Você está na página 1de 83

1

COMO ASSIM NÃO É UM PDF?

2

E-book também é um PDF.
Na verdade, o PDF tem suas vantagens:
– Preservação do layout
– Multiplicação de acesso
– Portabilidade

mas...

3

Já leu um
PDF em
smartphone?
É muuuuito chato!!!

4

O PDF repete a estrutura do papel. 5 .E mais. Não explora os novos recursos disponibilizados pelo digital.

O QUE MAIS SE PODE FAZER? 6 .

. 7 .Tudo que você imaginar..

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 8 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 9 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 10 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 11 .

LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 12 .

LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 13 .

LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 14 .

LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 15 .

LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 16 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 17 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 18 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 19 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 20 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 21 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 22 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 23 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 24 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 25 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 26 .

LIVRO DIGITAL LAYOUT FIXO LIVRO DIGITAL CUSTOMIZÁVEL LIVRO PDF LIVRO DIGITALIZADO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA LIVRO DIGITAL INTERATIVO Interação entre leitores e autores ● Material extra ● Hipertexto ● Compartilhamento de trechos ● 27 .

MAS QUAL É O MELHOR?

28

Não existe melhor.

Depende
do projeto,
da proposta,
do tempo,
do público-alvo e
do orçamento.
29

Configuração visual do livro digital depende de três fatores:


Hardware (depende do leitor)
Software (em parte depende do leitor)
Conteúdo (depende do autor, editor, designer, programador...)

HARDWARE
SOFTWARE

CONTEÚDO

30

Configuração visual do livro digital depende de três fatores:


Hardware (depende do leitor)
Software (em parte depende do leitor)
Conteúdo (depende do autor, editor, designer, programador...)

HARDWARE
SOFTWARE
Design

Formato

Conteúdo

CONTEÚDO

Texto

31

hardware 32 .

software Kobo Adobe Reader Bluefire Kindle 33 .

conteúdo 34 .

conteúdo Identificação do suporte 35 .

COMO FUNCIONA? 36 .

[SOFTWARES BASEADOS EM] ADOBE vs. WEBKIT 37 . e aqueles que desfrutam de um engine (motor) de um browser ou navegador. Assim. os dois principais “motores” de rendering para os softwares que lêem o ePub são • o Adobe Reader Mobile SDK e • o Webkit.Existem os softwares criados especialmente para lerem o ePub.

com.MOTORES PARA LER EPUB Adobe SDK webkit •produzido pela Adobe •open source •único sistema que permite a leitura do Adobe DRM. mas não em outro. 13 38 . sendo que algumas coisas podem funcionar em um sistema. http://revolucaoebook.br/dois-motores-para-meu-epub-adobe-e-webkit/ acesso em 18 set. •É um motor open source que está por trás dos navegadores Safari e Chrome Estes dois fazem a apresentação do conteúdo do ePub de maneira diferente.

br/dois-motores-para-meu-epub-adobe-e-webkit/ acesso em 18 set. 13 39 .DIFERENÇAS PRINCIPAIS Adobe SDK webkit •Suporta Adobe DRM •Não suporta Adobe DRM •Não suporta HTML5 nem CSS3 •Suporta HTML5 e CSS3 •Não suporta Áudio e Vídeo •Não suporta algumas declarações CSSS •Suporta vídeo e áudio •Suporta todas as declarações do CSS http://revolucaoebook.com.

Bookeen. Lucidor •IBA (PC/Mac/iPad) •EPUBReader (extensão para Firefox que. 13 40 . Android) •Aldiko (Android) •A maioria absoluta dos leitores com tecnologia eInk (série Sony. iPhone. Positivo Alfa. etc…) http://revolucaoebook.com. iRiver. portanto.SOFTWARES QUE UTILIZAM Adobe SDK webkit •Adobe Digital Edition (PC/Mac) •iBooks (iPad. e usa o sistema do Firefox) •Bluefire Reader/Cultura Reader (iPad) •Saraiva Reader (iPad. iPod Touch) •Nook Reader (PC/Mac) •Ibis Reader (leitor online) •The Copia (PC/Mac) •Calibre. Nook.br/dois-motores-para-meu-epub-adobe-e-webkit/ acesso em 18 set.

0 (apenas o iBooks está aceitando esse formato por enquanto) • 2.org/epub 41 . http://idpf.Formato livre • Versão atual: 3.0.1 foi aprovada em 2010 (pode ser utilizada na maioria dos leitores) • “EPUB allows publishers to produce and send a single digital publication file through distribution and offers consumers interoperability between software/hardware for unencrypted reflowable digital books and other publications”.

opf • toc.O EPUB funciona como um ZIP/RAR que contém: • arquivo mimetype • pasta META-INF • container.html • capitulo2.COM.BR/EPUB-APRENDA-A-CRIAR-UM-LIVRODIGITAL/#.ncx • style.xml • pasta OEBPS • content.UJHCMSZWRDR ACESSO EM 17 SET.html • capitulo1.css • titulo. 2013 42 .html DISPONÍVEL EM: HTTP://TABLELESS.

opf” mediatype=”application/oebps-package+xml”/> </rootfiles> </container> [/cc] DISPONÍVEL EM: HTTP://TABLELESS.UJHCMSZWRDR ACESSO EM 17 SET.0″ encoding=”UTF-8″?> <container xmlns=”urn:oasis:names:tc:opendocument:xmlns:co ntainer” version=”1.xml A função deste arquivo é agregar todos os outros [cc escaped="true" lang="xml"] <?xml version=”1.COM.Arquivos do EPUB: • arquivo mimetype apenas: application/epub+zip • pasta META-INF • container.0″> <rootfiles> <rootfile full-path=”OEBPS/content.BR/EPUB-APRENDA-A-CRIAR-UM-LIVRODIGITAL/#. 2013 43 .

UjhcMsZwrdR acesso em 17 set.opf Descreve o conteúdo de todos os arquivos. Disponível em: http://tableless. identifier – ISBN]. Apesar da extensão esquisita é só criar um xml e depois salvar como .com.opf É composto das seguintes partes: • Metadata [title.br/epub-aprenda-a-criar-um-livro-digital/#. 2013 44 .Arquivos do EPUB: • pasta OEBPS • content. language. • manifest e • spine.

html • capitulo2. 2013 45 .opf É composto das seguintes partes: metadata.html Disponível em: http://tableless.br/epub-aprenda-a-criar-um-livro-digital/#. manifest e spine.opf Descreve o conteúdo de todos os arquivos.Arquivos do EPUB: • pasta OEBPS • content.html – cada capitulo em um html separado • capitulo1. • toc.css – folha de estilos • titulo. Apesar da extensão esquisita é só criar um xml e depois salvar como .ncx – Table of Contents = Índice • style.com.UjhcMsZwrdR acesso em 17 set.

46 . • Pode criar no InDesign • Pode criar em diversos lugares..PARA CRIAR UM EPUB • Pode utilizar apenas programação. utilizando os ESTILOS. • Pode criar no Word.. como nos slides anteriores. Separando títulos de parágrafos etc.

http://calibre-ebook.com/p/sigil/ • Simplesmente abra o arquivo dentro do Sigil. você pode convertê-lo para MOBI através do CALIBRE. e depois salve como EPUB.Word • utilizando os ESTILOS. • Depois de criar o EPUB.google. + • Salvar em RTF ou em HTML • Abrir o arquivo no SIGIL download em https://code.com/ 47 . • Separando títulos de parágrafos etc.

48 .

49 .

com. Se você colocar tudo em um documento só o aplicativo vai carregar tudo de uma vez a cada acesso. Mais do que isto pode deixar alguns leitores. Imagens Outra dica é tentar usar sempre imagens otimizadas para a web e com uma resolução não maior do que 1200 x 1600px.Dicas para epub Use tamanhos relativos Como as “páginas” do seu livro vão aumentar e diminuir de acordo com o tamanho da tela do dispositivo não utilize pixels como medida para nada. http://tableless.br/epub-aprenda-a-criar-um-livro-digital/#.UjhNt8ZwrdQ 50 . Lembre-se: EM para texto e margens. E o seu leitor feliz! Tamanho é Documento Não use apenas um documento XHTML para o livro todo. como o iBooks por exemplo. muito lentos! A razão é que estes apps consideram cada capítulo como um bloco de texto diferente. A recomendação é que os capítulos tenham menos de 300k cada. PORCENTAGENS para figura. Isto vai garantir que o seu livro continue proporcional e escalável.

