Você está na página 1de 16
CARTILHA DO Consumidor
CARTILHA DO
Consumidor

OAB-BA

GESTÃO 2013-2015

Luiz Viana Queiroz

PRESIDENTE

Fabrício de Castro Oliveira

VICE-PRESIDENTE

Ilana Kátia Vieira Campos

SECRETÁRIA-GERAL

Antônio Adonias Aguiar Bastos

SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

Carlos Alberto Medauar Reis

TESOUREIRO

COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

Augusto Sérgio dos Santos de São Bernardo

PRESIDENTE

Andréa Christine Serra da Costa Santos Edilene Alves Ferreira Frederico Santana de Farias Rui Licínio de Castro Paixão Filho Sâmia Jamile da Conceição Bonfim Ygor Roger Costa de Oliveira

Santana de Farias Rui Licínio de Castro Paixão Filho Sâmia Jamile da Conceição Bonfim Ygor Roger
CDC Código de Defesa do Consumidor. Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990.
CDC
Código de Defesa
do Consumidor.
Lei nº 8.078,
de 11 de setembro
de 1990.

Consumidor é toda pessoa que compra um produto ou contrata um serviço para si ou sua família. Tem os mesmos direitos do consumidor aquela pessoa que sofreu algum prejuízo ou dano por defeito em algum produto ou serviço. Fornecedor é aquele que vende produto ou de quem se contrata serviço.

produto ou serviço. Fornecedor é aquele que vende produto ou de quem se contrata serviço. CARTILHA

CARTILHA DO CONSUMIDOR

3
3
Produto é a mercadoria que podemos comprar em qualquer comércio, formal ou informal. Serviço é

Produto é a mercadoria que podemos comprar em qualquer comércio, formal ou informal. Serviço é o trabalho que uma pessoa presta a outra não sendo empregado e feito mediante pagamento.

Sabe as práticas abusivas?

O artigo 39 do CDC veda ao fornecedor de produtos ou serviços praticá-las, a exem- plo do envio ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto ou fornecer qualquer serviço. Diz ainda que os serviços prestados e os produtos remetidos ou entregues ao consu- midor nestas condições são iguais às amostras grátis, sem obrigação de pagamento.

Dona Consu
Dona Consu
4
4

CARTILHA DO CONSUMIDOR

nestas condições são iguais às amostras grátis, sem obrigação de pagamento. Dona Consu 4 CARTILHA DO

O consumidor tem direitos básicos, prote- gidos por lei e que o ajudam a se proteger. Tem direito à proteção contra propaganda enganosa, proteção à saúde e direito à informa- ção certa sobre produto ou serviço. Sentindo-se lesado, o consumidor pode procurar o Procon, Juizados, Defensoria Públi- ca e advogados particulares. Agora que já sabe o básico, vou te contar sobre os direitos específicos

CARTILHA DO CONSUMIDOR 5
CARTILHA DO CONSUMIDOR
5

Sobre as concessionárias de serviço público

Manter as instalações e equipamentos da unidade consumidora regulares, livres para inspeção e leitura dos prepostos da distribui- dora e pagar em dia suas faturas dá o direito de receber o serviço público essencial em sua unidade consumidora, recebendo a fatura com antecedência mínima de 5 ou 10 dias úteis da data do vencimento com os débitos de seu consumo e fatura. A concessionária tem a obrigação de infor- mar sobre a existência de faturas não pagas e de reajustes, além de ser ressarcido por valores cobrados e pagos indevidamente,

acrescidos de atu- alização monetá- ria e juros.

por valores cobrados e pagos indevidamente, acrescidos de atu- alização monetá- ria e juros. 6 CARTILHA
6
6

CARTILHA DO CONSUMIDOR

por valores cobrados e pagos indevidamente, acrescidos de atu- alização monetá- ria e juros. 6 CARTILHA
Sobre a saúde privada O consumidor tem o direito de realizar con- sultas especializadas quantas

Sobre a saúde privada

O consumidor tem o direito de realizar con- sultas especializadas quantas vezes sentir os sintomas, sem limite de atendimento. Exigir pagamento antecipado (cheque caução) para internamento ou atendimento de urgência ou emergência hospitalar é prá- tica abusiva. Em qualquer situação, procure um advogado ou a defensoria pública para uma decisão judicial an- tecipar a autorização.

Dona Consu
Dona Consu
ou a defensoria pública para uma decisão judicial an- tecipar a autorização. Dona Consu CARTILHA DO

CARTILHA DO CONSUMIDOR

7
7

Sobre o cartão de crédito

Verifique as contas do cartão para evitar pa- gamento de compras que não fez. Se não con-

cordar com a fatura, tem 90 dias para reclamar junto à administradora do cartão. Entre em contato por telefone, anotando as informações de quem atendeu, horário, data e protocolo e detalhando o que não reconhece na fatura. Se em 10 dias não tiver retorno ou não atenderem seu pe-

dido, procure um advogado ou a defensoria pú- blica para entrar com ação judicial.

seu pe- dido, procure um advogado ou a defensoria pú- blica para entrar com ação judicial.
seu pe- dido, procure um advogado ou a defensoria pú- blica para entrar com ação judicial.
8
8

CARTILHA DO CONSUMIDOR

seu pe- dido, procure um advogado ou a defensoria pú- blica para entrar com ação judicial.

Sobre os estacionamentos gratuitos e onerosos

O estacionamento aparentemente gratuito

e o oneroso ofertado pelo estabelecimento co-

mercial não retira a responsabilidade civil sobre os danos nos veículos de seus clientes. É dever do estabelecimento garantir a segurança dos veículos estacionados em seus domínios, ainda que tente posteriormente se eximir alegando não possuir seguranças no local.

