Você está na página 1de 5

FELIPE MARTINHUK FILIPE MORAIS JÉSSICA TUROLA WILSON SATO

RELATÓRIO PRÁTICA 1

Relatório apresentado como requisita parcial para obtenção de nota da Disciplina Física 3, Curso Enga. Mecânica, Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR.

CURITIBA 2013

............................CONCLUSÃO.................................................................................... 5 5............................................ 5 ...RESULTADOS........................................SUMÁRIO SUMÁRIO.....................3 3..INTRODUÇÃO.......... 2 1....................................................................................................... 3 2.......................................BREVE REVISÂO TEÓRICA....................................................PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL UTILIZADO..............4 4........................................................................BIBLIOGRAFIA......................................................... 5 6.............................................

Com auxílio de equipamentos que nos possibilitam fazer as medidas necessárias e o recolhimento de dados para um prévio e mais detalhado estudo do experimento. Siga as normas ABNT para legendas. já quando não existe esta igualdade ele é dito eletricamente carregado. precisamos conhecer o que compõem um campo e como ele se comporta. equações. onde as linhas de força são paralelas e equidistantes. Para isso. aparece ai uma superfície equipotencial esférica. ela gera um campo elétrico em sua volta. as superfícies equipotenciais localizam-se perpendicularmente às linhas de força (mesma distância do referencial). O vetor campo elétrico em qualquer ponto é tangente à linha de campo elétrico que passa por este ponto. o mesmo potencial elétrico. Os pontos que pertencem a uma superfície equipotencial possuem todos. onde descreve corretamente a força de atração entre o núcleo positivo e os elétrons negativos. Podemos também encontrar superfícies equipotenciais no campo elétrico uniforme. de onde tiraremos as nossas conclusões e exportaremos os resultados observados. Todo objeto contém cargas elétricas. As linhas equipotenciais (que constituem a superfície equipotencial) têm a particularidade de ser perpendicular as linhas de campo. que nos possibilita descrever a força de atração ou repulsão entre as cargas. A lei também é válida até mesmo no interior dos átomos. A carga elétrica é uma propriedade intrínseca das partículas fundamentais de que é feita a matéria. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL UTILIZADO Descreva a metodologia experimental utilizada. Portanto. veremos como as linhas de campo são formadas para os diferentes casos. Quando uma carga puntiforme está isolada no espaço. observados no experimento laboratorial.1. Vamos estudar o comportamento do campo elétrico. etc. As linhas de campo começam em cargas positivas e terminam em cargas negativas. o objeto é dito eletricamente neutro. Outra ferramenta importantíssima para se estudar o campo elétrico é a visualização das linhas de campo. Quando existe igualdade de cargas. sendo elas entendidas como positivas e/ou negativas. utiliza-se da Lei de Coulomb. ou seja. Essas linhas de campo são usadas para visualizar a direção e a intensidade dos campos elétricos. INTRODUÇÃO Esse relatório tem como fundamento a observação do comportamento das linhas de campo e linhas equipotenciais gerado num campo elétrico. tabelas. Qualquer ponto que estiver a uma mesma distância dessa carga possuirá o mesmo potencial elétrico. Nesse caso. A densidade de linhas de campo elétrico em uma região do espaço é proporcional ao módulo do campo elétrico nesta região. São esses casos. material utilizado. 2. que nos dará a possibilidade de observar e praticar o que recorrentemente estudamos nos livros. Para se medir a força de atração entre essas cargas. . etc.

ou seja. por uma distribuição continua de cargas. associada ao campo em si. Para isso é necessário entender a definição do que venha a ser um campo elétrico e suas derivações.3. utiliza-se a grandeza potencial elétrico. BREVE REVISÂO TEÓRICA O experimento realizado se fundamenta no estudo do campo elétrico. 3. A unidade no S. Finalmente. por um dipolo elétrico. interessa-nos a capacidade de realizar trabalho. como um bastão de vidro. Ele pode ser calculado pela expressão: 1. é J/C = V (volt) Superfície Equipotencial: São linhas de força as quais não possuem variação n diferença de potencial. Para medir essa capacidade. Esse quociente chama-se potencial elétrico do ponto. Com relação a um campo elétrico.I. um para cada ponto de uma região em torno de um objeto eletricamente carregado. etc. Em seguida medimos a força eletrostática F que age sobre a carga de prova. coloca-se nele uma carga de prova q e mede-se a energia potencial adquirida por ela. O campo elétrico em um ponto nas proximidades de um objeto carregado é definido da seguinte forma: primeiro colocamos no ponto uma carga positiva qₒ. chamada carga de prova. é o potencial elétrico. a carga. Por simetria as superfícies equipotenciais produzidas por uma carga pontual ou por qualquer distribuição de cargas . 2. Para obter o potencial elétrico de um ponto. sendo ele formado por uma carga pontual. a energia potencial. constituído por uma distribuição de vetores. Campo Elétrico: O campo elétrico é um campo vetorial. definimos o campo elétrico E no ponto P devido ao objeto carregado através da equação: E = F/q Potencial Elétrico: é a capacidade que um corpo energizado tem de realizar trabalho. independentemente do valor da carga q colocada num ponto desse campo. Essa energia potencial é proporcional ao valor de q. atrair ou repelir outras cargas elétricas. Portanto. o quociente entre a energia potencial e a carga é constante.

devido às cargas que se distribuem de forma homogênea em sua superfície externa.. CONCLUSÃO 6. D. Gaiola de Faraday: Este experimento feito por Faraday indica que a superfície condutora eletrizada possui em seu interior campo elétrico igual a zero.3: eletromagnetismo – Rio de Janeiro: LCT. as superfícies são uma família de planos perpendiculares às linhas de campo. PAULI –Ronald Ulysses – Física 4 – Eletricidade e Magnetismo – Editora E. – Fundamentos de Física. 4. 5. v. BIBLIOGRAFIA HALLIDAY.. RESULTADOS Insira os resultados e discuta eles aqui. WALKER J. 1980.U p.P. No caso de um campo elétrico uniforme. .com simetria esférica é uma família de esferas concêntricas. 127. RESNICK R. 2007.