Você está na página 1de 1

Uma cervejaria para chamar de sua

Que tal se tornar um dos administradores de uma cervejaria? Que tal decidir sobre o
nome que ela terá, sua marca, o design de suas garrafas, o seu plano de marketing,
as estratégias de divulgação, e ainda ter um retorno sobre o seu investimento? Pois
a empresa inglesa BeerBankroll (www.beerbankroll.com) torna possível esse sonho
de muitos.

Recém iniciado, o projeto prevê a criação de um bar e de uma cervejaria a partir do


capital levantado junto a milhares de pessoas. O empreendimento terá início quando
for atingida a marca de 50.000 membros cadastrados. Aí então será contratada uma
empresa de consultoria, escolhida pelo voto dos sócios, que definirá a estratégia
global a ser seguida.

Qualquer pessoa pode fazer parte deste negócio – basta se cadastrar no site e
pagar uma taxa anual de US$ 50. Todas as questões importantes no
desenvolvimento e na elaboração das estratégias de negócios serão submetidas ao
voto dos membros desta comunidade, que também podem mandar e-mails com
sugestões, críticas e ideias.

Com o sucesso dessa empreitada, os lucros obtidos na operação serão divididos em


três partes iguais: um terço será revertido em pontos para os membros, que poderão
convertê-los em produtos disponíveis na loja virtual da cervejaria; outra parte será
destinada aos idealizadores do projeto; e a última parte será doada para instituições
de caridade escolhidas pelo voto dos sócios. Se por algum motivo não for possível
viabilizar essa inovadora forma de se fazer negócios, os fundadores do site se
comprometem a abater todos os custos administrativos que tiveram e doar para
instituições o saldo restante.

Também vem da Inglaterra uma outra proposta muito interessante, desta vez para
os fãs de futebol: a possibilidade de a pessoa se tornar um dos “donos” do time
Ebbsfleet United (www.myfootballclub.co.uk). Com uma contribuição anual de 35
Euros, a pessoa se torna um dos membros dessa comunidade e passa a ter poder
de voto em diversas questões de extrema importância para a administração da
equipe.

O time inglês já conta com mais de 30.000 membros provenientes de 122 países.
Entre as decisões que já foram objeto de votação, encontra-se a proposta de
patrocínio da Nike para os uniformes da equipe (que foi aceita) e a venda de um dos
seus principais jogadores (também aceita).

Essa nova forma de captação de investidores, através da contribuição de milhares


de pessoas que gostam ou acreditam em um projeto, também já pode ser vista em
outras áreas, normalmente ligadas a atividades que despertam a paixão nos seus
participantes. Sem dúvida, é um conceito extremamente interessante, no qual a
empresa se capitaliza e ainda permite que um grande número de pessoas
participem e colaborem com o seu desenvolvimento.