ou seja. salve cada parte do livro em um arquivo diferente.com.UjhNt8ZwrdQ 51 . No caso do InDesign. hifenização.Indesign Se você está acostumado com editoração nestes programas é preciso mudar alguns paradigmas. pé de página… você não precisa se preocupar mais com estas coisas em um formato digital. Cuidado ao gerar o TOC (table of contents. etc e não esqueça de importa-los na hora de salvar o arquivo. Lembre-se que todas as imagens precisam estar ancoradas para que fluam juntamente com o texto.br/epub-aprenda-a-criar-um-livro-digital/#. Se você colocar MAIS DE DOIS SUBNIVEIS pode dar problemas de compatibilidade com alguns programas e o seu livro simplesmente não abrir. Determine quebras de capítulos. parágrafo. Esqueça páginas mestras. numeração. Depois junte todos os arquivos em um formato “book”. http://tableless. o índice). Crie estilos específicos para o que é título.

br/epub-aprenda-a-criarum-livro-digital/#. (As velhas fontes postscript não funcionam no ePub. http://tableless. Você pode embedar fontes Open Type utilizando a propriedade @font-face.UjhNt8ZwrdQ 52 .com.fontes Evite usar fontes fora do padrão websafe. ) Mas no final o seu arquivo pode ficar pesado demais e travar.

De preferência não escolha mais do que dois ou três tipos. isto significa que se o cara quiser ler o livro inteiro em COMICS SANS ele pode! Mas se isto deixar o usuário feliz quem somos nós para dizer não?” (TABELESS) 53 . Lembre-se que o usuário pode trocar a fonte no EPUB e “Sim.

Calma. NEM TUDO ESTÁ PERDIDO! 54 .

55 .com.Exemplos de projeto As escolhas da Cosac Naify para o livro digital: http://editora.br/blog/?p=14113 • escolha por Livraria Saraiva e Cultura (excluindo Amazon.cosacnaify. Apple) • Adaptação da capa/lombada (já que o logo da editora ficava na lombada) • Remoção do índice • Adição de “redes sociais” e “outros livros” no final da leitura.

número da nota de rodapé entre chaves . troca de tipografias: do impresso para o digital 56 .“{_}” finalidade de aumentar a área de superfície de toque.

com.cosacnaify.br/blog/?p=14524 57 .Exemplos de projeto Adaptação de MobyDick: Antonio Hermida (coordenador de mídia digital da Cosac Naify). http://editora.

Aberturas de capítulo 58 .

59 .Folha de rosto: adaptação de duas páginas para uma.

O mapa: Miniatura + zoom 60 .

61 .Adaptações páginas cinzas.

com.Exemplos: poesias • Utilização de quebra de linhas • Recurso: manter junto • Recuo de linhas http://revolucaoebook.br/dicas-formatacao-ebook-poesias/ acesso em 18 set. 13 62 .

No software iBooks este modo de visualizar a capa é feio. Ela fica parecendo uma simples imagem dentro do livro. 63 . De fato quem abre o livro não verá a capa logo como primeira página.Exemplos: Dom Casmurro Outra escolha feita foi a de linkar a capa diretamente ao sumário. na minha opinião. Na visualização em horizontal do sumário ela irá aparecer ao lado esquerdo deste. Colocando o link para a capa no sumário teremos a visualização em tela cheia.

Isto significa que o arquivo da fonte foi fisicamente incorporado dentro do ePub. Assim quando estiver na horizontal o versalete vai permanecer somente na primeira linha mesmo quando esta mudar de tamanho! http://revolucaoebook. Lógico. Atenção! Eu recomendo o uso de fontes no formato OpenType por serem melhor compatíveis com os sistemas de leitura e por possuírem ligaduras tipográficas.) que permite um versal elegante e automático. VERSALETE: Se quisermos colocar um versalete. 13 64 . No meu caso eu especifiquei que toda a primeira linha seja em versalete.com.br/ideias-dicas-formatacao-para-ebook/ acesso em 18 set.Exemplos: Dom Casmurro FONTE: Fonte embutida. Isto cria uniformidade entre as varias plataformas e softwares de leitura. por exemplo. recomendo o uso da regra CSS (font-variant: small-caps. alguns softwares irão ignorar a minha fonte e é por isso que é bom acrescentar uma fonte de fallback. na primeira linha do texto. É possível ativar dentro do arquivo este recurso.

