De baixo para cima, numeremos os furos de 1 a 7, sendo o de trás 8: Daqui para baixo, sempre mantenha o furo de tras completamente

tapado: dó: todos os buracos tapados do#: todos exceto o menorzinho do 1 re: todos exceto 1 re#:todos exceto 1, e o menorzinho do 2 mi: todos exceto 1,2 fa: barroca: todos exceto 3; germânica: todos exceto 1,2,3 fa#: todos exceto 1,4 sol: todos exceto 1,2,3,4 sol#: esse eh complicadinho: todos exceto 1, menorzinho do 2, 5 la: todos exceto 1,2,3,4,5 si: todos exceto 1,2,3,4,5,6 OU 1,2,3,4,7 do2: todos exceto 1,2,3,4,5,7 Daqui para baixo, atenção ao furinho de trás do#2: apenas 6,7 com furo de trás aberto re2: apenas 6 com furo de tras aberto re#2: todos exceto 1,7 c/ furo de trás aberto mi2: todos exceto 1,2, com 3/4 do furo de trás tapado! fa2: todos exceto 1,3, com 3/4 do furo de trás tapado! fa#2: todos exceto 1,2,4, com 3/4 do furo de trás tapado! sol2: todos exceto 1,2,3,4 c/ 3/4 do furo de tras tapado! la2: todos exceto 1,2,3,4,5 c/ 3/4 do furo de tras tapado! la#2: todos exceto 1,4,5 c/ 3/4 do furo de tras tapado! si2: todos exceto 1,2,5 c/ 3/4 do furo de tras tapado do2: me recuso a ensinar, essa nota é tão aguda que eu resisto em achar que a flauta soprano é capaz disso. Soa horrível, acreditem. Em tempo, quando não especificado, as notas acima são baseadas no modelo soprano barroco, e não germânico, em dó maior.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful