Você está na página 1de 2

Orquestra Sinfónica

do Porto Casa da Música

SINFÓNICA AO DOMINGO CONTINENTE

Jérémie Rhorer direcção musical Concerto comentado por Rui Pereira

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música SINFÓNICA AO DOMINGO CONTINENTE Jérémie Rhorer direcção musical Concerto

11 Jan 2015

12:00 Sala Suggia

Piotr Iliitch Tchaikovski

Minkowski e William Christie e formou um ensemble de música

Romeu e Julieta [1869 ‑70; c.20min.]

contemporânea. Ganhou notoriedade dirigindo óperas de Mo‑

Igor Stravinski O Pássaro de fogo, Suite para orquestra nº 2

zart no Théâtre des Champs ‑Élysées, Festivais de Aix e Beaune e Opéra Comique, com a orquestra Le Cercle de l’Harmonie, que fundou em 2005 com o violinista Julien Chauvin. Tocaram no

[1910/1919; c.22min.]

Barbican em Londres, anualmente no Musikfest Bremen e Bozar

  • 1. Introdução – Dança do Pássaro de Fogo – Variação do Pássaro de Fogo

em Bruxelas, e têm uma residência em Deauville, a par do cargo de Direcção Artística que Rhorer ocupou no Festival Mozart do

  • 2. Dança de roda das Princesas

Théâtre des Champs ‑Élysees (2011 ‑13). Gravaram vários discos

  • 3. Dança infernal do rei Kastchei –

para a Virgin Classics/EMI e abordam agora Liszt e as sinfonias

  • 4. Berceuse –

de Beethoven para a Naïve.

  • 5. Finale

Jérémie Rhorer é também um compositor notável. Venceu o

Prémio de Composição Pierre Cardin da Académie des Beaux‑ ‑Arts e recebe várias encomendas da Rádio

Prémio de Composição Pierre Cardin da Académie des Beaux‑ ‑Arts e recebe várias encomendas da Rádio Francesa. Em 2014

Jérémie Rhorer direcção musical

foi estreado o seu novo concerto para violoncelo, em Pau (Pire‑ néus Atlânticos).

Jérémie Rhorer combina o rigor intelectual com uma visão musi‑ cal clara realizando interpretações arrebatadoras de repertório sinfónico e operático. Estreou ‑se na Ópera de Viena em 2011 e em Glyndebourne em 2013, com a Filarmónica de Londres. Dirigiu Diálogos de Car- melitas de Poulenc com a Philharmonia Orchestra no Théâtre des Champs ‑Élysées em 2013, conquistando o prémio de Melhor Produção de Ópera atribuído pelo Sindicato dos Críticos France‑ ses. Mais recentemente dirigiu Orfeo de Gluck (Wiener Festwo‑ chen), a estreia mundial de Claude de Thierry Escaich (Lyon), La Vestale de Spontini (Champs ‑Élysées) e As Bodas de Fígaro (Ópera de Viena). Visita anualmente La Monnaie. Nesta tempo‑ rada destacam ‑se a estreia na Ópera de Frankfurt e produções em Champs ‑Élysées, Ópera da Baviera e Festival International d’Art Lyrique d’Aix ‑en ‑Provence (com a Orquestra Barroca de Freiburg). Nesta temporada estreia ‑se com a Orquestra da Gewan‑ dhaus de Leipzig, Orquestra de Paris, Orquestra Nacional de França, Sinfónicas de Montréal e Atlanta, Filarmónica de Roter‑ dão, Orquestra Residentie, Orquestra de Câmara Sueca e, pela primeira vez no Japão, dirige a Sinfónica Yomiuri Nippon. Rhorer estudou cravo, teoria e composição no Conservató‑ rio Superior de Paris, onde desde cedo foi assistente de Marc

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música SINFÓNICA AO DOMINGO CONTINENTE Jérémie Rhorer direcção musical Concerto

Rui Pereira

Rui Pereira é Coordenador de Programação de Música Clássica, da Orquestra Barroca e do Coro Casa da Música. Diplomado em Piano pela Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, na classe de Madalena Soveral, realizou o Mestrado em Performance sob a orientação do pianis‑ ta Benjamin Frith e completou o Doutoramento em Musicologia, na Universidade de Sheffield, sob a orientação de Peter Hill. Foi bolseiro da Fundação para a Ciência e Tecnologia. Colaborou com o diário Público entre 2001 e 2014 e com di‑ versas instituições culturais e de ensino na qualidade de confe‑ rencista e Professor Convidado. Como investigador, tem vindo a apresentar o seu trabalho em conferências internacionais. É re‑ gularmente convidado a integrar o júri de concursos de interpre‑ tação musical e painéis consultivos no âmbito do ensino superior. Entre os seus projectos mais recentes contam‑se a edição e co‑ ‑autoria dos livros “Casas da Música no Porto”. Representa a Casa da Música na plataforma artística da ECHO (European Concert Hall Organization).