65 .

além de manter bem separado o conteúdo da visualização. Este método dá muita flexibilidade.br/ideias-dicas-formatacao-para-ebook/ acesso em 18 set.Exemplos: Dom Casmurro Enfeites No caso do enfeite usado nos títulos é possível criar um PNG e acrescentar a imagem no codigo HTML. mudar a imagem facilmente em uma nova edição do eBook.com. http://revolucaoebook. Não foi porém o que fiz. 13 66 . Apliquei o enfeite diretamente pelo CSS usando um “background-image”. pois posso retirar ele quando estiver em um iPhone.

proporcionar uma visualização especifica para aquele aparelho. São detalhes que deixam a leitura mais agradável. Como a tela é pequena. Quando o leitor abrir o eBook no iPhone estas mudanças serão aplicadas automaticamente. Retirei eles na versão para iPhone (isso vale para outros smartphones também). Este recurso é facilmente implementado como uso de @media queries. 67 . Obviamente isto supõe uma projetação de um design para o eBook! Estas mudanças de design devem serem feitas sempre em vista da melhor experiência de leitura nos vários tamanhos de tela. como consequência. melhorei os espaçamentos e alinhei o texto à esquerda para evitar os terríveis espaços no meio do texto por falta de suporte à hifenização. aqueles enfeites nos titulos podem criar mais problemas do que beleza.Exemplos: Dom Casmurro Design Responsivo Com esta técnica posso preparar o arquivo para que ele consiga identificar o tamanho da tela onde o livro está sendo lido e. Quem lê em um smartphone quer praticidade.

68 .

EPUB3 – ADAPTAR AO INVÉS DE CONVERTER ORIGINAL Uma página de Abroad de Thomas Crane (imagem de domínio público da Internet Archive) Página do livro Abroad renderizada em uma tela com tamanho de TABLET Disponível em: http://www.ibm.com/developerworks/br/library/x-richlayoutepub/ Acesso em 17 set. 13 69 .

EPUB3 – ADAPTAR AO INVÉS DE CONVERTER Página do livro Abroad renderizada em uma tela com tamanho de telefone @media screen and (max-width:480px) @media screen and (orientation:landscape and max-width:480px) Disponível em: http://www. 13 70 .com/developerworks/br/library/x-richlayoutepub/ Acesso em 17 set.ibm.

E OS E-BOOKS DIVERTIDOS? 71 .

blogdacompanhia.E-books interativos e multimídia (enhanced books) – InDesign: EPUB LAYOUT FIXO / FOLIO – instalar ferramenta FOLIO BUILDER http://help.html http://www.br/2011/08/ipum/ 72 .com/pt_BR/digitalpubsuite/using/WS67cb9e293e2f1f60-21ba9a4512e5e5e0b8d-7ffe.com.adobe.

E-books interativos e multimídia (enhanced books) iBOOS AUTHOR Baixar software no MAC. 73 .

Para criar um e-book o que eu preciso saber?? Um pouco disso tudo. Quanto mais melhor. 74 ...

2011. Disponível em http://abrindoolivro.• Bons conhecimentos de InDesign Cs5.com/2011/06/25/curso-entenda-o-livro-digital/ acesso em 17-set-13 75 . slides do curso. Stella dauer.5 • Tratamento de imagens básico • Bons conhecimentos em CSS3 e XHTML • Conhecimentos em formatos de arquivo • Conhecimento das plataformas disponíveis • Atualização constante de todas as novidades do mercado • Adaptações necessárias para oferecer o livro em diferentes lojas.wordpress.

