Você está na página 1de 3

Escolher canal

logo

Home Porto Alegre, 30 de agosto de


2006. Edição nº 14981
Blogs
Colunas e Charges
Sistema Prisional
Galeria de Fotos Outras capas
Sistema bloqueia celulares em prisões
Projeto pioneiro desenvolvido no Rio Grande do Sul conseguiu
Primeiro Caderno desativar 91 aparelhos telefônicos que estavam sendo usados em
Economia estabelecimentos prisionais de Charqueadas durante período
Editoriais experimental Promoções
Esportes JOSÉ LUÍS COSTA Meu Filho &
Geral Cia - Casa &
Mundo Em execução há dois meses, um projeto inovador desenvolvido por Cia
autoridades do Rio Grande do Sul está conseguindo estancar a
Polícia
comunicação dos apenados por meio de telefones celulares. Ontem, a Participe!
Política Secretaria da Justiça e da Segurança (SJS) e o Ministério Público (MP)
Estadual confirmaram a desativação de 91 aparelhos que estavam em
Seções poder de cerca de 4 mil detentos das prisões do complexo de Que episódio de
Artigos Charqueadas entre 15 de 30 de julho. sua vida daria um
Obituário filme?
Diferentemente dos bloqueadores que impedem a emissão do sinal de Veja mais »
Palavra do Leitor
celulares em poder de presos - mas também cortam o sinal dos
Pelo Mundo moradores no entorno dos presídios -, o mecanismo consiste em
Pelo Rio Grande identificar as ligações que partem das cadeias, feitas com telefones em
poder de apenados.
Cadernos Você acha que
Ambiente Depois, via mandado judicial, as operadoras desligam os aparelhos, postos de
deixando-os sem condições de habilitação. Mais detalhes do sistema gasolina podem
Campo e Lavoura
não foram revelados ontem pelas autoridades, que alegaram questões vender bebidas
Casa & Cia de segurança.
Cultura alcoólicas?
Donna ZH As desativações começaram na última sexta-feira, quando a Vara de
Empregos Execuções Criminais de Porto Alegre (que responde por Charqueadas) Sim
Gestão remeteu ordens de bloqueio para quatro companhias em atuação no Não
Globaltech Estado - Tim, Vivo, Claro e Brasil Telecom.
Podem, mas
Meu Filho não para
Patrola O maior número de aparelhos bloqueados é da Tim (45). Também
foram bloqueados para uso 12 telefones clonados da Rural Cell. beber no
Segundo Caderno local
Sobre Rodas Charqueadas foi escolhida pela concentração de presos
TV+Show
Vestibular Um dos idealizadores do projeto, o promotor Ricardo Herbstrith,
Viagem coordenador da Promotoria Especializada Criminal do MP, explicou Na Semana
Vida que Charqueadas foi escolhida por concentrar um significativo Farroupilha, você:
ZH Digital contingente de presos e estar localizada em uma área distante dos Fica mais
grandes centros urbanos. atraído pela
tradição gaúcha
Cadernos de Bairro Herbstrith disse que as três antenas da região tiveram tráfego de 1 Não dá atenção
Bela Vista milhão de ligações em 15 dias (nem todas partiram das cadeias). ao evento
Bom Fim Gosta, mas não
Centro As chamadas telefônicas das cadeias foram registradas pelas se envolve
Lindóia operadoras e enviadas em CDs para análise do MP.
Menino Deus
Moinhos Por meio de um software de geoprocessamento instalado nos
computadores do Departamento de Inteligência e Assuntos Estratégicos
Petrópolis
da SJS, foi possível identificar o local de origem das ligações. O
Zona Sul trabalho durou cerca de uma semana e envolveu 12 servidores.
trabalho durou cerca de uma semana e envolveu 12 servidores.

Especiais As ligações geradas de dentro das cadeias foram selecionadas para uma
João Paulo II nova análise, na qual foram excluídos os aparelhos pertencentes a
O Melhor do Rio funcionários dos presídios.
Grande
Retrospectiva 2005 O promotor Herbstrith garantiu que não foram feitas escutas dos
telefonemas e que não houve invasão de privacidade.
Vida Em Forma
- É um sistema inédito no país sem custos adicionais para o Estado.
Interatividade Conseguimos bloqueadores que dão certo - comemorou o promotor de
Enquete Justiça.
Fórum
Mural Para o secretário Omar Amorim, o projeto mostra à sociedade gaúcha
que o Estado não está parado, diante da onda de crimes comandados de
Promoção
dentro das prisões que assustam o país.

Classificados - Hoje, acreditamos que o complexo Charqueadas esteja sem


Anunciar comunicação de presos. Se um novo celular entrar hoje, amanhã ou
hagah depois, ele também será bloqueado - afirmou.

Susepe tem dificuldade para barrar entrada de aparelhos


Assinaturas
Assine O secretário Amorim destacou que o sistema é capaz de detectar a
RBS Publicações distância dos aparelhos em relação às antenas e lembrou das críticas
Serviços recebidas pela existência de uma antena rádio-base no pátio da
Penitenciária Feminina Madre Pelletier, em Porto Alegre:
Clube do Assinante - Agora, com esse sistema, posso afirmar que seria muito melhor se
Adquirir Cartão tivesse uma antena em cada presídio do Estado.

Comercial Uma comissão será formada por integrantes da SJS e do MP para


avaliar a possibilidade de expandir o projeto para as demais prisões do
RBS Estado.
Unidade Jornal
- Vai demandar tempo e aperfeiçoamento de tecnologia, mas há
Chat condições de ampliar os bloqueios - disse Amorim.
Digite seu O superintendente dos serviços penitenciários, Djalma Gautério,
apelido: lamentou as dificuldades para interceptar a entrada de celulares nas
prisões. Ele disse que, em 2005, foram apreendidos 969 aparelhos. Em
Escolha a sala: 2006, esse número chega a 400.
Zero Hora
( joseluis.costa@zerohora.com.br )

Prós e contras

clicTempo Sistema de identificação de celulares em presídios apresenta


alguns pontos a serem corrigidos:
Facilidade de identificar a origem das ligações em cidades
pequenas, onde o número de antenas é reduzido
Não necessita o desligamento de antenas de rádio-base, evitando
assim o corte do sinal dos celulares de moradores no entorno das
cadeias
Depois de bloqueado o aparelho, mesmo com um novo chip, o
celular segue sem condições de uso
Em locais de grande concentração populacional, o sistema tende a
ter dificuldades em identificar a origem das chamadas devido à
quantidade maior de antenas e de telefones nas imediações dos
presídios
Necessita de monitoramento constante, pois o sistema não detecta o
ingresso de celulares nas cadeias. A demora para descobrir o novo
aparelho chega a uma semana, período em que o preso pode
telefonar

Multimídia
Saiba mais

Enviar p/ amigo Imprimir

FAQ • Fale conosco • Publicidade


clicRBS
Copyright© 2002 - Grupo RBS
Todos os direitos reservados (All
Rights Reserved)

Interesses relacionados