Você está na página 1de 3

Como Morreram os Apóstolos

II – Timoteo 2:15
Procura apresentar-te a Deus, aprovado, como obreiro que não tem de que se
envergonhar, que maneja bem a Palavra da Verdade.

I – O Homem

Irei narra um pequeno episodio da história humana, o qual destaca a perseguição


contra a Palavra de Deus e contra os Apóstolos que sucederam a Jesus Cristo no
Ministério de propagar as Boas Novas de Salvação.
O inimigo das nossas almas nunca aceitou o final horrendo que ele terá de
enfrentar. Tendo como principal motivo desse ódio, Jesus Cristo o Filho amado de
Deus, e em segundo lugar, os seres humanos. Uma vez que cada salvo irá desfrutar das
primícias celestiais e todo gozo que a mente humana não pode sondar.
Como apóstolos de Jesus tiveram destaque na obra missionária e foram
responsáveis pela a continuidade do Evangelho que hoje nós desfrutamos, eles sofreram
os piores martírios que alguém jamais pode imaginar.
Vejamos como aconteceu segundo os livros seculares:
• Mateus – Sofreu martírio à espada na Etiópia
• Marcos – Foi arrastado pelo um animal nas ruas da Alexandria (Egito)
• Lucas – Foi enforcado em uma árvore de oliveira na Grécia
• João – Foi lançado em uma caldeira de óleo fervendo, como não morreu
o baniram para ilha de Patmo
• Tiago (irmão do João) – Foi decapitado por ordem do rei Herodes
• Felipe - Foi enforcado em Hierápolis
• Tomé – Foi amarrado em uma cruz e continuo propagando o Evangelho
até o último sopro de vida
• Tiago (o menor) – O lançaram do templo de cabeça para baixo, ao
verem que ainda continuava vivo, o lapidaram (apedrejaram), até a
morte
• Bartolomeu – Um rei bárbaro lhe tirou a pele
• André – Foi transpassado com uma lança
• Judas (não o Iscariotes) – Foi morto a flechada
• Matias – Primeiro o apedrejaram e logo após o decapitaram
• Pedro – Foi crucificado de cabeça para baixo
• Paulo – Foi decapitado por ordem o rei Nero.

Dessa forma o Evangelho mostra o seu poder diante de todos os hereges e


ateus que estão escritos nas lapides da vida. Quanto mais perseguição e desprezo, maior
é a força de vida que brota na face da terra.

Entretanto, você tem o direito de questionar, qual o motivo desses homens


santos e seguidores de Jesus terem sofrido tanto e passaram por uma morte tão
dolorosa?
Como vimos no começo do nosso escrito, que existe uma guerra espiritual para
que os homens não encontrem a verdade que liberta e uma eternidade diante de Deus.
No mundo estamos adversos às conseqüências do pecado como, fome, peste,
guerra, terremoto, maremotos e todas as catástrofes que acontecem na nossa jornada.
Sem falar que Jesus advertiu que grandes seriam as perseguições para aqueles que
abraçassem a sua causa.
Mateus 5:11-12
Bem aventurados sois quando vos injuriares e perseguirem, e mentindo disserem todo o
mal contra vós por minha causa.
Exultais e alegrai-vos porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim
perseguiram os profetas que foram antes de vós.

Jesus nunca disse que seria um caminho fácil, mas deixou a certeza que a
chegada era certa, para aqueles que forem perseverantes até a sua vinda.

Mateus 10:17-18
Acautelai-vos, porém dos homens; porque eles vos entregarão aos sinedrios e vos
acoitarão nas sinagogas;
E sereis conduzidos à presença dos governadores e dos reis por causa de mim, para lhes
servir de testemunho a eles e aos gentios.

O objetivo do sofrimento daquele que serve a Deus é provar o amor diante dos
mortais, e o testemunho de fidelidade para os que estão fora do Reino de Deus.

Mateus 11:12
Porque desde os dias de João Batista até agora, se faz violência ao Reino dos Céus, e
pela força se apoderam dele.

A resposta para as indagações que surgem como o porquê os apóstolos e muitos


crentes tiveram mortes horrendas está destacada nos versículos acima. Entendemos que
o Reino de Deus é tomado a força, motivo pelo qual o inimigo das nossas almas tem
escravizado a muitos pecadores, o que torna dificílimo o resgate dessas pobres alma.
A salvação é uma ação unilateral, que Deus faz a sua parte. Mas é necessário que
o homem também deseje ser resgatado, evento que muitas vezes não acontece pelo fato
do ser humano sentir o desejo da carne mais atrativo que o Reino de Deus.
Notoriamente o inimigo de Deus, não quer que ninguém chegue ao ministério de
Cristo, nem ao conhecimento da sua Palavra. Mas acima de todo e qualquer esforço da
nossa parte, há a história de Jesus na cruz do calvário, o que mudou totalmente a direção
de uma condenação que estava destinada para toda raça humana.

III – A Bíblia

Não foi só o homem que passou agrura por amor a Jesus Cristo; a Bíblia também
sofre desde o principio as piores perseguições e destruições vinda da parte daqueles que
não querem a sua divulgação.
A sua expansão não foi fácil o quanto aparenta. Sabendo que se levantaram
muitos inimigos para que as pessoas não possuam um exemplar nos seus lares, e porque
não dizer: Na sua vida.
• Antíco Epífanes – Rei da Síria (175-164 A. C) Tendo o mesmo
dominado a Palestina; homem cruel, sádico, que tinha o prazer em
torturar aos cristãos. No ano 168 a.C. – ao dominar Jerusalém, profanou
o Templo destruindo todos os manuscritos que encontrou pela frente.
Mas 04 anos depois da sua façanha, Deus tirou o seu reino.

• Diocleciano – Feroz imperador de Roma (284 – 305 D. C), levantou


uma perseguição maior contra os cristãos durante 10 anos. Destruiu todos
os manuscritos Sagrado que encontrava pela frente. Achando que havia
acabado com tudo, mandou cunhar uma moeda com a sua face, para
comemorar.

Outros poderes tentaram tirar a liberdade de ler e praticar os ensinamentos


Bíblicos, como a própria igreja católica apostólica romana, que até poucos anos atrás, se
fosse pego alguém com um exemplar Bíblico, poderia ser indiciado por pecado de
feitiçaria, ou por negar a igreja mãe. Sem falar que a missa era rezada em latim.
Conquanto que glorifico a Deus, e louvo a atitude do irmão Martinho Lutero (In
memória), que no ano de 1517, quebrou o tabu diabólico e escreveu as 95 teses e fixou
na porta do castelo em Wittenberg, na Alemanha, deixando o papa Leão X de queixo
caído, babando de ódio de um povo chamado protestante. Vindo dessa forma a
liberdade que temos na atualidade de todos possuírem um exemplar da Sagrada
Escritura, independente do seu credo religioso.

Embora grandes sejam as lutas, e maiores a perseguições contra aqueles que


abraçam a Reino de Deus, temo a certeza que um dia estaremos face a face com Deus.
Para isso Ele enviou o seu Filho Jesus Cristo.
Ainda que venham as batalhas para destruir os salvos, maior é o livramento e o
general que vai a frente dos eleitos de Deus.

Jesus te ama.

Presbítero Robson Colaço de Lucena

Visite o site: http://missaoamerica.googlepages.com

Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site: http://missaomp3.googlepages.com