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música SINFÓNICA AO DOMINGO CONTINENTE Jérémie Rhorer direcção musical Concerto

MECENAS PROGRAMAS DE SALA

PATROCINADOR SINFÓNICA AO DOMINGO CONTINENTE
PATROCINADOR SINFÓNICA
AO DOMINGO CONTINENTE

MECENAS CASA DA MÚSICA MECENAS ORQUESTRA SINFÓNICA

APOIO INSTITUCIONAL

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música SINFÓNICA AO DOMINGO CONTINENTE Jérémie Rhorer direcção musical Concerto
MECENAS PRINCIPAL CASA DA MÚSICA
MECENAS PRINCIPAL
CASA DA MÚSICA
Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música Baldur Brönnimann maestro titular Leopold Hager maestro convidado principal

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música

Baldur Brönnimann maestro titular Leopold Hager maestro convidado principal

A Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música tem sido diri‑ gida por reputados maestros, de entre os quais se destacam Baldur Brönnimann, Olari Elts, Leopold Hager, Michail Jurowski, Christoph König (maestro titular no período 2009 ‑2014), Andris Nelsons, Vasily Petrenko, Emilio Pomàrico, Jérémie Rhorer, Pe‑ ter Rundel, Michael Sanderling, Tugan Sokhiev, John Storgårds, Joseph Swensen, Gilbert Varga, Antoni Wit, Takuo Yuasa, Lothar Zagrosek, Peter Eötvös ou Ilan Volkov. Entre os solistas que co‑ laboraram recentemente com a orquestra constam os nomes de Midori, Viviane Hagner, Natalia Gutman, Truls Mørk, Steven Isserlis, Kim Kashkashian, Ana Bela Chaves, Felicity Lott, Chris‑ tian Lindberg, António Meneses, Simon Trpčeski, Sequeira Costa, Jean ‑Efflam Bavouzet, Lise de la Salle, Cyprien Katsaris, Alban Gerhardt, Pierre ‑Laurent Aimard ou o Quarteto Arditti. Diversos compositores trabalharam também com a orquestra, no âmbito das suas residências artísticas na Casa da Música, destacando‑ ‑se os nomes de Emmanuel Nunes, Jonathan Harvey, Kaija Saa‑ riaho, Magnus Lind berg, Pascal Dusapin, Luca Francesconi, Un‑ suk Chin e Peter Eötvös. A Orquestra tem vindo a incrementar as actuações fora de por‑ tas. Nas últimas temporadas apresentou‑se nas mais prestigia‑ das salas de concerto de Viena, Estrasburgo, Luxemburgo, An‑

tuérpia, Roterdão, Valladolid, Madrid e no Brasil, e é regularmente convidada a tocar em Santiago de Compostela e no Auditório Gulbenkian. Para além da apresentação regular do repertório sin‑ fónico, a orquestra demonstra a sua versatilidade com aborda‑ gens aos universos do jazz, fado ou hip ‑hop, ao acompanhamento de projecção de filmes e aos concertos comentados, bem como a diversas acções educativas, incluindo o projecto “A Orquestra vai à escola”, workshops de composição para jovens compositores e a masterclasses de direcção com o maestro Jorma Panula. A interpretação da integral das sinfonias de Mahler marcou as temporadas de 2010 e 2011. Em 2011, o álbum “Follow the Songli‑ nes”, gravado com Mário Laginha e Maria João com David Linx e Diederik Wissels, ganhou a categoria de Jazz dos prestigiados prémios Victoires de la musique, em França. Em 2013 foram edi‑ tados os concertos para piano de Lopes ‑Graça pela editora Na‑ xos. A gravação ao vivo com obras de Pascal Dusapin foi Esco‑ lha dos Críticos 2013 na revista Gramophone. Em 2014 surgiu o CD monográfico de Luca Francesconi com gravações ao vivo na Casa da Música. Na temporada de 2014, a Orquestra interpretou uma nova obra encomendada a Harrison Birtwistle, no âmbito das celebrações do 80º aniversário do compositor. A origem da Orquestra remonta a 1947, ano em que foi constituí‑ da a Orquestra Sinfónica do Conservatório de Música do Porto, que desde então passou por diversas designações. Engloba um número permanente de 94 instrumentistas, o que lhe permite executar todo o repertório sinfónico desde o Classicismo ao Sé‑ culo XXI. É parte integrante da Fundação Casa da Música desde Julho de 2006.

Violino I

Viola

Flauta

Trombone

Zofia Wóycicka

Javier López*

Angelina Rodrigues

Severo Martinez

José Pereira*

Anna Gonera

Eva Morais*

João Martinho*

Vadim Feldblioum

Jean Loup Lecomte

Alexander Auer

Alexandre Vilela*

Ianina Khmelik

Emília Alves

Andras Burai

Rute Azevedo

Oboé

Tuba

Maria Kagan

Theo Ellegiers

Tamás Bartók

Sérgio Carolino

José Despujols

Hazel Veitch

Eldevina Materula

Vladimir Grinman

Luís Norberto Silva

Jean ‑Michel Garetti

Tímpanos

Roumiana Badeva

Biliana Chamlieva

Jean ‑François Lézé

Tünde Hadadi

Francisco Moreira

Clarinete

Alan Guimarães

Luís Silva

Percussão

Evandra Gonçalves

Violoncelo

Gergely Suto

Bruno Costa

Jorman Hernandez*

Vicente Chuaqui

Nuno Simões

Diogo Coelho*

Feodor Kolpachnikov

Fagote

Paulo Oliveira

Aaron Choi

Gavin Hill

Violino II

Sharon Kinder

Pedro Silva

Harpa

Nancy Frederick

Gisela Neves

Ilaria Vivan

Tatiana Afanasieva

Hrant Yeranosyan

Trompa

Lilit Davtyan

Michal Kiska

Lorena Corma*

Piano/Celesta

Pedro Rocha

Américo Martins*

Hugo Carneiro

Luís Filipe Sá*

José Paulo Jesus

Bohdan Sebestik

Francisco Pereira de Sousa

Contrabaixo

André Maximino*

Mariana Costa

Florian Pertzborn

*instrumentistas convidados

Germano Santos

Tiago Pinto Ribeiro

Trompete

Paul Almond

Joel Azevedo

Sérgio Pacheco

Vítor Teixeira José Sentieiro Nikola Vasiljev

Jean Marc Faucher Altino Carvalho Nadia Choi

Luís Granjo

A CASA DA MÚSICA É MEMBRO DE

Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música Baldur Brönnimann maestro titular Leopold Hager maestro convidado principal