Você está na página 1de 2

3.

ORIGEM DO FEDERALISMO (IMMANUEL KANT)

Kant, filsofo alemo do sculo XVII, escreveu o livro "A Paz Perptua" no qual
apresenta artigos para alcanar a paz mundial. Isto feito a partir da ideia de
"federalismo" desenvolvida por ele.

A ideia de Kant para o federalismo , pois, embrionria daquilo que se conhece


por federalismo atual, no entanto suas ideias de paz perptua e de cosmopolitismo so
interessantes para a anlise do tema. O projeto filosfico tem fundamento na limitao
da soberania dos Estados sobre os demais. e objetiva eliminar a guerra e a anarquia
entre os Estados por meio da implementao do federalismo.

No primeiro artigo preliminar para a paz perptua entre os Estados, Kant no


considera armistcios realmente eficazes para a paz, porque a paz deve ser o fim de
todas as hostilidades

Para Kant, a condio fundamental da paz o direito, mais especificamente, a


extenso do direito a todas as relaes sociais de modo particular at o campo das
relaes entre os Estados. J o cosmopolitismo uma federao mundial fundada no
poder capaz de regular as relaes entre os Estados e de impedir os homens, isolados
ou em grupo, de recorrer a violncia para resolver seus conflitos.

A paz perptua em Kant funda-se em quatro pontos primordiais:

a relao interestatal (antes de instituda a federao) um estado no


jurdico;
o estado de natureza um estado injusto;
necessria a sada do estado de natureza para a formao da federao
de Estados, conservando a autonomia de cada Estado;
a federao no um superestado soberano, mas uma colaborao entre
Estados iguais para resolver conflitos entre eles.

Kant critica a concepo patrimonial de Estado e sugere que o Estado uma


pessoa moral. O territrio estatal inalienvel, assim como os direitos de uma pessoa,
combatendo a viso patrimonialista de Estado.
Os trs artigos definitivos em sua Paz Perptua na forma de tratado imaginrio
so:

A Constituio do Estado deve ser republicana, conservando a liberdade


dos cidados e a igualdade entre eles, alm da obedincia a uma
legislao comum.
O direito internacional deve fundar-se numa constituio civil em que os
Estados mantm seus direitos.
E por fim, o terceiro trata do direito cosmopolita, ou a relao entre um
Estado e os cidados estrangeiros, que deve ser a mais pacfica possvel
se o cidado no tiver comportamento hostil, a fim de culminar na mxima
da paz como ausncia de hostilidades nos aspectos polticos, sociais e
jurdicos.