso nessa aplicação.

8.5 – Grupo de horários

Seleciona os grupos de horário de funcionamento, no nosso caso é selecionada a opção “SEMPRE”.

8.6 – Destino

Campo para escolha do destino que as ligações da Rota de Entrada vão tomar temos 5
opções:Ramal,Grupo de Busca,Fila,Correio de Voz e Bridge. Selecione um ramal que irá atender essa

rota.Após selecionar clique em para salvar as configurações feitas.

9 – Cancelando Eco da placa FXO Digium x100P

Faça o login no console do disc-OS usando usuário e senha padrão: Usuário => Root , Senha => disc-os
“Tela do console”

Após fazer o Login você terá acesso ao Sistema de Auxilio do Disc-OS

Tela de Sistema de Auxilio Disc-OS

Vá em “Executar Shell”
Na seqüência irá aparecer um aviso de como retornar para o “Sistema de Auxilio Disc-OS”

Confirme com “Ok” para acessar o console.

Acesse o arquivo de configuração da interfase analógica(Zapata.conf) ou seja da placa da digium x100p:

vi /etc/asterisk/zapata.conf

Edite o seguinte parâmetro:

Echocancel (Parâmetro que habilita o cancelamento de eco,defina-o com “yes”)

Obs: Em alguns casos o Cancelador de eco “Echocancel” não cancela o suficiente,então é utilizado o
parâmetro “echotraining “

echotraining (Faz um pré-treinamento para cancelamento de eco descomente e defina-o como “yes”)

txgain ( Defina-o ganho de transmissão de Áudio, defina-o inicialmente como “5.0”)

Salve as alterações feitas . Acesse o CLI com o comando:

asterisk -r
Digite o comando: reload cham_zap.so

Depois digite exit