Disponível em http://abrindoolivro.00 por página (e como calcular o número de página? Seriam as páginas do InDesign? Do word? Formatação final? ABNT? Normas específicas da empresa?) Stella dauer.Como cobrar? • Cobrança por complexidade do título • Cobrança por preparação de pré-arquivo • Cobrança para publicação em plataformas • Mínimo de R$ 2.wordpress.com/2011/06/25/curso-entenda-o-livro-digital/ acesso em 17-set-13 76 . 2011. slides do curso.

CUIDADOS E ACABAMENTOS 77 .

digitalbookworld. • em um que corresponde ao tamanho de um tablet e • em outro que contempla uma tela eInk. • e o arquivo Mobi é testado em um visualizador Kindle.com/about-the-qed/ 78 . Cada livro digital feito em ePub é analisado em: • um aplicativo baseado em Webkit (como iBooks da Apple). similar a um celular. http://www. Os arquivos são testados em 3 dispositivos com diferentes tamanhos de tela: • em um com a tela pequena.Avaliação selo QED A avaliação é feita em arquivos EPUB e MOBI. • assim como em SDK Adobe (como Bluefire ou Adobe Digital Editions).

3. Informações gerais: o título não deve abrir em uma página em branco. 2013. 2.com/why-qed/criteria> acesso em 2 ago. Consistência do tratamento da fonte: aplicação consistente de estilos e espaçamentos.Selo QED (Quality Excellence Design – Qualidade.digitalbookworld. Desenvolvido pelo conselho Publishing Innovation Awards disponível em: <http://qed. 4. 79 . Excelência e Design) Lista de inspeção 1. Hierarquia de informações: o conteúdo é organizado visualmente de acordo com a importância dos elementos. Ordem do conteúdo: nada está faltando ou precisa ser reorganizado nos conteúdos.

Desenvolvido pelo conselho Publishing Innovation Awards disponível em: <http://qed. Quebras: Novas seções terminam e/ou iniciam em lugares lógicos.digitalbookworld. ele deve conter links. 9. Se a obra tem um índice. Links: hiperlinks para a web. Excelência e Design) 5.Selo QED (Quality Excellence Design – Qualidade. 8. 80 . Conteúdo Transitório: A obra não contém conteúdo para completar.com/why-qed/criteria> acesso em 2 ago. 2013. Referências impressas: o conteúdo não deve conter referências cruzadas para conteúdo sem hiperlinks. conteúdo impresso estático ou números de páginas (a menos que o e-book esteja intencionalmente imitando sua contrapartida impressa para referência). 6. a menos que o conteúdo tenha sido criado para orientar o leitor sobre a forma de sua utilização. 7. Capa: A capa refere-se apenas à edição digital atual. como em cadernos de estudo ou livros de quebra-cabeças. referências cruzadas para outras seções do livro e o sumário devem estar funcionando e conduzindo aos locais corretos.

e ser colorida quando apropriado. aquela porção é retirada ou todas as referências àquela imagem são removidas. (QED. este é legível. 13. 2013. é carregada relativamente rápido e. 11. Se algumas imagens forem removidas por questões de direitos. Símbolos: O texto não deve conter caracteres estranhos. Tabelas: o texto das tabelas se encaixa confortavelmente na tela.digitalbookworld. 12. 2013. Imagens: A arte deve estar em tamanho adequado. 81 . tradução nossa) Desenvolvido pelo conselho Publishing Innovation Awards disponível em: <http://qed. Metadados: Os metadados básicos para o título (autor.Selo QED (Quality Excellence Design – Qualidade. Se a tabela for convertida em imagem o texto deve ser legível. Excelência e Design) 10. título.com/why-qed/criteria> acesso em 2 ago. se contém texto. etc) devem estar no lugar certo.

– As modificações realizadas pelo leitor são individuais. 82 . um designer de móveis (VILLAS BOAS. – Tal qual o usuário que ajusta o encosto de sua cadeira de escritório não é. por isso. o leitor não invade o espaço do designer.. 2000). – Um projeto editorial digital de qualidade deve prever e facilitar essas adaptações. interferem apenas no seu livro.Ao reformatar seu livro digital.

com 83 .OBRIGADA! Thaís Cristina Martino Sehn crisehn@hotmail.