O estacionamento realmente gratuito, ofere-

cido de forma desinteressada como um favor ou como uma mera cortesia, poderá implicar res- ponsabilidade civil somente em algumas hipóte- ses dos artigos 186, 187 e 927 do Código Civil.

ponsabilidade civil somente em algumas hipóte- ses dos artigos 186, 187 e 927 do Código Civil.
ponsabilidade civil somente em algumas hipóte- ses dos artigos 186, 187 e 927 do Código Civil.
ponsabilidade civil somente em algumas hipóte- ses dos artigos 186, 187 e 927 do Código Civil.
ponsabilidade civil somente em algumas hipóte- ses dos artigos 186, 187 e 927 do Código Civil.

CARTILHA DO CONSUMIDOR

9
9
Sobre o transporte aéreo Se o voo atrasar até 2 horas tem o direito a

Sobre o transporte aéreo

Se o voo atrasar até 2 horas tem o direito a telefone e internet grátis. Se o voo atrasar mais de 2 horas também tem o direito a alimentação. Se o atraso ultrapassar 4 horas, além destes, tem direito a hospedagem. Se tiver prejuízos com o atraso complemen- te seus direitos com um pedido de indenização. Se a bagagem for perdida ou aberta, registre a ocorrência na empresa aérea e peça solução, de preferência em dinheiro.

10
10

CARTILHA DO CONSUMIDOR

aberta, registre a ocorrência na empresa aérea e peça solução, de preferência em dinheiro. 10 CARTILHA
Você sabia que quando faz uma compra à distância, fora da loja, através do telefone

Você sabia que quando faz uma compra à distância, fora da loja, através do telefone ou internet, tem o direito de arrependimento em até 7 dias do recebimento? Se a compra é feita na loja, só há direito a troca quando houver defeito que prejudique o uso da mercadoria comprada.

direito a troca quando houver defeito que prejudique o uso da mercadoria comprada. Dona Consu CARTILHA
Dona Consu CARTILHA DO CONSUMIDOR
Dona Consu
CARTILHA DO CONSUMIDOR
11
11

CDC

É um direito do consumidor questionar na justiça as cláusulas do contrato que assinou, se entender que são abusivas. Juros acima da média de mercado, cláusu- las que retirem direitos informados no CDC, impeçam o reembolso ou possibilite renúncia à indenização por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código.

por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR
por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR
por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR
por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR
por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR
por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR
12
12

CARTILHA DO CONSUMIDOR

por benfeitorias ne- cessárias são exemplos de cláusulas abusivas proibidas pelo Código. 12 CARTILHA DO CONSUMIDOR

Internet e TV paga

Internet e TV paga Para cancelar serviços de telefonia, internet banda larga e TV paga, vá

Para cancelar serviços de telefonia, internet banda larga e TV paga, vá direto para a opção cancelamento automático na central de atendi- mento ou internet e, no máximo, em dois dias úteis a operadora cumprirá a decisão. Se você estiver falando com o call center

e a ligação cair, as prestadoras terão que ligar de volta. A Anatel definiu o prazo de três anos para o

consumidor contestar débitos nas contas e pra- zo de 30 dias para as operadoras responderem às reclamações. Em caso de descumprimento, as empresas terão que dar desconto ou devolver em dobro

o valor questionado.

de descumprimento, as empresas terão que dar desconto ou devolver em dobro o valor questionado. CARTILHA

CARTILHA DO CONSUMIDOR

13
13

Mercado imobiliário

Da data prevista para a entrega até a efetiva entrega das chaves, a construtora não poderá cobrar juros nem correção monetária. Assim, o valor do imóvel não poderá sofrer alteração até entrega em definitivo. O consumidor não é obrigado a aceitar a constituição de condomínio antes da entrega das chaves e da liberação do habite-se, pois essa constitui- ção é ilegal e visa repassar despesas de manu- tenção do imóvel ao consumidor.

constitui- ção é ilegal e visa repassar despesas de manu- tenção do imóvel ao consumidor. 14
constitui- ção é ilegal e visa repassar despesas de manu- tenção do imóvel ao consumidor. 14
constitui- ção é ilegal e visa repassar despesas de manu- tenção do imóvel ao consumidor. 14
14
14

CARTILHA DO CONSUMIDOR

OAB - Seção Bahia
OAB - Seção Bahia

Rua Portão da Piedade, nº 16, (Antiga Praça Teixeira de Freitas) Barris CEP: 40.070-045 - Salvador - Bahia Tel.: (71) 3329-8900

ONDE DENUNCIAR

Comissão de Defesa do Consumidor OAB Bahia- Salvador - Bahia Tel.: (71) 3329-8900 ONDE DENUNCIAR www.facebook.com/comissaodefesadoconsumidoroabba CARTILHA DO

www.facebook.com/comissaodefesadoconsumidoroabba

Comissão de Defesa do Consumidor OAB Bahia www.facebook.com/comissaodefesadoconsumidoroabba CARTILHA DO CONSUMIDOR 15

CARTILHA DO CONSUMIDOR

Comissão de Defesa do Consumidor OAB Bahia www.facebook.com/comissaodefesadoconsumidoroabba CARTILHA DO CONSUMIDOR 15
15
15
16 CARTILHA DO CONSUMIDOR
16
16

CARTILHA DO CONSUMIDOR

16 CARTILHA DO CONSUMIDOR